O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

12 de mar de 2015

O CONSELHEIRO

Lula mandou Dilma trocar seu ministério. Mandou dar uma "chacoalhada" no ministério. E olha que esse é um ministério de 40 ministros.  E olha mais, é um ministério composto por Dilma para gerir os destinos desse país de mais de 201 milhões de habitantes. E olha mais fundo ainda, é um ministério que tem apenas dois meses de triste vida... Está nos cueiros.

Então, Lula tem pressa de quê?!?

Ele, quando presidente pela primeira vez, lá pelos idos de 2003, só mudou um ministro nos primeiros meses. Foi o da Educação, Cristovam Buarque. E por telefone. Não teve sequer a hombridade e a coragem de tomar a atitude pessoalmente, cara a cara.

Agora quer que sua criatura "chacoalhe" um ministério que é pouco mais que um feto?!? Esse Lula não é só um mau companheiro; é um péssimo conselheiro.

Como Dilma sabe com que está lidando, não vai atrás dos palpites de Lula, pois quando ele conta por quer aconselha alguém, já se sabe que ele não conta tudo. A criatura aprendeu com o próprio criador que dos seus bons conselhos vêm os piores males.

CUNHA E GABRIELLI NA CPI
E CERVERÓ NA VARA DE MORO

Hoje, a CPI do Petrolão, uma comissão de inquérito que, afinal, não tem o domínio do PT e nem dos governistas associados, vai ouvir dois ladinos da elite que se apropriou desse país: Eduardo Cunha, presidente da Câmara e Sérgio Gabrielli, ex-presidente da Petrozorra.

Os dois podem dizer tudo e inclusive nada. Ao contrário de Pedro Berlusco que deu com a língua nos dentes, essa dupla pode dar-se ao digno direito de ficar calada. Não há a menor perspectiva de novidade na palavra desses dois sagazes figurões da República dos Calamares.

Boto mais fé, no depoimento de Nestor Cerveró, lá na Justiça do Paraná, na Vara do juiz Sérgio Moro. Ele deve negar todas as evidências das tramoias que lhe renderam 40 milhões de dólares de propina. Como não é delator premiado, pode mentir à vontade.

FRASES PRONTAS

Esse direito "é uma faca de dois legumes", como diria Lula, o Pensador. Poderá, no legume dois, sepultar o futuro brilhante que tinha posto a sua mesa, como sobrepasto por ser um grande operador de cambalachos na Petrobras.

Cerveró vai acabar sendo, como Marcos Valério foi no Mensalão, um dos grandes bodes expiatórios do esquema de corrupção institucionalizado no Brasil a partir do primeiro governo Lula e mantido com enorme sucesso até que a Lava-Jato estourou o Petrolão.

Bem feito pra ele, pois como diria São Bernardo a folhas tantas da Bíblia, "a culpa não está no sentimento, mas no consentimento". Então, "quem corre por gosto não cansa", como sempre repetia minha saudosa mãe e conselheira.

De minha parte, eu que no máximo conheci São Bernardo do Campo, zona do agrião de Lula, no velho ABC Paulista, digo a Cerveró o que não está na Bíblia do PT de Lula e seu sindicato de partidos-satélites: amigo é amigo; companheiro é companheiro.

Nestor Cerveró que não espere receber o tradicional conselho telefônico em forma de senha para o seu silêncio, "tamo junto nessa, cumpanhêro!".