O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

3 de mar de 2015

CRIME ORGANIZADO QUER
PARAR COM A LAVA-JATO

Como o Brasil está virado do avesso, os membros viris do crime organizado que saiu das ruas e se acomodou no Estado brasileiro querem endurecer contra a Operação Lava-Jato, para livrar a cara dos seus comparsas de todos os tamanhos e feitios: empresas estatais, seus dirigentes corruptos ativos e passivos, operadores, consultores, advogados chave-de-cadeia, lobistas, intermediários, operadores, empreiteiras, políticos, governantes.

Eles põem à mesa o seguinte prato quente: se a Lava-Jato continuar o Brasil tranca. E mandam seu garçons servirem baldes de gelo na indignação popular, mostrando que as empreiteiras vão quebrar, que já não conseguem pagar a mão-de-obra, nem terminar as obras que superfaturaram; que o BNDES já não lhes dá a mínima bola; que há desemprego e estagnação.

E há mesmo. Pelo menos por enquanto. Então o que se precisa é que a Lava-Jato prossiga na sua missão de acabar logo com o cambalacho, livrando o Brasil dessa pandilha de sevandijas para trazer de volta a normalidade ao país.

Assim que estiverem defenestrados da cena do crime, serão substituídos pela empreiteiras e construtoras menores que, hoje terceirizadas pelos malfeitores, já realizam o trabalho pesado que o Clube do Bilhão finge o tempo todo que vem fazendo.

Não há perigo algum de solução de continuidade. O que o Brasil precisa agora é julgar e punir sumariamente a bandidagem que a Lava-Jato descobriu. E não há o menor perigo também de que a Lava-Jato pare o Brasil. A Lava-Jato lava o Brasil.