O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

5 de dez de 2015

UMA BOA SEMANA
Esta semana que vem promete. O PMDB tinha oito ministérios; agora, com a saída de Eliseu Padilha, tem sete que, afora Kátia Abreu ex-desafeta e agora unha e carne com Dilma, logo se despedirão do governo Dilma. E, uma vez mais, o PT fica à mercê dos humores do partido de Temer, mas com pose de que é o PT de Lula que manda no pedaço. Dilma está com um pé na estrada. E o Brasil com os dois pés na lama. Está mesmo, porque logo ali - uma vez Dilma descartada - Temer e Lula voltam a ensarilhar talheres para jantar 200 milhões de brasileiros como vêm fazendo há mais de 30 anos. O que há de pior para um rabo na hora de sacudir a cola, é quando se trata do rabo de um mastodonte.

O BRASIL DELES LÁ
Estranho esses petistas e seus sócios, né não?... Pediram o impeachment de Itamar Franco; pediram o impeachment de Collor; pediram o impeachment de Fernando Henrique Cardozo; pediram o impeachment de Eduardo Cunha e agora acham que pedir o impeachment de Dilma é golpe. Na verdade, para o PT e seus sócios, o Brasil bom não é o Brasil do futuro; é o Brasil do faturo. E enquanto isso, o PMDB vai exercitando a sua característica mais proeminente e perniciosa: a onipresença.

DEMOCRATIZADORES
Está chegando a hora que os homens de bem desse país mais esperavam: como a Lava Jato já não os deixa repartir a riqueza como antes, eles agora estão querendo democratizar a corrupção.  

QUEM?
"Não possuo contas na Suíça". Inda que mal pergunte: quem foi que disse isso, Eduardo Cunha ou Dilma Vana? E qual dos dois fez acordo de delação premiada?