O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

9 de nov de 2014


DELATORES DEVEM DEVOLVER
MAIS DE R$ 500 MILHÕES SÓ DE PROPINA

Os investigados na Operação Lava Jato - aquela operação que Dilma Vana jura de pés juntos que mandou deflagrar contra ela mesma e seus companheiros de Petrobrás - terão que devolver, se tudo correr com deve na barra dos tribunais, mais de R$ 500 milhões surrupiados dos cofres públicos.

Sabe lá o que é isso?... Mais de meio bilhão de reais só em suborno, propina e falcatruas! E não, não é só. Esse é o dinheiro que será devolvido só pela turma da delação premiada.

Meio bilhão de reais querem dizer apenas 3% do que girou na Petrozorra em negócios mal feitos e cambalachos tipo licitação fraudulenta, superfaturamento e outros cambalachos como compras e vendas autorizadas sem a devida e completa leitura dos documentos assinados, coisa que nenhum outro governo no mundo realizaria.

E, se realizasse, mesmo que fosse no país mais corrupto do planeta Terra, derrubaria presidentes e colocaria na cadeia o resto da pandilha de sevandijas. Fica então por aqui uma reflexão muito simples: negócio que gerou gorjeta, corrupção, desvi, trapaça é negócio sem-vergonha; é embuste, fraude, tramoia; é roubo, comportamento de ladrão.

PIZZOLATO LIVRE NA ITÁLIA:
"MENSALÃO FOI CRIADO CONTRA LULA"

Condenado aqui, por corrupção e desvios no Banco do Brasil e livre, leve e solto na Itália, o fugitivo Henrique Pizzolato diz agora por lá que o Mensalão foi "criado contra Lula". Ah tá. Só falta agora contar uma de índio que ganhou o apito de um português.

Se Pizzolato disse, então pronto. Ele acaba de provar o que o próprio companheiro Lula não provou. Salva assim a credibilidade de Lula que, quando saiu do Palácio do Planalto para usufruto de Dilma Vana, prometeu pra Deus e todo mundo que iria provar que o Mensalão era "uma farsa".

Foto/Gazetadopovo/Reprodução
Em 1990, Pizzolato já contava com o companheiro Lula: queria ser governador do Paraná.

Não provou coiserda nenhuma. Pelo contrário, fugiu do assunto como o diabo foge da cruz e ainda deixou a companheirada na mão e na Papuda. Agora, com o depoimento isento, puro e sincero do íntegro ladrão-de-casaca Henrique Pizzolato, Lula está de honra e alma lavadas.

Já não há mais por quê nem pra quê ligar sua triste figura ao escândalo que deveria ter lhe custado o impeachment. Para o STF sob nova direção deve bastar a sobrar a palavra de honra do foragido Pizzolato, o nosso Cesare Battisti lá na Itália.

E querem saber duma boa? Tenham pra vocês que, para defender um cara como Lula, não se deve querer nem esperar nesse Brasil Dilma da Silva ninguém mais digno e respeitável que um Henrique Pizzolato.