O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

7 de out de 2014

PESQUISAS SEM ERRO
Diante do fiasco retumbante dos levantamentos no primeiro turno, os institutos de pesquisas científicas infalíveis e milionárias já decidiram que neste segundo turno só haverá acerto. Ibope, Datafolha, Sensus, Vox Populi e similares nanico podem anunciar a qualquer momento que neste segundo turno, a margem de erro será de 25 a 30 pontos percentuais, para cima ou para baixo.

AMARAL, O TAL
Dilma, puxando a brasa para a sua sardinha, diz que no segundo turno o eleitorado de Marina vai se dividir. Decerto ela conta com a adesão daquele presidente renitente do PSB, Roberto Amaral, o Tal.

Ele já foi um breve ministro da Ciência e Tecnologia de Lula e, embora logo defenestrado do governo petista, ele se mantém eternamente agradecido ao dono do Partido dos Trabalhadores pela velha deferência.

Malgrado seu baixo carisma, é uma pedra no sapato dos que querem mudanças de verdade no Brasil. É um fator complicador para a adesão oficial e irrestrita do partido de Eduardo Campos à campanha de Aécio Neves.

POBRE RIO
Garotinho e Lindberg Farrias devem se juntar a Crivella para derrotar o Pezão, cria de Sérgio Cabral, o Rei dos Guardanapos franceses. De qualquer maneira, pobre Rio de Janeiro.

Dilma Vana, mais Coração Valente do que nunca antes na história desse país, diz agora que quer debater no segundo turno a comparação entre governos. Como a eleição é agora e não em 2010 quando a campanha era contra FHC, Dilma Vana deve estar se referindo aos oito anos do governo Lula que a antecedeu. Aécio Neves deve estar louco para começar esse debate. Comparar o governo Dilma com o governo Lula é tudo em que os tucanos mais querem meter o bico.

PERGUNTINHA
Só uma perguntinha: será que Dilma Vana, Coração Valente, já esqueceu que o Brasil está nas mãos do PT e seus associados há 12 anos?

NOVO FUTEBOL BRASILEIRO
Daqui a quatro dias, Dunga mostra aos chineses, lá em Pequim o futebol brasileiro totalmente renovado. Neymar e mais 10 vão enfrentar a Argentina, num sensacional jogo por rapadura. Você não pode perder. Como o Neymar vai estar em campo e com a braçadeira de capitão, vou dar uma olhadinha. Mas, confesso de coração aberto: prefiro assistir aos jogos do Barcelona: lá, o Neymar joga ao lado do Messi.

MARINA E O APOIO A AÉCIO
Marina Silva deve anunciar a qualquer momento - e ela tem pressa para não se desgastar fazendo o papel de indecisa - seu apoio a Aécio Neves. Uma das suas exigência é o fim de reeleição no Brasil. Isso nem é exigência; é um favor que ela faz à campanha do tucano e ao País. Você sentiu na carne o que foi reeleger FHC e pior ainda, ver o Lula ser bicampeão. Imagine só, ganhar Dilma Vana de presente outra vez.

I LA NAVE VA
Dilma não está conseguindo disparar desaforos sem levar o troco de Aécio. Ela disse que tem os "fantasmas do passado" e o tucano bicou de volta que está "espantado com os monstros do presente". E assim está começando o segundo turno das eleições presidenciais no Brasil ainda da Silva. E Dilma não se dá por vencida e saca suas armas do terror. Ontem, mirando nos apaniguados do Bolsa Família, ela criticou os tucanos e disse que a gestão do PSDB exclui os pobres. Ela já disse isso contra Marina no primeiro turno e Marina perdeu tempo respondendo ao desaforo. Aécio agora rebateu que "os 12 milhões de aposentados foram excluídos e massacrados pela ampliação do fator previdenciário de Dilma". I la nave va.

LUSA HIPNÓTICA
Essa de contratar um hipnólogo para salvar a Portuguesa do rebaixamento para a terceira divisão do futebol brasileiro é mesmo coisa de Trás-os-Montes e Alto Douro, em Portugal... Mas, vai acabar dando certo. Basta hipnotizar os goleiros adversários.