O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

21 de fev de 2015

PELA MORTE DO BANDIDO,
CONTRA A PENA DE MORTE

Você é favor, ou contra a pena de morte? Seja lá o que você pense a respeito, eu respeito. Eu sou a favor da morte do bandido, mas decididamente contra a pena de morte.

Parece até que não bato bem da cabeça. Mas, bato sim.

Seguinte, minhas querida e meus queridos, companheiras boas e companheiros batutas: quando sou a favor da morte do bandido, me deixo contaminar pela maldade que esses criminosos repassam aos homens de boa índole quando cometem um barbarismo.

Sou, então, tomado pelo ódio, pela irracionalidade e pelo sentimento de vingança: quero que aconteça com ele - nem que eu próprio tenha que fazer isso - a mesma desgraça que ele provocou.

Fico assim, mas não por muito tempo, meio bárbaro, meio abominável, meio Talião na base do olho por olho, dente por dente. Então aí você já percebe porque sou a favor da morte do bandido.

Seja lá o que você pense a respeito, eu respeito. Sou contra a pena de morte, por uma razão muito simples: não tenho em quem confiar o poder de decidir sobre a vida e a morte dos outros.

E nem preciso ir muito longe para buscar minha convicção sobre a pena de morte institucionalizada. Basta que eu me pergunte: aqui no Brasil, quem decidiria a morte de alguém: o presidente do Senado, Renan Calheiros; o presidente da Câmara, Eduardo Cunha; o presidente do Supremo Tribunal do Governo Federal, Ricardo Lewandoski e sua corte; o governador do seu Estado; o prefeito da sua cidade; o criador da criatura; a president@ da República, Dilma Vana-2 e seu guru midiático João Santana?!?

Peralá, deu pra mim. Paro por aqui. É só por isso que sou pela morte do bandido e contra a pena de morte. Seja lá o que você pense a respeito, eu respeito.