O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

25 de fev de 2015

DILMA FALOU, TÁ FALADO
A Moody's não conhece a Petrobrás.

Dilma disse hoje, em Feira de Santana, diante de mais uma humilhação internacional, que "rebaixar nota da Petrobrás" é falta de conhecimento sobre a companhia.

Foto/Henrique Mendes/G1
As ações da estatal despencaram depois da decisão da agência Moody's que dificulta o investimento de grandes fundos na empresa que já foi a maior do Hemisfério Sul.

Dilma agora sabe que lá fora, a turma não fica achando que a Petrobrás é o que Dilma diz que é, só por que seu lugar na pandilha que destrambelhou a Petrobrás é o trono de president@ do Brasil.

Dilma acha que basta ela dizer que a Petrobrás é forte, rica e poderosa, para que os brasileiros acreditem que tudo que está acontecendo é intriga da oposição.

Dilma pensa que basta ela dizer que é falta de conhecimento para que a gente fique conhecendo a Petrobrás que era a Petrobrás quando Lula subiu a rampa e ela presidiu o Conselho  de Administração da petroleira nacional.

Aqui, ela diz o que Lula manda dizer e a imprensa amestrada, com medo de perder patrocínio e o emprego, espalha como se fosse verdade.

O triste de tudo isso é que o crime organizado que habita os maiores e mais polpudos salões do governo, burla a lei, comete falcatruas, malfeitos, furtos continuados, depois diz que não sabe de nada e a gente é quem tem que provar que eles são malfeitores mesmo.

A roubalheira é tão grande e tão folgada que eles já nem se importam mais de não deixar pistas. Há pegadas e digitais por todos os cantos, mas na hora do aperto eles voltam ao local do crime, vão lá e apagam. Sem prova não há crime, sem crime não há castigo.

Essa foi a bagaceirada que tomou de assalto esse país desde 1985, quando a redemocratização começou com Sarney de presidente da República. Criaram uma democracia para eles mesmos. Essa gente é cria de Lampião: fere, mata e come, ou manda matar e depois vai chorar no velório.