O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

30 de jun de 2014

VAI LÁ DILMA

Em um evento de inauguração de um hospital já existente em Saquarema, no Rio de Janeiro, Dilma Vana disse que o povo deu uma lição de moral no "Não vai ter Copa".

É por isso que ela não vai a jogo nenhum da seleção dos cartolas da CBF; não tem tempo para futebol. Precisa inaugurar coisas prontas e dizer frases de efeito para claques organizadas.

Desde primeiro de janeiro que Dilma Vana não faz outra coisa do que senão copalizar e inaugurar o que não está terminado. Não tem lhe sobrado tempo nem espaço para governar. Até por quê, seu criador não deixa.

Bolas, vai ao estádio na sexta-feira, Dilma. O time do Felipão joga contra a Colômbia. É a Colômbia, não é Cuba, nem Venezuela. Vai Dilma e leva Lula junto contigo. Leva também os tampões de ouvido. A voz do povo é a voz de Deus. E Deus anda meio indeciso se é, ou não é brasileiro.

Vai lá, Dilma Vana. São no máximo 40 ou 50 mil torcedores. Vai lá, Dilma que não serão 200 milhões de brasileiros te ovacionando e te elogiando.

Vai Dilma, serão apenas os loiros de olhos azuis, sorrisos de azul com flúor e óculos de grife que podem assistir nas arenas a Copa de rico que não é pro nosso bico. Vai lá, Dilma. Vai e ouve o que, apesar de todos as vantagens, essa minoria tem para te dizer.
QUEM É DO MAR...

Vejam só o que é companheirismo para o presidente de honra do PT: o PP, de Paulo Maluf, acaba de trocar Alexandre Padilha por Paulo Skaf no fim do prazo do Tribunal Superior Eleitoral.

Com a debandada geral, o poste implantado por Lula em São Paulo perdeu 1 minuto e meio de exposição na propaganda eleitoral. É isso que vale um companheiro bom e batuta para um filho que luta, como Lula, o Metamorfose Ambulante.

De dois anos pra cá, ele fez isso com Marta Suplicy, com Fernando HaHaHaddad, está fazendo com Padilha e vai fazer com Dilma Vana, assim que ela seja vaiada de novo na Copa. Na cartilha de honra petista, Lula não é filhote de polvo é traíra. E quem é do mar, não enjoa.
ALEMANHA  X  ARGÉLIA
Copa de Rico não é pro nosso bico

Clássico Geral no Beira-Rio. Não, não é Grenal; é Geral - Germany x Algérie. Malgrado as chuvas no estado gaúcho, a grama da Copa está no padrão Fifa. Tem político aí que, se cair ali, sai pastando.

Esse jogo começou como se fosse um clássico de goleiro contra goleiro. Chutavam bonito neles e eles defendiam mais bonito ainda. Tanto defenderam esses dois goleiros que alemães e argelinos quase aprenderam a bater escanteio.

Jogo bom,. Falta genialidade, mas não há mediocridade. Aos 43 minutos do segundo tempo, jogada ensaiada na beira da área argelina. Tão ensaiada que teve um alemão que tentou cobrar a falta de cabeça. Politicamente incorreto, ele saiu quase pastando. Os cobradores foram contratados por um estúdio de Hollywood. Estão no próximo filme dos Três Patetas.

Zero a zero no tempo regulamentar. Nenhuma novidade. O futebol gaúcho está cansado de ver isso em qualquer clássico Grenal. E veio a prorrogação. Tem argelino de língua de fora querendo decidir no Golden Gol.

Menos de 2 minutos prorrogados e gol de letra, sem-querer de Schollé, ou coisa quase parecida. Se estivesse limpo no lance, ele não fazia. Errou e acertou. Fez de letra; nem foi de letra, foi de garrancho. O alemão garatujou o gol.

Aí então, para carimbar e assinar embaixo o passaporte para a semifinal, Ozil encheu pé e sacudiu os nervos argelinos.

Dois a zero, um pé alemão na próxima rodada e um pé na cova da Argélia. Então, deu raiva e Djabou se enfiou Alemanha a dentro e descontou. Era tarde, Inês já era morta.

Não há gol que console uma desclassificação. A Argélia merecia ir para os pênaltis. Mas a Alemanha foi pras cabeças. O Felipão que se vire.

Ah, sim. Os gaúchos não estão assim tão acostumados com tanto gol numa prorrogação de só 30 minutos.
FRANÇA  2 x 0 NIGÉRIA
Quero o Lula no camarote no próximo jogo do Brasil

O futebol nigeriano só não é bom quando seus jogadores têm tempo para dominar a bola e... Pensar. De resto, fazem tudo como se estivessem jogando futebol.

A França sem Ribery no meio de campo é como a Argh!entina sem o Lionel Messi, ou como a seleção do Felipão sem o Fred. Ou quase.

É uma Copa exemplar. Mostra o espírito da coisa: toda vez que o bandeirinha acerta, ele é vaiado. Mas isso não tem nada a ver com a Dilma. Ela nem foi lá. Parece até que ela não mora nem trabalha em Brasília.

Jogo bom, jogo aberto; bons ataques, boas defesas. Não dá nenhuma saudade do time da CBF. Vai ver que na França e na Nigéria até as escolas de futebol são melhores que as daqui.

Brasília atravessa o seu tradicional "tempo de seca". Estimativa de chuva só para quando setembro vier. A única grama verdade no Distrito Federal e no Entorno é no Maná Garrincha.

Maná Garrincha lotado. Coisa de 60% dos torcedores têm tudo a ver com a embaixada da França; 20% com os afro-descendentes da embaixada nigeriana; os demais, com a cota do Itamaraty.

Tá bom, não sei e nem quero saber se esses percentuais são verdadeiros, mas num país que vive de números fictícios, estão valendo. E lá se vai o primeiro tempo. Zero a zero. Dessa vez o Daniel Alves não foi o pior em campo.

Ah sim, no intervalo, uma inconfidência cometida, já fora de época, por um dos apadrinhados das relações exteriores: "Não conte nada pra ninguém, mas me disseram que ontem o Lula estava torcendo para o México". Ah, deixa pra lá. Quero o Lula no camarote do próximo jogo do Brasil.


Por que Ribery faz falta no time da França e Ganso não faz na Seleção da CBF? É que o Ganso não foi cortado; não chegou sequer a ser cogitado. Já o Ribery foi cortado muito antes de começar a Copa, Taí a a cicatriz na cara dele que não nos deixa mentir.

Quinze minutos já do segundo tempo e o jogo vai que vai. Jogo jogado, na bola; pouco pontapé, muita vontade. Mas, a gente nota que faz falta em campo, para as duas seleções, um traseiro como o do Hulk para ser chutado.

Aos 25 minutos, quase gol da França. O zagueiro da Nigéria tira quase em cima da linha de gol.

A tecnologia quase seria necessária.

Como não fora quase acionada ainda nessa Copa, ela entrou em campo; quase que pela primeira vez.

Quase não aguentei vendo como o futebol de várzea já não vale mais nada sem esse tipo de comprovante esportivo.

Quero tecnologia nas peladas de sábado lá no clube de Imprensa. Ops! Quase que quero... A turma que assumiu o Sindicato dos Jornalistas, acabou com o clube. Olha só aí, nessa foto de 3 de maio desse ano sem exercício, a alegação da crônica anunciada de um fracasso.

Ei, ei! Bola no travessão superior da Nigéria. A França quer mais tecnologia. Não foi gol, mas cadê as provas, cadê?!?

Cadê a Dilma, cadê. Bolas, ela é quem gosta que mostrem as provas. Tá não adianta reclamar. A Dilma não está. Deixa assim pra ver como é que fica.

Tá, nem precisa mais. Ninguém precisa mais da Dilma. Paul Pogba, aquele afro-negão de 21 anos de idade, dois metros de altura e um esquilo na cabeça acaba de enfiar para dentro das malhas da Nigéria. Um a zero para a França. Não há a menor necessidade de prova nenhuma.

Fica a lição para Dilma Vana que nem lá estava - pelo medo ou pela paixão de ser ovacionada - que, quando as coisas são assim evidentes, não há a menor necessidade de exigir provas, nem de sair por aí vociferando "cadê as provas; cadê?!?". Foi gol e pronto.

E por falar nisso, usando o linguajar dos dinossauros narradores, já ao apagar das luzes do espetáculo, o zagueiro nigeriano Yoba deu cifras definitivas ao marcador e meteu de charles contra o próprio país. Não, ele não traiu; ele foi traído pela sorte.

E assim se feriu mais um confronto entre França e Nigéria. Os franceses já estão nessa Copa com um pé na cozinha. Muito mais perto da taça que os seus fregueses de caderno.

VOCÊ NÃO SABIA?

Pois então, fique sabendo: conforme estimativas da BDO, empresa brasileira de auditoria e consultoria, a Fifa pode faturar algo como 5 bilhões de dólares com a Copa deste ano no Brasil da Silva.

Esse valor será 36% superior ao alcançado na Copa de 2010, na África do Sul, e mais que o dobro do obtido em 2006, na Copa da Alemanha.

Os direitos de transmissão pela TV respondem pela maior parte dos recursos que vão para as burras inteligentes da Fifa. Esse direitos não param de crescer furiosamente desde 1990.

Naquele ano, na Copa da Itália, foram arrecadados 57 milhões de dólares só nessas boas casas do ramo. Oito anos mais tarde, na França, foram 138 milhões de dólares.

Em 2002, houve um salto olímpico, da ordem de 466%: na Copa do Japão e da Coreia do Sul, o faturamento com transmissão alcançou 782 milhões de dólares.

E, então, agora você consegue ver por que não vê as marchas e contramarchas da indignação popular na TV?

Ah bom. Ainda bem que você se dá conta disso. Pode dar seu troco em outubro. Se as Forças Armadas dessa democracia deixarem, é claro.
CPI POR BOLSA
E então, de repente, não mais que de repente, cessou tudo que a antiga musa jamais cantou na CPI da Petrobrás. E quando menos se esperava, também não saiu a CPI da Copabrás. CPI no Brasil da Silva é coisa de quem não tem o que fazer. Dá para trocar por uma dúzia de bolsa família.

A CPI
A propósito, quando é mesmo que vai sair a CPI da Copabrás?

QUIZ 
O que é que dói mais na alma do torcedor brasileiro: 1) Felipão trocar Paulinho por Fernandinho; 2) Felipão tirar o Fred para botar o Jô?

QUIZ II
O que é que dói mais na alma do eleitor brasileiro: 1) Tirar Lula e botar Dilma Vana: 2) Tirar Dilma Vana e botar Aécio Neto, Neves de Tancredo?

CPI DA COPABRÁS

Uma coisa é torcer pelo futebol da seleção, outra é torcer pela Copa da Corrupção. Pena que uma coisa não se desgrude da outra. O golpe da festa da Fifa, como sempre, foi muito bem bolado. Eles levam a bolada, nós levamos o bolaço.

Se, por um lado, não podem se considerar enganados aqueles que se deixam enganar; por outro, o primeiro e pior de todos os iludidos é aquele que ilude a si mesmo.

Essa Copa tem a aparência de respeito, o que não é novidade; Copa é sempre assim. O diabo é mais diabólico quando se faz de respeitável. Sempre somos enganados pelo que aparenta ser verdade. Assim, como "criador e criatura podem viver em harmonia", a falsidade quando pintada de alegria pode ter, sim, uma aparência respeitável.

Habemus Copa. Habemus alegria. Assim que a Copa passar, ganhe quem ganhar, o Brasil brasileiro vai saber que perdeu. Quem sabe, seja a hora da CPI da Copabrás. E grande coisa. CPI é coisa que dá em nada. E vem aí o outubro que o Brasil merece.
SEM QUALQUER SUSPEITA
Daqui a pouco tem França e Nigéria aqui em Brasília. A Nigéria é um dos times africanos sobre o qual ainda não caíram quaisquer suspeitas de ter vendido o jogo. Parece até que não tem semelhança alguma para Gana ou Camarões. O entorno do Maná Garrincha está limpo. Quem não vai ao jogo tem medo do aparato de guerra montado por ali. Os políticos continuam indo e vindo livremente. Até Zé Arruda, o Rei do Panetone, lançou sua candidatura oficial ao governo da Capital da República. Ninguém estranhou: ele quer o lugar de Argh!nelo Queiroz. Nessas competições todos são cidadãos acima de qualquer suspeita.

MAIS COPA
Ah sim, hoje é dia de Copa. Além de França e Nigéria em Brasília, tem Alemanha e Argélia, em Porto Alegre. Bem feito para os gaúchos ricos.

PERDEU NO PÊNALTI
E assim é que o México pode chegar em casa e dizer que foi desclassificado no pênalti. Não, não perdeu nos pênaltis; perdeu no pênalti que Robben cavou para a Holanda no minuto final dos acréscimos. Um pênalti só. E sem prorrogação.

POR CONCURSO
Nunca antes na história desse país, um governo teve tanto interesse numa Copa da Fifa. A turma de Lula da Silva e Dilma Vana gosta mais de Copa do que Garrastazu Médici e Ernesto Geisel. Ninguém se admire se, para a Copa na Rússia, a convocação da seleção nacional seja feita por concurso público. Fraudado, é claro.

INQUIETUDE
Brasília anda inquieta. Depois desse jogo da Copa, com os caminhos que levam ao Maná Garrincha todos interditados, agora a preocupação é que está livre e desimpedido o trajeto que vai da Papuda até o escritório do criminalista José Gerardo Grossi, onde Zé Dirceu, finalmente, vai cumprir as suas obrigações trabalhistas. Qualquer cidadão de bem, a partir desta quarta-feira, pode dar de cara com Zé Dirceu nas ruas da Capital Federal. Sobra às pessoas de bem que moram em Brasília, o consolo de saber que todo dia, às 18 horas podem evitar o caminho que leva Dirceu de volta do escritório de Grossi ao presídio da Papuda, onde ele vai continuar dormindo ainda por algum tempo. Só até provar que é um preso político.

COVARDIA ESPERTA
Por essa ninguém esperava. O advogado de Zé Genoíno vai pleitear, uma vez mais, a liberdade do cardiopata que só sente bem em casa. Está alegando covardia. É que, com as saídas autorizadas de Zé Dirceu e Delúbio Soares para trabalhar, Genoíno teme ficar sozinho na Papuda.

SOZINHO
O grande PT deixou Argh!nelo Queiroz sozinho na convenção que lançou oficialmente neste domingo a sua candidatura ao regoverno do Distrito Federal. Nem Lula nem Dilma se deram ao descoco de ir até lá. Lula fez pior que Dilma, mandou um vídeo a título de apoio ao governador que gostou de mandar em Brasília e quer mais.

SÓ POR PERGUNTAR
Inda que mal pergunte: Quem é condescendente com um mensaleiro e menospreza quem abomina um corrupto, é o quê?!?

IDIOTICE GERAL
Maradona, lá para as TVs da Argentina: "Pelé e Beckenbauer são uns idiotas". Quando dá palpite em futebol, esse idiota do Maradona às vezes tem razão.

29 de jun de 2014


DOMINGO DA COPA

Grécia e Costa Rica completaram o domingão da Copa. Tudo ia como tudo parecia que seria. Aí, mais uma tragédia grega: um filósofo contemporâneo, chamado Papastathopoulos, ou seja lá que pastapata seja, saltou de banda e aplastou o marcador em 1 a 1.

Transferiu tudo para mais meia hora de vida para uns e outros. Na prorrogação deu Costa Rica.... Ou não seria uma tragédia grega. Os costarriquenhos pegam agora a Laranja Mecânica.

A seleção da CBF tem o tempo todo até sexta-feira para ver o que vai fazer com a Colômbia. O governo tem o tempo todo até outubro, para ver o que vai fazer com o Brasil. Esta Copa já se aproxima do final, mas o Brasil brasileiro já perdeu desde que ela foi trazida para cá.

BOLSA ELEITORAL
Enquanto os aposentados que trabalharam a vida inteira são achincalhados pelo fator previdenciário, a legião da ociosidade cada vez aumenta mais: o Bolsa Família custou para o governo Dilma só em maio nada menos de R$ 2.1 bilhões. De janeiro até aqui, foram mais de R$ 8,5 bilhões empregados pelo governo nessa nação de eleitores.

16 de jun de 2014

É corno, mas é feliz!

Para um governo que coleciona escândalos; que não dá a mínima para a corrupção nem para roubalheira; que faz saber, mas não sabe fazer, uma Copa do Mundo é tudo que mais precisa para consolidar sua imagem diante de um país que vive de bolsas e de propaganda enganosa.

É fácil governar. Mais que governar é fácil manipular uma nação que se conhece e que se enxerga na TV. Que se vê na TV. O brasileiro vê o Brasil na TV. Tem promessa na TV. Vive de esperança na TV. Desfruta democracia na TV. Vota pela TV. Vê a Copa na TV. E assim o povo brasileiro é cornudo, sem medo de ser feliz.

Com um povo assim, chifrudo, escândalo serve mais como exemplo de virtude do que como defeito a ser varrido do mapa do Brasil.

Para o brasileiro guampudo, aquele que sabe roubar uma pátria inteira é digno e venerável, eis que passa para o povo o gosto de apropriação do que é dos outros enquanto a coisa pública vai para a privada. É que, para o brasileiro galheteiro, o melhor guardião do patrimônio público pode ser o mais esperto, o mais hábil ladrão. E tem sido assim.

Para o brasileiro que toma bola nas costas, uma Copa como essa é o melhor respaldo para continuar tomando gol a torto e a direito, porque os donos do poder fazem saber, mas não sabem fazer; para esse brasileiro o inacabado é tido como realizado. E o promotor da esperança nem acaba junto; goza sozinho com a sua cara.

Para esse governo que desgoverna como quem governa em excesso, usar a esperança como aríete para introduzir-se na ingenuidade de quem se deixa trair, é apenas um jeito oficial de fazer sonhar aqueles que estão adormecidos de olhos abertos.

Esse governo sabe, como só ele, que o brasileiro corno se deixa enganar com consentido e incomensurável prazer pela publicidade, o império das falsas necessidades. E aí relaxa e goza.

Chega ao múltiplo orgasmo só de ouvir a palavra esperança. Chega ao supremo prazer se a esperança oculta vem acompanhada de um sujeito explícito como o medo, ou o ódio.

O governo não tem esperança; ele fabrica esperança. E o povo espera sentado, enquanto a nação leva chifre deitada em berço esplêndido.

Ei, parceiro, saia já da frente dessa TV! Tem gente grossa enfiando esperança em você.
MÃE DO JUIZ
Os estrategistas da campanha de Dilma Vana rumo ao Palácio que abandonou pelos compromissos com a Copa da Fifa nesse Brasil da Silva, só agora se deram conta de que a sua president@ foi mais vaiada no jogo de abertura da Copa do que a mãe do juiz que roubou aquele pênalti no Fred.

CASA DA MÃE JOANA

A Polícia Federal, malgrado a Copa das Copas, continua furungando o que tem que furungar na Operação Lava Jato.

Descobriu que o ex-queridinho da Petrobrás, Paulo Roberto Costa, além dos 23 milhões de dólares nos bancos da Suíça tem contas bancárias em Hong Kong, um dos maiores paraísos fiscais do planeta. Como dinheiro não cai do céu e nem caminha sozinho para o bolso de ninguém, a PF quer saber quem são os parceiros, sócios da mesma alegria desenfreada nessa maracutaia da Petrobrás.

A PF já sabe, sem necessidade alguma de furungações maiores que Lula era o presidente da República e Dilma Vana presidia o Conselho de Administração da petroleira que se transformou na casa da mãe Joana.

Paulo Roberto Costa tem tudo para ser o Carlinhos Cachoeira da Operação Lava Jato. Fazia negociatas milionárias sozinho.

O que apavora mesmo os velhos companheiros bons e batutas é que ele, sem ter para onde fugir e nem para quem apelar, se decida por uma boa delação premiada. Aí vai chover canivete pra cima de meio mundo.

A ESPERANÇA DE SEMPRE
Em São Paulo, no lançamento da candidatura de Padilha para o governo do estado, Lula, mais cabo eleitoral do que presidente de honra do PT, tentou lançar mais um slogan na sua interminável série de campanhas eleitorais: "Se em 2002 fizemos campanha para a esperança vencer o medo, agora vamos fazer campanha para a esperança vencer o ódio". Lula é assim, cria um slogan por dia, mas a palavra-chave é a esperança. Ainda não cogitou, nem de leve, lançar a campanha para a esperança vencer a corrupção.

15 de jun de 2014

OXALÁ

E enquanto vai tendo Copa sem Cota, porque esta Copa é pra rico e não pro nosso bico, Lula já está sabendo que Alexandre Padilha não se elege em São Paulo, Lindbergh Farias não emplaca no Rio, Fernando Pimental não vai governar Minas Gerais e Rui Costa não vai se dar bem na Bahia.

Esses quatro postes implantados por ele são o prenúncio claro e iluminado de que o PT vai dar com os burros n'água nas eleições de outubro nesses quatro maiores colégios eleitorais desse imenso e estapafúrdio Brasil da Silva.

Em assim sendo, para ser petista no jeito de dizer as coisas, o buraco é mais embaixo, a coisa tá mais feia do que parece para Dilma Vana. Eis que então renasce das brumas a intimorata campanha "Volta Lula". E seja lá o que o capeta quiser. Oxalá que o diabo também desista de ser brasileiro.
ENQUANTO ROLA A COPA SEM COTA...

Enquanto corre a Copa sem Cota, o Brasil de outubro toma o jeito que a politicalha gosta. O fim de semana foi de convenções e de cúpulas partidárias de todas as dimensões. Uma coisa tipo assim bunga-bunga, bacanal de siglas para eleger suas vestais.

E vejam só os que nos esperam na boca da urna. Eles nem esperaram a Copa terminar: PSTU tem Zé Maria como candidato a presidente da República; o pastor Everaldo foi oficializado como o homem do PSC; Eduardo Jorge, vem pelo PV; Paulo Skaf está consagrado candidato do PMDB ao governo de São Paulo; pelos tucanos, Geraldo Alckmin, também; Dilma Vana, Aécio Neves e Eduardo Campos estão na boca, desde que o sol da liberdade surgiu no céu da pátria em raios fúlgidos. E, na boca do túnel Lulalá, à espera somente de que a Copa sem Cota termine.

LIGANDO COISA COM COISA
A Operação Lava Jato está agora ligando coisa com coisa: vem ligando os negócios públicos feitos por empresas privadas doadoras contumazes das campanhas dos melhores políticos do ramo e descobrindo o que é mesmo que uma coisa tem a ver com a outra. Ao andar nesse mapa de indícios criminais, a Polícia Federal começou a navegar num mar de lama. O ministro da Justiça, seu chefe maior, faz cara de paisagem.

SOBREVOOS
E então, a Copa sem Cota tem os céus povoados de helicópteros, zelosos guardadores das arenas e seus entornos. Não sobrou um sequer para levar Dilma Vana a sobrevoar as áreas de enchentes e deslizamentos que abalam o Paraná e Santa Catarina. Se fosse o Lula já teria avoado pra lá.

DESEMPREGADOS VOTADORES
O programa Bolsa Família deve consumir só este ano eleitoral cerca de R$ 28 bilhões. A grana, distribuída de mão beijada, não consegue esconder os mais de 14 milhões de desempregados só nessa fatia de ociosidade nacional. Essa dadivosa atenção, levando em conta o grupo de afinidade, pode ser tida e havida como coisa de pelo menos 40 milhões de votantes.

RIBOMBANDO NO PALÁCIO
Há murmúrios gritantes de que a vaia e os xingamentos lá no Itaquerão ribombaram dentro do Palácio do Planalto. Irritada com os apupos de retumbância internacional Dilma Vana soltou o pitbull que carrega dentro de si nos costados de assessores e ministros circunstantes. É disso que a gente está falando.

DÓI PRA BURRO
Por mais que uma biografia tenha sido montada em cima de torturas morais e ofensas físicas, um coro de milhares de vozes retumbando "vai tomar no olho do banho" dói demais; ofende pra burro. Dói mais e ofende mais o espírito de qualquer um do que deixar atravessado na garganta de um presidente ganancioso o fim daquela CPMF, o famigerado imposto de achaque ao cheque.Quem diria, no corpo do governo dói tanto uma vaia quanto o fim de um imposto. Aguarde, a vingança será malígna.

MINHA CHOUPANA

Agora o Minha Casa, Minha Vida poderá usar madeira. A autorização foi concedida para a Região Norte com o objetivo de baratear o custo dos imóveis. Peralá! Digam aí que barateia o custo, mas digam também melhora a qualidade que eu quero ver.

De onde o pobre usuário vai tirar grana para a manutenção anual de conservação da madeira? Vai ver que é do Bolsa Família que qualquer dia se transforma no A Bolsa ou a Vida.

Em todo caso, o governo acaba de lançar o Minha Choupana, Minha Vida. Nesse ritmo, qualquer dia lançam na Região Sul o Meu Rancho, Minha Vida.

INJEÇÃO LETAL

Dilma Vana deu uma injeção letal na campanha de seu ex-ministro da Saúde, Alexandre Padilha, novo poste de Lula que é lançado hoje oficialmente como candidato ao governo de São Paulo.

Pelas pesquisas de sempre, Padilha tem 3% das intenções de voto. Sua plataforma principal seria as ligações que tem com o governo Dilma.

Dilma mandou dizer que não pode ir ao palanque de Padilha porque precisa se preparar para o jantar com Angela Merkel que veio ao Brasil para torcer pela seleção da Alemanha.

Só tem uma coisinha: ao mexer com Padilha, Dilma mexeu com Lula. Se a Copa sem Cota der com os burros nágua a porca vai torcer o rabo. Lula vem que vem.

14 de jun de 2014

COPA COTA ZERO
Copa pra rico não é pro nosso bico

INGLATERRA  x  ITÁLIA

E a gente aqui, sem eira nem beira, vendo a Copa Cota Zero pela TV. Uma Copa sem afros, sem pobres; uma Copa pra rico não é pro nosso bico.

E cantados os hinos de uns e de outros, lá se vão ambos à luta boa e batuta. Bola pra lá, bola pra cá. Jogo bom. Os dois jogam muito mais futebol que a seleção dos cartolas que deram para o Scolari dirigir.

E quando se vê, lá se foram 35 minutos. E surge exatamente aí o primeiro gol dessa Copa marcado de dentro do vestiário. O gol da Itália foi feito pelo treinador e ganhou o apelido de Marchisio. Gol ensaiado, treinado. O primeiro assim nessa Copa.

Um minuto depois, Sturridge da Inglaterra cala a boca da torcida italiana. Segundo gol da Copa feito lá de dentro do vestiário. Gol do treinador que passou pelos pés de Rooney e encontrou a chapinha do pé direito de Sturridge que estufou as redes.

Sturridge calou, de verdade, a imensa, histriônica e barulhenta torcida da Itália. Ele deve ser contrato, logo depois da Copa, pela equipe de marketing do Palácio do Planalto, só para calar o aplauso dos que não gostam de Dilma Vana.

E, de repente, assim deixando uma imensa saudade no coração dos amantes do bom futebol, termina a primeira etapa. Todo mundo para o vestiário. Os dois times sabem que vale a pena ouvir a preleção dos seus treinadores.

Pronto. Já voltaram. Todos com as piores segundas intenções com relação aos goleiros adversários.

Antes dos dez minutos da segunda fase, as segundas intenções de Mário Balotelli eram muito mais fortes e profundas que a de todo o time inglês. Bastou um bom cruzamento da direita para a esquerda para o gigante crescer na porta do gol da Inglaterra. Usou a cabeça. Bola no fundo das redes. E o arqueiro inglês ainda quis saber

Itália 2 x 1 Inglaterra. Nem tudo está perdido para o Uruguai. Ninguém melhor do que o Uruguai para temer pela sorte do Uruguai. A Costa Rica é líder do grupo D.

COSTA DO MARFIM x JAPÃO

Daqui a pouco tem Japão e Costa do Marfim lá em Recife. Ah, sim, Não vi nenhum afro e nenhum pobre nas arquibancadas da vida dessa Copa Cota Zero.
COPA COTA ZERO

E estamos tendo Copa. Na TV. Nada menos de quatro jogos na TV. É o que resta para quem se enquadra num simples Hai-Kai: Se só tem rico / Então a Copa não é / Pro nosso bico.

COLÔMBIA 3 X 0 GRÉCIA

E lá, dentro de campo, da arena do Mineirão, se encontram Colômbia e Grécia. Como a p´ropria história da Grécia, o futebol grego é uma mentira.

Com dez minutos de jogo, a Colômbia já tinha cutucado os deus da grama. E assim foi até chegar aos 3 a 0. Isso dentro das quatro linhas. Na orla do gramado, só gente loira de olhos azuis, óculos de grife e bocas de todos os dentes.

É a Copa Cota Zero. Nem afro, nem pobre, só rico que a Copa não é pro nosso bico.

Final do jogo, Colômbia na pedra. Como é que pode haver entendimento num time em que os jogadores passam o tempo todo falando grego?!? Moral da história: a Grécia foi pras Calendas.

URUGUAI 1 x 3 COSTA RICA

Agora se deu o crime em Fortaleza. Tá lá o Uruguai estendido no chão. É que o futebol do Uruguai é a mais completa tradução da Síndrome Zé Mujica: simples demais.

Olhou de frente a Costa Rica e saiu ganhando de 1 x 0 . Pra quê?!? Quando menos esperava tomou a virada. Quando vira a Costa Rica se transforma em Frente Rica. De uma hora pra outra o jogo estava 3 x 1 contra a velha Celeste Olímpica.

É o que pode acontecer quando a Costa Rica vira e mete o peito. Tudo é possível nessa Copa Cota Zero, menos encarar a Costa Rica. Bate de frente com a velha caixinha de surpresas.

INGLATERRA X ITÁLIA

Daqui a pouco tem, lá no calorão da Mata Atlântica o primeiro confronto dessa Copa Cota Zero, recreio dazelites, entre dois países que já foram campeões do mundo: Inglaterra e Itália.

Os ingleses se acham favoritos, afinal foram os inventores do futebol, um esporte que nunca souberam jogar direito. Até que ganharam, em casa e no apito, a Copa de 1966. Vamos ver no que isso vai dar.

A previsão é de quebra de recorde de público. É que por lá não existe problema de mobilidade urbana. Afora os turistas, os nativos já estão acostumados, vão todos de cipó. Os que têm dinheiro para esse tipo de diversão, bem entendido.


JAPÃO X COSTA DO MARFIM

E lá pelas 10 horas dessa noite, mais um time que vem de costa. Costa do Marfim que já se considera com enormes chances de vitória. É que no time do Japão tudo é japonês.

Daqui a pouco a gente fica sabendo que bicho vai dar.
DILMA NÃO ABATE E "INAUGURA"
TERMINAL DE ÔNIBUS EM BRASILIA

Dilma Vana inaugurou, imagine só!, um corredor de ônibus em Brasília e leu com firmeza o seu improviso: "Não vou me abater por ofensas que não podem nem mesmo ser escutadas por crianças e famílias". Ah bom, quer dizer que as ofensas que podem ser escutadas por todo mundo podem abatê-la?!?

Não, não chega a tanto assim, é que Dilma tinha mais ou que dizer e disse: "Na minha vida fui agredida por ofensas mais que verbais; ofensas físicas quase insuportáveis. E não perdi meu rumo". Ah, não perdeu mesmo. Continua a mesma. A diferença é que antes Dilma não era perfeita; faltava-lhe modéstia.

Às vezes penso que Dilma é como Jeová, ninguém sabe o que ela fez e faz, mas tem sempre uma legião de testemunhas. Tanto é que na "inauguração" de hoje não foi vaiada, só recebeu aplausos. Mesmo assim, continuou a mesma.

APOSTAS ILEGAIS
A Interpol está investigando suspeitas de manipulação dos resultados na Copa das Copas. Isso, malgrado seja um horror, ainda é o de menos. A Interpol bem que poderia investigar os gastos do governo com as obras da Copa. Seria capaz até mesmo de encontrar o Maluf e o Lula abraçados posando para a posteridade por um ou dois minutos de TV.
RESPEITO PARA O QUE MERECE

Lula, aquele que só não mete o bedelho quando se trata da Operação Porto Seguro que mandou a segunda-dama da República, Rosemary Noronha, para o espaço voltou a dar pitaco.

Dessa vez, o palpite infeliz foi sobre as vaias para Dilma lá no Itaquerense, onde está enterrado o seu pé-frio: "É uma falta de respeito".

Ah, até pode ser. Mas a verdade é que essa Presidência - Presidência, não president@ - não se respeita há muito tempo.

A vaia foi um pouco para Dilma, mas o desaforo foi para a Presidência que vem acumulando, desde 2002, quando Lula subiu a rampa, mais de 200 escândalos sem o menor medo de ser feliz.

Todo aquele, ou tudo aquilo que não se respeita não merece respeito. A vaia foi um pouco para Dilma; o resto foi para essa baderna que começou a ser gerada há 12 anos nesse país.


VAIA DIDÁTICA
Veja a vida com bons olhos, ou escute o que a vida ensina de quando em vez: a vaia no Itaquerense para Dilma foi didática. Ensinou a fazer rima e, ao mesmo tempo, a decorar as vogais: A - E - I - O - U... Dilma vai tomar no banho! Cá pra nós, Lula da Silva, o doutor honóris causa mais desletrado do planeta,  já deveria estar aprendendo isso há muito tempo.

FORA DE CONTROLE
E vamos tendo Copa.
Entrementes...

* Christian Russou, jornalista alemão e ativista de direitos humanos, diz que a Copa na Alemanha em 2006 não deixou legado nenhum relevante, nem efeito econômico algum "perceptível na economia". Sua fala é com base no Instituto Alemão de Ciências Econômicas. Mas aqui, estamos todos acreditando no grande legado dessa Copa das Copas.

* Bancando os santinhos do pau-oco, os governistas querem implantar a todo custo os Conselhos Populares. Para instalar esse currais eleitoreiros eles argumentam com o melhor grau de hipocrisia que lhes cabe no corpo e nas mentes sujas que "querem uma democracia sem povo". Bom slogan, má intenção.

* Para o professor Ildo Sauer - que já foi dirigente graduado das Minas e Energia - "o risco de apagão é maior que o aceitável". Ele diz, para mágoa do lulismo, que a gestão energética é basicamente a mesma da época FHC.

* A Comissão Pastoral da Terra não tem papas na língua: "as grandes empresas e a política do governo são responsáveis pelos conflitos". Só brigando pela água, a Pastoral da terra anotou em relatório nada menos de 104 conflitos em 2013. E os problemas relacionados à água são cada vez mais frequentes perlo Brasil afora e adentro; desde a escassez em São Paulo até a queda nos reservatórios das usinas hidrelétricas.

* E assim é que, em meio a umas enchentezinhas no Paraná e em Santa Catarina, sem que nenhuma president@ sobrevoando as áreas atingidas pela natureza rebelde e oposicionista, vamos tendo Copa...

AS VAIAS
O brasileiro Diego Costa que joga pela seleção da Espanha não se abateu com as vaias que levou por cima durante a humilhante goleada de 5 a 1 diante da Holanda. Acometido pela Síndrome da Dilma retrucou altaneiro como ela: "Não vai me afetar"! Ah, com açúcar até eu. Ele só foi vaiado. Ninguém mandou ele longe como mandaram Dilma.

SOM SUL-COREANO
A vaia e os impropérios com que Dilma Vana foi agraciada não pareceram nada demais aos ouvidos do secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon. Pensou que era algum tipo de saudação com o som característico a nomes próprios corriqueiros lá na Coréia do Sul: Gian Gim-Ku, King Li-Ku, Ku Lin-Ku, King Kung-Ku...

O FEITIO DA VAIA

O que mais dói na Dilma e na sua base de associados no governo que comete nesse Brasil da Silva, é não poder esconder a rejeição popular que sempre disfarça com as claques de palanques montados em "inaugurações" de pedras oficiais em obras que não terminam.

As grosserias que ouviu na Arena Itaquerense não são piores, nem mais fortes, nem mais ofensivas do que aquelas que ela está acostumada a disparar contra os servidores que a cercam diuturnamente. De qualquer maneira é uma pena que os apupos tenham extrapolado os limites da civilidade.

A vaia pura e simples, sem palavrão, já dá por si mesma o feitio aos lábios daquele lugar para onde você quer mandar o alvo de sua indignação. Diga um ÚÚÚ aí, sozinho diante do espelho. Veja só o feitio de sua boca. Não precisa mais que isso.

Então, da próxima vez, você pode e deve vaiar à vontade. Só vaiar. Quem tem boca vai a Roma. Quem tem boca vaia Dilma.
AS VAIAS
O brasileiro Diego Costa que joga pela seleção da Espanha não se abateu com as vaias que levou por cima durante a humilhante goleada de 5 a 1 diante da Holanda. Acometido pela Síndrome da Dilma retrucou altaneiro como ela: "Não vai me afetar"! Ah, com açúcar até eu. Ele só foi vaiado. Ninguém mandou ele longe como mandaram Dilma.

SOM SUL-COREANO
A vaia e os impropérios com que Dilma Vana foi agraciada não pareceram nada demais aos ouvidos do secretário-geral da ONU, Ban Ki-Moon. Pensou que era algum tipo de saudação com o som característico a nomes próprios corriqueiros lá na Coréia do Sul: Gian Gim-Ku, King Li-Ku, Ku Lin-Ku, King Kung-Ku...

O FEITIO DA VAIA

O que mais dói na Dilma e na sua base de associados no governo que comete nesse Brasil da Silva, é não poder esconder a rejeição popular que sempre disfarça com as claques de palanques montados em "inaugurações" de pedras oficiais em obras que não terminam.

As grosserias que ouviu na Arena Itaquerense não são piores, nem mais fortes, nem mais ofensivas do que aquelas que ela está acostumada a disparar contra os servidores que a cercam diuturnamente. De qualquer maneira é uma pena que os apupos tenham extrapolado os limites da civilidade.

A vaia pura e simples, sem palavrão, já dá por si mesma o feitio aos lábios daquele lugar para onde você quer mandar o alvo de sua indignação. Diga um ÚÚÚ aí, sozinho diante do espelho. Veja só o feitio de sua boca. Não precisa mais que isso.

Então, da próxima vez, você pode e deve vaiar à vontade. Só vaiar. Quem tem boca vai a Roma. Quem tem boca vaia Dilma.
QUEM, QUEM?
Tá, com a turma da Dilma a gente está tendo baderna na Copa... Mas, falando de coisas quase sérias, em outubro você vai votar em Aécio Neves, ou no Lula?

HOJE TEM COPA
E hoje tem Copa. Mas é como se não tivesse. Olha só as atrações da Fifa: Colômbia x Grécia, em Belo Horizonte; Costa do Marfim e Japão, em Recife; Uruguai x Costa Rica, em Fortaleza e Inglaterra x Itália, em Manaus, coração da Selva Amazônica, onde depois dessa Copa nunca mais essa arena vai lotar. A menos,é claro, que haja um congresso religioso, de uma dessas igrejas que vendem pedacinhos de céu.

PORQUE HOJE É SÁBADO
Há um espetáculo de gala / uma mulher que apanha e cala / Porque hoje é sábado / me deu uma espécie de espasmo / e vontade de imitar o Cara em pleonasmo...

* Só faltou para essa Copa o acabamento final;
* A segurança por mar nessa Copa está a cargo de um almirante da Marinha;
* Já a segurança aérea é garantida por um brigadeiro da Aeronáutica;
* A Holanda subiu pra cima e a Espanha desceu pra baixo;
* A Dilma foi corajosa, encarou de frente a vaia dos torcedores;
* Ele é um político mentiroso;
* Nada mais lindo que as estrelas do céu;
* Terminada a Copa, Brasil e Rússia vão estabelecer relações bilaterais entre os dois países;
* Não queremos que os erros se repitam de novo;
* No fim dessa Copa vamos sair com um sorriso nos lábios.
QUEM, QUEM?
Tá, com a turma da Dilma a gente está tendo baderna na Copa... Mas, falando de coisas quase sérias, em outubro você vai votar em Aécio Neves, ou no Lula?

HOJE TEM COPA
E hoje tem Copa. Mas é como se não tivesse. Olha só as atrações da Fifa: Colômbia x Grécia, em Belo Horizonte; Costa do Marfim e Japão, em Recife; Uruguai x Costa Rica, em Fortaleza e Inglaterra x Itália, em Manaus, coração da Selva Amazônica, onde depois dessa Copa nunca mais essa arena vai lotar. A menos,é claro, que haja um congresso religioso, de uma dessas igrejas que vendem pedacinhos de céu.

PORQUE HOJE É SÁBADO
Há um espetáculo de gala / uma mulher que apanha e cala / Porque hoje é sábado / me deu uma espécie de espasmo / e vontade de imitar o Cara em pleonasmo...

* Só faltou para essa Copa o acabamento final;
* A segurança por mar nessa Copa está a cargo de um almirante da Marinha;
* Já a segurança aérea é garantida por um brigadeiro da Aeronáutica;
* A Holanda subiu pra cima e a Espanha desceu pra baixo;
* A Dilma foi corajosa, encarou de frente a vaia dos torcedores;
* Ele é um político mentiroso;
* Nada mais lindo que as estrelas do céu;
* Terminada a Copa, Brasil e Rússia vão estabelecer relações bilaterais entre os dois países;
* Não queremos que os erros se repitam de novo;
* No fim dessa Copa vamos sair com um sorriso nos lábios.

13 de jun de 2014

HOLANDA 5 x 1 ESPANHA
O Chile pode ser o carrasco de Scolari na segunda fase

E então, o jogo foi em Salvador, a capital mais negra do Brasil. Não tinha um só afro-descendente a mais do que duas lindas torcedoras na Fonte Nova para contar a história e muito menos para preencher a cota de 20% que uma partida de futebol pudesse exigir. É que a Copa das Copas é pra rico, não é pro nosso bico.

Aos 26 minutos, gol da Espanha. De pênalti. Tão roubado quanto aquele nosso contra a Croácia. Mas como foi igual ao nosso, não foi roubo. Alonso bateu melhor que Neymar e fez 1 a 0.

Aí, quase no finalzinho do primeiro tempo, quem não faz, leva; quem não mata, morre. Davi Silva perdeu de fazer 2 a 0 para os espanhóis e Van Persie meteu um golaço de cabeça, empatando a porfia, como diria minha tia. Não diria,mas rima.

Vem o segundo tempo. Robben, a versão holandesa mais antiga de Neymar, fez 2 a 1 para a Laranja Mecânica.

O árbitro adora apitar perigo de gol na defesa, quando há perigo mesmo no ataque ele não dá nada. Tem tudo para apitar no Campeonato Brasileiro, depois da Copa.

Logo veio o terceiro gol da Holanda. O cara cabeceou um cruzamento no próprio pé que, inocente e desapercebido tocou para dentro das redes sem-querer: 3 a 1. A Espanha sem o Messi não passa de um Barcelona desfalcado.

Um pouquinho mais e, com a Espanha na roda, Van Persiew agradeceu a pernice de pau do goleiro espanhol e enquadrou o time campeão do mundo. Del Bosque, o técnico da Espanha, já pensa em naturalizar o Rogério Ceni.

Tá, Robben não é Neymar; é Robinho. Entrou pedalando na área espanhola, driblou o zagueiro, enganou o goleiro e só não entrou com bola e tudo porque teve humildade e gol. Robben, maravilha, nós gostamos de você! Holanda 5 a 1. E o Brasil ainda pensa que joga bola.

Complicado desse jeito na sua chave, a Espanha deixa para o Chile a chance de ser o carrasco do Brasil na segunda etapa, caso a seleção da CBF consiga bater mexicanos e camaroneses.

Chega a me dar uma dor no coração, só de pensar que, ao invés de torcer pela Espanha vou ter que aplaudir o Chile nas oitavas de final.
HOLANDA 5 x 1 ESPANHA
O Chile pode ser o carrasco de Scolari na segunda fase

E então, o jogo foi em Salvador, a capital mais negra do Brasil. Não tinha um só afro-descendente a mais do que duas lindas torcedoras na Fonte Nova para contar a história e muito menos para preencher a cota de 20% que uma partida de futebol pudesse exigir. É que a Copa das Copas é pra rico, não é pro nosso bico.

Aos 26 minutos, gol da Espanha. De pênalti. Tão roubado quanto aquele nosso contra a Croácia. Mas como foi igual ao nosso, não foi roubo. Alonso bateu melhor que Neymar e fez 1 a 0.

Aí, quase no finalzinho do primeiro tempo, quem não faz, leva; quem não mata, morre. Davi Silva perdeu de fazer 2 a 0 para os espanhóis e Van Persie meteu um golaço de cabeça, empatando a porfia, como diria minha tia. Não diria,mas rima.

Vem o segundo tempo. Robben, a versão holandesa mais antiga de Neymar, fez 2 a 1 para a Laranja Mecânica.

O árbitro adora apitar perigo de gol na defesa, quando há perigo mesmo no ataque ele não dá nada. Tem tudo para apitar no Campeonato Brasileiro, depois da Copa.

Logo veio o terceiro gol da Holanda. O cara cabeceou um cruzamento no próprio pé que, inocente e desapercebido tocou para dentro das redes sem-querer: 3 a 1. A Espanha sem o Messi não passa de um Barcelona desfalcado.

Um pouquinho mais e, com a Espanha na roda, Van Persiew agradeceu a pernice de pau do goleiro espanhol e enquadrou o time campeão do mundo. Del Bosque, o técnico da Espanha, já pensa em naturalizar o Rogério Ceni.

Tá, Robben não é Neymar; é Robinho. Entrou pedalando na área espanhola, driblou o zagueiro, enganou o goleiro e só não entrou com bola e tudo porque teve humildade e gol. Robben, maravilha, nós gostamos de você! Holanda 5 a 1. E o Brasil ainda pensa que joga bola.

Complicado desse jeito na sua chave, a Espanha deixa para o Chile a chance de ser o carrasco do Brasil na segunda etapa, caso a seleção da CBF consiga bater mexicanos e camaroneses.

Chega a me dar uma dor no coração, só de pensar que, ao invés de torcer pela Espanha vou ter que aplaudir o Chile nas oitavas de final.
THE DAY AFTER
Dilma Vana, no dia seguinte às vais e apupos que lhe chagaram aos ouvidos e ribombaram pelo mundo afora: "Não vou me perturbar por ofensas pessoais". Ora, aqui se faz, aqui se paga. Os subalternos de Dilma também não se perturbam com as ofensas pessoais que recebem no convívio diário com a "Dilminha, Paz e Amor".

TEM BADERNA NA COPA
Dilma Vana foi desmentida uma vez mais. Dessa vez, na abertura oficial da Copa, diante do mundo inteiro. Ao escutar as vaias, os apupos, as "ofensas pessoais", as sugestões de ir tomar onde devia, Dilma Vana ficou sabendo que um povo não faz apenas baderna física. Faz baderna oral e na hora que bem lhe dá vontade. Dilma vai ter que admitir: "tem baderna na Copa, sim".

O ABUSO TEM NOME
O exagero, o excesso da força, o destempero, o abuso de autoridade, a truculência das tropas de choque, das Forças armadas pelo governo para essa Copa de Chumbo, têm um nome: Dilma. E sobrenome: Vana Rousseff. Ao vituperar arrogantemente "não admitirei baderna na Copa", ela acirrou os ânimos e mandou soltar os cachorros, prender e arrebentar. E então teve baderna na Copa das Forças.

CONSELHOS MATADOUROS
Essa tentativa do governo Dilma espalhar uma teia de Conselhos Populares pelo país afora é a mais antiga história de entulho autoritário. Cada Conselho é um curral eleitoral. Dilma não descansa enquanto não embretar o povo para se perpetuar no poder. Esses tais conselhos são o caminho mais curto para o matadouro onde as democracias recebem o golpe fatal antes de serem carneadas.
THE DAY AFTER
Dilma Vana, no dia seguinte às vais e apupos que lhe chagaram aos ouvidos e ribombaram pelo mundo afora: "Não vou me perturbar por ofensas pessoais". Ora, aqui se faz, aqui se paga. Os subalternos de Dilma também não se perturbam com as ofensas pessoais que recebem no convívio diário com a "Dilminha, Paz e Amor".

TEM BADERNA NA COPA
Dilma Vana foi desmentida uma vez mais. Dessa vez, na abertura oficial da Copa, diante do mundo inteiro. Ao escutar as vaias, os apupos, as "ofensas pessoais", as sugestões de ir tomar onde devia, Dilma Vana ficou sabendo que um povo não faz apenas baderna física. Faz baderna oral e na hora que bem lhe dá vontade. Dilma vai ter que admitir: "tem baderna na Copa, sim".

O ABUSO TEM NOME
O exagero, o excesso da força, o destempero, o abuso de autoridade, a truculência das tropas de choque, das Forças armadas pelo governo para essa Copa de Chumbo, têm um nome: Dilma. E sobrenome: Vana Rousseff. Ao vituperar arrogantemente "não admitirei baderna na Copa", ela acirrou os ânimos e mandou soltar os cachorros, prender e arrebentar. E então teve baderna na Copa das Forças.

CONSELHOS MATADOUROS
Essa tentativa do governo Dilma espalhar uma teia de Conselhos Populares pelo país afora é a mais antiga história de entulho autoritário. Cada Conselho é um curral eleitoral. Dilma não descansa enquanto não embretar o povo para se perpetuar no poder. Esses tais conselhos são o caminho mais curto para o matadouro onde as democracias recebem o golpe fatal antes de serem carneadas.
VAMOS TENDO COPA 
O povo não admitirá baderna...

E vai tendo Copa. Depois da seleção dos cartolas da CBF ganhar de 3 a 1 daquele time fardado com uma toalha country, é mais que certo que tem Copa.

Pior que o pênalti roubado da Croácia, foi a festa pobre de abertura milionária e o show daquela trinca requebrada de dubladores que nem precisavam ter ido até lá.


A coreografia do maior espetáculo da Terra, da Copa de todas as Copas, conseguiu empatar a duras penas com o figurino ridículo do avião da seleção da CBF.

Pior que Jennifer Lopez, Cláudia Leitte e Pitbull fingindo que cantavam e dançavam, foi o Brasil inteiro não dar a mínima importância para o assalto cometido dentro de campo contra a Croácia.

É que, quem está acostumado, já não estranha.

Da festa, nada teria deixado saudade, não fossem as vaias, os apupos e os xingamentos à dona e matrona do País-sede do espetáculo da Fifa.

O coro afinado e bandalho, dizem os meganhas que guardavam as costas quentes da president@, partiu da área VIP da Arena Itaquerense.

Bolas, já era de se esperar. Quem não era VIP naquele estádio? A torcida inteira, de fio a pavio, de cabo a rabo, era loira, de olhos azuis, de óculos escuros da moda, dentes lindos, sorrisos bonitos.

Uma torcida que não contava sequer com a cota dos afro-torcedores que hoje os brasileiros encontram em qualquer concurso público. Procurei e não achei por lá nem o tradicional vendedor de amendoim.

O xingamento, então só poderia partir do espírito VIP de porco; era só o que tinha por lá. Tá na hora de demitir, a bem do serviço público, esses guarda-costas que Dilma levou para a vaia oficial de abertura solene da Copa.

Hoje, sexta-feira 13, a Espanha pega a Holanda e uma das duas seleções vai desclassificar a Família Scolari, caso México e Camarões não atrapalhem os planos dos nossos nobres candidatos à doce vida de proprietários indébitos dessa pátria, no outubro vermelho que se avizinha.

Na terça-feira é a vez dos mexicanos serem garfeados. E assim é que, sem vergonha de ser feliz e na marra, na força, na mais completa ordem policialesca vamos tendo Copa.

Ainda assim, acho que já está passando da hora de os brasileiros vociferarem para Dilma e sua banda aliada que " o povo não admitirá mais baderna na democracia!".

12 de jun de 2014

DILMA NO TWITTER
O medo tirou a vontade de encarar de Dilma Vana e ela foi à TV dizer o que gostaria de falar no discurso de abertura oficial da Copa, hoje à tarde no Itaquerense mal-acabado. Pegou mal. O "cala a boca, Dilma" foi campeão de acessos no twitter. É como se Dilma fosse o Hugo Chávez e os internautas fossem o rei Juan Carlos: - ¿Por qué no cállate, Rousseff?

VAIA DE PRIMEIRA
Esta tarde, lá no Itaquerense - mistura de Itaquera com Figueirense - quando Aldo Rebelo estiver abrindo oficialmente a Copa, a vaia retumbante não será só dele. Dilma Vana e Joseph Blatter dividirão as honras do aplauso de quem não gosta. E jamais deixe de levar em conta o fato de que o estádio estará lotado de torcedores de elite. Descamisados, pés-descalços, pobres e usuários de bicicletas e jumentos não foram convidados para a festa que ajudaram a pagar. A vaia é de primeira.
QUEM PAGOU NÃO ENTRA

Até aqui, eu fiz o que pude fazer. Agora, a Copa é toda com vocês. Boas sessões de pipoca e guaraná pra todo mundo. Depois da festa a gente se encontra. Fora da sala de TV, porque uma Copa como essa eu aguento, mas horário eleitoral é de matar. De tédio e de raiva.

Nesse meio tempo, deixem que lhes diga, eu torço por vocês; morro de pena de vocês: o Itaquerão ainda inacabado já custou mais de R$ 1 bilhão e 300 mil do dinheiro público, do seu dinheiro... E vocês estão vendo a Copa pela TV. Não convidaram vocês para festa. Ah que pena, quem pagou não entra.

METROVIÁRIOS NO CAMINHO

Estou começando a gostar desses metroviários rebeldes lá de São Paulo. Os caras acabam de trocar a greve por protesto na abertura da Copa.

Impediram pelo menos mais 300 demissões arbitrárias por parte do governo paulista, reabriram o metrô - um meio de transporte que torcedor de elite não usa e, de quebra, vão engrossar a vaia que não vai retumbar nos ouvidos de Dilma, posto que ela estará blindada dos pés à cabeça.

De qualquer maneira, esta abertura da Copa será uma lição para president@, ela vai ver o que é bom pra tosse quando o contato direto é com o povo e não com a claque organizada.

Vai sentir na própria pele a verdade rodriguiana: a vaia é o aplauso de quem não gosta. Daqui, o meu esfuziante aplauso a essa Copa mal havida no meu País.

SE BEBER...

O advogado Luiz Fernando Pacheco, defensor de Genoíno, o Cardiopata do Araguaia, cheirando a embriaguês - conforme declarou o segurança que o tirou do plenário do Supremo - foi parar no olho da rua lá na Praça dos Três Poderes.

É que o nobre causídico vociferou que o presidente do tribunal, Joaquim Barbosa "deveria honrar o STF". Pô, respeito é bom e todo mundo gosta.

Essa pandilha já não consegue mais se conter. Vive a expectativa da saída de Joaquim Barbosa. Calma, companheiros, calma! O tempo de Lewandowski já está chegando.

RODAPÉ - Se beber, não se dirija a um tribunal.

O TEMPO AVOA

CPI é uma coisa que já deveria ter acabado no Congresso Nacional. É sempre mais uma farsa, conduzida por farsantes que transformam tudo em farsa sem aparência de força.

Graça Foster esteve ontem de visita a mais uma sessão de perguntas e respostas. Dessa vez foi na CPI mista, esperança investigativa da oposição.

O apagado metalúrgico gaúcho, Marco Maia, deputado que está presidente da CPI acabou com as alegrias dos inquisidores oposicionistas que não tiveram chance de trabalhar.

Só ele, Marco Maia, fingindo que queria saber alguma coisa fez mais de 70 perguntas à president@ da Famiglia Petrobrás. E, como diria o mestre dos mestres da República dos Calamares, o tempo avoa. E avoou.

MEIA COPA DA COPA DAS COPAS

Pois, então, a Copa está começando e a Fifa quer entender agora como é que esta vai ser a Copa das Copas, conforme o governo brasileiro prometeu e continua dizendo que vai ser. É que dos 167 pontos acertados entre o governo do Brasil e a Fifa, apenas 53% foram concretizados.

No resumo dessa ópera bufa, foram concluídas 88 obras - dentre as quais aeroportos e estádios que não servirão para nada depois da festa: Brasília, Manaus, Cuiabá.

Outros 45 projetos estão incompletos; 23 obras serão concluídas só depois da Copa e 11 compromissos foram simplesmente abandonados.

A Copa das Copas começa neste Dia dos Namorados, com o governo brasileiro e a Fifa sendo apenas bons amigos, nada mais que isso.

A Copa, remendada assim desse jeito, custou até aqui R$ 25,8 bilhões para ser a alardeada, cantada e decantada Copa das Copas que, pela promessa solene de Lula o mentor desse espetáculo desnecessário à nação, não teria "um centavo de dinheiro público". E vamos em frente que atrás vem gente.

11 de jun de 2014

DILMA USA COPA NA TV,
SEU MELHOR MINISTÉRIO

Como não vai sair da toca para fazer o discurso de abertura da Copa que todos os presidentes de todos os países-sede de outras Copas fizeram, Dilma Vana convocou do alto de sua prepotência mais uma rede nacional de rádio e televisão para usar o legado da Copa como pano de fundo para fazer proselitismo político-eleitoreiro.

Com cara de quem não está diante do telepromter, Dilma Vana tocou os cachorros naqueles a quem genericamente chama de derrotistas. E bramiu sem mostrar o seu lado Dilminha, Paz e Amor: "Os pessimistas diziam que não teríamos Copa porque não teríamos estádios. Os estádios estão aí prontos".

Ah, peralá! Como assim, "prontos"?... Falta de tudo um pouco e mais um pouco: banheiros, saídas, entradas e bandeiras.

Tudo feito às pressas, a toque de caixa; mobilidade urbana viabilizada pelas Forças Armadas e tropas de choque.

E Dilma Vana foi em frente que atrás vem gente: "Diziam que não teríamos Copa porque não teríamos aeroportos". Copa, não, cara-pálida. Copa vai ter o que não vai ter é aeroporto como se deveria ter. Puxadinho é o que não falta.

Mas Dilma é incansável: "Chegaram a dizer que haveria racionamento de energia. Quero garantir a vocês: não haverá falta de luz na Copa, nem depois". Bom, isso ela já disse no seu primeiro dia de governo - "Brasil, apagão nunca mais!" - e você viu no que foi que deu.

Mas, vamos acreditar. Afinal, o Lobão merece respeito pela energia que transcende. E loba não come lobo, muito menos Lobão.

Dilma não deixa nunca nada por menos, ainda mais se for espaço de TV, seu melhor ministério: "Desde 2010, quando começaram as obras dos estádios, até 2013, o governo federal, os estados e municípios investiram cerca de 1 trilhão e 700 bilhões de reais em educação e saúde. Ou seja: no mesmo período, o valor investido em educação e saúde no Brasil é 212 vezes maior que o valor investido nos estádios".

Epa! Opa! Tudo isso? E está tudo nesse estado porcário em que se encontram os hospitais, as escolas, o transporte, a segurança?!?

Epa! Opa! O que fizeram com essa dinheirama toda? Onde foi que socaram essa grana? Vai ficar assim, por isso mesmo, no falatório de rádio e TV, na velha e conhecida a bolsa ou a vida?!?

Ah, deixa eu dizer uma coisa - já que a president@ está trocando as bolas com eleição, as manifestações de rua - os protestos não são contra a Copa; a voz rouca das rua é contra a corrupção, os péssimos serviços essenciais desse desgoverno em termos de saúde, educação, transporte, mobilidade urbana, segurança, qualidade de vida e justiça social.

Sou louco por futebol, mas nem tão louco assim que rasgue dinheiro ou coma titica de galinha para querer ganhar uma Copa roubada.

SEGUNDO TURNO

Pesquisa científica é coisa que não para nesse Brasil da Silva. Então para quem quer e gosta, eis aí mais um levantamento do Ibope. Levantamento é modo de dizer; caimento é o que serve melhor para Dilma Vana. Ela caiu de novo.

Se as eleições fossem hoje, ninguém seria eleito. teriam que esperar pelo segundo turno. Dilma Vana obteve, nesta rodada, 38% das intenções de voto; Aécio Neves subiu para 22% e Eduardo Campos também deu um salto chegando a 13%. Ah, besteira. Nesta quinta começa a Copa.

VOCÊ SABIA?
Você sabia que os estivadores estão em greve em todos os portos do Brasil da Silva? Acho que eles são do movimento Não Vai Ter Copa.

UMAS E OUTRA
O que é mesmo que estas CPIs da Petrobrás têm que a CPI do Cachoeira não tinha?

A PRÓXIMA ATRAÇÃO
Dilma Vana em queda aproveitou a Copa para falar bem de si mesma e mal dos opositores. Não disse nada do que vá dizer o tempo todo na TV depois da Copa. Até outubro, o brasileiro vai assistir a um verdadeiro Massacre da Serra Eletrônica.

PELÉ NO BANCO DA CROÁCIA
Romário tinha razão, Pelé tem mesmo que botar um sapato na boca. Agora deu uma entrevista e não teve papas na língua: "Messi, Neymar e Cristiano Ronaldo, os três seriam reservas na Seleção de 70". Tá, então tá. E hoje, o Pelé seria reserva nesta seleção mista da Croácia.

Dilma na TV, ou Bye Bye Brasil

Basta puxar a descarga e mostrar o Brasil na TV

Depois de pregar o medo e o terror, tirando caveiras dos armários e trazendo chavões surrados como aquela idiotice de que a esperança venceu o medo, a president@ Dilma Vana usou ontem seus primeiros dez minutos de uma nova estratégia de propaganda enganosa na TV.

Sem medo de mentir para ser feliz, Dilma Vana usou a Copa da Fifa para falar de coisas que só existem no imaginário da mais destabacada propaganda enganosa.

Dilma Vana desta feita foi o Alter Ego de João Santana, o marqueteiro manobrista que faz do limão uma limonada; que sabe, como só ele, dourar a pílula; que, em caso de aperto, manda falar pelos cotovelos, seja lá o que for; um sujeito oculto em frases de efeito que, à moda Goebells, repete cada mentira mil vezes até que pareça verdade.

Deu engulhos. Deu, mas me aguentei na boa véi. Dilma Vana mexeu com o povo ingenuo, singelo e puro que tava quieto. E, se mexeu com o povo que tava quieto, mexeu comigo - como diria a impávida Lurian, garbosa barbatana da prole de Lula. Aguentei na boa véi. Com refluxo e tudo.

Para não ficar falando de flores, eu só queria saber quem foi que disse para Dilma Vana que alguém nesse país de gente boa iria receber mal os turistas. O que é isso, companheira?!? Não há nenhum movimento, nenhuma mobilização, nenhum protesto contra os gringos que nos visitam.

A bronca, ó poderosa Rainha da Sucata, é contra a prioridade dispensada pelo governo e seus sócios remidos à esperteza de promover uma Copa da Fifa nesse Brasil que dela não precisava para acabar com a corrupção que corrói a nação.

A bronca, as manifestações, as greves, os protestos não são contra os sempre bem-vindos turistas, até quando não tem Copa por aqui. A bronca é contra os péssimos serviços essenciais de educação, saúde, transporte, mobilidade urbana, segurança pública, justiça social.

A bronca é só por isso. E um pouco mais agora porque dona Dilma Vana vem dizer que vamos ter - governo, teu nome é promessa! - tudo isso que não temos só por causa da Copa.

Na boa véi... Se tudo que Dilma Vana disse ontem foi gasto em dinheiro e em realização de obras nesses 12 anos de poder petista fosse só meia verdade da mentira grossa que ela apresentou, então para quê fazer a Copa? Quer saber duma, véi? Acho que ela mentiu.

Não vi e não vejo nada disso que Dilma Vana mostrou no improviso por escrito que leu na TV durante dez intermináveis minutos. Onde foi parar essa grana toda? Cadê a grana, cadê?!? Tá, não precisa. Deixa assim. Deixa por isso mesmo, pois para muitos "o que tinha para roubar, já foi roubado". Deixa assim que vai ter Copa.

Só tem mais uma coisinha. A oposição tem que ser mesmo muito pior que a situação em que o Brasil está metido, se não souber dar nos dedos de quem mete a mão à la grande. Depois desse despejo de enganações, a oposição só precisa puxar a descarga e mostrar o Brasil de verdade na TV.

Mostrar as escolas por dentro e nos pátios; os hospitais pelos corredores e UTIs; os ônibus, os metrôs, a imobilidade urbana; a insegurança no meio da violência urbana; a comida nas prateleiras dos supermercados ou no balcão do armazém da esquina.

Basta mostrar o País de cabo a rabo; a nação que não usa gravata nem colarinho branco. Basta mostrar a verdade.  E aí é só correr pro abraço. Bye, bye, Brasil da Silva.

10 de jun de 2014

Eba! Lula vai assistir à Copa pela TV!

Eba! Lula disse numa entrevista para o ex-jogador Raí, repórter eventual do jornal francês L'Equipe, que vai assistir aos jogos da Seleção de Scolari pela TV!

Tome esse grito lá do início do texto como uma expressão um tanto contida. É que se Lula fosse assistir aos jogos de camarote, nos estádios onde o selecionado da CBF jogará, a garantia de desclassificação da equipe nacional seria imediata. A exclamação então seria uma verdadeira, sincera e pura explosão de alegria.
Foto/ R. Stuckert/Inst.Lula
Decerto, o time verde-amarelo cairia fora da disputa já na fase classificatória contra o misto da Croácia, o desfalcado México e o ingenuo elenco de Camarões.

Mas, basta que ele esteja torcendo diante da TV para espalhar a urucubaca. Que ele não se atreva a sair da sala e nem da frente do televisor no dia do jogo contra a Espanha ou a Holanda, seja lá que time for, venha o time que vier.

É aí que o Brasil começa a ganhar as eleições de outubro.

Resta esperar que Lula não estivesse sendo o Lula de sempre nessa entrevista para o Raí. Nesse caso, sendo o Lula que é, o que ele disse sobre assistir os jogos pela TV, na verdade, ele não disse. Aí, minha brava gente brasileira, com ele distante das arenas e da sala de TV, tudo pode acontecer.

A esperança que me sobra e que me anima é que, pelo menos nessa entrevista para o jornal da França, Lula não tenha sido o Lula que a gente conhece.

Esta é a minha grande e única torcida nessa Copa dos Copos. É que nunca antes na história desse país o futebol brasileiro teve um pé-frio tão grande quanto esse. Então, já que não vai mesmo aos estádios, Lula precisa estar grudado no sofá da sala de TV.

Lula, em dia de jogo do time do Felipão, não se atreva a tirar os fundilhos da cadeira! Nem pense em sair da sala; muito menos da frente da TV! Nem mesmo para tirar água do joelho.

Não ouse dar um passo adiante, nem dois pra lá e dois pra cá. Meu espírito patriótico me autoriza a lhe mandar pipoca pro seu uísque com guaraná.

Eba! Lula vai assistir à Copa pela TV!

Eba! Lula disse numa entrevista para o ex-jogador Raí, repórter eventual do jornal francês L'Equipe, que vai assistir aos jogos da Seleção de Scolari pela TV!

Tome esse grito lá do início do texto como uma expressão um tanto contida. É que se Lula fosse assistir aos jogos de camarote, nos estádios onde o selecionado da CBF jogará, a garantia de desclassificação da equipe nacional seria imediata. A exclamação então seria uma verdadeira, sincera e pura explosão de alegria.
Foto/ R. Stuckert/Inst.Lula
Decerto, o time verde-amarelo cairia fora da disputa já na fase classificatória contra o misto da Croácia, o desfalcado México e o ingenuo elenco de Camarões.

Mas, basta que ele esteja torcendo diante da TV para espalhar a urucubaca. Que ele não se atreva a sair da sala e nem da frente do televisor no dia do jogo contra a Espanha ou a Holanda, seja lá que time for, venha o time que vier.

É aí que o Brasil começa a ganhar as eleições de outubro.

Resta esperar que Lula não estivesse sendo o Lula de sempre nessa entrevista para o Raí. Nesse caso, sendo o Lula que é, o que ele disse sobre assistir os jogos pela TV, na verdade, ele não disse. Aí, minha brava gente brasileira, com ele distante das arenas e da sala de TV, tudo pode acontecer.

A esperança que me sobra e que me anima é que, pelo menos nessa entrevista para o jornal da França, Lula não tenha sido o Lula que a gente conhece.

Esta é a minha grande e única torcida nessa Copa dos Copos. É que nunca antes na história desse país o futebol brasileiro teve um pé-frio tão grande quanto esse. Então, já que não vai mesmo aos estádios, Lula precisa estar grudado no sofá da sala de TV.

Lula, em dia de jogo do time do Felipão, não se atreva a tirar os fundilhos da cadeira! Nem pense em sair da sala; muito menos da frente da TV! Nem mesmo para tirar água do joelho.

Não ouse dar um passo adiante, nem dois pra lá e dois pra cá. Meu espírito patriótico me autoriza a lhe mandar pipoca pro seu uísque com guaraná.
COMBINANDO É MELHOR

Antevéspera da Copa dos Copos. Essa Copa é um porre. Ainda mais partindo de quem partiu. E então me lembro daquela conhecida passagem nos vestiários do jogo da então Seleção Brasileira contra a Rússia pela Copa de 1958, véspera do primeiro título mundial do Brasil.

Quase já na boca do túnel, o técnico Vicente Feola enchia o irrequieto e genial ponteiro de instruções: - Você faz assim, faz assado; passa pelo lateral, dribla o zagueiro, vai à linha de fundo e cruza para o Vavá... 

Aí, então, Garrincha - Alegria do Povo, pergunta na maior simplicidade: - Tá bom, seu Feola, mas o senhor já combinou isso com eles?

Pois, hoje é véspera de Copa. E há convenções nos partidos políticos para combinar a reeleição de Dilma Vana, em outubro, depois da Copa. 

O PDT já se manifestou: vai apoiar Dilma Vana; metade do PMDB já se alinhou com ela; boa parte do PT também entrou na combinação... Eles só se esqueceram, até agora, de combinar com os eleitores.
CRIME ORGANIZADO
O finório, Paulo Roberto Costa - dirigente-consultor da Petrobardahl, rindo dos esfarrapados na CPI do Senado: "A Petrobrás não é balcão de negócios, nem organização criminosa". Claro que não. Primeiro, não é balcão é uma central de negócios; segundo, não é uma organização criminosa, apenas abriga uma organização criminosa. É o crime organizado em carne, osso e poço. Não merece CPI; merece uma delegacia de polícia, um impeachment e cadeia.

GOVERNO RACISTA
Lei que prevê 20% de cota para negros em concursos públicos já está valendo. Agora é lei: o negro pode se candidatar a ser humilhado sem qualquer incomodação. Nunca antes na história desse país um governo foi tão discriminatório.
SEM NEYMAR
Vou dizer uma coisinha pra vocês: então estamos combinados, o Neymar não joga nada. Mas nessa Copa. sem o Neymar, o time da CBF tá perdido.

VAI TER METRÔ
Geraldo Alckmin: "Metrô vai funcionar no dia abertura da Copa". Grande porcaria! Quem pode ir ao Itaquerão nunca usou e nem vai usar o metrô. Aliás, também não vai a pé, de bicicleta, nem jumento. é nessas horas que a gente vê que o Lula tem sempre razão: "Que babaquice é essa de metrô?". Então tá tudo dominado: Vai ter metrô, vai ter Copa!

VAI TER EM CURITIBA
Chuva afeta mais de 400 mil pessoas e no Paraná. E outras tantas em Santa Catarina. Desse jeito não vai ter Copa em Curitiba; Com essa chuva, Curitiba vai ter Capa.

COBAIA, NÃO
Arena Itaquerona não vai estar pronta até quinta-feira. É o que diz um operário que deu sangue, suor e lágrimas na obra. Ah, é só mais um operário. O que conta é a palavra do mais novo poste de Lula, Andrés Sanchez. E se alguém duvidar ele bota os cachorros. Quer saber duma coisinha: nem que me pagassem eu serviria de cobaia nessas arquibancadas provisórias.

DESAFORO
Dilma Vana acaba de sancionar a tal lei da cota de 20% para negros no serviço público. E tem negro que ainda aguenta um desaforo desses. 

BOA NOVA
Marina Morena Silva diz que não apoiará Geraldo Alckmin nas eleições de outubro. Alckmin nem vai dormir com uma notícia dessas. Era tudo que ele queria ouvir. Agora, que coisa essa Marina, né não? Ela não conseguiu transferir um só voto para Eduardo Campos e, no entanto, fica botando banca como se ainda tivesse 20 milhões de votos para dar e vender. 

QUIZ
Já que vai ter Copa, diga aí qual é o seu favorito para ser campeão do i/mundo: 1) Espanha; 2) Alemanha; 3) Rússia; 4) Argentina; 5) Inglaterra; 6) Brasil; 7) França; 8) Itália; 9) Uruguai; 10) Bósnia? RODAPÉ - A Bósnia vem desfalcada da Herzegovina.
SEM NEYMAR
Vou dizer uma coisinha pra vocês: então estamos combinados, o Neymar não joga nada. Mas nessa Copa. sem o Neymar, o time da CBF tá perdido.

VAI TER METRÔ
Geraldo Alckmin: "Metrô vai funcionar no dia abertura da Copa". Grande porcaria! Quem pode ir ao Itaquerão nunca usou e nem vai usar o metrô. Aliás, também não vai a pé, de bicicleta, nem jumento. é nessas horas que a gente vê que o Lula tem sempre razão: "Que babaquice é essa de metrô?". Então tá tudo dominado: Vai ter metrô, vai ter Copa!

VAI TER EM CURITIBA
Chuva afeta mais de 400 mil pessoas e no Paraná. E outras tantas em Santa Catarina. Desse jeito não vai ter Copa em Curitiba; Com essa chuva, Curitiba vai ter Capa.

COBAIA, NÃO
Arena Itaquerona não vai estar pronta até quinta-feira. É o que diz um operário que deu sangue, suor e lágrimas na obra. Ah, é só mais um operário. O que conta é a palavra do mais novo poste de Lula, Andrés Sanchez. E se alguém duvidar ele bota os cachorros. Quer saber duma coisinha: nem que me pagassem eu serviria de cobaia nessas arquibancadas provisórias.

DESAFORO
Dilma Vana acaba de sancionar a tal lei da cota de 20% para negros no serviço público. E tem negro que ainda aguenta um desaforo desses. 

BOA NOVA
Marina Morena Silva diz que não apoiará Geraldo Alckmin nas eleições de outubro. Alckmin nem vai dormir com uma notícia dessas. Era tudo que ele queria ouvir. Agora, que coisa essa Marina, né não? Ela não conseguiu transferir um só voto para Eduardo Campos e, no entanto, fica botando banca como se ainda tivesse 20 milhões de votos para dar e vender. 

QUIZ
Já que vai ter Copa, diga aí qual é o seu favorito para ser campeão do i/mundo: 1) Espanha; 2) Alemanha; 3) Rússia; 4) Argentina; 5) Inglaterra; 6) Brasil; 7) França; 8) Itália; 9) Uruguai; 10) Bósnia? RODAPÉ - A Bósnia vem desfalcada da Herzegovina.
REGREVE NA QUARTA
Hoje é o primeiro do último dia sem greve dos metroviários em São Paulo. O governo paulista bateu pé e não reintegrou os 42 servidores demitidos por arruaças e depredações. Os metroviários deram dois dias de trégua mas depois de amanhã, tudo pode voltar à estaca zero no caminho da Copa. Já não é o que acontece com a bagunça dos Sem-Teto. Eles se entenderam com Dilma que prometeu mundos e fundos para eles. Em troca das promessas de casas e facilidades o movimento não se mexe durante a festa da Fica. E então, ufa! Vai ter Copa.

TEM COPA, NÃO TEM ÁGUA
Datafolha fez mais um levantamento. Descobriu que 32% dos brasileiros ficaram sem água nesse país nos últimos 30 dias. Quer dizer, para um terço do Brasil vai ter Copa mas pode não ter água. Assim é esta Copa do Copo.

NÃO SERIA LULA
Lula, o que não larga o osso, está preocupado com o desgaste do PT com relação aos casos de corrupção. Ele pede ação imediata do partido contra a decadência da imagem da sigla. Deveria pedir que a Justiça apurasse as denúncias a fundo, a fim de resguardar os inocentes e punir os culpados. Mas aí, Lula não seria Lula.

COMPADRES
Nesta quarta-feira, o boca-maldita da Petrobardahl, Paulo Roberto Costa, vai visitar a CPI do Senado para uma conversa de compadres com os membros governistas da comissão que vem blindando um dos maiores dentre os grandes escândalos do governo do PT e suas siglas associadas. Ele não foi convocado pela oposição, foi convidado pelos governistas. A oposição vai convocar o figurão para a CPI mista, onde pode perguntar o que bem entender. De qualquer maneira, a Petrobrás está sendo tratada em lugar errado. É caso de polícia. Merece uma boa delegacia. Já Paulo Roberto Costa no Senado da República, parece o personagem aquele da piada do compadre que queria faturar a mulher do compadre. Foi flagrado já peladão na cama pelo marido. Sem uma saída melhor, justificou-se: - Pois é, compadre, eu não tinha nada pra fazer. Aí resolvi, vou até lá; vou dar pro compadre.

VOCÊ SABIA?
Dos 61.600 lugares disponíveis no estádio Itaquerão para a abertura oficial da Copa, só 20 mil foram adquiridos por torcedores que pagaram o ingresso. Os outros 41.600 foram parara nas grandes empresas que distribuíram o mimo para seus clientes de elite, ou para convidados VIPs da Fifa e do governo.

SAI UM, ENTRA OUTRO
Dia 1° de julho, os olhos e ouvidos do povo terão o descanso que merecem. A Justiça eleitoral proíbe a veiculação de publicidade do governo, o massacre mais ufanista e enganoso de que já se teve notícia na história desse país. Em contrapartida, vem aí o famigerado horário político gratuito, vendendo felicidade.

PLANO B
O governo anuncia que vai colocar em prática um Plano B para levar torcedores ao Itaquerão, caso os metroviários deflagrem mesmo a regreve depois de amanhã. Tudo pela Copa.

PRESTÍGIO
Em uma dessas pesquisas que andam por aí e nas quais acredita quem quer e gosta, 29% dos entrevistados disseram que votariam em um candidato indicado pelo ministro Joaquim Barbosa; 24% disseram que seguiriam a indicação de Lula da Silva. Quer dizer, fazendo justiça Barbosa tem mais prestígio e seguidores do que Lula fazendo política.

FORA DE CONTROLE
A uma proposta de emenda constitucional na Câmara que anda deixando os deputados de cabelos e perucas eriçadas: a PEC 116 reserva 50% das cadeiras de deputados federal para quem se declare "negro". E há uma outra, a PEC 320 que cria quatro vagas para quem seja eleito pelas comunidades indígenas. Afora isso, há também o projeto de Lei 4497 que obriga os partidos a apresentar 50% de candidaturas de mulheres. Isso está ficando bom. A camarilha está sentindo que o Parlamento também está fora de controle. E esse é o Brasil da Silva. O bom é que vai ter Copa.

SURDA-MUDA
Dilma Vana vai estar na abertura da Copa. Numa cabine blindada e à prova de som. Só vai abrir para a boca para declarar que "Está aberta a Copa!". O discurso de improviso está gravado. Deve ser editado nos telões. Os telões não são mudos; são surdos.

9 de jun de 2014

LAVANDO A ALMA

E então o PT, pensando na frente, como sempre, "acelerou a filiação". E tal modo que chegou em pouco tempo a angariar mais 196 mil novos companheiros. O PT é como um sindicato de sócios da mesma dor.

O TSE e o TCU deveriam, só por curiosidade, nada mais que isso, conferir nome, endereço e CPF de cada um deles.

Assim, o PT lavaria também a alma diante dos R$ 50 milhões que arrecadou de janeiro de 2011 até este já antigo mês de abril.
OBRAS DE MORBIDADE URBANA
Caiu a viga de monotrilho, em São Paulo. Há pelo menos uma pessoa morta. Duas outras ficaram feridas. A obra fica entre a Avenida Washington Luís e a rua Vieira de Morais, na zona sul da capital paulista. O governo está se superando na missão de realizar obras de mobilidade urbana para agradar a Fifa com a Copa das Copas. Só consegue concluir até agora obras de morbidade urbana. Pior ainda, de morbidade humana.
OBRAS DE MORBIDADE URBANA
Caiu a viga de monotrilho, em São Paulo. Há pelo menos uma pessoa morta. Duas outras ficaram feridas. A obra fica entre a Avenida Washington Luís e a rua Vieira de Morais, na zona sul da capital paulista. O governo está se superando na missão de realizar obras de mobilidade urbana para agradar a Fifa com a Copa das Copas. Só consegue concluir até agora obras de morbidade urbana. Pior ainda, de morbidade humana.
A GREVE DOS METROVIÁRIOS VAI ACABAR
E eu me lembrei do Fervido.

"Contra a força não há resistência" - dizia Antônio Freitas, o Fervido, filósofo intuitivo de vestiários do futebol amador lá da minha terra, quase no Cone Sul do mundo. Sei lá de onde ele tirou isso, mas era a frase que ele usava nas preleções para os zagueiros do Paulista F.C. seu time do coração.

E agora eu vejo, a super-greve dos metroviários de São Paulo indo para as cucuias. Bastou o governo demitir 61 funcionários "a bem do serviço público" e pronto. Lá foram os paredistas bater um papo assim gostoso com alguém que não tá fazendo nada.

Os grevistas querem a readmissão dos companheiros demitidos para encerrar a greve. Pronto. Estamos conversados. Os caras nem foram demitidos de verdade; foi só ameaçar e a força acabou com a resistência. Aí, não deu outra: me lembrei do Fervido.

INFLAÇÃO
Inadimplência em maio teve a maior alta desde 2010. O aumento dos pequenos calotes foi de 9,56% em comparação com o mesmo período no ano passado. De abril pra cá, o aumento de "depois te pago" foi de 1,38%. O nome disso não é inadimplência; é inflação. A mão ficou maior que o bolso - diria Joelmir Betting.

PT DESCOBRE O OUVIDO DA MINHOCA

Enquanto o ministro Gilmar Mendes teme que o fim das doações de campanha por empresas legais abra uma brecha para o crime organizado tomar conta das eleições no Brasil da Silva, o PT já procura seus próprios caminhos rumo à fortuna que precisa para se manter no poder.

Seus dirigentes anunciam o partido "acelerou as filiações" e já arrecadou quase R$ 50 milhões. O PT diz ainda que de janeiro de 2011 até abril, obteve 196 mil novos filiados e que, só em 2013 abocanhou R$ 32 milhões.

Então tá. Gilmar Mendes não precisa ter medo de nada. É só os outros partidos descobrirem o ouvido da minhoca como o PT descobriu. É só fazerem o que fez e faz o PT para que todas as siglas fiquem nadando em dinheiro. E assim é que as lavanderias podem virar clubes de natação.

Como é que os clubes de futebol não fazem isso; como é que as instituições benemerentes, prestadoras de serviço social como a Pestalozzi, a Apae e similares não conseguem seguir esse exemplo de mobilização popular, esse exemplo de consciência cívica?!?

Até o Criança Esperança, da Rede Globo, deve estar em estado de choque, diante de tamanha capacidade de arrecadação. Silvio Santos já está até pensando em vender a franquia Jequiti Cosméticos.

Edir Macedo, Malafaia, pastores e bispos de todas as igrejas das esquinas desse país decerto estão pedindo perdão aos seus deuses pelo pecado explícito da inveja que devem estar curtindo a essa altura da Copa e das eleições de outubro.

FALTA BIBLIOTECA
Das escolas públicas de São Paulo, só 12% têm bibliotecas. Grande coisa. Se há uma coisa que os alunos não aprendem hoje no colégio, essa coisa se chama leitura. Falta biblioteca, porque falta leitor; falta leitor, porque falta professor. Falta educação, porque falta um programa de governo nesse país.
HEIL DILMA!

Há pouco fui cutucado em uma postagem por Pedro Marasco, conterrâneo lá da minha pátria pequena que deixei no Sul, com o cumprimento "Heil Dilma!".
fotomontagem/reprodução cironovaesfernandes

Recutuquei-o com um rápido Vosicht...  É que, a esta altura do campeonato, todo cuidado é pouco.

Agora me dou conta de que aqueles socos mensaleiros dados no ar, são mais que um erro de gesto, - eles erram sempre em suas atitudes - trata-se de um arremedo de saudação nazista.

Imitaram Mussolini, quando queriam representar Adolf Hitler. Agora, nem tudo na vida é o que parece. Até os mais histriônicos companheiros mensaleiros sabem disso.

Quem nos dirá que, por baixo dos holofotes da mídia, eles não estejam com essa mímica grandiloquente, a serviço secreto de Sua Majestade um desodorante qualquer?!?
SKAF PODE SER O MALUF DE LULA
PARA AS ELEIÇÕES DE OUTUBRO

O estado de São Paulo é a maior locomotiva de votos do Brasil. Seus vagões carregam quase 32 milhões de eleitores. O poste de Lula, Alexandre Padilha, ex-ministro da Saúde de Dilma, tem até agora apenas 3% de quilowatts. Isso quer dizer, pouco mais de 950 mil votos.

Dilma e o PT estão pouco se lixando se Padilha vai ser ou não governador de São Paulo. O que eles querem mesmo é rosetar. Se perderem assim desse jeito em São Paulo, perdem a eleição para a Presidência da República.

Não demora nada Lula da Silva, o criador dessa nova criatura, tira uma foto abraçado com Paulo Skaf, presidente da Fiesp e manda o Padilha pra casa. Quer dizer, manda o Padilha trabalhar pela eleição de Skaf se quiser que haja segundo turno na pauliceia.

Nem é para ganhar nada em São Paulo. É só para encurtar a distância que o maior eleitorado do País pode livrar sobre o PT e assim afastá-lo da rampa do Palácio do Planalto. A coisa tá feia. Skaf tem tudo para ser o próximo Paulo Maluf de Lula e do PT. E em matéria de feiura, Skaf não tem pra quem perder. Mas, em política, quem vê cara vai ver que vê até coração.
DOS FISCAIS DE SARNEY
AOS COTURNOS DE DILMA

Um banquete de mendigos

O bom nesses regimes que se travestem de democracia é que, quando o povo já não aguenta mais seus desmandos, a corrupção desbragada, os engodos de palanque, as mentiras com feitio de verdade, é que eles nunca têm um Plano B. Ficam perdidos, sem saber o que fazer. E, nessas horas, botam as mangas de fora.

As mangas, não; botam coturnos nas ruas, cassetetes, cavalos, tanques, bombas de efeito imoral, gás e mostram a sua cara. O governo do PT e suas siglas associadas são isso aí mesmo que você está vendo e padecendo.

Está chegando a hora de a gente tomar de volta tudo que eles pegaram para eles, desde que se fingiram de redemocratizadores.

Essa pandilha de transformistas perdeu a chance de fazer do Brasil uma democracia de verdade.

O desperdício democrático começou com os fiscais do Sarney e está se consolidando com os coturnos de Dilma Vana.
Foto/Vilmar Tavares

Estamos hoje nivelados a uns beldroegas companheiros latrinamericanos como Cuba, Venezuela, Chile, Argentina; ou às ditaduras subsaarianas como o Sudão, Congo-Brazaville e outras republiquetas de bangalafumengas.

Não passamos de mais um paraíso borra-botas no concerto mundial. Mas, para encher os olhos dos países de primeiro mundo, vai ter Copa.

Mesmo que tudo faça esse governo para que tudo pareça bom, bonito e barato, a Copa das Copas para o resto do mundo, o mundo rico e farto, não passará de um banquete de mendigos. Eles sabem que o clamor popular é por saúde, educação, mobilidade urbana, segurança e igualdades sociais, o mais justas possíveis.

Para o primeiro mundo esta é uma festa pobre, um banquete de mendigos, porque o primeiro mundo sabe que os povos clamam muito mais por justiça e igualdade social do que por arenas nababescas prestes a se tornarem elefantes desdentados e monumentos vazios em homenagem a potentados de peitos estofados e cérebros cheios de maldosa insensibilidade.
DOS FISCAIS DE SARNEY
AOS COTURNOS DE DILMA

Um banquete de mendigos

O bom nesses regimes que se travestem de democracia é que, quando o povo já não aguenta mais seus desmandos, a corrupção desbragada, os engodos de palanque, as mentiras com feitio de verdade, é que eles nunca têm um Plano B. Ficam perdidos, sem saber o que fazer. E, nessas horas, botam as mangas de fora.

As mangas, não; botam coturnos nas ruas, cassetetes, cavalos, tanques, bombas de efeito imoral, gás e mostram a sua cara. O governo do PT e suas siglas associadas são isso aí mesmo que você está vendo e padecendo.

Está chegando a hora de a gente tomar de volta tudo que eles pegaram para eles, desde que se fingiram de redemocratizadores.

Essa pandilha de transformistas perdeu a chance de fazer do Brasil uma democracia de verdade.

O desperdício democrático começou com os fiscais do Sarney e está se consolidando com os coturnos de Dilma Vana.
Foto/Vilmar Tavares

Estamos hoje nivelados a uns beldroegas companheiros latrinamericanos como Cuba, Venezuela, Chile, Argentina; ou às ditaduras subsaarianas como o Sudão, Congo-Brazaville e outras republiquetas de bangalafumengas.

Não passamos de mais um paraíso borra-botas no concerto mundial. Mas, para encher os olhos dos países de primeiro mundo, vai ter Copa.

Mesmo que tudo faça esse governo para que tudo pareça bom, bonito e barato, a Copa das Copas para o resto do mundo, o mundo rico e farto, não passará de um banquete de mendigos.
AGORA VAI!
A tropa dos blogueiros remunerados pelas cotas oficiais celebra mais uma pauta positiva para a Copa das Copas: "Turistas estrangeiros devem deixar R$ 6,7 Bilhões no País!". Ah tá, então agora vai! Assim que acabar a Copa vamos ter já, já, antes até das eleições, hospitais, escolas, transporte, segurança e justiça social tudo no padrão Fifa. É que o padrão República dos Calamares não dá mais para aguentar.
SAGA GAÚCHA NA CBF
Luiz Felipe Scolari, o fiel da balança das eleições presidenciais de outubro, prestou ontem aos dirigentes da CBF a informação que Tite mais queria escutar: larga a seleção logo depois da Copa. E assim é que a lenda gaúcha continua a narrativa do fulgurante futebol brasileiro.
RODAPÉ - Os lendários: Dunga, Mano, Felipão, Tite. O Rio Grande do Sul é Tetra. para ser penta, só falta o Renato Portalupi.
QUÊ TEMPORAL, O QUÊ!?!
O temporal de quase uma semana já matou nove e afeta mais 50 mil pessoas no Paraná. Mas a Dilmá não foi lá. Só para não rimá. Falando sério, Dilma nem sobrevoou a área atingida, como costuma fazer quando as intempéries atingem a região Serrana do Rio, ou a seca abala uma lá que outra região do Nordeste. Quê temporal, quê nada... Vai ter Copa.

OBA! BOMBA, BOMBA!
Tropa de choque usa bomba de gás contra manifestação em São Paulo. É o quinto dia de greve dos metroviários paulistas. E faltam só três dias para a Copa das Copas. Essa greve é contra o governo Alckmin, Dilma não pode alegar, como acaba de dizer lá em Porto Alegre, que é orquestrada contra o PT. Então é só fazer o que mais gostam: mandar prender e arrebentar.

PARATIQUIETA!
Dilma Vana, ao seu mais puro estilo mineiro agauchado, disse em Porto Alegre nesse fim de semana que as manifestações de rua e a campanha contra a Copa "visam atingir o PT". Ah, paratiquieta! A campanha contra a Copa é o próprio PT. O PT sozinho já é uma campanha contra a voz rouca das ruas, contra a Copa e contra a própria Dilma.

AÉCIO, O BREVE
Aécio Neves promete diminuir o que é hoje o ministério de Dilma pela metade. Poderia reduzir à quinta parte que já estaria de bom tamanho. Mas, desse jeito Aécio não se reelegerá, nem que a vaca tussa, para um segundo mandato. Reduzindo à metade os 39 ministérios, perderá 50% dos milhares e milhares de cabos eleitorais que hoje ocupam as salas e os corredores da Esplanada.

PEIXE FORA D'ÁGUA

Rodrigo Janot, o procurador-geral da República, indicado para o cargo por Dilma Vana por menções honrosas de Lula da Silva, está pedindo que o plenário do Supremo Tribunal Federal autorize trabalho para Zé Dirceu e Delúbio Soares.

É comovente ver a grandeza de alma desse janota da Procuradoria Geral da República, diante da vontade indômita de Dirceu e Dalúbio terem, pelo menos agora, um emprego decente na vida.

Negar oportunidade a um trabalhador honrado que tem seu talento laboral desperdiçado numa cela da Papuda é uma crueldade inominável.

Uma atitude digna só mesmo de um Joaquim Barbosa que não se deixa comover sequer pelo cancioneiro das suas Minas Gerais que tanto mexia com os sentimentos de JK, quando cantava: "Como pode um peixe vivo viver fora da água fria?"...

Sem trabalho, Delúbio é uma piada de salão, mas Dirceu é um peixe fora d'água.