O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

31 de jan de 2014

O MANO DE SEMPRE
Mano Menezes continua achando que manter um equalizador de voz ligado nas suas entrevistas é dar aula de futebol. A Campanha do Corinthians é a cara do que ele fez na seleção brasileira. Vai deixar o Curingão lá pelo 22° ou 23° lugar. Ladino, ele já disse para a imprensa esportiva pautada pelos patrocinadores, em seu característico tom grave, pausado e sonolento que precisa de pelo menos dez rodadas do campeonato paulista para que o time entre nos eixos. Até lá, a Gaviões da Fiel já virou Jerome Valcke e lhe aplicou um bom pontapé nos fundilhos.

TRAUMANNTIZADA
Por carta, como se não estivesse traumanntizada, Helena Chagas pediu a Dilma afastamento do cargo de chefe da Secretaria de Comunicação da Presidência. No seu lugar deve assumir, já na segunda-feira, o porta-voz do governo, Thomas Traumann. Mais que portar a voz da president@, Thomas traumava contra a chefe. É filhote de Franklin Martins, vassalo de Lula. Traumann era sim, a raposa cuidando do galinheiro. Dilma não faz reforma ministerial nenhuma; quem faz é Lula. E faz mal, como de costume.

O VALOR DO CORRUPTO
A vaquinha digital de Delúbio deleitou o PT de uma vez por todas. Arrecadou mais de R$ 1 milhão, mal e mal contabilizados, em apenas oito dias de campanha. Os caras são ágeis como quem rouba. E agora já se sabe quanto vale um corrupto no Brasil Dilma da Silva.

PADILHA COMEÇOU BEM
Alexandre Padilha começou bem sua campanha ao governo de São Paulo. O que parece um mau começo é, na verdade, a velha e consagrada estratégia de provocar um escândalo por semana, método infalível para solidificar qualquer candidato nesse Brasil da Silva que perdeu os referenciais da moral e da ética. 

Depois de usar e abusar do horário gratuito de TV tendo como pretexto o anúncio de uma vacinação em massa contra verrugas nas meninas brasileiras, espalhafatosamente ele cancelou convênio do Ministério da Saúde  com a Kinonia - Presença Ecumênica e Serviço. Essa organização, por mero acaso, foi fundada e é dirigida por Anivaldo Padilha que, por esses azares do destino, é seu pai.

Quer dizer, Alexandre Padilha chegou com tudo nessa pré-campanha rumo ao Palácio dos Bandeirantes. Com um escândalo a cada dez dias, não tem para quem perder.

O SANTOS É A EBX
Não é nada, não é nada, esse pai do Neymar cada vez mais deixa a impressão de que o Santos é para ele uma espécie assim de grupo EBX do Eike Maravilha Batista; um empreendimento que pode quebrar assim de um dia pro outro. 

ENTREMENTES
Enquanto Lula da Silva postava um vídeo exaltando a liberdade de expressão na sua página de internet que, diga-se a bem da verdade, ainda não lançou nenhuma campanha de doações para a primeira-dama da Operação Porto Seguro, Franklin Martins seu vassalo predileto para fins de caça aos jornalistas derrubava a ministra Helena Chagas da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República. 

GOVERNO GASTA MAIS DO QUE
A DINHEIRAMA QUE ARRECADA

Sabe o que foi que a Secretaria do Tesouro Nacional descobriu? Que o governo Dilma gastou mais do que arrecadou em 2013. Aí você acha que tudo isso é o custo Brasil da Silva e cosa e tal...

Fique certo, essa gastança é puro olho grosso. É cada um desses terceirizados infiltrados na máquina pública pela "estratégia de coalizão pela governabilidade" metendo fundo a mão nas burras públicas.

Se a gastança fosse maior que a arrecadação e o brasileiro recebesse o troco em serviços essenciais como saúde, educação, transporte, segurança, igualdade e justiça social, o descalabro até seria admissível.

Mas acontece que os excessos perdulários contemplam corrupção explícita, maracutaias, propinas, indústria descarada de licitações fraudulentas e cimento e argamassa para o golpista Plano de Aceleração de Crescimento econômico de cada um dos que apropriaram indebitamente do Brasil.

É só por isso, nada mais que isso, que no ano passado a dívida pública do Brasil atingiu a inédita e escandalosa cifra de R$ 2 trilhões e 120 Bilhões. Foi Bom pra você? Então tá.
POR QUE CHORAR?

Em meio à efervescência eleitoral, nasceu o filho do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, candidato a presidente em outubro. Campos recebeu saudações pollítica de tudo quanto foi lado. Ganhou flores da president@ Dilma Vana e um telefonema de Lula, tipo assim "estamos juntos nessa!".

Dizem os que estavam na escuta que os dois se emocionaram e choraram ao falarem que Miguelzinho nasceu com Síndrome de Down. Nessas horas é que se vê quem é quem. Choraram por que? Porque Miguel é Down?

Esses caras são mesmo uns preconceituosos. Com sua Síndrome de Inclusivistas querem determinar o que é inclusão social, sem se dar conta de que, quem precisa de adaptação e sociabilidade são eles, os portadores de defeitos políticos e morais incuráveis.

No Brasil há uma nação com mais de 50 milhões de pessoas com deficiência. Elas, melhor do que ninguém, sabem o quanto a sociedade convencional precisa de cuidados especiais, muito especiais. Lula e Campos deveriam comemorar e não chorar.

Amanhã ou depois, Miguel poderá vir a ser melhor presidente do Brasil que qualquer um dos dois. Sua grande dificuldade será a mesma de todos os brasileiros: a precária e mal-intencionada educação no país.

BIEBER PUXOU MACONHA
Ficou provado! Justin Bieber, antes da sua mais recente confusão, usou maconha. Pronto, assim que Mujica terminar seu mandato, Justin Biber já pode se candidatar a presidente do Uruguai. Nem tudo está perdido na carreira alucinante desse moleque.


A ÚLTIMA A SABER
Lula, em cumprimento aos desejos de Franklin Martins, o Caçador da Liberdade de Expressão, mandou Dilma Vana demitir Helena Chagas e colocar Thomas Traumann no Ministério das Comunicações Sociais. É que Helena, há bom tempo, arrepiou vontades de Franklin Martins e da mulher dele, dona de uma empresa produtora de TV. A vingança é um prato que se come frio. O pior de tudo é que Dilma Vana viajou com Helena Chagas para Zurique, Davos, Portugal e Havana com a decisão já tomada e nada disse para a jornalista, até então sua fiel escudeira. Na comitiva dilmática, Helena Chagas foi a última a saber. Coitada da Helena, estava tão preocupada com as olheiras da Dilma que nem notou que suas orelhas estavam ardendo.

MENSALÃO MESMO
E pensar que Zé Dirceu está na Papuda por causa do esquema do Mensalão! Ora, Mensalão. Isso foi coisa de arraia miúda. Mensaleiro que se preza, troca influência e aliança por ministério. Quanto custa, para uma nação, um ministério por mês? Isso é que é Mensalão não é aquela mixaria que botou Dirceu e seus companheiros bons e batutas na cadeia. Agora a gente já sabe que tem Mensalão proletário e Mensalão de elite com alma burguesa.

O REINCIDENTE
Por falar nisso,  Dilma mandou o Padilha pra casa a fim de pegar o governo de São Paulo e botou no seu lugar Arthur Chioro que, há pouco mais de dez anos, como servidor do Ministério da Saúde, foi flagrado como dono da empresa Consaúde que prestava serviços e ganhava dinheiro com hospitais da rede pública. Na época, no glorioso ano de 2003, ele jurou por tudo que era mais sagrado que se desligaria da empresa. O cara tem currículo. É reincidente; tem know how. O Brasil da Silva merece.

O PRESIDENTE DO BRASIL
O que já não causa mais espanto é que, ao eleger os candidatos do PT para qualquer cargo nesse Brasil da Silva - de prefeito a governador, de deputado a senador e desses, a presidente da República - o eleitor brasileiro está elegendo na verdade um presidente que mal conhece: João Santana, o Papa da Propaganda Enganosa. O brasileiro não elege políticos, elege a publicidade mais bonita. Desde que chutou Duda Mendonça para escanteio que João Santana governa o Brasil da Silva.

CENSOR
Com Franklin Martins, o Censor da Mídia, no comando das Comunicações de Dilma, vem aí, sob os auspícios de Lula da Silva, o Marco Regulatório das Comunicações. O Brasil que se prepare para a "governança da internet".
EFEITO BUMERANGUE

É de arrepiar o efeito bumerangue que a condenação dos mensaleiros está provocando no Brasil da Silva. Com que facilidade eles estão conseguindo emprego em suas próprias organizações. E assim é que a Justiça e a nação assistem estupefatas e submissas ao deboche devasso e ostensivo de ver que os malfeitores continuam agora a fazer o que sempre fizeram sem medo de ser feliz. Com uma enorme e ameaçadora diferença: hoje os profissionais das malfeitorias agem em dois turnos. 

No diurno, são mensaleiros praticando suas especialidades em pleno sol da liberdade, no meio da sociedade da qual foram proscritos pela lei e pela democracia; no turno da noite, exercitam suas práticas de sempre na cadeia - emprestando seu know how aos presidiários veteranos que a esta altura já têm até uma certa noção de como se organiza de verdade uma facção prisional sólida e intocável. 

É o efeito bumerangue de uma Justiça cega que se abate sobre a cidadania brasileira, hoje ameaçada dia e noite pela elite de alma mensaleira do crime organizado público e notório. Os maléficos mensaleiros estão de volta com  a sua perniciosidade redobrada.

DILMA E FELIPÃO

Em vez de chamar esse glorioso ano de escolha do presidente da República de "Ano das Eleições", o governo Dilma e suas circunstâncias marqueteiras dizem que é o "Ano da Copa das Copas". 

Então, com um olho no padre e outro na missa, Dilma começou a mexer no seu time de ministros. Vai trocar pelo menos oito ou nove titulares na formação da Esplanada dos Ministérios. Tira mercadante do MEC e bota na Casa Civil; manda o Padilha pra casa e bota um reserva no seu lugar; saca a Helena Chagas e escala um publicitário das notícias na Comunicação Social. E o Brasil tá nem aí para as modificações que são anunciadas com o maior espírito esportivo. 

Eu só queria ver o Felipão fazer a mesma coisa com a Seleção dos cartolas da CBF. O fanatizado torcedor brasileiro iria quebrar e arrebentar, depredar e vandalizar uma por uma, as arenas faraônicas que aguardam a Copa das Copas. 

Como nunca antes na história desse país, está valendo para o governo Dilma o velho preceito do mundo da bola "não se mexe em time que está ganhando". Dilma tinha e tem mesmo razões de sobra para mexer. 

VAQUINHA DIGITAL

Com era esperado a vaquinha digital de Delúbio deu leite de sobra. Deleitou os mensaleiros com mais de R$ 1 milhão de produto reciclado e repausterizado. A vaquinha leiteira vai derramar as sobras até no curral dos confinados Zé Dirceu e João Paulo Cunha. Delúbio precisava menos de R$ 500 mil para sorrir da piada de salão que ele prometeu contar para o Judiciário brasileiro. 

O espantoso é que no último dia do prazo para quitação da multa foram depositados assim de repente e não mais que de repente, mais de R$ 600 mil. Dessa vez nem foi preciso mala-preta; o depósito foi virtual com digitais que denunciam uma destabacada facção prosélita e sequaz.

É bem assim que, todo mensaleiro que pagar as multas impostas pelo Supremo Tribunal Federal, não precisará justificar à Justiça, ao Leão da Receita e muito menos ao povo de onde saiu, ou de que céu caiu tanto e tão deslavado dinheiro.
AGORA VAI
Dilma Vana anunciou para segunda-feira o início da sua reforma ministerial. Sai Mercadante do MEC e entra Paim; Mercadante vai para a Casa Civil; Padilha vai pra casa e entra Chioro na Saúde... A filha de Carlos Chagas dança na Comunicação que vai para as mãos dos marqueteiros do PT. Agora vai. Daqui pra frente, tudo vai ser diferente... Mas ninguém vai notar qualquer diferença. Talvez até note... Pra pior.
JUSTIN BIEBER
Esse moleque Justin Bieber, superstar malcriado anda cantando e aprontando pelo mundo afora, onde quer que vá fazer o que ele pensa que é um show. Parece que biebe.

LA KIRCHNER NO SEÑOR TANGO
Junta médica argentina diz que a president@ deles lá sofre de bursite no quadril esquerdo. É nisso que dá ficar o tempo todo querendo mostrar que tem jogo de cintura. A oposição vai convidá-la para estrelar um show no Señor Tango, en el antiguo barrio de Barracas.

E O PT SE DELEITA
A vaquinha digital de Delúbio Soares arrasou com a vaquinha de Zé Genoíno. Ultrapassou a casa de R$ 1 milhão. Não, não é que o curral eleitoral de Delúbio tenha mais bovinos que a tropa digital da Família Genoíno; é que o PT unido, jamais será vencido. A manada digital tá rendendo tanto que, como se a gente já não soubesse, vai ter leite de sobra para Zé Dirceu. E até João Paulo Cunha vai mamar nas tetas digitais. O PT está se deleitando. Descobriu o Caixa-3.

RODAPÉ - Deixa-se de usar a expressão "Vaquinha Virtual" nesse caso explícito de doações para honrar compromissos de malfeitores multados, para emplacar-se o codinome de "Vaquinha Digital". É que numa hora dessas "virtual" pode lembrar virtude e isso, todo mundo sabe, não seria politicamente correto.

30 de jan de 2014

AGORA INÊS É MORTA
Agora que foi flagrado com a boca na botija, Alexandre Padilha diz que irá cancelar convênio da Saúde com a ONG fundada pelo pai dele. Mais candidato que nunca a candidato ao governo de São Paulo, Padilha alega que quer poupar a instituição amiga do peito de explorações políticas. Agora, é tarde, Inês é morta. Já ganhou o que tinha que ganhar. Esse programa Mais ONGs é um dos mais antigos desde que Lula subiu a rampa, em 2002.

TRINCA NOVA NA ESPLANADA
Dilma anunciou hoje que vai anunciar segunda-feira que vem a posse de três novos ministros. Mercadante vai para a Casa Civil, Arthur Chioro vai para o Mais Médicos e Henrique Paim será empossado no Ministério do Enem - que mais do que isso o MEC não é.

GASTANÇA OFICIAL
Nunca antes na história desse país a gastança do governo chegou a tanto. As despesas do perdulário governo Dilma bateu todos os recordes: chegaram a mais de R$ 914 bilhões só em 2013. E os investimentos patinaram. Brasil Dilma da Silva, teu nome é inflação.

SOB NOVA DIREÇÃO
Joaquim Barbosa volta das férias cheias de trabalho no exterior e reassume a presidência do STF na segunda-feira. Mas é por pouco tempo. Em março, Ricardo Lewandowski assum, por tradição, o posto de Barbosa. Barbosa deve dar no pé, no dia seguinte à posse de Lewandowski. E, a partir daí sim, a Justiça no Brasil Dilma da Silva estará sob nova direção. Aguarde. Você vai gostar.
OS CAMPEÕES DE AUDIÊNCIA

No ar, mais um campeão de audiência, o noticiário da TV. Um boa-noite, bem educado; resumo de manchetes e intervalo comercial.

E vem então o bloco das próximas atrações intercaladas: publicidade da Caixa, dos Correios, do Banco do Brasil, do Ministério da Saúde, da Petrobrás, Ministério do Trabalho, do MEC, e do Esporte.

Volta o campeão de audiência: e entra uma entrevista com Dilma Vana dizendo que gambá não é raposa e coisa e tal. Com esse massacre de História Oficial você ainda se dá ao luxo de sentar no sofá da sala para saber o que há de notícias pelo Brasil da Silva?

Ah, bom. Agora a gente entende porque você gosta tanto da novela das oito quanto do Big Brother Brasil todas as horas do dia.
PARA LULA, USUÁRIOS DA INTERNET 
"DEVEM SER RESPONSABILIZADOS"

Lula está não cabe em si de contente por causa dos índices de acesso a sua página no Facebook, Um lugar virtual que, confesso, não digitei e não gostei. Ele diz que quando a gente tem um instrumento assim como a internet, "aumenta a nossa responsabilidade".

Dando um tapa e escondendo a mão, Lula garante - como um cara que nunca mentiu - que é contra qualquer tipo de veto ao uso da internet, mas... Pois é, mas... Mas sustenta que "os usuários devem ser responsabilizados por seus atos".

Ah bom. Então deve ser porque, para ele e seus companheiros, o Código Penal brasileiro já está em desuso há muito tempo e já não pune mais excessos de expressão como injúria, calúnia e difamação.

RODAPÉ - Só para lembrar: Lula é o presidente de honra bem-remunerado do PT, partido especialista em desconstruir reputações e desqualificar quem quer que seja que não siga a sua cartilha.
ROLEZINHO LINDO
Zé Genoíno entrou na vaquinha que vai pagar a multa do corrupto ativo e passivo Delúbio Soares e disse que vai depositar solidários R$ 30 mil na conta digital do companheiro de cadeia. Epa! Está guardando o troco dos mais de R$ 90 mil que lhe sobraram do leitinho que lhe foi ordenhado no Site da Famiglia para sustento dos seus deslizes de comportamento. Não é nada, não é nada - embora para essa pandilha isso seja uma mixaria - esses R$ 60 mil aplicados na Caderneta de Poupança, rendem pelo menos uma cesta básica por mês. Mas isso não é nada; é apenas uma pequena amostra do mundo das finanças dessa elite de alma mensaleira que descobriu o Brasil da Silva. É o Caixa-3 dando um rolezinho lindo; é o partido em movimento - como cantaria, encantado, o Caetano Veloso.

CACHORRO-QUENTE FASHION

Reprodução/iG

Pois é, agora no Brasil da Silva, comida de rua, esses fast-food que incrementam o pior colesterol, que fazem da boca do homem um grande depósito de lixo, virou item imperdível de cardápio sofisticado, digno dos melhores restaurantes do país. Por mais fashion, mais requintados, mais elitizado que seja, o hot-dog, popular cachorro-quente, me deixa sempre a impressão de foi feito com a pior parte do cachorro.
O MANO DE SEMPRE
Nova meninada do Santos enfiou 5 a 2 no Corinthians. Mal começou o campeonato paulista e a torcida corintiana já começa a sentir o dedo de Mano Menezes. Com sua conversa monocórdica vai levar o Timão para o mesmo saco sem fundo em que meteu a Seleção da CBF. A Gaviões da Fiel já está morrendo de saudade do Tite.

REFORMA AMOSTRA GRÁTIS
Os brasileiros mal podem esperar pela reforma ministerial de Dilma. Até agora, só dois nomes são tidos e havidos como certos: Aloízio Mercadante que sai do MEC e vai para a Casa Civil - onde já manda mais que Gleisi Hoffmann - e o empresário do ramo das consultorias de Saúde, para o Ministério que é de Alexandre Padilha até agora. Com essa amostra grátis, já se pode calcular o efeito que vem por aí nesse período de caça ao voto.

SOB NOVA DIREÇÃO
Sob nova direção, o Supremo Tribunal Federal agora quer nova análise para o pedido de trabalho para Zé Dirceu. Enquanto isso, na Papuda, o chefe dos mensaleiros só confessa uma coisa: nunca pensou que fosse tão difícil arranjar um emprego nesse país.

E O "ESTAMOS JUNTOS"?
Aproveitando o plantão no comando do STF, Lewandowski ouviu dizer que não ficou provado o uso de celular por Dirceu na Papuda e, por isso, acha que ele merece nova chance de não ficar desempregado. Tá, in dúbio pro reo, mas pra quem foi então que Lula telefonou dizendo "estamos juntos nessa!"?!? Vai ver que Lula anda falando sozinho.

BARBADINHA
O tenista espanhol Rafael Nadal tem lesão nas costas, mas segue confirmado no ATP do Rio de Janeiro. Ora, pelo que se viu nas versões anteriores desse torneio carioca, Nadal é favorito a esse título com uma mão nas costas.

MÁFIA DOS SINDICATOS
Brizola Neto, breve ministro do Trabalho de Dilma, acha que as denúncias de propina feitas por uma empresária de que teria dado R$ 200 mil a Carlos Lupi têm tudo para ser verdade. E diz mais: que a coisa não fica só nisso, pois vêm por aí mais revelações da máfia dos sindicatos. Brizola Neto diz que "Lupi jogou o PDT no lixo". O que há de novidade nisso tudo? Talvez apenas a singela informação do neto do Caudilho de que no Ministério do Trabalho de Dilma há - imagine só! - uma "máfia dos sindicatos".

CAIXA PRETA
O Brasil agradeceria se abrissem a caixa preta do BNDES. Surgiria de cara a figura do Cara que comanda o lobby que despeja dinheiro nas melhores ditaduras do ramo espalhadas pelo mundo, bem lá, onde não há organismos de fiscalização e de combate à corrupção tipo Ministério Público, ou Tribunal de Contas. Se abrissem essa caixa preta, os brasileiros de boa vontade entenderiam como é importante usar como ferramenta de lavagem de dinheiro palestras sobre bulhufas pelo mundo afora.

PRA RIR UM POUQUINHO
Com o que lhe resta de fé e credibilidade, o Palácio do Planalto negou ontem que as enormes olheiras espantosamente roxas de Dilma flagradas em Portugal e estampadas pelo jornal Expresso seriam decorrentes de uma plástica, ou de um pequeno acidente qualquer. Dizem os porta-vozes oficiais que a president@ "não teve tempo de se maquiar"  e que a imagem foi por causa do "mau posicionamento" do fotógrafo. Quer dizer, Dilma saiu para um rolezinho no mais chique restaurante de Lisboa e não teve tempo de se olhar no espelho. E quanto ao fotógrafo, depois ele se ajeitou e acertou todos os outros flagrantes. Tão Tá, a gente acredita, mas agora conta uma de português, só pra ver se a gente pode rir um pouquinho.

29 de jan de 2014

O VÂNDALO DA FIFA
Sei lá, mas esse secretário-geral da Fifa, o vândalo Jerome Valcke não me passa confiança. Toda vez que vem ao Brasil chuta o traseiro de alguém ligado à organização da Copa. Tenho a impressão, às vezes, que ele até está cometendo bullying com o Aldo Rebelo, ministro para fins do Esporte da Dilma Vana. Na última semana, me pareceu até que Jerome Valcke brandia a batuta que anda orquestrando os blackbostas nas manifestações do movimento popular "Não vai ter Copa!". Sei lá, esse Valcke é uma baita come-bola; não perde nunca a chance de chutar uns fundilhos.

O BRASIL É A RÚSSIA DE CUBA
Quem diria, o Brasil virou o maior avalista e financiador da ditadura de Cuba. O Brasil Dilma da Silva é hoje o que a Rússia foi para a Ilha de Fidel Castro antes do colapso da União Soviética.
SEVEN-ELEVEN
A turma da Dilma perdeu completamente a noção. Em Lisboa eram cinco e todo mundo sabe que o jogo pra valer é Seven-Eleven. Como ratearam as despesas, acabaram de lançar o programa de inclusão social Bolsa Five-Eleven.

ANALFAS, COM MUITO ORGULHO
Relatório da Unesco: 38% dos analfabetos na América Latina são brasileiros. Então tá. Isso é bom, ou ruim? Conheço pelo menos um analfabeto que chegou à Presidência da República. Quer dizer, nem tão analfabeto assim e nem tão presidente também.

VAI TER COPA
O governo brasileiro tá chutando pra tudo que é lado essa coisa de "Não vai ter Copa". O Facebook mesmo já tirou do ar as páginas que promoviam esse tipo de nazi-fascismo intolerável da direita raivosa que não faz aquilo que a esquerda livre e democrática manda fazer. Besteira, vai ter Copa, sim senhor. E a Croácia vai ganhar da Seleção dos Cartolas do Brasil. Se a Croácia não ganhar, o México e Camarões dão um jeito de eliminar esse time de cabos-eleitorais úteis e quase inocentes.

BULLYING
A oposição quer porque quer investigar a viagem de Dilma Vana a Portugal. Quer saber quanto foi o banqueteio, qual a cor do cartão de crédito e coisas assim que não têm preço. Isso já é bullying contra o rolezinho de Dilma em Lisboa.

NA CÚPULA
O Zé Simão descobriu o que foi que disseram para Dilma Vana em plena Cúpula Econômica Mundial, na Suíça: - Agora, ou Davos ou desces.
RANKING DA UNESCO
Brasil é o oitavo país no mundo com mais adultos analfabetos. Os dados são da Unesco. E então, graças a todos os deuses e santos que Dilma Vana tirou Aloízio Mercadante do MEC e o mandou para a Casa Civil. Logo, logo a Unesco vai descobrir que o Brasil é o primeiro país do mundo em que a Presidência da República tem uma Casa Incivilizada.
A DAMA DE COPAS

Dilma, a Dama de Copas das Copas é a mais forte candidata à posição de goleiro titular da Seleção de Felipão. Ela acha que consegue defender o indefensável.

Garantiu ontem mesmo que a farra estúrdia e extravagante de quase R$ 60 bilhões mais ou menos contabilizados com a Copa das Copas é investimento no Brasil do Futuro.

E, como se fosse ou tivesse sido um dia uma perfeita dona de Casa Civil, apelou para o eufemismo doméstico, fora do futebol - que sempre é usado por Lula como atenuante para suas comparações estapafúrdias, desde quando era presidente oficial do País e não o proprietário submerso do governo.

Dilma Vana tentou mostrar jogo de cintura: "A Copa é como se fosse uma festa em nossa casa. Para receber convidados a gente ajeita, limpa, arruma, faz melhorias na nossa casa. Depois da festa, quando os convidados já se foram, com quem ficam as benfeitorias?" - ela perguntou e ela mesma respondeu: "Com os donos da casa... A Copa é isso". E deu-se por satisfeita.

Ela deu-se, mas a gente, não. E provavelmente, o Felipão também não. Dilma não conseguiu defender o indefensável. Ela mostrou apenas o quanto é vulnerável para a posição.

Preocupa-se apenas com a aparência. Nunca vai ter, no entanto, a elegância de um Gilmar dos Santos Neves, bicampeão do mundo. Mas Dilma sempre se mostra bem fardada, cabelo alinhado, olhos arregalados e coisa e tal, no entanto, é tudo fachada, pura figuração.

Não basta arrumar a casa só para os dias de festa. Casa é coisa que deve estar sempre arrumada, do contrário não dá nem vontade de se viver ali... Não basta arrumar a casa só para que os comensais pensem que é sempre assim...

E não adianta gastar os tubos só pra isso. As benfeitorias custam caro e não precisam custar os olhos da cara, nem tampouco devem ser perdulárias. A festa, o banquete pode ser a bancarrota do anfitrião.

Depois da festa as benfeitorias, os melhoramentos, a limpeza ficam sim com os donos da casa que serão os mesmo de antes, aqueles mesmo que só se preocuparam em deixá-la bonita e arrumada para engambelar os convidados. Esses donos da casa voltarão a ser os mesmos de sempre e só se importarão com a limpeza e arrumação do seu doce lar outra vez quando chegar a hora de dar outra grande festa.

Não, Dilma - a Dama de Copa das Copas, não vai tomar o lugar de Júlio Cesar na Seleção do Felipão e, muito menos, no coração da torcida dona da casa.
VAQUINHAS LEITEIRAS
Faltando menos de três dias para estourar o prazo de pagamento da multa, a vaquinha digital do mensaleiro Delúbio Soares já arrecadou mais de R$ 330 mil em dinheiro mais ou menos contabilizados. Faz de conta que o PT não sabe de nada e não tem nada que ver com isso. Delúbio, office boy da CUT durante o dia e hóspede da Papuda nas noites brasilienses, mais do que calmo e sereno está confiante de que honrará o compromisso com o Supremo Tribunal Federal. Uma das razões de sua paz de espírito é saber que a vaquinha de Zé Genoíno deu leite bastante para sobrar mais de R$ 90 mil que o mensaleiro cardiopata já prometeu doar aos companheiros endividados.

SAQUE RÁPIDO
Os tucanos entraram na Comissão de Étitica da Presidência com representação contra os gastos nababescos de Dilma Vana e sua comitiva em hotelaria de luxo e restaurante chiquérrimo em Lisboa, velha cidade, cheia de encanto e beleza. Agora sim, tá tudo em casa. Dilma Vana já disse que escolhe o lugar que bem entender para dormir e comer. "Eu pago minha conta" - basofiou, como se o dinheiro não viesse das burras públicas. É o saque mais rápido de cartão corporativo de que se tem notícia em todos os governos que o Brasil tem sofrido, de Fernando Henrique Cardoso até os dias atuais. John Wayne, Ringo, Django, juntos numa cena dessas, não teriam a menor chance de sobreviver.

SUCESSO DE BILHETERIA
Nesse bangue-bangue à portuguesa de Dilma Vana a caminho de Havana, o que interessa não é a arma e nem a pontaria com que a heroína abateu a indignação popular pela farra às margens do rio Tejo. O que importa é o enredo do filme, um remake de chanchadas pra lá de conhecidas na praça brasileira. A falta de transparência dos mocinhos e bandidos nessa reprise de ação serve apenas para frustar o público que percebe tratar-se de um sucesso retumbante de bilheteria cujo fim não tem moral da história.

CANELA DE OURO
Agora que a gente sabe que a contratação de Neymar custou ao Barcelona mais de R$ 300 milhões é que se vê o quanto vale um pontapé nas suas canelas. O zagueiro que machucar Neymar fica endividado pro resto da vida.

NOVIDADE
A que ponto chegou o futebol brasileiro... É manchete nos cadernos esportivos dos jornais de São Paulo, a maior cidade da América Latina: "Retorno de Rogério Ceni é novidade no jogo entre São Paulo e Rio Claro". Domingo passado Rogério Ceni fez 41 anos de idade e quase 30 como goleiro do time.

SUB
Fico sabendo pelo Diário da Manhã, de Pelotas - a minha pátria pequena que deixei lá no Sul - que o G. E. Brasil jogou duas partidas e ganhou as duas. Epa! É o Xavante invicto! E hoje à noite, na Baixada, a vítima da vez é o Grêmio que vem reforçado pela ausência de todos os seus titulares. O chato disso tudo é que quando os chamados grandes começam a usar seus craques Sub-20, a competição vira um Sub-Campeonato.

28 de jan de 2014

APROVEITE A OCASIÃO

Aí, Valério pediu transferência da Papuda para Contagem, em Minas Gerais, "mais perto da família"; Zé Dirceu, entrou com pedido para ter direito à análise do seu desejo de trabalhar; Zé Genoíno quer ir para São Paulo, "dar continuidade ao tratamento" de sua cardiopatia bissexta... Não, não deu a louca na Papuda. É que Lewandowski está de plantão no Supremo Tribunal Federal.

DILMA TRATA DA CURA
DO CÂNCER EM CUBA

E então, lá em Cuba, Dilma HaVana assinou acordo para desenvolver remédios contra o câncer. Parceria bilateral acabou de ser firmada. Bilateral assim, mais bipolar que lateral; mais marxista do que nunca antes no Caribe, coisa tipo assim relação capital e trabalho: Raúl Castro entra com a mão-de-obra e Dilma Vana com o nosso dinheiro. Quanto à descoberta da cura do câncer, tomara que os cientistas cubanos não sejam os mesmos que formaram a junta médica que salvou Hugo Chávez para sempre. Não é por nada, não; é que ele virou passarinho.
AGORA JÁ É QUASE LEI...

DECÁLOGO

01.. Corrompa a juventude e dê-lhe liberdade sexual;
02.. Infiltre-se e depois controle todos os veículos de comunicação de massa;
03.. Divida a população em grupos antagônicos, incitando-os a discussões sobre assuntos sociais;
04.. Destrua a confiança do povo em seus líderes;
05.. Fale sempre sobre Democracia e em Estado de Direito, mas, tão logo haja oportunidade, assuma o Poder sem nenhum escrúpulo;
06.. Colabore para o esbanjamento do dinheiro público; coloque em  descrédito a imagem do País, especialmente no exterior e provoque o pânico e o desassossego na população por meio da inflação;
07.. Promova greves, mesmo ilegais, nas indústrias vitais do País;
08.. Promova distúrbios e contribua para que as autoridades constituídas não os coíbam;
09.. Contribua para a derrocada dos valores morais, da honestidade e da crença nas promessas dos governantes. Nossos parlamentares (agentes) infiltrados nos partidos democráticos devem acusar os não-comunistas, obrigando-os, sem pena de expô-los ao ridículo, a votar somente no que for de
interesse da causa socialista-bolchevista;
10.. Procure catalogar todos aqueles que possuam armas de fogo, para que elas sejam confiscadas no momento oportuno, tornando impossível qualquer resistência à causa... 

Tá bom, você teve paciência e leu. E ficou encucado. Besteira. Besteira minha em editar esse decálogo e besteira sua pensar que isso está acontecendo agora, aqui no Brasil Dilma da Silva.

Esse decálogo foi escrito em 1913, há exatos e tenebrosos 100 anos, por um advogado que nunca teve um emprego de carteira assinada na vida: Vladimir Ilitch Lenin, vulgo Lenine - que não tem nada a ver com o nosso cantor e compositor pernambucano - e que, por isso mesmo é melhor que seja chamado de Lenin. 

Esse cara, líder do Partido Comunista, plagiador desse decálogo, foi o grande responsável pela, digamos, pior parte da execução da Revolução Russa de 1917. 

Sei lá, porque cargas d'água você chegou a pensar que isso estivesse sendo posto em prática aqui e agora no Brasil Dilma da Silva. Sei lá...
HERANÇAS MALDITAS
Há duas "heranças malditas" do governo FHC das quais nem Lula da Silva e muito menos Dilma Vana jamais se queixaram:  o fator previdenciário e o cartão corporativo. Convivem com esse legado na maior e mais proveitosa harmonia. Talvez porque tenham o DNA do esbulho, da pilhagem. Talvez.
DILMA NÃO É RENAN

O governo português mostra que a desculpa da "escala técnica" é esfarrapada e contradiz Dilma revelando que a turma do cerimonial já esperava a president@ da República dos Calamares. Até o chef do chiquérrimo Eleven, à beira do Tejo, desdiz os porta-recados oficiais sobre o rolezinho brasileiro ao restaurante, dizendo de cor e salteado o cardápio que estava preparado para os nobres, fortuitos e furtivos comensais.

Agora, outros contadores da História Oficial reverberam informações de que as despesas do convescote foram todas pagas com os cartões de crédito de cada um dos notívagos convivas. Mais que corporativos do governo, esses são verdadeiros cartões cooperativos. São usados em bloco.

Pronto o governo Dilma acaba de lançar um novo programa, a Bolsa Cartão Black Bloc - usada sempre às sombras, meio às escuras, por baixo dos panos. Um cartão bom para vandalizar pratos finos e iguarias da cozinha internacional.

Um coisa é certa, Dilma ao mandar dizer que pagou a conta do regabofe em Lisboa com seu próprio cartão, já demonstra com clareza cristalina que não é nenhum Renan Calheiros que só paga as contas que deve ao erário público quando é flagrado com a boca na botija.

Dilma não é Renan. Quando foi flagrada já não tinha mais nada na boca. Nem botija. E só falou sobre o rolezinho lisboeta bem depois, até por quê falar de boca cheia é falta de educação. Até mesmo para uma president@ famélica como ela.
DILMA FOI BUSCAR CUBA
PARA O BRASIL DA SILVA

Alô, alô, atenção você aí que é um dos mais de 9 milhões aposentados com mais de um salário que Dilma ignora e desdenha, para não "quebrar a Previdência"!

Se você não sabe bem o que Dilma foi fazer em Cuba, tome tento. Ela foi buscar o regime cubano para o Brasil da Silva que ela eventualmente dirige em nome de Lula.

Depois de despejar quase 2 bilhões no Porto de Mariel, de aportar o BNDES por lá, de salvar o desemprego da classe médica cubana, a president@ da República dos Calamares foi beijar ontem a mão de Fidel Castro.

Feliz da vida e esquecida de que enfiou o pé dos aposentados brasileiros na cova, ela prometeu de mãos juntas "mais apoio econômico" para Cuba, liberando mais de R$ 700 milhões para a criação de uma "zona econômica especial" no novel terminal de Mariel, fortuitamente construído pela Odebrecht com dinheiro da caixa-preta do BNDES.

Desse jeito não é só a Previdência que vai quebrar; o Brasil Dilma da Silva vai que vai, como aquela lojinha 1,99 que faliu nas mãos dela nos bons e velhos tempos de Porto Alegre.

HISTÓRIA OFICIAL
E então, pela História oficial, o "manifestante" - jovem não é vocábulo para jargão policial - baleado pela polícia em São Paulo levava material explosivo. Então tá. O que antes era um estilete agora é "material explosivo". E não se fala mais nisso. Duro mesmo é a gente saber que é a esse tipo de proteção que o brasileiro está entregue.

OSTRACISMO
Às vezes Joaquim Barbosa me deixa com um pé atrás. Ele me parece mais intempestivo do que um presidente do Supremo Tribunal deveria ser. Age, no entanto, sempre nas linhas da lei. Diante do esperneios e chororô dos mensaleiros condenados que ganham repercussão e manchetes na mídia, Barbosa foi uma vez mais aquele que, como diria Aracy de Almeida, "não resta a menor dúvida". Simplesmente colocou os jornalistas amestrados e os seus notáveis presidiários no seu devido lugar: "A imprensa presta um enorme desserviço à Justiça e à sociedade dando cobertura ao que dizem e repercutindo o que fazem esses condenados. Eles deveriam ficar no ostracismo. O ostracismo, a distância da sociedade, faz parte da pena". Qualquer dia desses, Zé Dirceu já não poderá mais esconder uma de suas mais românticas e puras identidades: o Conde de Monte Cristo.

RETOQUE ESTÉTICO
De Brasília a Zurique, de Zurique a Davos, daí a Lisboa e então e até que enfim, Havana. Nesse trajeto as profundas olheiras de Dilma Vana denunciavam a estafa de um périplo cheio de coisa nenhuma para fazer. Mais que olheiras de cansaço, especuladores denunciam que os olhos roxos de Dilma gera suspeitas de um providencial retoque estético. O que me parecia, pois, um arremedo de máscara do Coringa, inimigo público N° 1 nas aventuras do Batman, seria apenas a convalescença de mais uma plástica. Pelo cartão corporativo, por supuesto.

DESFEITA À TERRA DE OBAMA
E lá se vai rumo a bulhufas mais uma edição da Cúpula da Comunidade dos Estados Latinoamericanos e Caribenhos. Não convidaram os Estados Unidos. Tudo bem, Cuba ainda não é o Brasil da Silva, por isso deixou de fora o país de Obama. Pela parte que toca ao Brasil a desfeita já não é tão justificável. Afinal, o Brasil tirou o Paraguai do Mercosul e convidou a Venezuela que, geográfica e politicamente, não teria e não tem nada a ver com as coisas aqui do Cone Sul do mundo.

DIRCEU QUER TRABALHAR
Zé Dirceu, o presidiário que já havia recebido na Papuda o telefonema enganador de Lula dizendo "estamos juntos nessa!", agora está apelando para o STF - sob nova direção - para que seja suspensa a suspensão da análise dos benefícios inerentes a quem curte uma cadeia em regime semiaberto. Com Lewandowski de plantão, a petição do subchefe dos mensaleiros pode vingar.

QUIZ
Se o subchefe dos mensaleiros, Zé Dirceu, é o segundo maior malfeitor dos malfeitos do Mensalão, quem é então o chefe, il capo de tutti capi, o primus inter pares do mais badalado esquema de propina desse país: 1) Você; 2) Ninguém, Dirceu é o primeiro depois do grande mestre; 3) É o Cara que atendia por "Barba" nos corredores da ditadura?

ROLEZINHO EXTRAOFICIAL EM LISBOA
Reprodução/oglobo.globo.com

A saída calma e serena, altas horas da noite lisboeta, com valioso carregamento enológico, se entende perfeitamente, por duas simples razões: 1) O luxuoso restaurante Eleven fica às margens do Tejo, em Lisboa e não é uma pizzaria do Jardim Paulista, em São Paulo; 2) Esse rolezinho afugenta qualquer arrastão.

27 de jan de 2014

O QUE DILMA FOI FAZER EM CUBA?

O que é mesmo que Dilma foi fazer no Celac - Comunidade dos Estados Latinoamericanos e Caribenhos, lá em Cuba? Que é mais graciosa que Cristina Kirchner; que tem mais grana para gastar do que a president@ dos argentinos? Ora, isso a gente já sabe.

E se mais rica que la Kirchner nossa itinerante Dilma não fosse, a sua comitiva não teria feito uma "escala técnica" no mais caro e luxuoso hotel de Lisboa onde teve um sono tranquilo para bem fazer a digestão do que deglutiu num dos também mais caros e luxuosos restaurantes lisboetas.

Assim é que, com isso e não mais que isso, Dilma não chegou exausta em Cocodrilo Verde depois de seu périplo pela Fifa, em Zurique, e da sua cupulagem pela Cúpula Econômica de Davos.

Em Havana ela terá o máximo prazer de apresentar o consultor de planos de saúde, Arthur Chioro, ao comandante Raúl Castro, como o novo ministro da Saúde do Brasil da Silva, caixa-forte da "nova" economia havanera, e ovo de Colombo para o cada vez mais florescente mercado de trabalho cubano na América Latrina.

Mas tudo isso é um grande, um enorme engano, uma baita erro de imprensa. Bolas, a pergunta nem era essa... A pergunta era e é: - O que Dilma foi fazer em Portugal?!?
SEM VERGONHA
Sem qualquer prurido de vergonha o governo trata este 2014 como o "Ano da Copa". Vai ser a Copa das Copas, reverbera Dilma Vana. E quando será o "Ano das Eleições Presidenciais"? Para quando fica a eleição das eleições?... Nem mesmo o povo brasileiro se preocupa de ser sem vergonha num país assim.

QUEM TEM MEDO?
Quem tem medo da Internet? Quem, além de políticos e governantes, quer cercear a liberdade de expressão com a "Governança da Internet"? Quem, além dessa pandilha de sevandijas, quer a volta da censura apelidada de Marco Regulatório das Comunicações? Não, não precisa responder. Se tiver estômago, engula esse sapo sozinho.

É PARA ABRIR A COPA
Logo depois da voltinha pela Fifa, pelo Forum de Davos, pelo hotel bacana de Lisboa e uma chegadinha pra deixar dinheiro em Cuba, Dilma Vana vai se reunir com Zé Eduardo Cardozo, ministro da Justiça do governo do PT. Vai tratar com ele da estratégia do "prende e arrebenta" nesse ano da Copa das Copas. Quer dizer, imitando a velha dureza de marcação do técnico Osvaldo Rolla, o Foguinho do Grêmio, ela vai mandar "abrir a copa".
SEM VERGONHA
Sem qualquer prurido de vergonha o governo trata este 2014 como o "Ano da Copa". Vai ser a Copa das Copas, reverbera Dilma Vana. E quando será o "Ano das Eleições Presidenciais"? Para quando fica a eleição das eleições?... Nem mesmo o povo brasileiro se preocupa de ser sem vergonha num país assim.

QUEM TEM MEDO?
Quem tem medo da Internet? Quem, além de políticos e governantes, quer cercear a liberdade de expressão com a "Governança da Internet"? Quem, além dessa pandilha de sevandijas, quer a volta da censura apelidada de Marco Regulatório das Comunicações? Não, não precisa responder. Se tiver estômago, engula esse sapo sozinho.

É PARA ABRIR A COPA
Logo depois da voltinha pela Fifa, pelo Forum de Davos, pelo hotel bacana de Lisboa e uma chegadinha pra deixar dinheiro em Cuba, Dilma Vana vai se reunir com Zé Eduardo Cardozo, ministro da Justiça do governo do PT. Vai tratar com ele da estratégia do "prende e arrebenta" nesse ano da Copa das Copas. Quer dizer, imitando a velha dureza de marcação do técnico Osvaldo Rolla, o Foguinho do Grêmio, ela vai mandar "abrir a copa".
DILMA TROCA PRESIDÊNCIA
PELO PALANQUE 

Como Dilma não abre mão da eleição e como a oposição é mesmo água-morna, Lula vai iniciar já em fevereiro, sempre em dueto com Dilma, a campanha de 2018 para sua volta ao Palácio. Isso, se os institutos de pesquisas científicas encomendadas não apontarem o perigo de um segundo turno em outubro deste ano. Nesse caso, Lula já estaria com meio caminho andado para a sua volta já.

De qualquer maneira, o PT manda avisar que até julho vai cobrir as despesas de campanha da dupla, o ex-presidente que nunca largou o osso e a president@ que ficou com o filé.

Quer dizer, a president@a da República toda vez que deixar de cumprir seu expediente presidencial e trocar o Palácio pelo palanque, vai ser patrocinada pelo dinheiro do PT, cujo presidente de honra atende pelo codinome de Luiz Inácio Lula da Silva. Isso não é notícia. É confissão.
A CULPA

Você não é o que Lula foi, porque a culpa é sua. Ele foi presidente, porque você não foi e nem tentou ser presidente. Pior, você deixou que ele fosse presidente. E você, minha cara, não é a Dilma porque você não é a president@. Pior, muito pior, você deixou que Dilma seja a president@a. A culpa é sua. Mas não toda sua. A culpa é nossa.

Nós não somos ministros, nós não somos terceirizados, nós não presidimos o Supremo Tribunal Federal, nem mandamos nada no Judiciário; nós não mandamos na Câmara, no Senado, nem nas casas de vereança, ou nas Assembleias Legislativas, nas Prefeituras, nem nos palácios de governo dos nossos estados. Pior, muito pior, nós somos os culpados dessa máquina emperrada e fajuta estar nas mãos de quem está.

Nós não mandamos no sindicato da nossa categoria; pior, muito pior, nós somos os que deixamos os pelegos que aí estão mandarem no nosso sindicato. Nenhum de nós foi reitor da universidade da nossa terra; pior, muito pior, nós deixamos os caras serem reitores da nossas universidades.

Nós não presidimos nem dirigimos nenhum dos chamados organismos de defesa do cidadão - coisas assim como Procons, Dieeses, CDLs, associações comerciais, centros de indústrias, clubes de serviço, igrejas, paróquias, dioceses, federações, institutos, organizações não-governamentais, concessionárias de rodovias, ferroviais, terminais portuários, aeroportos, clubes sociais, nem desportivos ou carnavalescos.

Pior, nós deixamos que tudo isso, que todo esse sistema misto de democratura e ditabrandura esteja sob domínio indébito e controle férreo e dissimulado de quem está: nas mãos dos senhores de anéis da nossa vida pública e também da privada.

O governo é culpado desse desregro, dessa imoralidade, desse espírito corrupto e canalha que grassa por aí? É! Mas trata-se de síndrome adquirida; gradativamente adquirida de você, de nós todos que nos aplastamos diante de sua hipocrisia, de sua falácia, de sua perniciosidade. A culpa é sua; a culpa é nossa. Eles nos parecem grandes, maiores do que nós, porque estamos de joelhos.

O Governo é o que é em todos os escaninhos de sua aparelhagem de poder e de mando, por ser a imagem e semelhança do que é a iniciativa privada em todas as suas gôndolas travestidas de ferramentas protetoras da decantada cidadania.

Há, porém, um alento para quem é de fé: quem ajoelhou tem que rezar. Então mãos ao rosário; o nosso terço pode estar começando. Quem sabe começa hoje mesmo a nossa reza forte: pense em você mesmo como se fosse o dono do lugar que um dia foi de Lula; pense em você mesma como se fosse dona de uma cadeira onde a criatura Dilma hoje está sentada à mão direita de seu criador todo poderoso.

Pense que você pode ser o presidente da CDL na próxima gestão; capitão de indústria sem olho de vidro, perna de pau e cara de mau; pense em você como dirigente da AABB, do Sesc, do Sesi, da Fiesp, da Fiergs, da Associação Rural, do MST de verdade, das versões puras de uma CUT, de uma UNE - como se isso seja possível.

Pense em você como líder do seu sindicato, como porta-voz do IBGE, pastor do seu próprio templo que não tem lotes no céu, presidente da Academia Brasileira de Letras, dirigente do seu clube de serviço, diretor de futebol do seu time do coração; quem sabe até presidente da CBF.

Pense em você como dono de um jornal sem pauta ditada pelo patrocinador; veja-se como âncora de TV do seu jornal sem patrão.

Pense em você como o cara de paz, entendido em democracia pura, destituído de voracidade pelo poder; pense em você como um cara que saiba fazer saber e saber fazer que pode começar a revolução de paz e lealdade que o Brasil precisa. Ponha essa pandilha de sevandijas no seu devido lugar.

Melhor, ponha-se você no seu devido lugar. Seja a liderança séria, honesta, pacífica, ordeira e capaz que vai redescobrir o Brasil. Pode ser até que demore um pouco, mas - como diria Papa Francisco - "eu boto fé em você"! Você tem tempo pra isso. E afinal, tempo é questão de preferência. E aí sim, a culpa não será apenas sua. A culpa será nossa. Como sempre.


MAKE LOVE, NOT WAR

Enquanto não surgir na sociedade um movimento com sentimento de justiça capaz de fazer valer os direitos que lhe são prometidos pela Constituição-Cidadão que nasceu das Diretas-Já, os Black Blocs continuarão garantindo que "Vai ter Copa".

Enquanto a população ordeira e indignada com a corrupção, com os maus serviços de saúde, educação, transporte, segurança e igualdade não se unir em um Bloco de Paz, com força suficiente para repelir os mercenários mascarados que agem a soldo de quem quer a Copa das Copas e a reedição desse descontrole moral e administrativo que aí está, o Brasil da Silva continuará soberano, colecionando escândalos e chafurdando na lama que escorre dos palácios de governo e dos podres poderes, infiltrados e infestados de blackbostas de todos os tamanhos e feitios.

Deixe que lhes conte uma coisa que me contaram: quando o Papa Francisco veio ao Brasil, um dos bandos de Black Bloc tentou se infiltrar no meio da juventude católica que entoava hinos e fazia orações pelo Rio de Janeiro afora enquanto esperava a passagem do simpático e carismático Francisco.

Assim que descobriu suas máscaras, paus, pedras, estiletes, tacapes modernos, a juventude cristã e ordeira, foi se aproximando dos baderneiros e cercou-os de tal forma que os blackbostas não puderam se livrar do círculo de paz, nem gritar mais alto dos que os hinos e as preces dos católicos organizados e ordeiros.

A paz, a determinação, a ordem e o poder da união organizada e pacifista venceram a truculência e a baderna. Para os mercenários urbanos da destruição e do vandalismo foi como se, redivivo, John Lennon lhes cantasse o hino popular Make love, not war.

Pena que isso não tenha sido notícia de jornal nem chegado aos noticiários de TV, verdadeiros blackbostas eletrônicos a serviço da propaganda enganosa que faz a história oficial e constrói, dia após dia, esse paraíso da elite de alma mensaleira que se transformou no Brasil da Silva, uma país separatista, amoral, corrupto e enganador às escâncaras para quem quer e gosta.

Ainda há tempo, até a Copa das Copas e as eleições de outubro, para que as igrejas descubram sua missão social; ainda há tempo para que institutos, federações, associações e organismos de defesa da cidadania descubram que a união pelo bem faz a força do amor mais poderosa que a guerra.

Ainda há tempo de instituições populares de grande porte nacional - Sesc, Senac, Sesi, Senai, Greenpeace, igrejas, clubes sociais, esportivos, carnavalescos, os condomínios residenciais, as associações rurais, os trabalhadores urbanos, os 17 milhões de aposentados - tomarem tento e descobrirem sua relevância social; ainda há tempo de todos se revelarem mais fortes, muito mais dignos e eficazes do que os sindicatos pelegos, o Black Bloc de aluguel, os vândalos partidos políticos, o PCC, o Comando Vermelho, os podres poderes constituídos, a elite de alma mensaleira que descobriram e governam esse Brasil da Silva.

MAKE LOVE, NOTA WAR

Enquanto não surgir na sociedade um movimento com sentimento de justiça capaz de fazer valer os direitos que lhe são prometidos pela Constituição-Cidadão que nasceu das Diretas-Já, os Black Blocs continuarão garantindo que "Vai ter Copa".

Enquanto a população ordeira e indignada com a corrupção, com os maus serviços de saúde, educação, transporte, segurança e igualdade não se unir em um Bloco de Paz, com força suficiente para repelir os mercenários mascarados que agem a soldo de quem quer a Copa das Copas e a reedição desse descontrole moral e administrativo que aí está, o Brasil da Silva continuará soberano, colecionando escândalos e chafurdando na lama que escorre dos palácios de governo e dos podres poderes, infiltrados e infestados de blackbostas de todos os tamanhos e feitios.

Deixe que lhes conte uma coisa que me contaram: quando o Papa Francisco veio ao Brasil, um dos bandos de Black Bloc tentou se infiltrar no meio da juventude católica que entoava hinos e fazia orações pelo Rio de Janeiro afora enquanto esperava a passagem do simpático e carismático Francisco.

Assim que descobriu suas máscaras, paus, pedras, estiletes, tacapes modernos, a juventude cristã e ordeira, foi se aproximando dos baderneiros e cercou-os de tal forma que os blackbostas não puderam se livrar do círculo de paz, nem gritar mais alto dos que os hinos e as preces dos católicos organizados e ordeiros.

A paz, a determinação, a ordem e o poder da união organizada e pacifista venceram a truculência e a baderna. Para os mercenários urbanos da destruição e do vandalismo foi como se, redivivo, John Lennon lhes cantasse o hino popular Make love, not war.

Pena que isso não tenha sido notícia de jornal nem chegado aos noticiários de TV, verdadeiros blackbostas eletrônicos a serviço da propaganda enganosa que faz a história oficial e constrói, dia após dia, esse paraíso da elite de alma mensaleira que se transformou no Brasil da Silva, uma país separatista, amoral, corrupto e enganador às escâncaras para quem quer e gosta.

Ainda há tempo, até a Copa das Copas e as eleições de outubro, para que as igrejas descubram sua missão social; ainda há tempo para que institutos, federações, associações e organismos de defesa da cidadania descubram que a união pelo bem faz a força do amor mais poderosa que a guerra.

Ainda há tempo de instituições populares de grande porte nacional - Sesc, Senac, Sesi, Senai, Greenpeace, igrejas, clubes sociais, esportivos, carnavalescos - tomarem tento e descobrirem sua relevância social; ainda há tempo de se revelarem mais fortes e muito mais dignas e eficazes do que os sindicatos pelegos, o Black Bloc de aluguel, os vândalos partidos políticos, o PCC, o Comando Vermelho, a elite de alma mensaleira que descobriram e governam esse Brasil da Silva.

26 de jan de 2014

50 ANOS DO GOLPE

Na ânsia de burlar a legislação eleitoral e promover as candidaturas petistas, o PT vai mexer num vespeiro. Não pelo que possa surgir como reação dos ditadores do passado, mas com tudo pode vir à tona do que o PT fez com a redemocratização desse país. Pode ser picado pelas vespas que cultivou nesse tempo todo em que, sem programa de governo, executa seu plano de poder, uma simpática e dissimulada democratura.

O PT vai lembrar, em palanque eletrônico, o que chama de "50 Anos do Golpe". O show vai mostrar com Lula e Dilma de protagonistas, uma história mostrando como a ditadura militar vigiou líderes petistas, dentre os quais Lula, O Breve Metalúrgico.

Todo cuidado é pouco nessa hora. Não vá a Fundação Perseu Abramo, ligada ao partido, e produtora do "documentário" se enganar e chamar mais este campeão de audiência de "50 Anos de Golpe".

O lançamento está previsto para uma data que não poderia ser mais significativa nem mais emblemática: 1° de abril, o Dia dos Bobos.
DE PRIMEIRA A ÚLTIMA
O presidente François Hollande anunciou neste sábado o fim do relacionamento com Valérie Trierweiller. Agora, de primeira-dama da França, Valérie está se sentindo nas últimas, tipo assim a última das mulheres.

ROLEZINHO AMERICANO
Tiroteio em shopping deixa ao menos três mortos nos Estados Unidos. O incidente foi no subúrbio de Colúmbia, em Maryland, a menos de 50 km de Washington. A polícia suspeita que entre os mortos está o próprio atirador. Todo mundo suspeita que a polícia nunca erra numa hora dessas. Mas, afora essas elucubrações, resta aos brasileiros reconherem que isso é que é rolezinho de verdade. É nisso que dá os shoppings se expandirem para a periferia, como alegam nessa temporada pré-eleitoral, os defensores dos fracos e oprimidos sempre de olho num votinho a mais.

INVOLUÇÃO
No cara a cara com o governador Alckmin, o prefeito HaHaHaddad foi peremptório e evolucionista na questão da Cracolândia: "Acredito na evolução da espécie". Epa! Se evoluir a espécie que habita a Cracolândia vai piorar a pior espécie. Isso é involução.

CARONINHA EM LISBOA
Após estrear em Davos, Dilma Vana fez uma escala sigilosa em Lisboa. Antes de se mandar para Cuba, a comitiva da primeira-mulkher-president@ da República fez uma escalazinha em Portugal. Dilma Vana, só para variar, se hospedou num hotel de luxo na capital lusitana. Epa, opa! Isso está parecendo até uma versão elitizada daquela escapadela na carona de uma moto pela Esplanada, ruas e avenidas de Brasília, no ano passado. Dessa vez, no entanto, Dilma não usava capacete.

DILMA EM CUBA
Dilma chega na noite deste domingo a Ilha dos irmãos Castro. E aproveita metade de Cuba, já que perdeu o o dia. Nesta segunda-feira Dilma Vana vai inaugurar, ao lado de Raúl Castro - que Fidel anda em pandarecos - a primeira fase do Porto de Mariel, obra feita com dinheiro brasileiro do BNDES.

É só mais uma inauguração de pedra fundamental. Lá como aqui, Dilma Vana é muito boa nisso de começar só pra ver como é que fica. Na terça, a mais guerrilheira de todas as president@s que o Brasil já teve, estará cupulando na 2ª Cúpula da Comunidade dos Estados Latino-americanos e Caribenhos, mais conhecido por Celac.

Em pauta, a luta contra a fome, a pobreza e as desigualdades na região que mais exporta tratadores de saúde para o Brasil.
BLACK BLOC,  DE NOVO
Os blackbostas estão de volta. Não há uma só mobilização popular pacífica e justa que se faça no Brasilda Silva que não seja logo infiltrada pelos baderneiros mascarados, vestidos de preto que vandalizam o que tenham pela frente e afugentam as pessoas das ruas. Ontem mesmo em São Paulo a polícia prendeu 128 esculhambadores que tomaram de assalto a frente do movimento "Não vai ter Copa!". Ontem mesmo a polícia soltou os mercenários que a soldo oficioso garantem ao governo que "Vai ter Copa".

COPA DE RICO
O condomínio onde moro, na chamada Região dos Lagos, é uma cidade. Uma cidade limpa, bem cuidada, calma, serena, segura. Tem cerca de 3 mil lotes; mais de 2.600 residências e cerca de 10 mil moradores. Nas caminhadas que faço pela manhã e à tarde, resolvi perguntar à vizinhança se alguém vai a algum jogo dessa Copa das Copas. Já fiz esta pergunta a 227 pessoas, todas adultas, homens e mulheres de boa renda mensal e boa posição social. Só uma até agora,um senhor com coisa de 60 anos, me disse que tinha ingresso para um jogo no Maná Garrincha, o estádio de R$ 1 bilhão e 700 milhões que, depois dos jogos da Fifa vai abrigar o Candangão, campeonato que classifica os times brasilienses para a 4ª Divisão do futebol brasileiro. Teve uma senhora que me disse com ar de pessoa saudável e decidida: - Essa Copa não é pra remediados; é coisa de rico feita pros ricos.

CUSPIR PRO ALTO
João Paulo Cunha, o malfeitor mensaleiro condenado pelo Supremo Tribunal Federal a um monte de anos na cadeia, retrucou com a maior dignidade que lhe cabe no peito e na cara de pau, as declarações de Joaquim Barbosa acusou o advogado do mensaleiro de sofrer de "déficit de civilidade". Cunha disse que "falta civilidade, humanidade e cortesia" a Joaquim Barbosa. Ainda bem que o apenado, ainda em gozo de liberdade e à espera da prisão, não se atreveu a falar em desonestidade. Seria como cuspir para o alto.

JUNTOS
A propósito de João Paulo Cunha, ele foi entrevistado pelo jornal Folha de S. Paulo. Perguntado sobre suas relações com o presidente de honra do PT, Lula da Silva, ele não escondeu o ressentimento com Lula que nunca tugiu nem mugiu sobre o escândalo do Mensalão. Simplesmente respondeu à repórter Marina Dias: "Sobre o Lula, você pergunta pra ele"! Ora, a jornalista nem precisa perguntar nada. Lula já se manifestou outro dia, quando telefonou para Zé Dirceu, o seu porta-voz na Papuda: "Estamos juntos nessa!".

OFERTA & PROCURA
IBGE descobriu a pólvora: o mercado de trabalho no Nordeste apresenta declínio. E mais: 44% das pessoas em idade de trabalhar não têm e nem procuram ocupação. Faltou ao IBGE descobrir quantas delas têm bolsa família. Ou, das que não têm, quantas procuram a bolsa da salvação da lavoura.

25 de jan de 2014

ESQUEMA CORRUPTO DE CRIAÇÃO DE
SINDICATOS NO MINISTÉRIO DO TRABALHO

Aí então vem mais um fim de semana e a revista IstoÉ detona o esquema corrupto do Ministério do Trabalho para criação de sindicatos pelo Brasil afora. É cretinice desbragada de bilhões de reais por ano.

A empresária do ramos dos caminhões, Ana Cristina Aquino, uma espécie de Jimmy Hoffa brasileiro de saias, bota a boca no trombone nas páginas da revista e diz que ela mesma levou R$ 200 mil numa "muchilinha" Louis Vuitton para o ministro apaixonado por Dilma, Carlos Lupi, aquele que não saía nem à bala daquela tremenda boca-rica.

A delatora garante que o esquema continua a todo vapor na gestão de Manoel Dias, por acaso indicado para o cargo pelo próprio Lupi, jornaleiro de Brizola.

Ana Cristina diz que está dedurando tudo agora, porque o esquema foi descoberto pela Polícia Federal e que ela não vai "pagar esta fatura sozinha".

De qualquer maneira, fica mais que provado que o filósofo guerrilheiro Zé Dirceu não pode mesmo ser levado em consideração, nem mesmo quando dizia de boca cheia que "este é um governo que não rouba e não deixa roubar".

RODAPÉ - A caminhoneira que se cuide. Olha só o que aconteceu com Jimmy Hoffa, presidente do sindicato dos caminhoneiros, o mais poderoso dos Estados Unidos. Sumiu em 1975 com a boca cheia de formiga e nunca mais apareceu. Foi declarado morto em 1982.
GOVERNO É GOVERNO
MAS TEM QUE GOVERNAR

Está bem, governo é governo e coisa e tal, mas um governo que tem 39 ministérios já deveria estar governando há muito tempo.

Essa chusma de ministros que ocupa as áreas mais valorizadas da Esplanada deveria pelo menos apresentar a cada fim de mês um balanço de atividades à sua primeira-mulher-president@ que, então sim, poderia ir para os palanques eletrônicos das melhores redes de TV dizer o que é mesmo que o governo está fazendo pelo Brasil e pelos brasileiros.

Mas, qual o quê!?! Nenhum deles se rebaixaria ao ponto de prestar contas à chefia e muito menos à plebe ignara que paga seus salários, seus cartões corporativos, suas mumunhas e bunga-bungas. Não prestam contas, porque não prestam.

Se prestassem, não seriam trocados à toda hora, como já virou costume por que o hábito faz o monge. Não prestam. E a gente até já nem estranha mais quando entra um e sai outro, porque nesse governo toda troca é suspeita, até mesmo quando seja para melhor.

Você conhece Gleisi Helena, ou o Zé Eduardo Cardozo? Pode até ter ouvido falar, mas não sabe o que ela fez na Casa Civil e o que Cardozo não fez e não faz na Justiça de Dilma.

Aposto que você não sabe quem é mesmo Celso Amorim e nem onde é que ele mora nesse governo; como não conhece bulhufas das relações de Luiz Alberto Figueiredo Machado, embora saiba umas coisinhas lá que outras de Guido Mantega, o Pai do PIB - um troço que mais do que bem-estar, causa mal-estar na vida dos brasileiros comuns.

Diga lá, sem pestanejar e sem ir ao Google, quem são César Borges e Antônio Andrade nessa republicanagem franciscana. Cara, eles são apenas mais dois dos 39 ministro do governo Dilma que nos abriga e nos protege do mal, amém.

Tá bom, Aloízio Mercadante você conhece; quer dizer, já ouviu falar. Então, pronto. Não precisa dizer mais nada. O mesmo se dá com Marta Suplicy, mas quero ver você dizer alguma coisinha boa sobre esse tal de Manoel Dias; uma coisinha só, desde que não lhe dê trabalho.

Tem também o Garibaldi Alves que era contra o fator previdenciário, mas ficou a favor assim que virou dono da Previdência no Brasil da Silva. Desse ninguém pode dizer nada, nem ele mesmo dirá.

Eis que surge impoluto o Mais Padilha, Alexandre - o Grande Padilha; dá pra dizer tudo dele; tudo o que você pensa. E tem o Fernando Pimental, de quem não se dirá coisa alguma, absolutamente nada. É ministro e pronto. Não ministro como o Edison Lobão; falta-lhe energia para tanto. Nesse caso você sempre poderá dizer que  lobo não come Lobão.

Tá, aí vem uma pandilha que vale um doce de coco para quem adivinhar o que eles fazem sem o devido e necessário assento diferencial em suas funções: Miriam Belchior, Paulo Bernardo Silva, Marco Antonio Raupp, Izabella Teixeira , Gastão Dias Vieira, Francisco Zé Coelho Teixeira e Pepe Vargas... Diga lá; diga quem são e o que fazem. Bolas, você não sabe nada de Brasil nesse Ano da Copa das Copas!

Já que não tem outra saída, então chute o pau da barraca que pode surgir, em nome do Esporte, um craque tipo assim Aldo Rebelo, expert em tomar pontapés do secretário-geral da Fifa Jerome Valcker. E assim será até que passe a Copa e venha afinal o Ano da Eleição Presidencial - um evento talvez mais importante que o campeonato da Fifa.

Mas ainda não é o bastante; não é bastante e nem o que seria de fato preciso... Há uma turma da vida boa que tem a seguinte formação: Aguinaldo Ribeiro, Marcelo Crivella, Zé Elito Carvalho Siqueira, Luiz Inácio Lucena Adams, Jorge Hage Sozinho - epa! Sobrinho. Todos notórios desconhecidos do vulgo.

Do olheiro de Lula, Gilberto Carvalho, você até há de saber alguma coisa; não que ele tenha dito algo que se leve em consideração, sim por que é o office boy lulático na sala contígua à de Dilma Vana no Palácio do Planalto. E já se fala nele desde os tempos daquela mala preta no caso Celso Daniel. Assim também é fácil

Mas o seu teste de conhecimentos sobre a máquina administrativa do governo que corre frouxo para o seu segundo período de dominação nacional ainda não terminou. Está nos estertores.

Falta que você nos conte algo sobre o trabalho que vem sendo realizado para e pelo Brasil da Silva, por figuras como Ideli Salvatti, Alexandre Tombini, Marcelo Côrtes Neri, Luiz Bairros, Eleonora Menicucci de Oliveira, Antonio Henrique Pinheiro Silva,Wellington Moreira Franco, Guilherme Afif Domingos e a gloriosa e sacrossanta Maria do Rosário.

De Helena Chagas se sabe o que cai na rede, afinal ela é a senhora da Comunicação Social e dos holofotes da Presidência da República, sempre sobra algum brilho no olhar.

E chegamos assim às 39 engrenagens propulsoras do atazanado governo Dilma Vana. Pronto, é de tudo quanto eles não falam que a gente está falando.

Governo é governo, mas governo com 39 ministérios tem que governar. O diabo desse governo é que quando, sob influência do seu criador, a criatura Dilma resolve governar é porque quer governar demais. Nada pior do que um governo que não sabe governar se meter a governo e passar a governar.
NINGUÉM É FREIRA NA CRACOLÂNDIA
De repente, a polícia resolveu caçar traficantes na Cracolândia. De repente, a Prefeitura do PT estava dando um rolezinho cotidiano junto aos drogaditos de rua que por lá perambulam. A ação da polícia virou tumulto, socos, pontapés, lágrimas de gás lacrimogênio. Fernando HaHaHaddad, o prefeito, se mostrou indignado e saltou nas tamancas contra os repressores; Geraldo Alckmin, o governador, saiu em defesa da ordem e do progresso. Tudo muito estranho, num ambiente corriqueiro de crack, fumaça e pó. Há quem diga que o cursinho de bondade e ressocialização da Prefeitura estava acabando com o vício da propina que sustenta a banda podre dos agentes da lei. Nesse reduto que nada tem de convento, ninguém é freira.

BEM, OBRIGADO
A vaquinha virtual de Delúbio já rendeu R$ 108 mil de doadores desconhecidos. Mais que desconhecidos, doadores não contabilizados. É bom não esquecer o espírito solidário de Zé Genoíno. Da vaquinha dele sobraram quase R$ 100 mil que o mensaleiro cardiopata que parou de ter infartos já disse que vai repartir entre seus iguais. Quer dizer, a mais nova lavanderia do Brasil da Silva, vai bem, obrigado.

A REGRA
A coisa mais comum no Brasil da Silva é ver como os canalhas agem em bloco de forma imoral, pessoal, desonesta, desleal, desonesta, ímproba valendo-se da condição de agentes políticos e servidores públicos para obterem vantagens pessoais. Isso não é exceção; é a regra.

O DIPLOMA DE DILMA
A passagem da direção da consultoria especializada em  serviços de saúde das mãos de Arthur Chioro para as de sua mulher Rosali, não muda na moral da história que Dilma constrói ao indicá-lo para Ministro da Saúde no lugar de Padilha que foi pra casa. Ele vai continuar recebendo a grana que corre do SUS para sua empresa que atende uma pilha de municípios - a maioria de governo petista. É, como sempre diz Marta Suplicy, "o jeito de governar que Lula nos ensinou". Dilma Vana se diplomou com louvor nessa matéria. A propósito, adivinhe quem enfiou Chioro goela abaixo de Dilma...

DIRCEU DÁ TRABALHO
O goleiro Bruno prometeu dar porrada em uns que outros companheiros de cadeia e perdeu o direito de descontar de sua pena os dias trabalhados lá dentro do presídio de Contagem. Dizem que Zé Dirceu andou usando o celular na Papuda e agora a Justiça do DF lhe tirou o direito de arrumar trabalho externo para reduzir sua temporada de cárcere. Mas é só por 30 dias, enquanto investigam se ele andou batendo papo por telefone, arrepiando a lei da Papuda. Uma coisa que ninguém explica é como Dirceu faz seu curso de Direito Constitucional a distância. Se não for por computador, será por telepatia. E outra coisa: não há oferta de cursos de Direito a distância no Brasil. Pode procurar. Se souber de algum, me avise. Dirceu na Papuda dá mais trabalho do que procura emprego.

VAI TER COPA
As redes sociais estão se movimentando "Não vai ter Copa". Ah que vai ter Copa, vai ter. Só não vai ser a "Copa das Copas". E você, seu pobretão bem feliz, vai ver a Copa sentadinho em casa, posto que futebol no Brasil da Silva é coisa de rico. É esporte para as emergentes elites de alma populista.

DIRCEU ARREGAÇA AS MANGAS
Zé Dirceu esperneia. Não aceita a suspensão da análise do seu pedido de emprego temporário fora da Papuda, determinada pelo juiz Bruno Ribeiro, da Vara de Execuções Penais do DF. Seu advogado vai ao STF na segunda-feira alegar que a decisão da Vara de Execuções é "desprovida de fundamento jurídico". A questão cai no colo de Ricardo Lewandowski. Dirceu já se atreve a arregaçar as mangas, como nunca o fez antes na história desse país.

UMA VAGA PRA DIRCEU
Pensando bem, como é que um cara como Zé Dirceu ainda anda à cata de uma oportunidade de trabalho nesse país? Bolas, o governo desde os tempos de Lula, mais do que acabar com a miséria à base de bolsa família vem fazendo o bem sem olhar a quem, conseguindo milhões e milhões de empregos pra todo mundo. Vai ver que as coisas não vão lá tão bem quanto parece em matéria de companheirismo entre Dirceu e o PT. Será que essa cadeia acabou mesmo com o espírito de solidariedade da companheirada? Alô, alô tucanos do Brasil, não percam essa chance de virar o jogo, arranjem uma vaga pro Dirceu. Currículo e biografia é o que não lhe faltam.

MAIS CUBANOS
O governo vai trazer mais 2 mil médicos cubanos para o Brasil. Pô, é disso que a gente está falando. O governo Dilma arruma emprego pra todo mundo e mais um pouco e não dá bola para o Zé Dirceu. Mas o que impressiona nisso tudo é como Cuba gosta de formar milhares e milhares de médicos e ninguém precisa deles naquele país...

24 de jan de 2014

DIA DO APOSENTADO
PIC-NIC DE POLÍTICOS

Já que inventaram esse tal Dia do Aposentado, fui à cata do Dieese só para saber o que esses governichos têm feito comigo. Olha só o que deu.

Depois de cair por 5 meses consecutivos, o DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) recalculou o valor ideal do salário mínimo e chegou em R$ 2.765,44.

Pronto, o salário mínimo ideal para cumprir e obedecer o que determina a Constituição-Cidadã de 1988, é maior do que os pouco mais de três salários da minha aposentadoria que antes equivalia a dez salários - razão pela qual me aposentei então.

Como sonhar ainda me sobra como direito, eu hoje deveria estar recebendo dessa Previdência cheia de rombos e de roubos nada mais, nada menos do que R$ 27.650,44 no fim de cada mês - mais ou menos o que eu recebia quando fiz a besteira de acreditar no governo e me aposentar.

Só mais uma coisinha - pra você que, tenho certeza, se encontra na mesma penúria previdenciária - o tal de "fator previdenciário" foi criado um ano e meio depois que me aposentei, quando eu já tinha direito adquirido. Por suposto.

Mas isso é prosopopeia flácida para ninar bovinos. Conversa fiada, lero-lero. Vou furar a folga dessa data querida e continuar escrevendo meus livrinhos sob encomenda e cantando uns boleros e umas bossas-novinhas em folha, posto que a vida no Brasil Dilma da Silva não é mole e nem é de brincadeira.

Vou arregaçar e pôr as mangas de fora, porque hoje é Dia do Aposentado e há em mim uma profunda discordância, já que tenho ainda a esperança de, no maior espírito de porco,  lavar a alma num pic-nic de políticos. Não, não os comerei assim, só quero vê-los, a todos, bem assados.
TÔ DE FOLGA!
Hoje é o Dia do Aposentado. Oba, tô de folga! Eu e mais 17 milhões de brasileiros relegados à Série-B do Brasil Dilma da Silva. 17 milhões que dentrode um minuto serão 16 milhões, 999 mil e 999 ainda vivos. Todos ganhando uma banana humilhante do governo pelo trabalho que realizaram durante a melhor parte de suas vidas. O fator previdenciário foi criado por FHC, incrementado por Lula e consagrado por Dilma Vana. É o programa antissocial que deu definitivamente certo no governo brasileiro: todos os aposentados são iguais com o pé diante da cova.

ROLEZINHO DA CRACOLÂNDIA
Tumulto na Cracolândia. A Polícia Militar teve a ousadia de prender um traficante na Cracolândia paulistana. Os drogados partiram pra cima dos policiais em defesa do seu bem-quisto fornecedor. O prefeito HaHaHaddad ficou chocado com a ação dos agentes da lei. Está lançado o Rolezinho da Cracolândia.

A CHAMA CARIOCA
Protesto esta noite no Rio de Janeiro. Faltou luz, uma vez mais, na Cidade Maravilhosa. Os cariocas atearam fogo num ônibus. Por um bom tempo, a luz se fez enquanto esteve acesa a chama. Depois a luz artificial voltou. Hoje, o Rio de Janeiro continua lindo.

PEDRINHAS
Enquanto isso, no simpático Maranhão do clã Sarney, mais uma tentativa de rebelião na singela penitenciária de Pedrinhas que está sob controle das Forças Nacionais. Da noite pro dia, um apenado apareceu mortinho da Silva num latão de lixo. Agora as autoridades querem saber quem atirou as primeiras pedrinhas no pobre bandido.

GAUDÉRIOS
Já em Porto Alegre, o ar é outro. É uma espécie de rebeldia Farroupilha. O povaréu que usa ônibus e só gosta de Gre-Nal, protestou diante do Palácio do Governo contra o aumento no preço das passagens do transporte coletivo e contra os gastos com a Copa das Copas. Houve quebra-quebra e vandalismo. Os Blackbostas Gaudérios estão de volta. Já começaram a afugentar a gauchada boa para dentro de casa.
NÃO DÁ PRA "BOTAR FÉ"

A gente sabe muito bem que esse governo, como todos os outros, não é santo. Mas também não precisava exagerar na impureza e heresia. De todos os mandamentos de Deus o mais desdenhado nesses últimos quase 30 anos de redemocratização do Brasil da Silva, bem pra lá da mentira, é o não "furtarás".

Mesmo que Dilma Vana seja incrédula, o Zé Sarney, por exemplo, é um santo. Do pau oco, mas santo e até imortal; Fernandinho Beira-Collor, era politeísta, tinha vários ídolos, inclusive ele adorava a si mesmo e batucava na Casa da Dinda; Já FHC sempre se disse um daqueles ateus, graças a Deus; e Lula da Silva, ora Lula não era, digamos, um herege; e não o foi e não o é, a tal ponto que até guardou para ele um crucifixo que, no seu tempo de residente oficial do gabinete presidencial, habitava as paredes do Palácio do Planalto.

Então, ora bolas, carambolas! Dilma Vana tinha que dar um jeito de honrar a palavra de Zé Dirceu, aquele que um dia bradou retumbante que "esse é um governo que não rouba e não deixa roubar". Quer dizer, tinha que dar bola. Tinha, ainda mais nesse "Ano da Copa das Copas" que tem até eleição pra presidente da República, mas diante da prisão intempestiva de Dirceu por corrupção e formação de quadrilha, melhor mesmo foi deixar correr.

Então deixa assim, pra ver como é que fica. A gente sabe que nesses caras, não se pode "botar fé" - como diria o Papa Francisco se, em vez de argentino, brasileiro fosse.

BRASIL INCENDIADO
De ontem para hoje, nada menos de seis ônibus foram incendiados pela população da capital paulista. O protesto incendiário da população foi contra os estragos causados pelas chuvas. Pode não ser a manira mais dócil, nem mais civilizada de mostrar aos governantes o nojo e a raiva que os trabalhadores já não podem esconder desses demagogos que entra governo sai governo, entra ano sai ano, se apropriam das cidades, enriquecem e nada fazem pela qualidade de vida da sociedade. Se a moda pega, o Brasil da Silva vai virar o maior foco de incêndio do planeta.

ROLEZINHO NA CRACOLÂNDIA
Fernando HaHaHaddad, o prefeito inventado por Lula que nada fez do que prometeu fazer por São Paulo, está que não cabe em si de indignação porque a polícia varreu, prendeu e arrebentou os traficantes da Cracolândia. Já o governador Alckmin, aplaude a ação repressiva e ostensiva policial. Pelo jeito, a polícia agora vai ter que pedir licença ao prefeito para prender viciados e traficantes. Como se já não tivesse trabalho bastante para investigar e prender os malfeitores da coisa pública que se espalham pelas administrações desse Brasil da Silva, agora ainda tem que aturar o rolezinho dos pirados na Cracolândia.
MULHER LAVANDERIA
O novo ministro da Saúde de Dilma Vana, Arthur Chioro - acusado de improbidade administrativa, por ser secretário de Saúde na vida pública e consultor da mesma área na privada em São Bernardo do Campo, está limpando a ficha-suja. Acaba de passar o controle da consultoria que presta na área da saúde a várias cidades do estado de São Paulo, para Roseli Regis dos Reis, por acaso sua esposa. Ah, bom. Essa sociedade civil dele com Roseli deve ser com separação de bens. Então tá. Chioro já não é mais improbo e, muito menos, sócio da consultoria que controlava até ser escolhido para o lugar de Padilha que foi pra casa. Sua mulher vale por uma lavanderia. Para o governo Dilma é o quanto basta e até tá bom demais. E não se fala mais nisso.

VAQUINHA É CAIXA-3
A vaquinha virtual mensaleira de Delúbio Soares está dando leite. Em dois dias arrecadou mais de R$ 70 mil. E ele ainda pode contar com o excedente das esmolas que a nova elite política depositou no site da Família Genoíno, coisa de mais de R$ 90 mil não contabilizados ainda pela Receita Federal e nem conferidos pelo Ministério Público. A vaquinha virtual é o Caixa-3 do PT do Mal.

TODO O EMPENHO
Dilma Vana aproveitou sua viagem ao Forum Econômico Mundial, em Davos e deu um pulinho até a sede da Fifa, em Zurique. Foi beijar a mão do presidente Joseph Blatter que tinha acabado de falar pra todo mundo em "atraso histórico" nas obras da Copa. Dilma Vana criticou a crítica e, como é boa em prometer coisas que não cumpre, disse para Blatter e inclusive para jornalistas que "o governo brasileiro tem todo o empenho para realizar a Copa das Copas". Quer dizer, não disse nada. Ora, o governo brasileiro tem tido todo o empenho em todas as obras que "inaugura" lançando pedras fundamentais. O chato é que esse "todo empenho" não tira as obras do PAC do papel e não fez até agora sequer a cantada e decantada transposição do rio São Francisco. O governo Dilma Vana faz saber, mas não sabe fazer.

TODO EMPENHO II
Nesse contato com Joseph Blatter, Dilma Vana se superou. Minimizou a incompetência brasileira para organizar uma Copa do Mundo e disse que estádios da Copa são "obras simples". São tão simples para esse governo que estão todas atrasadas. Nunca antes na história das copas do mundo se viu um atraso tão grande como esse, nem mesmo na depauperada África do Sul. E esse "todo empenho" também não está bem explicado. Se for empenho de grana pública, até fica mais fácil de se entender.

CHUTE TORTO
A Copa das Copas de Dilma Vana foi estrepitosamente vaiada nas cerimônias de inauguração de mais uma arena mal-acabada. Desta feita foi em Natal, no Rio Grande do Norte. Até uma van com ministros e parlamentares da claque montada pelo cerimonial do Palácio foi atacada, pichada e depredada por manifestantes descontentes com o que têm recebido de atenção em matéria de saúde, educação, transporte e serviços essenciais. Assim mesmo, Dilma Vana deu um chute torto inicial rumo ao que acha bonito chamar de Copa das Copas. A bola mal saiu do lugar, não chegou nem perto do gol.

NOS FUNDILHOS
Entrementes... Quem levou um bom chute nos fundilhos foi a governadora Rosalba Ciarlini, dona da pior avaliação do país em matéria de governos estaduais. Ela é do DEM e, por abuso de poder econômico nas eleições municipais de 2012, perdeu o mandato e foi tornada inelegível por oito anos. Rosalba vai rebater com mais uma liminar. Ela é craque nessa modalidade.

DE THIAGO A LAURA
Em Goiás, o delegado Thiago virou Laura e pode assumir a Delegacia de Defesa da Mulher. Thiago submeteu-se a cirurgia de sexo na Tailândia. Laura foi casada e dos tempos de Thiago tem dois filhos. Sua volta ao posto de delegado deve se dar no mês que vem. Pronto, seus subalternos agora já podem chamar a chefia de senhora, sem medo de qualquer represália.

DIREITO A DISTÂNCIA
A seccional da OAB de São Paulo reprovou 83,36% dos candidatos na primeira fase do exame da Ordem. Agora já sabe que pode acabar com aquela reserva de mercado que vem impedindo a realização de Cursos de Direito a distância. Bolas, se o Zé Dirceu pode fazer da Papuda uma extensão universitária para o Direito Constitucional, por que essa turma de bolsistas do ProUni que passa anos e anos nessas faculdades que não ensinam nada, não pode se formar por correspondência?!? Uma coisa é entrar na faculdade; outra é sair.

ROLEZINHOS AO AR LIVRE
Os rolezinhos já começaram a cumprir o seu grande papel social: os paulistanos, com medo de tumulto, estão se afastando e deixando de passear nos shoppings. Alguns até já redescobriram os parques, as praças e os logradouros públicos. Só não andam por ali de bicicleta porque são assaltados. Não é lindo esse tipo de manifestação social? Dê-lhe rolezinho que o governo garante.

O MEDIADOR
Mujica, presidente uruguaio, se ofereceu para mediar negociação entre Colômbia e Farcs. Vai ver que o comércio da maconha pegou mesmo lá pelo Uruguai.

O PESO DO PESO ARGENTINO
A desvalorização do peso argentino coloca em alerta mercado do Brasil. Segundo analistas, o turista deve levar só dólar ou real. Eu diria que nem deveria ir até lá. Entre Buenos Aires e Punta del Este, melhor o Conrad Resort, legítima capital do Uruguai.

E A PULSEIRA?
Ainda que mal pergunte, o Delúbio Soares está indo trabalhar na CUT com ou sem tornozeleira eletrônica? Em caso de estar isento, por ser da elite de alma mensaleira, quem vai se responsabilizar se lhe bater uma crise de Henrique Pizzolato?

EM SUMA
Dom Odilo Scherer anda meio chateado com as críticas que vem sofrendo pela imprensa desde que foi defenestrado do Banco do Vaticano. Para ele, trocas na instituição já eram previstas com o novo Papa. Scherer emenda o soneto dizendo que "Francisco escolheu pessoas de sua confiança". Ah bom, então tá. Em suma: Odilo Scherer saiu porque não era nenhum suprassumo em finanças e confianças para o Sumo Pontífice.

23 de jan de 2014

CHOVE CHUVA

O goleiro Bruno não precisou usar nenhum celular emprestado para ameaçar companheiros de cela Complexo Penitenciário Nelson Hungria, em Contagem (MG). Mas, porque ameaçou os detentos, acabou perdendo os dias trabalhados na prisão que diminuiriam o seu tempo de cadeia. Assim é que tão cedo Bruno não voltará ao gol do Flamengo.

Já pelos lados da Papuda... Vai, vai por mim, a turma já esqueceu que de celular em riste Zé Dirceu bateu um papo assim gostoso com alguém. Aí ele deixou de lado o curso de Direito Constitucional que realiza a distância - não se sabe bem como, nem com quê - só para dizer que não telefonou pra ninguém e nem usou celular nenhum. Pronto, não se fala mais nisso.

Com ele é assim, deixa que fale, que diga, que pense... Ele não tá fazendo nada e ninguém mais também... Com Zé Dirceu e seus mensaleiros todos são iguais perante a lei e uns até que mais iguais; com Zé Dirceu, o sol nasceu pra todos. E ele faz chover. Chove chuva; chove, sem parar.
CALABAR, O VELHO TRAIDOR

É comovente como o Brasil tem heróis de sobra na sua gloriosa História. São tantas emoções e tamanhas as suas façanhas, ou tão eficazes suas assessorias de imprensa que a gente pode escolher dentre os maiores paladinos da honra e da justiça, dentre os defensores de fracos e oprimidos, umas duas ou três mulheres: Anita Garibaldi, Ana Néri, Maria Quitéria, a Mãe do Badanha...

Tudo depende de quem conta ou de quem escuta a História. São tantas emoções e tamanhas as suas façanhas, ou eficazes suas assessorias de imprensa que se pode ficar escolhendo figuraças tipo assim Ayrton Senna, Cândido Rondon, Chico Mendes, Frei Caneca, Getúlio Vargas, Zé Bonifácio - um negro! Que apareceu bem antes de Pelé e de Joaquim Barbosa! - Luiz Alves de Lima e Silva, Tiradentes, Pedro I (não, Pedro Bial, não!), Santos Dumont, Sepé Tiaraju, Tancredo Neves, Vital Brazil, Zumbi dos Palmares....

Sei lá, são tantas emoções e tamanhas as suas façanhas que a gente nem sabe o que você pensa de Zé Sarney, Fernandinho Beira-Collor, Renan Calheiros, Erenice Guerra, Zé Dirceu, Rosemary Noronha, Fernando Henrique Cardoso, Lula da Silva e da primeira-mulher-president@ do Brasil, Dilma Vana.

Eu, cá com os meus botões, acho uma injustiça não aparecer dentre as heroínas da pátria o nome de dona Maria Letícia. Afinal, o que essa mulher aguentou e aguenta calada, não está nem na Bíblia, quanto mais nos anais das biografias mais valentes e notórias da nossa República.

Também não importa; tudo sempre dependerá de quem conta a História Oificial e de quem está na arapongagem explícita e oportunista.

O que é preciso que se diga e se conte é que, desde que Pedro Álvares Cabral saiu atrás das Indias e encontrou por acaso as nossas índias prontas para ajoelhar e rezar numa inesquecível e desnuda Primeira Missa que a História do Brasil só tem um traidor: Domingos Fernandes Calabar.

O Calabar velho de guerra. Um senhor de engenho, naquelas priscas eras com absoluto domínio dos fatos na capitania de Pernambuco. Contam sempre como líquido e certo que Calabar se aliou aos holandeses quando eles invadiram as terras brasileiras. Há controvérsias.

Dependendo de quem conta a História Oficial e de quem está com o olho no padre e outro na missa e sempre com um pé atrás, Domingos Fernandes Calabar se juntou aos holandeses, sim. Mas, na verdade, juntou-se porque acreditava piamente que, sem o domínio absoluto dos portugueses, a pátria seria livre. Para Calabar então, era melhor ver a pátria livre, ou morrer pelo Brasil.

Assim é que História é coisa que se conta do jeito que se quer e se escuta do jeito que gosta. Experimente contar amanhã, do seu jeito e maneira, a História do Brasil da Silva que cometem hoje contra você! O PT e suas siglas satélites chamarão você de Roberto Jefferson, sem dó nem piedade.
COPA DO MUNDO
Na Copa do Mundo dos vícios, no esporte dos três pós brancos que consomem a humanidade, os governos são cúmplices do sal e do açúcar e desdenham a cocaína; já na modalidade fumacê, os governantes ao invés de criminalizarem o cigarro, descriminalizam a maconha.
ROLEZINHO DE DILMA
Depois de torcer e empinar o nariz durante quase quatro anos para o Forum Econômico Mundial, Dilma Vana vai a Davos. É que agora, o encontro internacional dos donos do mundo está assim com um jeitinho todo especial de rolezinho. É só não ter nada pra fazer que esse governo não perde a ocasião.

CROÁCIA A PERIGO
Porta voz oficial da Fifa diz que a Copa das Copas no Brasil "não está isenta de tentativas de manipulação de resultados". Pronto, senti os cutupicos! A minha Croácia está a perigo. E o México e a República de Camarões que se cuidem. O governo do Brasil da Silva não pode se entregá pros home nessas eleições de outubro de jeito nenhum, amigo e companheiro.

O QUE É UM BOI?
Justiça bloqueia bens e decreta quebra sigilo do senador Perrella. Tá feita a esparrela. Mas, isso já está cheirando a perseguição esportiva. Perrella foi presidente do Cruzeiro. A torcida do Galo está engasgada até agora com o título do Brasileirão que foi parar na Toca da Raposa. E afinal de contas, a Polícia Federal só conseguiu até agora descobrir que o helicóptero do senador transportava mais de 450 quilos de cocaína. Pô,o que é um boi pra quem tem um estância?!?

CHIORO, O EFICAZ
Arthur Chioro, novo ministro da Saúde de Dilma Vana, é investigado por improbidade. Ele acumula o cargo de secretário da Saúde de São Bernardo com consultoria do mesmo rendoso ramo. Grande coisa. Dilma Vana acha, com sobradas razões, que ele tem por isso mesmo o perfil ideal para integrar o ministério do Brasil da Silva. Consegue, com eficácia, administrar a um só tempo o que é público e o que é privado.
OAB AVALIA CASSAÇÃO DO REGISTRO DE DIRCEU
De nada vai valer o curso de Direito Constitucional a distância que Zé Dirceu diz estar fazendo, mas não explica como, lá na Papuda. É que a seccional de São Paulo da OAB tem em mãos o pedido de cassação do registro de advogado do chefe dos mensaleiros. A representação foi feita pelo advogado Paulo Fernando Melo da Costa para quem a condenação à pena de prisão abalou a idoneidade moral de Dirceu. Há controvérsias. Tem advogado por aí que acha até bonito ser colega de um presidiário.

80% CONTRA OS ROLEZINHOS
Para quem gosta e acredita nas pesquisas feitas sob encomenda no Brasil da Silva, o instituto Datafolha descobriu que 80% dos paulistanos são contra os rolezinhos e consideram que os lojistas estão certos procurando na Justiça a proibição dos encontros da meninada medonha nos shoppings. Vai ver que os outros 20% fazem rolê.

PREVARICAÇÃO SUPREMA
Os ministros Lewandowski e Carmem Lúcia que substituíram Joaquim Barbosa na Presidência do STF, nesse período folgazão do titular do Supremo lá pela Europa podem mesmo ter andado às beiras da prevaricação ao não assinarem o documento que mandaria o mensaleiro João Paulo Cunha e o delator Roberto Jefferson para a cadeia. Mas isso não significa que Barbosa não pisou na bola. Agora, lá em Paris, à beira de um balcão de grifes famosas, diz que "se eu estivesse como substituto jamais hesitaria em tomar essa decisão". Bolas, carambolas! Por que, então, não assinou quando titular? Tanto quanto os seus dois substitutos eventuais nessas férias Joaquim Barbosa é culpado por esse mês de liberdade a mais que, do alto de seu supremo poder, a mais alta corte de Justiça do País simplesmente resolveu dar aos réprobos Jefferson e Cunha, ambos sentenciados ao exílio da sociedade.

A DIFERENÇA
É impressionante como os desejos de Lula ofuscam as intenções mais acalentadas pelo governo Dilma Vana. Como a ideia é, acima e antes de tudo, promover a candidatura de Alexandre Padilha ao governo de São Paulo, o programa Mais Médicos hoje vale mais para todos os efeitos que o Minha Casa, Minha vida, menina dos olhos da ex-mãe do PAC, hoje primeira-president@ Dilma Vana. Hoje o programa entrega muito menos casas aos pobres do que prometeu aos quatro ventos e bota a culpa na burocracia. A mesma burocracia que não impediu o registro às carreiras dos médicos cubanos que tomaram de assalto o Brasil que continua com a saúde pública em pandarecos. A grande diferença é que no Brasil do PT Lula da Silva faz toda a diferença.

22 de jan de 2014

PARTIDO PREVENIDO
Sabendo que o nome da sigla tem mais apelo e simpatia populares do que figuras como Zé Dirceu,João Paulo Cunha e Delúbio Soares, o PT já elucubra a criação de campanha permanente de doações para pagamento de multas processuais. Isso quer dizer apenas o seguinte: o PT sabe muito bem quem são seus quadros principais e de tudo quanto eles são capazes. Hoje foram trinta e tantos mensaleiros, amanhã serão muitos mais. Essa vaquinha virtual esmoleira não é nenhuma premonição é absoluto domínio dos fatos. Um partido prevenido vale por dois.

COMO UMA IGREJA
A vaquinha virtual esmoleira que hoje encanta o PT - que não pagou royalties à Família Genoíno pela brilhante ideia - é o primeiro grande achado partidário do terceiro milênio. Agora o PT é como uma igreja para os seus fanáticos. Promete o céu, cobra dízimos e tem completa isenção.

SEGURANÇA PAULISTANA
Pesquisa em São Paulo: 93% dos paulistanos acham a cidade insegura. Os outros 7% se recusaram a abrir a porta para os entrevistadores.
DO ZÉ GOTINHA AO PICO DO HPV

Tendo Dilma Vana como fiel escudeira, Alexandre Padilha, o candidato ao governo de São Paulo que Lula inventou, anunciou com pompa e circunstância que o Ministério da Saúde vai iniciar em vacinação nas meninas que habitam o solo da nossa mãe gentil, contra o HPV - um vírus benigno que incomoda e tem feitio de verruga. O HPV é isso, mas numa antevéspera eleitoreira merece uma boa fila com feitio e perspectiva de cura.

Isso, desde que Albert Sabin lançou em fins de 1979 a vacinação em massa contra a paralisia infantil, vulgo poliomielite, é a mais ágil e a mais prática forma de contato direto com o votante.

A vacina contra a pólio veio na figura do simpático boneco Zé Gotinha. O povo entrava em fila para se deixar gotejar pelo salvador da pátria. Até Figueiredo, o presidente turrão que gostava do cheiro dos cavalos pingou gotinha na boca das criancinhas no colo das mamães.

Pelo menos, para o bem do povo e felicidade geral da nação, aquela estratégia de saúde pública surtiu efeito e a poliomielite foi praticamente erradicada no Brasil. A Redentora fez saber e soube fazer.

E então sucede que, desde aquelas priscas eras, medicação em massa é a descoberta da pólvora e do ouvido da minhoca. O pico da agulha aplicado em fila indiana rende exposição sob os holofotes da mídia e cada injeção vale como um caloroso e populista aperto de mão do candidato no eleitor.

Mas, não há nada pior nem mais maléfico do que viciar o povo com overdoses de demagogia. Prepare-se, até outubro, o Brasil da Silva será invadido por uma pandemia de picos de agulha em massa.
FORA DE CONTROLE

O Brasil da Silva está mesmo fora de controle. É um país sem noção. Seu povo já não sabe mais a diferença entre uma bolsa família e um cartão corporativo do governo. Não tem noção de valores; nem morais e muito menos monetários.

Desde que subiu a rampa em janeiro de 2010 Dilma Vana botou a sua máquina administrativa pra viajar. Seu governo anda de lá pra cá, de cima pra baixo, vai e vem pra tudo que é lado, fingindo que vai fazer, sem nada fazer gastando os tubos das burras públicas.

O governo do PT e seus partidos satélites nesse tempo dilmático atirou pro ar nada menos do R$ 2,4 bilhões em passagens e diárias. Nisso aí estão as gastanças do Executivo, Legislativo e Judiciário. E sabem quem mais gastou no meio dessa farra de vaivém? Ele, o MEC.

Sem realizar qualquer coisa menos ridícula que as provas enjambradas do Enem e a acomodação da meninada despreparada no ProUni, o Ministério da Educação atirou pro ar mais de R$ 413 milhões.

VAQUINHAS E PRESEPADAS
Se a Polícia Federal não seguisse a cartilha de Zé Eduardo Cardozo, ministro da Justiça de Dilma Vana do PT de Lula, seu presidente de honra, de fato e de direito, já estaria à cata da relação de "doadores" das vaquinhas virtuais, criação da Família Genoíno, para gáudio dos mensaleiros e seus companheiros bons e batutas. O Leão da Receita já estaria rugindo, não fosse amestrado e bonzinho como é. E o Ministério Público já estaria sentindo o cheirinho de lavanderia na dinheirama que cai do céu nos sites-currais de vaquinhas virtuais e outras presepadas.

MERITOCRACIA
Então é assim, sai Alexandre Padilha e entra Arthur Chioro. Dilma Vana fez uma vez mais o que Lula mandou fazer. Chioro é investigado por ser dono de uma consultoria que presta serviços na área da saúde a várias cidades paulistas. Por acaso, esse prestimoso e singelo serviço é realizado em cidades dirigidas pelo PT. A isso é que DIlma chama de meritocracia. Na mais merecido que um Chioro na Saúde brasileira. Mérito é que não lhe falta.

SITES ESMOLEIROS
Delúbio, João Paulo Cunha e Zé Dirceu - campeões de antipatia e rejeição popular - não correm o menor risco de fracasso em seus sites esmoleiros. O segredo em torno dos nomes de doadores é uma das garantias de sucesso para as "doações". Mesmo que algum organismo de defesa da cidadania consiga furar o sigilo, os laranjas já estarão acomodados no carroção. A vaquinha virtual é um rolezinho muito mais eficiente que palestras internacionais para lavar roupa suja. E doação não paga imposto. Os mensaleiros descobriram o ouvido da minhoca para a sigla que governa o Brasil. É a melhor maneira de pagar o silêncio de quem sabe coisas que até Deus duvida sobre o partido e seus satélites artificiais.

OBRA PARADA ESTANCA A CRISE
Não, não é que o governo Dilma Vana não termine uma só das obras que "inaugura" com rumorosas pedras fundamentais. As obras são "congeladas" para que possam maquiar a administração da crise financeira que Guido Mantega jura por todos os santos que não existe. É a estratégia do tira daqui e bota ali. A propósito, diga aí uma obra, uma única obra que o governo tenha concluído nos últimos oito ou dez anos. Você ganha uma caixa de fósforos vazia. Estádio superfaturado e sem infraestrutura no entorno, não vale. É escamoteação. E o preço não compensa a fachada.

MERCADANTE PISOTEIA PROFESSORES
Covarde e prevalecido, como chefão do MEC, Aloízio Mercadante esperou sair do ministério para dar só metade do aumento de piso que os professores esperavam. Elevou o piso em apenas 8% quando os docentes esperavam algo em torno de 13% e 15%. Isso é que é pisotear a turma. Aloízio Mercadante deu uma de Black Bloc e vandalizou o salário dos professores. Deixou a batata na mão do seu sucessor para ir tratar da vida na Casa Civil, lugar de onde quer alavancar a reeleição de Dilma em outubro e dar um jeitinho para ele próprio ser cogitado à candidatura presidencial em 2018. É o Brasil da Silva sem noção.

SOB NOVA DIREÇÃO
Surpresa! Ricardo Lewandowski não decretará as prisões de Roberto Jefferson e nem de João Paulo Cunha. É, por enquanto, a nova cara do Supremo Tribunal Federal. Em março, sob nova direção, o STF será o corpo e o espírito da lei no Brasil da Silva.

SOU TITE NESSA COPA
Essa contusão no tornozelo de Neymar está botando em alvoroço a coordenação da campanha de reeleição de Dilma Vana. Se a Seleção da CBF for mal em campo, a candidata pode perder o título. E, em casos de eleições majoritárias, chegar em segundo lugar é como se fosse em último. É por isso que, desde o sorteio das chaves eliminatórias, eu sou torcedor da Croácia desde pequenininho. Mas torço também pelo México e por Camarões, como se fosse um Tite. É o meu jeito de ser patriota e de, quem sabe, pegar o lugar do bom e velho Felipão.

MINHA ESPERANÇA
Fora de brincadeira, o Felipão é a minha grande esperança para as eleições de outubro. Ninguém, melhor do que ele no Brasil da Silva pode derrubar esse governo que aí está e aí quer ficar. Felipão é o Cara. Pode fazer justiça com as próprias mãos e com os pés dos seus boleiros: mostrar que um país não pode torrar 60 bilhões de reais para realizar uma Copa e os sonhos de riqueza de governantes e cartolas. Basta que o time de Felipão seja eliminado já na primeira fase da Copa. Se não der, sempre vou alimentar a esperança de vencer o medo de perder para a Holanda ou para a Espanha na etapa seguinte.