O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

30 de abr de 2013

CADÊ?
Não conheço um presidente nesse Brasil ufanista que não tenha participado da festa no Dia do Trabalhador. Dilma Vana, como medo da ovação, já disse que não vai e mandou Gilberto Carvalho, o mordomo de Lula que trabalha no seu gabinete para o palanque armado por Paulinho da Força em São Paulo. Cadê a popular Dilma Vana, cadê?!?

DALE QUE DALE ARGH!ENTINA 

Filha de um ministro da ditadura argh!entina, a economista Máxima Zorreguieta já é a primeira latino-americana rainha consorte da Holanda. Seu marido, Willem-Alexander foi coroado hoje rei dos holandeses. Depois de 30 anos de reinado, a boa e velha Beatrix passou o bastão para Willen. Depois que Lula deixou o emprego de presidente do Brasil, só dá Argh!entina na pedra. Dale que dale, Argh!entina.

O som do Maracanaço ainda retumba no Palácio


Com uma boa prévia de vaia em Campo Grande/MS, Dilma Vana desiste de ir a São Paulo neste 1° de Maio, Dia do Trabalho. Relembre o som do Maracanã que fez Lula desistir de abrir os Jogos Pan-Americanos de 2007.

É DIA DO TRABALHADOR
1° de Maio, Dia do Trabalho. O que é mesmo que o PT vai fazer numa festa dessas? Aponte um só dirigente nacional petista que seja trabalhador. Empregado, não vale. Todos eles têm bons empregos, muitos cargos e enormes salários. Mas, trabalhador, trabalhador mesmo, não sobra um pra contar a história, ou celebrar a data. A começar pelo seu presidente de honra. Mas este sabe contar história.

DILMA NÃO VAI
Diante da previsível vaia, Dilma Vana já mandou dizer que não vai a comemoração nenhuma do 1° de Maio, Dia do Trabalho. Muito menos à de São Paulo, organizada pelo Paulinho da Força Sindical que já convidou Aécio Neves e Eduardo Campos para o palanque. E então a Raposa do Planalto deu a desculpa: "Enquanto a festa não for unificada, não faz sentido". É como se tivesse dito que as uvas "estão verdes, não prestam".

INFLAÇÃO
E o tomate acumulou alta de 333,09% em um ano. E o meu barbeiro ficou bem abaixo do tomate, aumentou o preço do corte de cabelo e a barba apenas 145% de abril do ano passado para este glorioso outono.

CHAMA O LEÃO
Último dia para declarar o imposto de renda. Cadê o contador do Lula, cadê?!? Chama o Leão, chama o Leão, chama o Leão!

A vez dos argh!entinos

A Argh!entina está arrasando. Depois de eleger Francisco, o primeiro Papa latino-americano, agora vai consagrar uma portenha como rainha da Holanda. Ainda bem que Marta Suplicy casou de novo, do contrário Felipe Belisario Wermus, o lobista Luis Favre acabaria sendo, qualquer dia desses, presidente do Brasil.

ALVARÁS TRAVEIS
A Polícia Federal prendeu no Rio Grande do Sul dois secretários do meio ambiente por fraudes continuadas e mais uma pandilha de fraudadores. Um era secretário do estado, outro do município. Já foram despejados de suas respectivas cavernas. Seus patrões não sabiam de nada. Como se vê, concessão de alvarás numa boa, nunca foram uma exclusividade da cidade de Santa Maria.

VAIA DE ÍNDIO
Dilma ontem foi vaiada por produtores rurais no palanque montado em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Queria falar de outras coisas, distribuir frotas de ônibus para prefeitos e coisas quetais, mas a inércia de mais de 12 anos do governo quanto à reforma agrária falou mais alto. Ela botou a culpa nos índios. Disse estar "engessada" quanto à demarcação das terras, enquanto o STF não decidir sobre o caso Raposa Serra do Sol. Ah, bom. Os apupadores, no entanto, eram todos caras-pálidas. A coisa piorou quando Dilma ainda sob o desconforto das vaias chamou Mato Grosso do Sul de Mato Grosso. Coisa tipo assim dizer que Porto Alegre é a capital do Rio Grande do Norte.

CAXIROLA
Festejada pela primeira-presidenta Dilma Vana, a caxirola inventada para enriquecer Carlinhos Brown nesta "melhor" Copa do Mundo, já começou a encher o saco antes mesmo da Copa das Confederações. A imprensa européia em peso, pede a Deus e todos os santos que a versão abaianada da vuvuzela africana não encha os ouvidos de quem estiver nos estádios brasileiros nesse torneio por rapadura que vem aí.

VELHO GOLPE
Antevéspera de eleição e a cena se repete: vamos ficar ricos de novo com os royalties do petróleo. É o já velho e conhecido golpe do Pré-Sal. Desde que Lula começou com essa iknvencionice que nós já deveríamos estar podres de ricos. Que nada, cá estamos nós, com uma mão atrás e outra na frente. Agora vem Dilma Vana outra vez... Olha ela aí, em Campo Grande: "Nós, nessa questão da educação, somos teimosos, nós somos insistentes. E nós vamos enviar uma nova proposta para uso dos recursos royalties e participações especiais, e o recurso do pré-sal para ser gastos exclusivamente na educação". A vinculação dessa verba à educação é tida e havida  como um compromisso pessoal de Dilma. "O Brasil tem de destinar essa sua grande riqueza para ser gasta em educação". Alguém avise também para a ilustra e inteligenta presidenta que em educação não se gasta; investe-se. Quando não se bota dinheiro fora, é claro. Se esperarmos pelo pré-sal, seremos todos ignorantes pelos séculos dos séculos. Ou doutores honóris causa até outubro do ano que vem.

29 de abr de 2013

MEDALHÃO NO PALÁCIO
Zé Maria Marin, o presidente Medalhão da CBF e Lula, o Presidente Genérico do governo Dilma Vana devem se encontrar esta semana. O assunto, para inglês ver, é a "melhor" Copa do Mundo; nos segredos de liquidificador fica, ao pé das orelhas, a rejeição da primeira-mulher-presidenta da República pelo atual proprietário da CBF, uma poderosa organização não governamental. Marin mexeu os pauzinhos para ver se com um empurrão de Lula ele sobe a rampa. Mexeu com Lula mexeu com Dilma. Não demora nada, ela sai numa foto com Zé Maria Marin. Agora vai.


Adeus Censura
Foto: Reprodução/Inbloglio.com

Pronto, Lula agora vai ser colunista bissexto do New York Times online. Vai escrever em inglês o que não sabe sequer garatujar em português. Mas essa ironia da revista americana tem seu lado bom: o PT vai parar com as investidas para implantar o marco regulatório da imprensa. A volta da censura fica para depois.

Adeus Censura
Foto: Reprodução/Inbloglio.com

Pronto, Lula agora vai ser colunista bissexto do New York Times online. Vai escrever em inglês o que não sabe sequer garatujar em português. Mas essa ironia da revista americana tem seu lado bom: o PT vai parar com as investidas para implantar o marco regulatório da imprensa. A volta da censura fica para depois.

Mudança de Hábito

O padre Roberto Francisco Daniel, o Beto, que causou polêmica na Igreja Católica por sua defesa da homossexualidade, anunciou neste sábado que deixará o hábito e oficiou neste domingo sua última missa diante de centenas de emocionados fiéis.

"Para Jesus não existe preconceito. Jesus amava todos independentemente de sua condição social, de sua raça e de sua sexualidade", disse o sacerdote na missa, realizada em uma pequena igreja da cidade de Bauru, no interior de São Paulo.
Foto: Terra/Facebook

Pronto, foi o que deu: a missa terminou com fiéis aplaudindo-o de pé e muitos aos prantos por sua renúncia. Besteira, o padre Beto nem disse que hábito estava deixando. 

Só se o choro é pelo temor dos crédulos com vistas ao futuro que o jovem clérigo rebelde tem agora diante da Bíblia que reza em Coríntios 6:10 "Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus".

Besteira, mas nem tanta. Afinal esse Corintios não é o clube do professor Tite, não tá com essa bola toda e  escreveu e disse isso já faz muito tempo; de lá pra cá, muita água já rolou por baixo da ponte.

Em todo caso, o padre Beto está entregando a renúncia formal ao bispo Caetano Ferrari que, semana passada, diante de suas opiniões, mandou que ele se retratasse publicamente. Essa renúncia sim, é besteira, porque às duas horas da tarde o Padre Beto foi excomungado pela Diocese de Bauru.

Maioridade Penal

Um dos "Três Porquinhos" de Dilma Vana, Zé Eduardo Cardozo, hoje ministro da Justiça do PT teve um rasgo de lucidez e acha que a redução da maioridade penal é "inconstitucional", se estufa todo e diz que a "discussão é descabida do ponto de vista jurídico".

Justifica seus fortíssimos e até corretos argumentos alardeando que "diante da situação carcerária que temos no Brasil, a redução da maioridade penal só vai agravar o problema, uma vez que os presídios são verdadeiras escolas de criminalidade". Pronto, descobriu a pólvora.

Ah é, é?!? Então, seu mocorongo, faz a lição de casa e dá um jeito na situação penitenciária que é obrigação do Ministério da Justiça. Cadeia é para ressocializar, regenerar, reintegrar o desajustado à sociedade. Faz isso em celas individuais, isoladas, solitárias. Pão e água tá bom pra eles.

Mas, quanto à redução pena, Zé Eduardo está certo; sem querer, mas tá certo. Não adianta fixar em 16 anos a responsabilidade penal de quem já faz filho na filha dos outros e tem até direito a voto.

Bandido é bandido desde que lá na maternidade mijou pela primeira vez no mundo. Segrega e pronto. Não sabe viver em sociedade, já vai tarde que tão pegando.
INTELIGÊNCIA FEDERAL
Manual do governo federal ensina como infiltrar agentes em presídios. A cartilha que tem a pinta de "Doutrina Nacional de Inteligência Penitenciária" ensina técnicas de disfarce e formas de interceptação de correspondência. Só falta agora distribuir uniformes vermelhos para os agentes infiltrados.
QUESTÃO DE TEMPO
Os que mamam nas gordas e pesadas tetas do governo estão em polvorosa porque Aécio Neves e Eduardo Campos costuraram e amarraram um acordo para acabar com a reeleição no Brasil. Acham que é um golpe, porque um apoiaria o outro depois de quatro anos de mandato; o que perdesse agora ganharia depois. E o que é pior, dizem os descontentes, é  que "ambos têm idade e tempo para isso". Na verdade, o choro é para não largar o osso; é para se perpetuarem no poder que corrompe, mas é bom demais. Ou será que Temer não apoiaria Dilma que não apoiaria Lula? Vai ver que desses três, dois deles "não têm tempo para isso".

PEC ESTAPAFÚRDIA
Eis que se alevanta a voz do imortal Zé Sarney e vitupera contra a chance de aprovação da PEC-33 que propõe a revisão pelo Congresso de decisões tomadas pelo Supremo. Sarney chamou de "estapafúrdia" a proposta indecente. Na verdade, este levante é a demonstração de que o PT continua não sendo nada, quando não conta com a mão amiga do PMDB.

PALANQUE E PALCO
O carismático padre cantor Marcelo Rossi, levantou a voz contra as escaramuças de incentivo político às comunidaes eclesiais de base e tambémcom relação à nomeação do pastor Marco Feliciano para a Comissão de Direitos Humanos. E deu nos dedos: "Não acho correto padre, bispo, pastor se candidatarem, porque aí eu estou transformando um púlpito em palanque". E rezou mais ainda: "O risco é a Igreja cair na política e retroceder". Perfeito. Mais que perfeito. Mas o que também não pode é transformar em palco o que sempre foi altar. Aí, padre vira cantor e, ao invés de distribuir santinho dá autógrafo.

LARANJAL
O PT é o laranja do PMDB no governo; Dilma Vana é a laranja de Lula no Palácio do Planalto; os bolsa-familiares são os laranjas deles todos nas urnas.
DEMOCRATURA
Não há um dia nessa democracia que não se tenha notícia de algum confronto com a polícia. Às vezes é na "inauguração" de uma pedra fundamental; outra hora é numa greve de professores; noutra é pela ocupação de uma favela... Afora isso, ainda tem bala perdida todo santo dia. Sem contar o assalto cotidiano que vai da Esplanada dos Ministérios à saidinha dos bancos, no balcão de uma padaria, na porta da garagem de casa... 
O BAFO DE CACHOEIRA

Carlinhos Cachoeira neste fim de semana, dirigindo seu calhambeque pelas estradas de Goiás, foi detido em uma barreira policial. Recusou-se a fazer o teste de bafômetro e foi preso.

Saiu duas horas depois. Pagou uma fiança de R$ 22 mil. Quase o preço do carro que você ainda está pagando em módicas e ainda assim difíceis prestações.

Cachoeira que já foi condenado a mais de 40 anos por corrupção, jogatina, tráfico de influência e formação de quadrilha, agora vai responder a mais este processo.

Está morrendo de vergonha: vai passar por bêbado.



28 de abr de 2013


Marta casa outra vez

Marta Suplicy se casa com ex-presidente do Jockey Club de São Paulo. Para  o senador Eduardo isso quer mesmo dizer o quê? No máximo, que o cara entende de cavalo pra burro.

RUMO AO 20° LUGAR
E o Grêmio vai para onde merece, o preferido de Luxemburgo: lugar nenhum. Dunga, o Zangado, pode se dar melhor. Logo estará de novo com um pé na seleção da CBFe outro no traseiro de Felipão. A Copa das Confederações é o seu trampolim. De qualquer maneira, saltará em uma piscina cheia de ratos. E o Brasil logo subirá no ranking da Fifa. Saltará do honroso 19° lugar para a humilhante 20ª colocação no concerto mundial do futebol. Pra nossa bolinha tá mais que bom.

A COLUNA DO FANTASMA
Lulistas frenéticos comemoram a oferta de uma coluna bissexta para Lula no site do New York Times. Agora, o Times não é mais o "arauto do imperialismo norte-americano". Nada para essa banda como um dia depois do outro.

Essa coluna que, por flagrante obviedade vai ser escrita por um ghost writer padece do principal fundamento nas comunicações: credibilidade.

Lula - só para lhe dar métrica e rima - pode ter o que dizer e até saber o que e como dizer, mas seu prazer é desdizer. Em todo caso, não se pode negar, o Cara é um artista na arte da dissimulação com graça e sem medo de ser feliz.

NOBEL
Com a coluna do Times no colo, Lula já conta com pitonisas petistas imaginando a hora em que seu mestre, senhor, escritor e doutor honóris causa própria, será agraciado com o prêmio Nobel da Paz. Para ser o Nelson Mandela a que ele mesmo se comparou, faltam apenas 20 anos de reclusão. Se não é ainda desta vez que Luiz Erário Lula da Silva irá abocanhar o cobiçado prêmio, sempre lhe restará a saída honrosa de que "nem Cristo recebeu o Nobel".

SEM CENSURA
Paulo Bernardo, ministro das Comunicações, matou e sepultou de uma vez por todas o projeto da Lei de Meios elaborado por Franklin Martins a mando de Lula e com o aplauso de Zé Dirceu, Rui Falcão e a elite rabiosa do PT. Com isso, ele comprou uma briga feia com os  dirigentes petistas. Mais que isso, drapejou a bandeira do retorno de Lula ao Palácio do Planalto. É que, acuado pela pandilha descontente, ele disse com todas as letras que cumpriu ordens da primeira-presidenta Dilma Vana.

27 de abr de 2013

Neymar desclassifica o Palmeiras


Só sentei diante da TV quando tive a confirmação de que Neymar estaria em campo. Quase desliguei a TV já na entrada do Santos no gramado, quando a crônica esportiva começou a analisar o comportamento de Neymar cercado de crianças: "está muito sério" - descobriu um repórter. Outro, mais idiota ainda comentou que Neymar não cantou o Hino Nacional por inteiro.

Fingi que não ouvi e resolvi que no confronto entre Santos e Palmeiras eu só veria o Neymar. É que eu gosto de futebol. E futebol hoje no Brasil é só Neymar.

Tá! Neymar deu a saída... Já tem 20 segundos de jogo e Neymar ainda não levou nenhum pontapé.

Pronto, um minuto e meio de bola rolando. Foi só falar. Saiu o primeiro coice. Adivinha em cima de quem? Pois é.

Agora são três minutos de partida. Neymar leva a segunda barroada. O juiz não deu. É que não foi nas canelas dele.

Já temos cinco minutos. No meio do gramado Neymar larga para Arouca e o implacável Márcio Araujo não perde a vuiagem., Cutuca o tornozelo do único craque desse velho e saudoso clássico paulista.

Aos 9 minutos, Marcelo Oliveira acerta Montillo. Pede desculpas: "Epa! Pensei que era o Neymar"!

Aos 10 minutos, Leandro - a novidade de Felipão - perde um gol feito. Bem feito! Não volta pra seleção.

Aos 12 minutos, Neymar chuta mal de propósito, só para bola ir no pé de Cícero que enfia para as redes. Golaço de Neymar por intermédio de Cícero.

Aos 14 minutos Neymar mostra quem é. Faz fila na defesa inimiga. Os zagueiros mais velhos tiveram preferência.

Aos 16 Minutos um zagueiro adversário derrubou Montillo pensando outra vez que era Neymar; um minutoi depois se recuperou: acertou Neymar sabendo que não era o Montillo.

Aos 20 minutos, Neymar faz Ayrton de bobo uma vez mais e deixa Montillo de cara. Ele desperdiça a chance cruza mal.

Aos 22 minutos, achando que está mal de mira, Ayrton capricha e acerta em cheio as pernas de Neymar. Saiu feliz da vida: agora sim, tinha encontrado o melhor do seu jogo.

A partida já chegou ao 25° minuto. Faz três já que a bola não chega em Neymar. A gente tem impressão até que terminou o primeiro tempo.

Que nada! Aos 26 Hnerique entrou com tudo. Bateu por baixo e enfiou um tapa na orelha de Neymar. Está pra lá de satisfeito. Levou só amarelo. Mas nunca vai jogar no Santos.

Aos 30 minutos, Neymar mostra que tem mesmo que ir logo jogar na Europa. Deu uma forçadinha de barra em cima do tal de Henrique que fez o gol contra mais ridículo do futebol brasileiro. O árbitro, atento, anulou a vingança de Neymar.

Já tem 35 minutos de jogo. Parece que a partida parou: faz cinco minutos que Neymar não toca na bola. Taí ó, não dá pra falar. Neymar pega a gorduchinha, avança e deixa Montillo de cara outra vez. Impedimento. Esse argentino não é de confiança.

Aos 37 minutos, Edu Dracena provoca defesa espetacular de Bruno. Fez o que André não conseguiu fazer o tempo todo: chutou a gol.

Decorridos exatos 40 minutos, Marcelo OlIveira quase fura Neymar ao meio. Leva amarelo quando queria vermelho. Neymar bate a falta er Bruno lembra São Carlos. Faz um defesaço.

Aos 45, mais alguma coisa, acaba o primeiro tempo. Neymar 1 x 0.

Aos 8 minutos da segunda fase, Maurício Ramos mostra o quanto adora as canetas de Neymar. Fez falta pra vermelho e não levou nem amarelo. Juiz de futebol é assim. Não gosta de craque. Virou árbitro porque nunca jogou nada.

Já são 14 minutos e então Léo, avô de Neymar, tira o pão da boca de Leandro. Fica tudo como está pra ver como é que fica.

Peralá! 20 minutos e a bola não chega em Neymar. Acho que acabou a partida. Nada disso, aos 23, Neymar encobre o goleiro e a bola sacaneia e não entra. Vai se aninhar na rede, logo atrás do travessão superior.

Aos 34 minutos Neymar perde um gol feito. Estava a tanto tempo sem receber bola que perdeu o costume.

Meia dúzia de minutos depois, Kleber empata de cabeça. É a glória de Gilson Kleina.

Aos 47, Neymar faz fila. Atira rasteiro da entrada da área. Bruno defendo. Acaba a folia. Agora é tudo nos pênaltis. Tudo ou nada.

Kleber bate pelo Palmeiras; Rafael defende. Miracles converte; Ferrugem faz e Cícero também; Wesley mete o seu e Montillo bota o Santos na frente; Leandro consagra Rafael e Renê Júnior tira o Palmeiras do campeonato. De todos os penaltis, o mais bem cobrado foi o que Neymar bateria se fosse preciso para classificar o Santos.

Neymar já era para estar na Europa há muito tempo. E pode levar o menino Rafel com ele.

MARACA O QUÊ?!?
E porque hoje é sábado, tem inauguração do Maracanã, mais uma obra incompleta e inacabada de um governo que não sabe o que fazer para realizar a melhor Copa do Mundo que Lula prometeu para a Fifa. O jogo que vai inaugurar mais uma pedra fundamental é entre os times de dois espertos aprendizes de cartola da CBF: Amigos do Ronaldo Fenômeno x Amigos de Bebeto. Verdadeira tragicomédia entre o Gordo e o Magro. Não vi e não gostei. Eu me recuso a assistir um espetáculo deprimente dessas vacas de presépio que tentam emprestar prestígio a um estádio que, ao invés de Maracanã deveria chamar-se Maracutaiã.

MARACA O QUÊ?!?
E porque hoje é sábado, tem inauguração do Maracanã, mais uma obra incompleta e inacabada de um governo que não sabe o que fazer para realizar a melhor Copa do Mundo que Lula prometeu para a Fifa. O jogo que vai inaugurar mais uma pedra fundamental é entre os times de dois espertos aprendizes de cartola da CBF: Amigos do Ronaldo Fenômeno x Amigos de Bebeto. Verdadeira tragicomédia entre o Gordo e o Magro. Não vi e não gostei. Eu me recuso a assistir um espetáculo deprimente dessas vacas de presépio que tentam emprestar prestígio a um estádio que, ao invés de Maracanã deveria chamar-se Maracutaiã.
TABELINHA
Pelo visto, Aécio Neves e Eduardo Campos acreditam mesmo que podem derrotar Dilma Vana nas eleições de outubro do ano que vem. A uma só voz, ambos defendem a ideia de acabar com a reeleição no Brasil. É uma boa ideia, mas cheira a uma perfeita tabelinha entre os dois. Um deles se elege e quatro anos depois passa a vara de condão para o outro. Isso não vai acabar bem para Dilma Vana; Lula da Silva, O Incansável, já está se coçando outra vez.
 
FAXINA NO PV
Christiane Torloni, uma dessas artistas que de vez em quando dá uns pitacos políticos, dessa vez acertou na mosca. Disse que Marina tem que parar de perder tempo querendo criar um novo partido, quando na verdade deveria mesmo era "faxinar" o PV. Se Marina tivesse um pouco mais de bom senso do que tem o desejo de comandar um partido que possa chamar de seu, deveria mesmo dar uma boa varrida no PV, hoje um partido de intelectualóides e de alguns fanatizados defensores do ar puro, enquanto jogam lixo nas urnas.

26 de abr de 2013

TOFOLLI QUER SABER DA PEC-33
Dias Toffoli jogou um balde de água fria nos gatos congressistas que não se dão por escaldados: despachou favoravelmente ao mandado de segurança dos tucanos e pepessistas que manda o Congresso responder ao STF no prazo de 71 horas úteis, sobre o teor da PEC-33 que tenta submeter decisões do Supremo ao Congresso. Para o autor da emenda, deputado petista do Piauí, Nazareno Fontelles, DiasToffoli  é um fariseu. Quem sabe o Nazareno tenta expulsar Toffoli a chibatadas do templo sagrado da Justiça brasileira?

BEM-VINDO À OPOSIÇÃO
Aécio Neves, depois do programa do PSB na TV em que Eduardo Campos avacalhou o governo Dilma, foi o primeiro a saudar com incontida ironia a tomada de atitude do outro candidato a candidato à Presidência da República em 2014: "Seja bem-vindo à oposição". E com isso, Dilma Vana já sente os cutupicos para a batalha rumo à rampa no ano que vem: somando tudo, Aécio, Campos e Marina, o fantasma do segundo turno já começa a bafejar pelos corredores do Palácio.

DILMA QUE SE CUIDE
Mais do que temer que oposição unida jamais serávencida, Dilma já começa a se inquietar com os aguapoés que começam a se mexer para o lado de Lula. Ela sabe que quem é do mar não enjoa. Ao primeiro sinal de queda na sua popularidade, Lula renasce das cinzas, qual Fênix e entra na parada. Cercado por tudo quanto é lado por suspeitas de quase todos os tipos de malfeitos - de lobismo desenfreado à "farsa" do mensalão - Lula da Silva precisa ser presidente de direito, porque esse de fato que ele é e que nunca deixou de ser, não tem imunidade. Dilma Vana que se cuide, pode ser a sua vez de levar a "punhalada pelas costas".

CPI DA PETROBRAS
Os tucanos não temem a ameaça de revide dos governistas que, em contrapartida ao pedido de CPI da Petrobras sob a administração de Sérgio Gabrielli, unha e carne com Lula, estão pedindo que a CPI se estenda aos tempos de governoo FHC. O jogo pesado do governo não está fazendo cócegas no PSDB. Os tucanos já abriram o bico, agora querem abrir a caixa-preta da estremecida Petrobras.

BARBOSA PARA MG
Semana passada, na cerimônia do Grande Colar, em Belo Horizonte, Joaquim Barbosa foi agraciado com um convite até aqui nunca dantes imaginado: candidatar-se ao governo de Minas Gerais. Deodóduvido e faço puco.

ESCARAMUÇAS
Pela parte que lhe toca no latifúndio do Mensalão, o procurador-geral Roberto Gurgel não vai recorrer em caso algum desta fase de empurra-empurra no STF. E ele foi claro: "O Ministério Público discorda da absolvição de alguns réus, mas entende que os embargos não se prestam à modificação dos julgados". Com isso transforma a batalha dos advogados de defesa dos mensaleiros malfeitores em reles escaramuça.

PHANTOMAS
Em matéria de políticos e hospitais, nos Estados Unidos é tudo quase igual à Venezuela. O terrorista que esculhambou a maratona de Boston não tem nada a ver com o fantasma de Hugo Chávez. O ditador venezuelano ditava no hospital o que Maduro devia dizer; o idiota checheno escreve na UTI o que o governo americano vai dizer pro pau não comer. E assim caminha a humanidade.

PADRÃO GLOBO
É impressionante como a Patrícia Poeta está cada vez mais parecida com a Fátima Bernardes e o William Bonner com o Sérgio Chapelin. Qualquer dia vão pensar que o Cid Moreira voltou ao Jornal Nacional.

JUDICIÁRIO X PARLAMENTO
Tiroteio de papel na Praça dos Três Poderes. Uma briga de cachorros grandes virou lambança de vira-latas. Esse confronto entre Judiciário e Legislativo tem tudo para dar certo. Enfim, com medo das consequências de parte a parte, os dois bandos se unirão para melhorar as condições do sistema carcerário brasileiro. Conforto é bom e eles gostam.

REVOLUÇÃO SOCIAL
Logo, logo, a ciência colocará um ponto final nessa discussão sobre o casamento de homem com homem. Não demora nada descobrem a pílula da gravidez masculina. Vai ser lindo de se ver um macho barrigudo. E as mulheres, enfim, serão vingadas. Eles vão sentir na própria pele o que é uma dor de parto. E o filho será juiz de futebol. Só para mudar o refrão das torcidas. Nos estádios, o árbitro então será um filho desse e daquele. Triste vai ser, pra quem não tem nada com isso, aturar todo santo dia um gordão forte e saudável furar a fila do banco dizendo que está grávido.

COBAIA
Ei, quanto à pílula da gravidez masculina, já tem rato com jeito gatíssimo de rata servindo de cobaia.

REVISOR BISSEXTO
Essa coisa de Lula "escrever" uma coluna bissexta para o New York Times é, na verdade, mais uma demonstração do espírito crítico e irônico do jornal americano. Em primeiro plano, serve para atrair os amores e afagos dos petistas que sempre deploraram o Times; em segundo lugar, vai mostrar que, mesmo sendo um multi doutor honóris causa própria, Lula jamais será um colunista; no máximo, vai ser revisor da assinatura que vai enfeitar os textos da sessão humorística.

25 de abr de 2013

O Brasil é uma graça

O Brasil Dilma da Silva é uma graça. Não aquela da Petrobras; é uma graça mesmo. O ministro Gilmar Mendes, do STF chutou o pau da barraca e determinou a suspensão do projeto de lei que dificulta a criação de novos partidos e reativa a Lei Falcão.

Eis então que surge impoluta a figura do ínclito Renan Calheiros e com toda a probidade de sua história brada feroz que "não aceitamos que o Judiciário influa nas decisões legislativas, de modo que consideramos isso uma invasão". Lindo, lindo, lindo isso, não partisse a bravata de quem parte.

Eis que, senão quando, salta de banda Zé Guimarães, líder do PT na Câmara para defender a proposta que submete decisões do Supremo Tribunal Federal ao Congresso: "a matéria não tem nada a ver com o PT; não foi discutida na bancada e eu nem sabia que seria votada na CCJ". Zé Guimarães é o irmão de Zé Genoíno, o condenado da CCJ - Comissão de Constituição e Justiça. A palavra de honra desse senhor seria levada em conta, não fosse ele ninguém mais nem menos do que o patrão daquele assessor flagrado no aeroporto com dólares na cueca.

É quando então surge em cena Henrique Alves, presidente da Câmara Baixa do Parlamento brasileiro, como defensor dos fracos e oprimidos e paladino da Justiça, considerando "inusitada" a aprovação pela CCJ da proposta de emenda à Constituição que submete as decisões do Supremo ao Congresso.

Do alto de sua dignidade factual ele anunciou que não vai instalar comissão especial para dar tramitação à proposta do petista Nazareno Fonteles lá do Piauí. Quer dizer, engavetou a arapuca. Ainda bem. Em todo caso, fica aí o espelho do Brasil Dilma da Silva. O reflexo é essa gracinha de nação que aí está.

O Brasil é uma graça

O Brasil Dilma da Silva é uma graça. Não aquela da Petrobras; é uma graça mesmo. O ministro Gilmar Mendes, do STF chutou o pau da barraca e determinou a suspensão do projeto de lei que dificulta a criação de novos partidos e reativa a Lei Falcão.

Eis então que surge impoluta a figura do ínclito Renan Calheiros e com toda a probidade de sua história brada feroz que "não aceitamos que o Judiciário influa nas decisões legislativas, de modo que consideramos isso uma invasão". Lindo, lindo, lindo isso, não partisse a bravata de quem parte.

Eis que, senão quando, salta de banda Zé Guimarães, líder do PT na Câmara para defender a proposta que submete decisões do Supremo Tribunal Federal ao Congresso: "a matéria não tem nada a ver com o PT; não foi discutida na bancada e eu nem sabia que seria votada na CCJ". Zé Guimarães é o irmão de Zé Genoíno, o condenado da CCJ - Comissão de Constituição e Justiça. A palavra de honra desse senhor seria levada em conta, não fosse ele ninguém mais nem menos do que o patrão daquele assessor flagrado no aeroporto com dólares na cueca.

É quando então surge em cena Henrique Alves, presidente da Câmara Baixa do Parlamento brasileiro, como defensor dos fracos e oprimidos e paladino da Justiça, considerando "inusitada" a aprovação pela CCJ da proposta de emenda à Constituição que submete as decisões do Supremo ao Congresso.

Do alto de sua dignidade factual ele anunciou que não vai instalar comissão especial para dar tramitação à proposta do petista Nazareno Fonteles lá do Piauí. Quer dizer, engavetou a arapuca. Ainda bem. Em todo caso, fica aí o espelho do Brasil Dilma da Silva. O reflexo é essa gracinha de nação que aí está.
PERGUNTAR NÃO OFENDE
Para que serve o Congresso Nacional?
A quem interessa tirar o poder investigatório do Ministério Público?
Cadê Rose?
Por que impedir a criação de novos partidos políticos?
O que são e para que servem os partidos políticos? E os políticos?
Cadê Lula? Cadê Dilma? Ei, cadê o tomate que tava aqui?!?
PERSEGUIÇÃO
A seleção da CBF empata em 2x2 com a Chile e a torcida ainda vaia? Caraca! O Brasil pós-Mano Menezes entrou na Era Felipão já na 19ª posição no ranking mundial da Fifa e afinal de contas, o Chile é o 23º colocado. Entre o time dos nossos cartolas e os chilenos há só três grandes seleções, Gana, Dinamarca e Bósnia Herzegovina. Vaiar o empate de ontem é pura má vontade, perseguição maldosa e gratuita. Scolari é um baita técnico, só não ganha nada há mais de dez anos. Aquela copinha tipo Mercosul que ganhou antes de ser mandado embora do Palmeiras, não vale.

PRONTOS!
E vem aí a Copa das Confederações, a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos. Estamos prontos pra tudo: para o atendimento pelo SUS, ou pelos planos de saúde; prontos para sair à noite sem levar bala perdida; em plena forma pra sair correndo do ônibus que incendiaram; com o pé que é um leque para escapar de uma saídinha de banco, ou desviar de uma explosão de caixa eletrônico; tranquilos para dormitar em qualquer um dos nossos aeroportos, enquanto o Brás é tesoureiro; cheios de razão com os resultados do Enem e os níveis da educação pública e notória; reacostumados com o preço do tomate, da batata, cebola, arroz, feijão; loucos para encontrar um flanelinha pela frente; doidinhos pra passar umas boas férias na região serrana do Rio; satisfeitos com a reforma agrária; rcios de marré deci com o bolsa-família; alegres e satisfeitos por habitar uma unidade do Minha Casa, Minha Vida que ainda não rachou; felizes da vida porque ano que vem tem eleições... Enfim, estamos apostando na cartilha do governo Dilma comandado por Lula e sua tropa de elite. Que venham as copas e os jogos olímpicos, estamos prontos!

O MELHOR
Atrás da moita para questões como a genialidade de Lulinha, a falta de provas de que o mensalão era uma farsa, o esconderijo de Rosemary, a Rose do seu governo Série-B, agora Lula está outra vez engasgado com mais um caso de lobby suspeito: o governo da Costa Rica cancelou contrato de mais de 500 milhões de dólaresintermediado por ele com a OAS, por suspeição de tráfico de influência e enriquecimento ilícito. Na verdade, dá para sentir que o que há de melhor em Lula é sempre aquilo que se pode esperar de pior.
PERSEGUIÇÃO
A seleção da CBF empata em 2x2 com a Chile e a torcida ainda vaia? Caraca! O Brasil pós-Mano Menezes entrou na Era Felipão já na 19ª posição no ranking mundial da Fifa e afinal de contas, o Chile é o 23º colocado. Entre o time dos nossos cartolas e os chilenos há só três grandes seleções, Gana, Dinamarca e Bósnia Herzegovina. Vaiar o empate de ontem é pura má vontade, perseguição maldosa e gratuita. Scolari é um baita técnico, só não ganha nada há mais de dez anos. Aquela copinha tipo Mercosul que ganhou antes de ser mandado embora do Palmeiras, não vale.

PRONTOS!
E vem aí a Copa das Confederações, a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos. Estamos prontos pra tudo: para o atendimento pelo SUS, ou pelos planos de saúde; prontos para sair à noite sem levar bala perdida; em plena forma pra sair correndo do ônibus que incendiaram; com o pé que é um leque para escapar de uma saídinha de banco, ou desviar de uma explosão de caixa eletrônico; tranquilos para dormitar em qualquer um dos nossos aeroportos, enquanto o Brás é tesoureiro; cheios de razão com os resultados do Enem e os níveis da educação pública e notória; reacostumados com o preço do tomate, da batata, cebola, arroz, feijão; loucos para encontrar um flanelinha pela frente; doidinhos pra passar umas boas férias na região serrana do Rio; satisfeitos com a reforma agrária; rcios de marré deci com o bolsa-família; alegres e satisfeitos por habitar uma unidade do Minha Casa, Minha Vida que ainda não rachou; felizes da vida porque ano que vem tem eleições... Enfim, estamos apostando na cartilha do governo Dilma comandado por Lula e sua tropa de elite. Que venham as copas e os jogos olímpicos, estamos prontos!

O MELHOR
Atrás da moita para questões como a genialidade de Lulinha, a falta de provas de que o mensalão era uma farsa, o esconderijo de Rosemary, a Rose do seu governo Série-B, agora Lula está outra vez engasgado com mais um caso de lobby suspeito: o governo da Costa Rica cancelou contrato de mais de 500 milhões de dólaresintermediado por ele com a OAS, por suspeição de tráfico de influência e enriquecimento ilícito. Na verdade, dá para sentir que o que há de melhor em Lula é sempre aquilo que se pode esperar de pior.
PERSEGUIÇÃO
A seleção da CBF empata em 2x2 com a Chile e a torcida ainda vaia? Caraca! O Brasil pós-Mano Menezes entrou na Era Felipão já na 19ª posição no ranking mundial da Fifa e afinal de contas, o Chile é o 23º colocado. Entre o time dos nossos cartolas e os chilenos há só três grandes seleções, Gana, Dinamarca e Bósnia Herzegovina. Vaiar o empate de ontem é pura má vontade, perseguição maldosa e gratuita. Scolari é um baita técnico, só não ganha nada há mais de dez anos. Aquela copinha tipo Mercosul que ganhou antes de ser mandado embora do Palmeiras, não vale.

PRONTOS!
E vem aí a Copa das Confederações, a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos. Estamos prontos pra tudo: para o atendimento pelo SUS, ou pelos planos de saúde; prontos para sair à noite sem levar bala perdida; em plena forma pra sair correndo do ônibus que incendiaram; com o pé que é um leque para escapar de uma saídinha de banco, ou desviar de uma explosão de caixa eletrônico; tranquilos para dormitar em qualquer um dos nossos aeroportos, enquanto o Brás é tesoureiro; cheios de razão com os resultados do Enem e os níveis da educação pública e notória; reacostumados com o preço do tomate, da batata, cebola, arroz, feijão; loucos para encontrar um flanelinha pela frente; doidinhos pra passar umas boas férias na região serrana do Rio; satisfeitos com a reforma agrária; rcios de marré deci com o bolsa-família; alegres e satisfeitos por habitar uma unidade do Minha Casa, Minha Vida que ainda não rachou; felizes da vida porque ano que vem tem eleições... Enfim, estamos apostando na cartilha do governo Dilma comandado por Lula e sua tropa de elite. Que venham as copas e os jogos olímpicos, estamos prontos!

O MELHOR
Atrás da moita para questões como a genialidade de Lulinha, a falta de provas de que o mensalão era uma farsa, o esconderijo de Rosemary, a Rose do seu governo Série-B, agora Lula está outra vez engasgado com mais um caso de lobby suspeito: o governo da Costa Rica cancelou contrato de mais de 500 milhões de dólaresintermediado por ele com a OAS, por suspeição de tráfico de influência e enriquecimento ilícito. Na verdade, dá para sentir que o que há de melhor em Lula é sempre aquilo que se pode esperar de pior.

24 de abr de 2013


UM RAIO, SÓ UM RAIO!
Devia haver na face da terra uma arma, ou no mais alto dos céus um raio furioso de justiça para fulminar todo velhaco que deva sua riqueza à pobreza de sua nação.

Polícia Federal vai investigar mordomo de Lula

PF vai ver se Freud explica

Nesta terça-feira, Marcos Valério, o Operador do Mensalão, voltou à Polícia Federal e passou mais tinta fresca no banco em que Lula sentou praça. Bezuntou o quadro geral daquilo que Lula prometeu provar que se tratava de uma farsa e disse que no início de 2003 passou dinheiro do mensalão para o então noviço presidente da República cobrir "gastos pessoais". 
 Reprodução
A grana foi depositada numa conta bancária da empresa de segurança de Freud Godoy, o bom e velho "faz tudo" de Luiz Erário Lula da Silva. Agora, às turras com a Procuradoria Geral da República e dizendo que o Ministério Público "não soube fazer direito as perguntas que devia",  a Polícia Federal já prometeu que vai investigar até o que seja sigilo do fiel escudeiro do ex-presidente. Quer dizer, vai interrogar o empregado e não o patrão. Como sempre, o culpado vai ser o mordomo.

Costa Rica cancela lobby de Lula


 Ministério Público da Costa Rica investiga tráfico de influência e enriquecimento ilícito


Foto: mundopositivo.com.br
O governo da Costa Rica desfez com a empreiteira OAS um negócio de 524 milhões de dólares intermediado por Lula. O contrato deveria durar 30 anos, mas a presidente Laura Chinchila não aguentou o jeito Brasil da Silva de tocar a obra e apontou irregularidades e flagrante descontentamento público para dar fim à concessão da OAS. A transação que contou com o lobby de Lula está sendo agora investigada pelo Ministério Público costarriquenho por suspeita de tráfico de influência, associação indevida e enriquecimento ilícito.

Fifa vende ingressos para Copa do Mundo

Vá e leve seu filho que eu quero ver...

você que é fanático por futebol, vá e leve o seu filho pelo menos a um jogo dessa Copa do Mundo que o Brasil está oferecendo ao povo brasileiro. E depois me diga como é que vai pagar no cartão aquilo que se meteu a fazer e não podia.

É que a Fifa começou nesta semana a venda virtual de ingressos para a "melhor" Copa do Mundo. Mas é só para quem tem cartão Visa, uma das patrocinadoras do espetáculo que não é pro bico de qualquer um. 

Esta etapa oferece 26 mil bilhetes e empurra de contrapeso um pacote com ingresso da categoria-1, além de serviços de hosdpitalidade nos elefantes brancos que estamos construindo a pau e corda, graças ao sistema diferenciado de licitações. 

Na verdade são dois tipos de categoria: uma é a Match Pavilion que libera entrada classe-1, serviço de bar premium antes e depois do jogo, um kit Copa e estacionamento exclusivo. 

A outra é a Match Premier que oferece os mesmos "benefícios" e mais mesas de pé, telas de TV e um balcão de bar tipo pub

No Match Pavilion, só se pode comprar ingressos para as três partidas do Brasil na primeira fase, ao módico preço de R$ 5.126 o primeiro jogo e a R$ 3.200 os outros dois, caso Felipão chegue até lá.  

Já no plano Match Premier, você pode comprar ingressos para qualquer jogo. O mais barato é um barato: R$ 1.185 e o mais caro vai lhe sair por 9.126 para semifinais e finais que, por ventura, contem com a participação da seleção da CBF.  

Então, pronto, faça as contas e, se for mesmo levar seu filho, multiplique tudo apenas por dois. Depois pague o cartão Visa que eu quero ver.

Ministros do Supremo no banco dos réus

Hoje é o segundo dia da temporada de dez dias que os defensores dos mensaleiros têm para empurrar com a barriga os ministros do Supremo Tribunal Federal para o banco dos réus.

No dia de 2 de maio, uma quarta-feira outonal, termina essa verdadeira parigata e os juízes passam a ser julgados pela sociedade. Os recursos, a arte e manha dos advogados dos malfeitores condenados serão a base da reviravolta que fará de cada ministro em particular e do Supremo como um todo, escravos da soberana e cruel morosidade que condena a Justiça brasileira ao degredo e à desmoralização.

O tempo que decorrer é assim como a aplicação imediata e gradativa da pena a que os doutos julgadores e o próprio STF estarão condenados por aqueles a quem condenou e não mandou prender. E uma vez mais nesse Brasil da Silva, o Direito formal subjugará o Direito moral.

23 de abr de 2013

FOLGADOS
O Brasil abriu mão de R$ 1 bilhão em favor da Fifa. O governo concedeu isenções fiscais ao clube dos cartolas por tudo quanto vão ganhar com a Copa de 2014. E esses folgados ainda vem cobrar Imposto de Renda da gente...

Igreja de confissão Gay abre em São Paulo



A Igreja Cristã Contemporânea, de confissão gay, inaugura neste sábado a sua primeira sede em São Paulo.  É um templo de 700 metros quadrados, no Tatuapé, na zona leste. Ela foi fundada em 2006 no Rio de Janeiro pelo casal de pastores, dissidentes da Igreja Universal,  Fábio de Souza e Marcos Gladstone.


Hoje a Igreja tem seis templos cariocas e um em Minas Gerais. Seu lema é "levando o amor de Deus a todos, sem preconceitos".

A igreja do casal Souza/Gladstone promove encontros de solteiros, encontros de casais e de grupos de apoio à adoção. Fábio Souza se anima ao falar de religião: "apoiamos a questão da família, da adoção... Eu e meu companheiro temos dois filhos, um de nove e outro de dez anos". E assim é que, casais do mesmo sexo não procriam, mas como se pode ver, com muita fé e orgulho proliferam.
ENTREMENTES...
E enquanto isso, Bola continua sendo o bola da vez. Matou, esquartejou e jogou a namorada do goleiro Bruno para os cachorros e ainda chora no tribunal. E a gente vai se distraindo e o governo vai fingindo que não está com bola murcha na segurança pública, na saúde, na educação, no transporte urbano e na inflação.

SÓ PRA INTICAR
Pergunte ao Lula se ele está torcendo pelos 12 corintianos lá na Bolívia. Ou então, só pra inticar, se ele sabe que o seu novo celular róseo está grampeado; não, pelos federais, não... Pela calada da noite.

BARBADA PARAGUAIA
E lá no Paraguai, Horácio Cartes ganhou de barbada, outra vez, do bispo-papão amigo do governo brasileiro. No ano passado, sem pedir licença para Lula, Horácio promoveu o impeachment de Lugo; agora, ganhou de novo de Lula e virou presidente do Paraguai. Ao contrário de Maduro na Venezuela, Horácio Cartes dispensou o palpiteiro-mor da América Latina em seus palanques.

SAIA JUSTA
Cá pra nós, mas para quem tem ombridade na política, estar na mesma alcateia do PDT de Carlos Lupi é uma tremenda saia justa. Quem é homem de bem sabe que há um outro PDT por aí que não precise de Maneca, o motorista de Brizola, como condutor titular do Ministério do Trabalho. Não porque motorista; sim, porque puxou o tapete do neto de seu bom e velho patrão. E não só por isso; sim por tudo mais.
VERGONHA
O acórdão do mensalão menciona Zé Dirceu 1,9 mil vezes e Marcos Valério aparece 7 mil vezes. Acho que  se o Lula fosse citado uma vez só, ele morreria de vergonha.

FONTE SECANDO
Os cadernos de economia anunciam hoje que, em dez anos, a Rede Globo perdeu mais de 30% da sua fatia de publicidade federal. Quer dizer, o governo deixou de pautar pelo menos um terço do Jornal Nacional e do Fantástico.

MEIA VOLTA
Nada menos de 12 condenados do mensalão poderão ter um novo julgamento. O Supremo vai rever as condenações que tenham 4 votos favoráveis. A dupla Dirceu e Genoíno está no bolo. O procurador-geral Roberto Gurgel não acredita em reviravolta no processo. Nem precisa acreditar; basta meia volta.

OS RÉUS
Nunca antes na história dos tribunais desse país houve tanto réu com cara de ministro como nesta fase do julgamento do mensalão pelo Supremo Tribunal Federal. Há controvérsias. Dizem que nunca antes na história dos tribunais desse país houve tanto ministro com cara de réu.

DE FÊNIX A PÍNDARO
Hoje é o primeiro dia do tempo que a justiça brasileira leva para fazer justiça. Os advogados de defesa derrotados no julgamento do mensalão ressurgem das cinzas e abrem suas asas rumo ao sol da liberdade. Hoje, estão entre Fênix e Píndaro. Amanhã, as plumas podem derreter. Em todo caso, para o inchaço de seus egos monumentais, vai decorrer um bom espaço de exposição entre o hoje e o amanhã. Dessa pandilha de Dirceu ninguém vai para a cadeia antes do ano que vem. E então se alegará, pela proximidade da eleição, que se trata de um julgamento político. Oxalá ninguém esqueça que são corruptos e quadrilheiros. Podem andar à solta - isso é banal no Brasil - mas ninguém é inocente.

OS NOVOS RÉUS
Os embargos de defesa, na prática, são um novo julgamento. Com a nova escalação feita por Dilma no Supremo, o tribunal pode passar de último bastião, última fortaleza da lei, da ordem e da justiça, a um reles e enorme forno de pizza. Hoje, o STF começa a ser refém dos escabrosos trâmites legais. É como se o julgamento começasse outra vez, com cada ministro no banco dos réus. Depois de adquirir credibilidade pública e de passarem à nação uma expectativa de verdadeira justiça, os juízes estão à beira do precipício que joga a população ao desencanto e à desesperança. A partir de hoje, tudo que o Supremo fez valer, pode não valer nada.  

AVESTRUZES E PAVÕES
Na zoologia do crime, entre o bandido das ruas e o malfeitor da máquina pública, há uma enorme diferença de comportamento. É coisa assim como o avestruz e o pavão. Para o bandido flagrado em delito, quanto mais ele se esconder, quanto mais enfiar a cara no chão, tanto melhor se sentirá; para o malfeitor contumaz, quanto mais ele aparecer, mais ele abana a cauda na cara da gente.

Juntos no Mercosul

Janio Quadros e Leonel de Moura Brizola não se bicavam lá essas coisas. Viviam às rusgas, sempre se cutucando. Até que um dia, lado a lado à mesa de trabalhos de uma cerimônia pública cheia de pompa e circunstância, Jânio inclinou-se e ofereceu o fogo para o cigarro de Brizola.

O gesto teatral mostrou ao grande público que os dois fumantes inveterados tinham algo em comum e poderiam ser amigos cordiais.

Não demorou nada, com a mesma teatralidade, Brizola acendeu o cigarro de Jânio.

Pronto, estava aberto o caminho da conciliação e da convivência para os dois notórios personagens da política brasileira.

Ontem Dilma Vana telefonou para dar os parabéns a Horácio Cartes, presidente eleito do Paraguai. Daqui a pouco Horácio telefona para Dilma Vana. E logo estarão juntos no Mercosul.

22 de abr de 2013

Duda por Santana

João Santana, o marqueteiro culpado direto pela reeleição de Lula em 2006 e ascensão de Dilma Vana em 2010, está deixando o Brasil para atuar em campanhas políticas de meia dúzia de países, com extensão inclusive na Europa.

Santana virou grife publicitária de viés político ao ganhar eleições em El Salvador, na República Dominicana, Angola e a mais recente, na Venezuela com Hugo Chávez.

Assim é que Duda Mendonça tá com o pé que é um leque para tratar das coisas do Brasil de Dilma, já que Santana está ficando sem tempo. Desculpa esfarrapada.

Se o cara tem capacidade para atender cinco ou seis contas no exterior, esta aqui no Brasil que já está pra lá de estrutrada, então nem se fala. Algo não bate bem nessa historieta. Vai ver que o mar não tá pra peixe nessa rede de trabalho.

Sob a capa de Zavascki

Hoje é o primeiro dos 10 dias que prorrogarão para todo o sempre amém o tempo de cadeia de Zé Dirceu e seus mensaleiros.

Os recursos vão esmiuçar os mais primitivos instintos que moveram os ministros do Supremo a desafiar as estrelas cadentes do governo Lula. 

E sabe quem é o Cara lá no STF agora? Teori Zavascki. Justo ele, nomeado por Dilma Vana a mando de seu presidente genérico. 

Zavascki tem o futuro dos malfeitores republicanos na mão, embaixo de sua capa. 

Não é preciso mais do que seu voto para que Zé Dirceu e Zé Genoíno empatem o placar que os condenou por formação de quadrilha. 
TEMPO JUSTO
Tá na moda discutir a menoridade penal no Brasil. Besteira, com a morosidade da Justiça, quando forem julgados, os criminosos juvenis já terão todos morrido de velhice.

10 ANOS DE PODER
A festejada temporada de 10 Anos do PT no Poder dividiu o Brasil em duas castas que se configuram em pelo menos três flagrantes injustiças sociais: saúde, educação e segurança. Na saúde, afora os ricos, todo brasileiro é pária: a nação foi dividida em duas castas, a que tem plano de saúde e a que tem o SUS. Na educação, somos os que estudaram e não têm emprego; e os que nunca foram reprovados pelo MEC e, mesmo ignaros, azeitam a máquina pública. Na segurança, também o Brasil está repartido em duas espécies sociais: as pessoas e os políticos. As pessoas são assaltadas; os políticos nunca são vítimas. É fácil entender porque o PT festeja tanto esses 10 anos de Lula, já que o tempo de Dilma não foi considerado pelo partido que se apropriou da democracia.

O Brasil não merecia essa punhalada

Só os muito espertos e os muito tolos vibraram com a manobra da pandilha chefiada por um pateta que vive apunhalado pelas costas que, faz já sete rendosos anos, trouxe a Copa do Mundo de 2014 para o Brasil.

Foi o arremate esportivo da famigerada "estratégia de coalizão" que, no submundo da politicalha, compra com dinheiro público tudo que der na telha.

Assim como a tática de compra e venda de siglas partidárias, de políticos, de cargos, ministérios, organismos da máquina pública dividiram o Brasil em pobres e ricos, em quem pode e quem se sacode, a "melhor" Copa do Mundo desmantelou o futebol brasileiro de cabo a rabo.

Espremidos pela pressa de construir elefantes brancos em forma de estádios portentosos que geram subempregos para os que não tem bolsa-família e riquezas repentinas para quem já é ou ficou rico às custas de empreitadas paraestatais, os campeonatos estaduais, regionais e o Brasileirão catapultaram, pela bagunça e pela mediocridade, o futebol do Brasil para a humilhante 19ª posição no ranking da Fifa.

Era para ser, conforme os espertos prometeram para os tolos, uma Copa do Mundo sem um único centavo das burras públicas. E veja só, seu tolo, no que deu.

Daquela pandilha de sevandijas que em outubro de 2007 festejou o golpe de sediar a Copa, não há um só bolsa-família, um único operário, um mísero pobretão infeliz que habite uma unidade do Minha Casa, Minha Vida. São todos gordos e faceiros. Arrebentaram todas as previsões de custos; o que era meio milhão virou mais de um bilhão e, só para rimar, sem licitação. Ou bem pior: com regime diferenciado de contratação.

E não se ofenda porque eu o chamei de tolo; você é apenas um pateta de boa índole que, como o pateta malvado, nunca vê nada - e nem vai ver a Copa, a não ser pela TV; você é apenas um pateta como a esmagadora maioria dos brasileiros; um pateta que não merecia levar essa punhalada pelas costas.

Não se ofenda então porque o considero um tolo; eu não o chamei de canalha, nem de sevandija. Nisso você nem se parece com eles, seu tolo.

RODAPÉ - Você, bem que às vezes, é mesmo um pateta; mas não pateta como ele. Você não inventa as punhaladas que toma pelas costas.

21 de abr de 2013

Colorado ganha no Paraguai 

Empresário Horácio Cartes é o novo presidente do Paraguai. Com 50% das urnas apuradas o candidato do partido Colorado tinha 45,9% dos votos. Seu principal adversário, o liberal Efrain Alegre reconheceu com tristeza a derrota. Na fronteira com o Brasil há controvérsias. Quem conhece a turma de lá acha que a notícia é falsa. Y por supuesto, até que pode ser mesmo, afinal aqui no Brasil o único e absoluto Colorado vencedor é o Internacional. E assim mesmo nesta temporada anda com jeito de cavalo paraguaio.

Lula é a própria democracia

 É como se Lula sozinho fosse a democracia...

Já ficando chato isso; mais que chato, ofensivo e repugnante. Toda vez que o cavaleiro de triste figura, Luiz Erário Lula da Silva aparece como protagonista de um escândalo, as investigações oficiais são feitas sob rigoroso sigilo. A alegação é sempre a mesma: afastar o risco de uma "crise institucional".

Para ficar com apenas dois nervos expostos, foi assim no Mensalão e está sendo assim agora no Caso Rose, ex-primeira-dama do governo Série-B de Dilma Vana.

As já tradicionais Operações Abafa, são deflagradas assim, como se Lula sozinho fosse a democracia brasileira. A blindagem em torno dele ganha os contornos de proteção ao 5º Símbolo Nacional, nascido em 2002, ano em que o Brasil da Silva foi descoberto.

E ele, ator magistral no papel de maior pateta da história desse País, se diz sempre apunhalado pelas costas e se faz de morto para passar bem.

Foi assim no Mensalão é assim no affair Rosegate.

Daí então, o silêncio em torno das investigações que cobrem as falcatruas, os roubos, o tráfico de influência, os amassos atrás da porta ou dentro do avião, o desrespeito escrachado aos outros quatro e legítimos símbolos dessa pátria, o Hino, a Bandeira, as Armas e o Selo Nacional.

Do medo de deixar o chefe da pandilha de Rose com as calças na mão, tudo é feito na moita, no silêncio sepulcral, porque mexer com Lula é mexer com a "institucionalidade" republicana; é mexer com a democracia que lhe pertence e que dadivosamente reparte com seus seguidores de "fidelidade canina"; com seus cães fieis; com seus melhores amigos. Lula é o homem.

Em matéria de Operação Abafa, Luliz Erário Lula da Silva é a logomarca do poder; é mais que Hino, Bandeira e Armas, um símbolo mais poderoso que o Selo Nacional.
MARATONA DE LONDRES
Mostrando ao mundo que não se micham, os ingleses estão realizando a Maratona de Londres. Até agora nenhuma novidade. A prova também não é nenhum, digamos assim, nenhum estrondo. A única novidade é que o público olha mais para os lados do que para a passagem dos maratonistas. É a Síndrome de Boston.

BOLETIM MÉDICO
O boletim médico do Hospital das Forças Armadas, em Brasília, diz que apresenta melhoras a "infecção estomacal" de Aloízio Mercadante, ministro do PT na Educação. A infecção melhorou. Já o ministro parece meio dengoso.

VIDA BANDIDA
Por enquanto, o júri condenou 23 policiais da chacina do Carandiru a 156 anos de prisão; absolveu três. Falta ainda julgar outros 53 PMs. Se todos eles forem encaminhados para o mesmo presídio, logo teremos outro massacre atrás das grades. A única chance é que caiam todos na mesma cadeia em que estiverem Zé Dirceu e os mensaleiros. Só nesse caso haverá possibilidade de ressocialização. E quem sabe até se muitos deles não sairão de lá candidatos a uma boa vereança, uma boquinha na Câmara e Senado, ou bem acomodados na chamada máquina pública.

CAMPEONATOS RESERVAS
Hoje é mais um domingo com futebol de mentira no Brasil. Os técnicos dos chamados grandes clubes entram em campo com seus times reservas. Alegam que há outras competições pelo caminho. Balela, é a preservação dos empregos. Jogador de futebol é pago - e muito bem pago - para jogar futebol.

20 de abr de 2013

ESTOURO EM NY
Tudo certo: Paul McCartney se apresentaem Nova Iorque nos dias 8 e 10 de junho. Já tem fã do velho Beatle espalhando o terror na Big Apple vaticinando que o show vai ser um estouro. O secretário de Defesa dos EUA já mandou reforçar a segurança.
O JEITO AMERICANO
Pronto, acabou a caçada de Boston. A carga da cavalaria rusticana matou um bandido e feriu gravemente o irmão dele que já está com um pé na cova. É the way of life do Tio Sam. A Cidade da Maratona e a América estão de novo na mais santa paz. Os Estados Unidos voltam a respirar aliviados. Mas nada, nem ninguém é capaz de impedir que amanhã, ou depois, ainda livres, os verdadeiros terroristas voltem a atacar.
O JEITO AMERICANO
Pronto, acabou a caçada de Boston. A carga da cavalaria rusticana matou um bandido e feriu gravemente o irmão dele que já está com um pé na cova. É the way of life do Tio Sam. A Cidade da Maratona e a América estão de novo na mais santa paz. Os Estados Unidos voltam a respirar aliviados. Mas nada, nem ninguém é capaz de impedir que amanhã, ou depois, ainda livres, os verdadeiros terroristas voltem a atacar.

A volta do Caso Rose

A revista Veja desta semana encanzina Lula uma vez mais. Trata de tirar das brumas o Caso Rosemary. 

Pelo menos a Veja dá atenção a Rose que, ao perder as regalias de primeira-dama do governo Série-B de Dilma Vana, foi relegada ao ostracismo e nem sequer recebe mais os telefonemas que a entretinham tanto e tanto mantinham a chama acesa. 

Embora a sede do governo paralelo estabelecido em São Paulo, tenha sido criada e abastecida por Lula - que chegou a ser papel de parede do gabinete avançado - o lugar hoje também é ignorado pelos seus mais assíduos ex-frequentadores.

Malufisticamente fazem cara de paisagem e perguntam assim como quem pisa nos astros distraído: "Que escritório? Que governo? Que Rose?!? Hein, hein, Lula, que Lula?!? 

Vale a pena ler a Veja desta semana, ela vale pelo efeito de água benta que reaviva a memória de quem a costuma perder nas missas de 7° Dia.
DUAS NOTÍCIAS
Duas quase notícias. Uma boa e outra ruim A ruim, primeiro: a bancada do partido na Assembleia Legislativa de São Paulo definiu, em jantar, adesão à candidatura do ministro da Saúde, Alexandre Padilha, ao governo de São Paulo. Quer dizer, não faz mal que o caos na saúde pública seja o que é; está bom para o PT e para os paulistanos. A boa: o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, não tem apoio interno.Isso não tem preço.
DUAS NOTÍCIAS
Duas quase notícias. Uma boa e outra ruim A ruim, primeiro: a bancada do partido na Assembleia Legislativa de São Paulo definiu, em jantar, adesão à candidatura do ministro da Saúde, Alexandre Padilha, ao governo de São Paulo. Quer dizer, não faz mal que o caos na saúde pública seja o que é; está bom para o PT e para os paulistanos. A boa: o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, não tem apoio interno.Isso não tem preço.
CRIME E CASTIGO
O Brasil é comovente. Enquanto os 12 corintianos, lançadores eméritos de sinalizadores, reclamam em altos brados contra a morosidade da justiça boliviana, Zé Dirceu e seus mensaleiros, acompanhados pelos congressistas nacionais, fazem das tripas coração para retardar a justiça brasileira. Os primeiros querem provar que não são culpados; os outros querem mostrar que no velho País do Futebol, como diz Zé Maria Marins, ninguém mais é inocente.

O Caso Kevin é como qualquer caso...

Promotor boliviano não vem ao Brasil; 12 corintianos
curtem o abandono

A Gaviões da Fiel está perdendo as plumas e o seu advogado, Ricardo Amaral, perdendo as estribeiras porque a sua estratégia infeliz de apresentar um menor como autor do disparo de sinalizador do chamado Caso Kevin Espada, está dando com os burros n'água.

A justiça da Bolívia está tratando do assunto como acha que deve e não como os corintianos pensam que deve ser e os brasileiros estão acostumados a ver. Agora o promotor de justiça boliviano que trata do crime acaba de dizer que jamais cogitou de vir ao Brasil para ouvir o garoto-laranja que está disposto a tudo pelas cores e pela bandeira do seu time de coração.

Se ele é mesmo o disparador emérito de rojões, então que vá dizer isso lá em Oruro, na Bolívia. A coisa começa a engrossar porque o jovem confessor tem 17 aninhos e isso, para a justiça boliviana está pra lá de bom. A menoridade naquela verdadeira república bolivariana é de 16 anos. Pelas encostas andinas, em guarani, aimará, quíchua, ou espanhol, ele entraria na vara grossa e não na da Infância e Juventude como se deu à la francesa por aqui.

Enquanto isso, esses 12 corintianos, abandonados pelo Itamaraty, circundados pelo ministro da Justiça do PT, Zé Eduardo Cardozo, ignorados por Lula, o mais ilustre coringão do Timão, continuam encurralados lá na Bolívia chorando o desgosto de saber que não fazem falta nenhuma à bilheteria dos estádios onde o Corinthians continua disputando o campeonato paulista e a Libertadores ao mesmo tempo.

O futebol imita a vida. Quando o bicho pega, o aconchego de ontem é o abandono de hoje. O caso Kevin é para os corintianos, o que o caso Rose é para quem sempre tira o dele da reta quando a coisa fica preta. O caso Kevin é para os 12 corintianos, o que o Caso Mensalão é para o Capetta de tutti capi

Entrementes na CBF...

ENTREMENTES NA CBF...
Marin, O Medalhão, sabe de tudo e não conta nada.
 
Por aqui, Zé Maria Marin desafia os astros e manda Dilma Vana e seu governo calarem a boca porque da CBF - empresa privada de bons negócios - ele não sai e ninguém o tira.

Não adianta querer Leonardos & Ronaldos porque ele está eleito até 2015 e pronto. E o Joseph Blatter que vá chutar traseiros de quem não se importa com isso.

Marin, O Medalhão, disse e não mandou dizer que se não o deixarem quieto no seu trono vai abrir a fossa e espalhar tudo que há de podre no reino de Lula e seus comparsas.

Mais que contar, Marin ameaça mostrar todas as provas contra Lula, Andres Sanchez e "um" ex-ministro do Esporte - aí, você decide por quem esteve lá antes de Aldo que ainda está ministro.

Tire par ou ímpar entre Agnelo Queiroz e Orlando Silva. Enquanto isso, Zé Maria Marin para felicidade geral dele mesmo e de sua pandilha diz ao povo que fica.

Chegou a Cavalaria!

 John Wayne está salvo; o inimigo, ferido de morte;
enfim, happy end

Nos westerns de maior bilheteria é sempre assim: de repente, aparece a cavalaria para dar cobertura a John Wayne que sozinho, estava cercado por um bandido e mil demônios terroristas. Apareceu e pronto, acabou com a caçada. Eis que ontem, foi assim; outra vez assim.

Com as locações em Watertown, pequeno cenário grudado em Boston, a Cidade da Maratona, o inimigo público Nº 2 foi capturado, todo sujo de algo que lhe saía dos mais primitvos recônditos e que não cheirava lá essas coisas.

Por acaso, o irmão do inimigo público Nº 1 já fora de combate, saiu gravemente ferido
e, claro, morto de medo. O enredo, como de hábito, é apenas instigante. Deixa a interpretação por conta da imaginação de cada espectador.

Fica um ranço tipo assim dé-jàvu; coisa parecida com "eu já vi esse filme", pois  assim, como rezou Bin Laden por Nova Iorque depois de derrubar as Torres Gêmeas naquele retumbante 11 de Setembro, agora os irmãos chechenos condenam a América a concluir que "Boston nunca mais será a mesma".

Pelo script, nas primeiras luzes do amanhecer e sob os acordes pungentes do hino The Star-Spangled Banner a bandeira norte-america, The Old Glory, volta a drapejar como convém ao mais perfeito e tradicional happy end. E estamos prontos pra outra. O show não pode parar.

19 de abr de 2013

O empurrão e a bengalada


Esse empurrão que o manifestante deu em Nicolas Maduro na cerimônia de sua investidura como novo proprietário da Venezuela, não chega nem aos pés daquela bengalada que Zé Dirceu levou de um pesquisador curitibano que pouco tempo depois bateu as botas.


Isso não quer dizer que temos mais senso de dignidade do que os venezuelanos; o nosso heróico escritor Yves Hublet tinha dupla cidadania. Vai ver que a pancada foi desferida pela sua porção belga, bem mais ativa que a brasileira.

O empurrão e a bengalada


Esse empurrão que o manifestante deu em Nicolas Maduro na cerimônia de sua investidura como novo proprietário da Venezuela, não chega nem aos pés daquela bengalada que Zé Dirceu levou de um pesquisador curitibano que pouco tempo depois bateu as botas.


Isso não quer dizer que temos mais senso de dignidade do que os venezuelanos; o nosso heróico escritor Yves Hublet tinha dupla cidadania. Vai ver que a pancada foi desferida pela sua porção belga, bem mais ativa que a brasileira.

Western Americano

E então no Velho Oeste americano, os mocinhos saíram à caça dos bandidos que rebentaram com a Maratona de Boston. E como em todo western que se preza o previsível final feliz já se aproxima.

No primeiro duelo já morreu um cara-pálida com sotaque chechelento; o outro está cercado pelos caçadores de recompensa.

Há cartazes espalhados por tudo que é canto. A vitória do xerife é mais que certa. O mal será cortado pela raiz e antes que o sol se ponha todos viverão felizes para sempre.

Até o próximo episódio. Eis que os bandidos mortos podem nem ser bandidos de verdade. Só serviram como bode expiatórios para que o enredo do filme não se arraste, como acontece nas chanchadas sul-americanas, em que ninguém morre, ninguém vai preso e, no final, o bandido ainda beija a mocinha

Diurceu era o chefe dos Mensaleiros

Deu no Diário da Justiça eletrônico do STF

Foi publicado no Diário de Justiça eletrônico do Supremo Tribunal Federal o resumo do julgamento do Mensalão. A síntese reitera que Zé Dirceu "organizava" e "controlava" o esquema. Quer dizer, era o chefe da quadrilha.

Pela publicação se vê que a mais alta corte de Justiça do País entendeu que houve desvio de dinheiro público para corromper parlamentares e garantir apoio político ao governo Lula no Congresso.

Para o STF, "a organização e o controle das atividades criminosas foram exercidos pelo então ministro-chefe da Casa Civil, responsável pela articulação política e pelas relações do governo com os parlamentares". É o que está no Diário de Justiça eletrônico do Supremo. Qualquer um pode ler.

O resumo mostra que para chegar à condenação dos principais acusados, os ministros do tribunal levaram em conta "várias reuniões mantidas entre os corréus no período dos fatos criminosos, associadas a datas de tomadas de empréstimos fraudulentos junto a instituições financeiras cujos dirigentes, a seu turno, reuniram-se com o organizador do esquema".

Após citar, entre outros fatos, a existência de dezenas de recibos "meramente informais e destinados ao uso interno da quadrilha", o documento conclui que o tribunal conseguiu formar "um sólido contexto fático-probatório, descrito no voto condutor". Se você não está lembrado, o "condutor" foi o ministro-relator, Joaquim Barbosa.

E você pode ler na edição eletrônica do Supremo: "O acervo de provas e indícios somados revelaram, além de qualquer dúvida razoável, a procedência da acusação quanto aos crimes de corrupção ativa e passiva."

A decisão hoje editada, rememora ainda que, segundo os ministro, esse grupo criminoso funcionou do fim de 2002 a junho de 2005, "quando os fatos vieram à tona". Isso se deu - lembre-se - quando Roberto Jefferson botou a boca no trombone e passou a vara em meio mundo.

Na metade restante do mundo, Jefferson poupou Lula da Silva de tal maneira que, desde então, os brasileiros mais atilados têm absoluta certeza de que o então primeiro-metalúrgico presidente do Brasil era um tremendo pateta.

A publicação de hoje é o resumo do resultado oficial do julgamento. A íntegra dos votos ainda não foi divulgada, o que deverá acontecer na próxima segunda-feira, segundo o próprio STF. Os prazos para que os advogados entrem com os recursos começará a contar na próxima terça-feira. Eles têm 10 dias para empurrar a cadeia dos seus clientes com a barriga.

Só depois de esgotadas todas as chances de recursos é que o processo será considerado transitado em julgado e as penas de Dirceu e outros 24 mensaleiros condenados começarão a ser cumpridas. Se e quando vão para trás das grades pouco importa; o que interessa é saber que havia uma quadrilha e um chefe dos quadrilheiros a serviço de um bananão que, de tão pateta, não via, não ouvia, não sabia de nada.
Faroeste à americana. Polícia troca tiros com suspeitos de bombardeio à Maratona de Boston. Mata um bandido e deixa escapar o outro.

 O chechelento de boné branco ainda está vivo.

Os dois terroristas seriam irmãos e só pensam naquilo: têm a Chechênia na cabeça. A polícia garante que matou sem querer a versão moderna de Lee Harvey Oswald que acabou com John Kennedy, em Dallas.

Agora os mocinhos botam no ar a foto do bandido que acabou com a maratona e pedem para que todos tenham muito cuidado porque "é um homem perigoso, está fortemente armado e veio da Chechênia até aqui só para matar". Afora isso, é irmão de sangue, muito sangue daquele que acaba de virar presunto.

Quer dizer, sem falar com o chechelento, o serviço de inteligência americano já sabe de tudo isso a respeito dele, imagine só quando, antes mesmo que dê um pio, lhe derem o acidental e imprevisível tiro de misericórdia.
Faroeste à americana. Polícia troca tiros com suspeitos de bombardeio à Maratona de Boston. Mata um bandido e deixa escapar o outro.

 O chechelento de boné branco ainda está vivo.

Os dois terroristas seriam irmãos e só pensam naquilo: têm a Chechênia na cabeça. A polícia garante que matou sem querer a versão moderna de Lee Harvey Oswald que acabou com John Kennedy, em Dallas.

Agora os mocinhos botam no ar a foto do bandido que acabou com a maratona e pedem para que todos tenham muito cuidado porque "é um homem perigoso, está fortemente armado e veio da Chechênia até aqui só para matar". Afora isso, é irmão de sangue, muito sangue daquele que acaba de virar presunto.

Quer dizer, sem falar com o chechelento, o serviço de inteligência americano já sabe de tudo isso a respeito dele, imagine só quando, antes mesmo que dê um pio, lhe derem o acidental e imprevisível tiro de misericórdia.
Faroeste à americana. Polícia troca tiros com suspeitos de bombardeio à Maratona de Boston. Mata um bandido e deixa escapar o outro.

 O chechelento de boné branco ainda está vivo.

Os dois terroristas seriam irmãos e só pensam naquilo: têm a Chechênia na cabeça. A polícia garante que matou sem querer a versão moderna de Lee Harvey Oswald que acabou com John Kennedy, em Dallas.

Agora os mocinhos botam no ar a foto do bandido que acabou com a maratona e pedem para que todos tenham muito cuidado porque "é um homem perigoso, está fortemente armado e veio da Chechênia até aqui só para matar". Afora isso, é irmão de sangue, muito sangue daquele que acaba de virar presunto.

Quer dizer, sem falar com o chechelento, o serviço de inteligência americano já sabe de tudo isso a respeito dele, imagine só quando, antes mesmo que dê um pio, lhe derem o acidental e imprevisível tiro de misericórdia.
Faroeste à americana. Polícia troca tiros com suspeitos de bombardeio à Maratona de Boston. Mata um bandido e deixa escapar o outro.

 O chechelento de boné branco ainda está vivo.

Os dois terroristas seriam irmãos e só pensam naquilo: têm a Chechênia na cabeça. A polícia garante que matou sem querer a versão moderna de Lee Harvey Oswald que acabou com John Kennedy, em Dallas.

Agora os mocinhos botam no ar a foto do bandido que acabou com a maratona e pedem para que todos tenham muito cuidado porque "é um homem perigoso, está fortemente armado e veio da Chechênia até aqui só para matar". Afora isso, é irmão de sangue, muito sangue daquele que acaba de virar presunto.

Quer dizer, sem falar com o chechelento, o serviço de inteligência americano já sabe de tudo isso a respeito dele, imagine só quando, antes mesmo que dê um pio, lhe derem o acidental e imprevisível tiro de misericórdia.

CORREDORES DA CARNE
Zé Batista Júnior da Friboi, pretenso candidato a governador de Goiás, é tido e havido como um dos maiores financiadores da campanha de Eduardo Campos à presidência da República. Agora está com o pé que é um leque para se filiar ao PMDB. Quem o convence a tanto é, ninguém mais nem menos do que o vice-mais presidente Michel Temer, senhor de todos os anéis no Ministério da Agricultura. O sucesso da Friboi, alcançado em pouco mais de 20 anos quando o açougueiro virou grande beneficiador mundial de carne, passou religiosa e celeremente pelos portos nacionais e corredores de exportação da pasta de negócios agropeculiares.  

ATO FALHO
No meio de sua discurseira em mais um seminário que celebra os 10 Anos de PT no Poder, Dilma Vana teve um acesso de sinceridade e disse o que não queria dizer:  “a inflação foi uma conquista desses dez últimos anos do presidente Lula e do meu governo.” Ah, bom.

VAI POR ELE
Fernando Henrique Cardoso, sobre os remelexos no ninho tucano: "Meu palpite é que |Serra não sai do PSDB". Olhaí, cara, a Mega-Sena está acumulada.

O DRAGÃO
A revista britânica "The Economist" disse que o governo Brasil perdeu tempo e bobeou no combate à inflação. E deu seu tomataço: "Um banco central sabe que perdeu o controle das expectativas de inflação quando a alta dos preços vira assunto de piadas". A revista disse também que o dragão tem atacado principalmente as famílias de menor renda. Prevê que Dilma vai ter que se agarrar com São Jorge se quiser se reeleger no ano que vem.

RECONTAGEM NA VENEZUELA
O Conselho Nacional Eleitoral, enfim, aprovou a recontagem dos votos na Venezuela. Hoje, no entanto, Nicolás Maduro toma posse oficial como presidente eleito. A recontagem deve ser iniciada daqui a um mês. Tempo suficiente para manipular melhor o desejo dos eleitores venezuelanos. O governo brasileiro já mandou mensagem saudando o clone piorado de Hugo Chávez. Sabe que a "recontagem" vai apenas consagrar o malfeito.

DEMOCRATURA
Enquanto vigorar a bagunça da "estratégia de coalizão" que compra aliados com dinheiro público, quanto menos partido político, melhor. Duas facções apenas são o quanto basta para serem vigiadas de perto pelos eleitores e não por seus caciques e morubixabas da democratura cometida no Brasil.

IMPOSTO DE RENDA
Há dezenas de sites, escritórios, organismo oficiais e oficiosos ensinando a você como deve declarar seus ganhos ao Imposto de Renda. Besteira, pergunte ao Lula como é que ele faz. Ou monte um instituto.