O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

31 de ago de 2012

Republicanagens

O TEMPO É INVERTEBRADO
Teve um ministro do Supremo que lamentou a aposentadoria compulsória de Cezar Peluso pelo peso dos 70 anos de idade. "É lastimável ver-se um talento como o Cezar Peluso, em pleno vigor físico e intelectual, aposentar-se por tempo de serviço"... E disse isto assim, olhando para o alquebrado guerreiro Joaquim Barbosa, de coluna empenada e prestes a assumir a presidência do tribunal.

CADEIA SEM CADEADO
Por mais que sejam humilhados, condenados, degredados, esses mensaleiros filhos de Eva que já andam chorando e rezando para que o Supremo não acabe com sua raça, dificilmente pegarão cadeia. Os toffolis e lewandowskis da vida, puxarão na hora H as sentenças para o patamar mínimo e assim, todos os malfeitores viverão felizes em folgados regimes semiabertos que lhes permitirão a prática de malfeitos tanto na vida pública quanto na privada - melhor lugar para a notável pandilha.

PERDE, MAS EMPATA
E o Ibope deu que Russomanno tem 31% da intenção de votos; que Serra caiu de 26% para 20% redondos e que HaHahaddad chegou aom miraculoso empate com os 20% de Serra tendo apenas 16%. Assim é que, quando o Corinthians perder para o Santos por 4 x 0 é porque o jogo terminou empatado. Não há nada como pesquisa científica. O Corinthians foi tomado como exemplo de manipulação de resulytados, porque seu torcedor mais "ilustre" se chama Lula e entende dessas coisas como ninguém.

O IBOPE DO FUTEBOL
Então tá, o São Paulo meteu 4 x 0 no Botafogo e o Flamengo empatou em 1 x 1 com o Sport. Pela margem de erro do Ibope, São Paulo e Botafogo pode ter terminado 4 x 4 e o Flamengo meteu 4 x 1 no Sport. Em pesquisa científica - quando é boca-de-urna - tudo pode acontecer.

MERCENÁRIO
O goleiro Julio Cesar contratado pelo Queens Park Rangers, que acabou de voltar à elite da Liga Inglesa,  chorou ao se despedir da Internazionale de Milão. Só por isso, se a torcida do Queens fosse a organizada do Santos, o receberia com ovos podres e vaias, acusando-o de mercenário e brindando-o com outros elogios de bom tamanho. Para essas torcidas organizadas, chorar na vida, só pode se for pelo time deles. Paulo Henrique Ganso que o diga.

RENÚNCIA DE CUNHA
Condenado no processo do Mensalão, João Paulo Cunha coitado renunciou à candidatura para prefeito de Osasco. O povo já não sabe o que vai ser da vida. Cunha, no entanto, já pensa em ser operador do Instituto Lula que, para não acabar por inércia, vai ter que reativar logo as palestras milionárias do seu orador-mor.

Caixa-2 uma privica! Vai ter cadeia.

Quando Cezar Peluso, na sua aula de despedida no STF, condenou o deputado João Paulo Cunha (PT-SP) por peculato e corrupção passiva, ele desmantelou a principal tese da defesa dos mensaleiros: que todos operavam, na realidade, um caixa 2 eleitoral. No caso específico de João Paulo Cunha, Peluso provou que, pelo calendário, pelas finanças ou pelos depoimentos dos envolvidos, a tese é uma ficção sem qualquer amparo nos fatos.

Pelos autos, João Paulo sacou os famosos R$ 50 mil em setembro de 2003, mas o tesoureiro do PT, Delúbio Soares, afirmou que só recebeu o pedido de João Paulo em janeiro de 2004. Peluso demonstrou com a maior simplicidade e sem dificuldade nenhuma que este seria então um caso raro em que o dinheiro do Caixa-2 aparece antes de ser solicitado.

Caixa-2 uma privica! Daqui pra frente tudo vai ser diferente; vão ter que aprender a ser gente, ou então a vida não vale nada. A pandilha de sevandijas está em palpos de aranha. Lewandoswski e Toffoli que não foram capazes de ver isso, precisam ir ao oculista. Não, não é ode um oftalmologista que eles precisam; precisam é ser tratados por um bom e grande oculista.

Já está ficando bem claro porque o Papa dos defensores, Márcio Thomaz Bastos começou tão cedo a falar que cadeia não é pra já, só para o ano que vem. Seja lá para quando for - fica evidente desde agora - que vai ter cadeia.

A magnânima renúncia de Dilma

Dizem à boca pequena as boas línguas republicanas que Dilma Vana está sendo induzida, a conta gotas, a desistir da sua reeeleição à Presidência, em favor da campanha "Volta Lula".

A razão principal, revestida de profundo sentimento humano esconde, na verdade, mais uma sórdida urdidura do gênio malévolo do criador da criatura.

Dilma Vana - diagnosticam os emissários dos subterrâneos do poder - teria tempo para assistir a mais quatro anos de mandato do homem que venceu o câncer que assim voltaria à boa vida palaciana antes que o mal voltasse. Como se isso não fosse mal suficiente para a nação.

Nova e vigorosa como é Dilma, 3ª mulher mais poderosa do mundo comandado pela Forbes, ela poderia voltar em 2018, lépida, faceira e metastática ao lugar que seria de Lula enquanto ele tivesse mais saúde para dar e vender do que propinas mensais para comprar aliados, coalizar partidos e dominar pessoas.

É este gesto magnânimo de renúncia cheio de bondade e compaixão que, na espreita, Lula espera para voltar a ser de novo presidente, eterno enquanto dure.

30 de ago de 2012

E o galo virou pinto

Lula, O Parlapatão, sempre foi um basofeiro. Canta de galo e quando a coisa fica preta, cisca daqui, cisca dali e salta fora da galinhagem deixando o terreiro pra lá.

Foi assim lá pelos conturbados idos de 2005 quando Roberto Jefferson detonou o escândalo que nunca antes na história dos governos do Brasil teve genéricos ou similares. Quando Lula percebeu que estava à beira do impeachment saltou fora e deixou a companheirada no estado porcário em que se encontra hoje, sete anos depois.

O azar de Lula é que a estratégia de empurrar o julgamento com a barriga deu errado de tal forma que o seu governo acabou e ele deixou de ser presidente do Brasil para ser um bem-remunerado presidente de honra do PT, partido que abriga todos os malfeitores dos malfeitos que Lula jura covarde e deslealmente nunca ter visto, posto que para ele o Mensalão era uma farsa.
Agora, a farsa vem à força de lei e, diante da atitude até aqui correta dos ministros que ele, quando na ativa, pensava dominar, já o faz tremer de medo e se recolher à insignificância de um rei posto, mais nu do que morto.

E porque é assim mesmo, encolhido diante de resultados que não queria e não esperava, Luiz Erário Lula da Silva não quis comentar nesta quinta-feira, 30, os reveses que os petistas integrantes do seu governo vem sofrendo no julgamento do Mensalão em Brasília.

Diante dos pedidos de entrevista, a assessoria do misterioso Instituto Lula - que até agora não disse a que veio e nem para o que é mesmo que serve - informou que o antigo falastrão iria manter a mesma postura adotada desde o início do julgamento: não emitir opinião sobre o caso, enquanto estiver sub judice. Postura é coisa de galinha, mas neste caso, Lula que adora cantar de galo bancou um pinto atemorizado: não deu um pio.

Quem estava por perto garante que o presidente mais palpiteiro que o Brasil já teve ficou contrariado com a condenação do deputado João Paulo Cunha (PT-SP) e apreensivo com os rumos do julgamento.
Neymar tem mesmo que jogar muita bola para não ver sua carreira ir por águas abaixo. Mais que enfrentar o rodízio de pancadas dos zagueiros adversários, precisa se defender de Mano Menezes, Muricy Ramalho e da diretoria do Santos. Estivesse na Europa já estaria disputando beleza com Messi e Cristiano Ronaldo. Aqui precisa provar que não é cai-cai ou que o seu caráter de menino bom de bola chega pelo menos aos pés da personalidade ímpar de um Tite choramingão desses que a gente encontra aos borbotões pela vida..
CIGARROS PARA DIRCEU
Réu preferencial em tudo e por tudo, no processo do Mensalão, Zé Dirceu recebeu visita de ex-presidente da Vale e líder do MST. Não, ninguém confirma o boato de que foram até a sua casa-refúgio em Vinhedo, interior de Sampa, para levar jornais e cigarros.

LULA SALTA FORA
Como mostrou a pesquisa realizada pelo Datafolha em Recife, Geraldo Júlio, do PSB, disparou e saltou de 7% para 29%, empatando com o petista Humberto Costa. Afilhado do governador Eduardo Campos, tido como possível presidenciável em 2014, Geraldo Júlio surpreendeu até os mais otimistas entre os socialistas. Como é de seu péssimo hábito, o companheiro Lula já está tirando o corpo fora da disputa na capital pernambucana. perder para Eduardo Campos neste outubro vai pegar mal para a campanha "Volta Lula" em 2014. Como de costume na hora do aperto, Lula está abandonando o barco. Nada que cause espanto: é da sua natureza.

Justiça do Supremo dói na alma dos mensaleiros


Os defensores dos malfeitores que cometiam malfeitos mensais e que, por isso mesmo, se consagraram mensaleiros, evitam o título de Mnesalão e insistem em chamar o processo pelo nome técnico de Ação Penal 470 deixando o popular, como sempre, para depois.

Os antes sorridentes advogados dos mensaleiros e petistas torcedores fanáticos, diante dos reveses que vêm sofrendo, alegam agora que "não se trata apenas do juízo de um crime, mas também de um partido e de um projeto político que venceu três eleições presidenciais".

E assim, como é de seus maus costumes, querem passar de réus a vítimas do Supremo Tribunal Federal. O que mais lhes dói na alma não é a humilhação de serem, paulatina, gradativae inexoravelmente confirmados pela força da lei como corruptos, malfeitores, agentes de peculato, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha; o que lhes dói na alma é que decisão do Supremo é definitiva, não há protelação possível. E protelação de malfeitos é o esporte preferido dessa pandilha de malfeitores.

Alegar injustiça nas condenações porque se trata de um "projeto político que venceu três eleições presidenciais" só revela a torpeza do caráter dos mensaleiros de todos os calibres - de Ali Babá, a Zé Dirceu e seu séquito de maquiavéis de balcão, para quem todos os fins justificam todos os meios. Perderam os referenciais da vergonha. É uma espécie de bípedes que não pode viver em sociedade.

Rumo às grades

Com que prazer o brasileiro vê o prazer com que os ministros do Supremo Tribunal Federal estão fazendo cumprir a lei. Pelo desejo explícito de Cezar Peluso, estão a caminho da cadeia: Marcos Valério, 16 anos de reclusão; Cristiano Paz e Ramon Hollerbach, 10 anos e oito meses; Henrique Pizzolato, oito anos e quatro meses; João Paulo Cunha, seis anos. As penas podem ser agravadas em razão da ampliação da maioria no STF pela condenação e pela ênfase dada pelo decano Celso de Mello: "são delinquentes, marginais". Celso de Mello pediu "penas exemplares" para os mensaleiros.

29 de ago de 2012

Sozinho o PT não ganha de ninguém

Dê um giro pelos principais currais eleitorais do Brasil e veja onde é que aparece o PT em cada brete nas mais populosas capitais brasileiras. O PT sozinho não ganha nada em termos de eleições. Pelos levantamentos de institutos mais que preparados para essas ocasiões a coisa está assim:

Eduardo Paes (PDT) venceria no 1º turno no Rio. O atual prefeito carioca tem 53% das intenções de voto no Rio; Marcelo Freixo aparece com 13% e Rodrigo Maia tem 5%.

Em Belo Horizonte, Lacerda do PSB tem 16 pontos à frente. Candidato à reeleição aparece com 46% das intenções de voto, enquanto Patrus Ananias, do PT, tem 30%

No Récife, terra péquena pórêm décente: Geraldo Júlio do insinuante PSB já está empatado com o vampiresco Humberto Costa, afilhado imposto por Lula. Segundo o ínclito instituto Vox Populi, o candidato apadrinhado por Eduardo Campos lidera com 31% das intenções de voto.

Em Porto Alegre, o brizoleiro Fortunati e a comunista Manuela estariam cabeça com cabeça. Diminuiu a diferença entre o atual prefeito pedetista da capital gaúcha e a candidata do PCdoB, de acordo com o infalível Datafolha.
ATÉ 2026
Se a pena do ministro aposentado com mais de um salário mínimo, Cezar Peluso, for mantida pelos outros julgadores do STF, o corrupto passivo e malfeitor de peculatos João Paulo Cunha está expurgado da política por pelo menos 14 anos. O PT já bota pressão para que Cunha apresente a desistência da sua candidatura a prefeito de Osasco. Bolas, logo agora que como nunca antes na história desse país João Paulo tinha o perfil mais que perfeito do mensaleiro bem sucedido... Até parece que o partido já tem alguém diferente para colocar em seu lugar. Com o PT é assim: rei morto, rei posto. Em todo caso, persistindo os sintomas, João Paulo Cunha voltará cheio de gás em 2026.

João Paulo Cunha é corrupto passivo

Pelo Supremo Tribunal Federal, João Paulo Cunha é corrupto passivo. Quer dizer, ele pegou grana indevida para servir-se e ser servido de coisas e loisas públicas. Resta agora saber se tinha lavanderia e mumhas várias, de peculato a cara de pau. O time dos Mocinhos está goleando por 6x2 o time dos Malfeitores. Lulalelé, presidente de honra do PT e, na época proprietário do governo da sua República, deve estar achando tudo isso uma fantasmagoria. Afinal, embora não tenha cumprido a promessa de provar sua inexistência, para Lulalelé "o Mensalão foi uma farsa". Ali Babá  já desconfia que descobriram a senha para abrir a caverna onde se escondem pelo menos 40 de seus malfeitores.
O CLÁSSICO
Cá pra nós o Brasileirão está em pleno andamento, partindo para o segundo turno cheio de grandes clássicos, mas nada se compara com o confronto direto entre Joaquim Barbosa e Ricardo Lewandowski. Do pescoço pra baixo, tudo é canela.

PROGRAMÃO
Nunca o Brasil foi tão eletrizante. Você decidide hoje diante da TV: o voto de Cezar Peluso, ou o silêncio de Cavedish.

MEDO MENSALEIRO
Nunca antes na história desse país, e muito menos nesses últimos dez anos, ou de 2002 para cá, período de domínio republicano absoluto do PT e seus guerrilheiros de bala perdida, a voz rouca das ruas esteve tão calada. Ali Babá e os 40 mensaleiros só esperam esse surpreendente julgamento acabar no STF, para dar o ar da graça ou dar no pé.  É a primeira vez que Lula e seus morféticos se sentem menos donos do poder que outro Poder constituído. Só esta humilhação já basta para que o brasileiro comum reverencie o Supremo Tribunal Federal. mesmo que amanhã ou depois, por isso mesmo, seus notáveis componentes se julguem acima do bem e do mal.

OS HOMENS DE PRETO
Tudo de bom que acontecer no Supremo Tribunal Federal será, na melhor das hipóteses, como um tiro de misericórdia no coração da sociedade. Decisão final no Supremo é como um tiro fatal; não tem apelação, não tem cura, não tem defesa. O STF é o resumo da Justiça suprema, praticada por 11 homens portando uma Constituição no coldre. Eles são os velhos homens de preto que, nos filmes de faroeste, eram chamados para salvar os habitantes do povoado do domínio dos bandidos. No fim do bangue-bangue, os salvadores beijavam a mocinha e ficavam de donos do lugar.

Foi ele!

Não é nada, não é nada, estão faltando só dois votos para que o ex-presidente da Câmara dos Deputados, João Paulo Cunha, que concorre à faustosa e melíflua prefeitura de Osasco (SP), seja condenado no processo do Mensalão que o PT e seu séquito gostam de chamar de Ação Penal 470.

E sabe você o que está acontecendo? Os dirigentes do PT e o próprio Lula defendem sua saída da corrida eleitoral em caso de condenação.

Nada de excepcional, nada de novo no front em se tratando de quem se trata. Companheirismo para Lula é até ali. Quando começa a pisar nos calos, vira trairagem. Lula é o vizinho aquele que, quando você ainda era adolescente, jamais escolheria para companheiro de fé, irmão, camarada...

É aquele que, quando é flagrado num malfeito, ou com a boca na botija, logo tira o corpo fora e aponta de dedo disfarçadamente duro: - Não fui eu; foi ele!
CRIME ELEITORAL
Pagot pediu doações na eleição de Dilma. O ex-diretor do Dnit disse à CPI que foi procurado pelo tesoureiro do PT no 1º turno da campanha de 2010. E de procurado, passou a procurar. Deu no que deu. Dilma Vana que então era apenas um poste, ganhou luz e acabou subindo a rampa do Palácio, um dos lugares que cumprem riogorosamente a Lei da Acessibilidade do PT, na Praça dos Três Poderes. Agora vem a turma do PPS e berra: Uso do Dnit é "crime eleitoral". O partido aponta "uso da máquina do governo" na campanha de Dilma Vana após a declaração de Pagot à CPI. Se quer um impeachment pode esperar sentado. O Brasil da Silva não dá bola para essas coisas.

DOU A TROPA
Ronaldinho Gaúcho e Lucas estão na frente de Neymar na enquete realizada pelo portal iG para saber quem é o maior craque do Brasileirão até agora. Então tá, faça o seu time e pegue Ronaldinho, Lucas, Danilo, Fred e Leandro Damião; eu pego Neymar, Ganso e Arouca e dou a tropa. Tá valendo o quê?!?

SILÊNCIO É OURO
Fernando Cavendish pode ficar calado na CPI do Cachoeira. Grande coisa. Basta que sigam seus passos pelas maiores e mais vergonhosas licitações do País cometidas pelo governo e pronto. Ele e os seus cúmplices da coisa pública e da privada em que se meteram podem ser algemados na mesma hora. Quanto ao seu silêncio, ele faz muito bem: seus ouvintes e inquisidores estão fartos de saber do que se trata. Quanto menos ele disser, menos serão comprometidos os membros erectos dessa comissão pra/lamentar. Seu silêncio vale ouro.

O Nº 1
Enquanto o governo faz uma inexplicável campanha pelo desarmamento, já que é incapaz de conter a violência urbana, o cigarro mata um brasiliero a cada 4 horas. E o Ministério da Saúde, ainda bota figurinhas tétricas nos maços de cigarro e adverte candidamente: Cigarro dá câncer. E assim, dá-se por satisfeito e não só arrecada milhões em impostos como permite que o cigarro seja vendido em qualquer boteco e nas melhores casas do ramo. Alguém precisa desarmar o governo. Com o cigarro nos cofres públicos o governo é um perigo. É o Inimigo Público Nº 1.

TÁ EXPLICADO
Ronaldinho é o primeiro colocado na enquete do portal iG, feita em tempo real para saber quem é hoje o maior craque do Brasilierão. Lucas aparece em segundo lugar e, com a metade dos votos deles, surge Neymar - o craque que apareceu para mudar o jeito chato de jogar bola no Brasil desses últimos 10 anos. Tá bom, do Brasileirão até pode ser. Por enquanto. Até o fim da competição, a história será outra.

A VINGATIVA
Aqueles sapos que Marta engoliu no recente almoço com Lulalelé da Cuca foi mais por causa das críticas que recebeu de Zé Serra quanto a sua administração como prefeita de São Paulo, do que por sentimento de bondade ou capacidade de perdão pelo chute no traseiro que levou do honrado presidente do PT, seu último comensal. Serra já caducou há muito tempo e não sabe. Sua validade como cacique tucano está vencida há muito tempo. Já deveria ter saído das pratleiras. Nessa coisa de dar o troco, Marta é como Lula, vingativa a dar com pau.

28 de ago de 2012

A nobre finalidade do Instituto Lula

Se você ainda não sabe e nem sequer lhe explicaram direito para o que é mesmo que serve e para o que é mesmo que foi criado o Instituto Lula, então saiba que se trata de uma lavanderia de palestras que continuariam custando os olhos da cara, se o Cara não tivesse perdido a voz rouca das ruas pelos caminhos que o Criador do Universo lhe traçou.

Em todo caso, pelo tempo em que Lula falava, sobrou dinheiro bastante para uma obra digna de um País abençoado por Deus e bonito por natureza: financiamento da campanha a vereador de São Bernardo, Marcos Cláudio, filho mais velho do dono do instituto. Esse tipo de obra, aliás, é o único que sai do papel dos discursos para a realidade das urnas. O resto fica emPACado.

Dia da Justiça e Dia da Juspizza

Os defensores dos malfeitores de malfeitos no julgamento do Mensalão, estão ainda "perplexos" como sempre ficam quando levam umm chute no traseiro. Ontem foi dia de Justiça no STF; hoje é a vez de Cezar Peluso dar seu voto tipo assim Serenata do Adeus.

A pressão do séquito lulático que defende Ali Babá - por linhas tortas - Zé Dirceu e seus mensaleiros no risco direto, leva a opinião pública a acreditar que Peluso vai votar pela condenação. Diz isso, como se fosse coisa líquida e certa.

É o jeito de ser da pandilha de causídicos que luta contra os mocinhos nesse bangue bangue à brasileira. Técnica de contraespionagem pura dos tempos da Guerra Fria; ou do contraveneno, como qualquer brasileiro esperto entende.

Apertam de tal forma o cerco, dando como certo o voto pela condenação que o ministro é até capaz de votar pela absolvição só para não parecer mais movido pela emoção do que pela razão. Pode ser o Dia da Juspizza. Ou não.

Fica a expectativa de que os julgadores supremos do Brasil percebam que neste processo o Direito racional e o Direito moral andam de mãos dadas.
A ESQUECIDA
Marta Suplicy, a musa defenestrada, fará campanha com HaHaHaddad. Após almoço com Lula, senadora esqueceu o pontapé nos fundilhos que levou do seu comensal e anunciou que vai gravar com o petista e participar de "agendas externas". Noves-fora palanques com Maluf. Sei lá se você almoçaria com quem um dia lhe chutou o traseiro; eu entraria no padrão do conviva: cuspiria no prato. Grosso por grosso, não troco desaforo por almoço.

VOTO CERTO
Celso Russomanno, o Procon Ambulante, diz que está atrás do "voto certo". Com pouco tempo de TV, a estratégia do candidato será intensificar agenda nas zonas Leste e Sul de São Paulo. Se Russomanno está mesmo atrás do voto certo, em quem será que ele vai votar?

TAPADINHOS
A mulher do governador da Bahia agora é alvo fixo. A enfermeira Maria de Fátima Mendonça, mulher de Jaques Wagner, tornou-se servidora efetiva do Tribunal Justiça, sem fazer concurso. Logo em um tribunal de Justiça... Que julgadores mais tapadinhos, né não?!?

SEM FESTA
E os mensaleiros continuam "desesperados" como disse de Zé Dirceu o grande mediador Lula da Silva antes de comer em tranca sobre o julgamento do Mensalão. Afora, favas contadas, como Toffoli e Lewandowski, os ministros estão impedindo até agora as celebrações e explosões de alegria da pandilha de defensores dos ingênuos malfeitores de malfeitos que já deviam ter deixado de circular em sociedade há mais de sete anos.

FESTA E FESTA, COMPANHEIROS
A Polícia federal recusou os pouco mais de 15% de aumento, repartidos em três anos a contar daqui pra frente. E outras greves, de 28 categorias se espalham pelo Brasil Maravilha. Dilma Vana já não consegue nem mesmo ir a uma singela festinha de entrega de medalhas de uma Olimpíada de Matemática no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Manifestantes bloquearam a avenida Rio Branco e a eficiente Tropa de Choque da Polícia Militar foi acionada. A primeira-presidenta foi recebida com vaias ao chegar para o riquefafe. A polícia foi mais eficaz no confronto com os rebeldes urbanos do que tem sido no combate aos traficantes, donos da cidade.

Os manifestantes ironizaram a presença ostensiva dos policiais: "Dilma, que papelão! Para vir ao Rio tem que ser com batalhão", gritavam em coro. Eles cobravam da primeira-presidenta Dilma Vana mais democracia na negociação com as categorias pelo reajuste salarial. O bloco de mais de 200 descontentes - a presença de Dilma Vana não constava do programa oficisal da baboseira - era composto por professores universitários, estudantes, servidores do IBGE, de órgãos vinculados ao ministério da Cultura e do Ministério Público da União (MPU) e do Judiciário federal, entre outros.

Sob forte esquema de segurança, a popular primeira-presidenta, entrou pela lateral do prédio, em uma passagem bloqueada com grades e tapumes de metal que impediam a aproximação e a visão dos manifestantes. No fim da festa saiu por ali mesmo. O quarteirão inteiro do teatro e parte da praça da Cinelândia foram isolados. Um helicóptero da PF sobrevoava a região enquanto homens do Exército e do Batalhão de Choque da Polícia Militar reforçavam a segurança no entorno do prédio, impedindo a aproximação dos servidores. Vai ver que é por essas e outras que a revista Forbes a classificou em seu ranking de papel como a 3ª mulher mais poderosa do mundo.

27 de ago de 2012

Marta come peixe em almoço com Lula


Depois de um parto de dez meses de com Lulalelé da Cuca, o principal responsável pelo seu afastamento da disputa pela prefeitura de São Paulo, Marta Suplicy voltou a ser a Marta de sempre: relaxou e gozou com um almoço de peixe grelhado, legumes cozidos ao vapor, salada, arroz e feijão. Uma coisinha assim frugal, como todo trabalhador brasileiro tem todo santo dia em sua mesa com a mulher e quatro filhos. Marta sucumbiu à lábia da voz rouca das ruas e prometeu, fazendo beicinho, que vai gravar programas de TV para HaHaHaddad e até dar umas voltas com ele, por aí, desde que Maluf não se meta. Na melhor das hipóteses, Marta vai dividir espaço com a outra musa do elenco de Lula, Luiza Erundina. Celso Russomano, o Procon Ambulante, está morrendo de medo.

Republicanagens

PERIGO IMINIENTE
Pois então, depois de levar um chute no traseiro, Marta Sempre Suplicy, com seu estômago de avestruz, foi engolir mais um sapo babrudo. Combinou que vai aparecer na TV e no rádio, mas só sobe em palanque com HaHaHaddad se for a pau. É aí quem mora o perigo. Vá que surja alguém com o instrumento na mão...

SEM MISTURA
Ao não se misturar em palanques, festinhas e solenidades de inauguração de promessas com a turma da candidatura do PT de Lula, Marta Suplicy fere de morte a campanha de HaHaHaddad. Se ela que é musa do PT paulistano, afilhada preterida de Lula, não se mistura com HaHaHaddad, porque o povo terá que passar por isso?!? A mensagem é: quem é bom, não se mistura.

DESCOLADA
A desculpa de que Marta não sobe em palanque nem vai a lugares em que estiver Paulo Maluf, não cola. Em eleições anteriores ela muito saiu de braço dado com Maluf, gastando a sola de sapato que hoje se nega a desperdiçar com HaHahaddad.

PROTAGONISTAS
E o julgamento do Mensalão vai bem do jeito que Lewandowski combinou com seu velho e bom amigo do peito, seu indicador de peso, Lulalelé da Cuca. Vai demorar tanto que,nã só os malfeitores serão beneficiados pela aposentadoria de Peluso, como pelo decurso de prazo da maioria dos melfeitos que cometeram reiteradas vezes, não só em módicas mensalidades, como em diárias permanentes.Joaquim Babrosa entrou no bate-boca, como se fosse mudar o posicionamento de Lewandowski. Para esses dois, Barbosa e Lewandowski, os outros julgadores são meras peças decorativas. Os dois ministos queimam pestanas em sua fogueira de vaidades e jogam água fria no voto dos outros nove, ou oito coadjuvantes.

CHORÕES
Só há uma coisa tão ruim e ridículo quanto ter que aguentar Mano Menezes como técnico de futebol: um treinador gaúcho chorão. Felipão sempre foi um copioso reclamante das arbitragens brasileiras. Mas agora foi batido pelo histriônico lamurioso Tite que chora s as pitangas e verte lágrimas porque Neymar joga deitado e deixa sentado os zagueiros do Corinthians, time treinado por ele, sob o sistemam 007 criado especialmente para matar tudo que é jogada. E de preferência, craques como Neymar.

OS DESTRUIDORES
O Brasil tem hoje duas figuras insignificantes que tomaram conta do esporte: o treinador e o apitador. O primeiro, estraga o time; o segundo, estraga o jogo. Os cartolas ainda não se deram conta de que, não há um grande craque que quando pendurou as chuteiras virou treinador ou juiz: Felipão e Tite, eram bagres caçadores de cabeça; Muricy era um pouquinho melhor, achava que a bola era redonda... Mas juiz de futebol, era só aquele mque servia para carregar o saco de fardamento. Os dois hoje, árbitros e treinadores, estão acabando com os jogadores e destruindo o futebol.

MENSALINHO DO DF
ONGnelo Queiroz, o Bom do Segundo Tempo, substituto perfeito de Zé Arruda, o Rei do Panetone, no des/governo de Brasília embolsou R$ 24 mil que foram doados ao seu partido (PT) em 2005. Até hoje deve estar com inveja dos mensaleiros que, na época, já recebiam R$ 30 mil por mês. Tudo, no entanto, dará em nada. Ele diz que é Caixa-2 e pronto. O malfeito já prescreveu e o malfeitor continua fingindo que governa o Distrito Federal.

24 de ago de 2012

Clube do Riso
Reprodução/AE
 Tá bom, agora conta uma que não mete o Joaquim Barbosa no meio...

ADIVINHÃO
Prefeito de Nova York afirma que EUA têm problema com armas. Michael Bloomberg fez pronunciamento nesta sexta-feira sobre um tiroteio no Empire State Building que matou ao menos 2 pessoas. è que se agora os norte-americanos estão se dando conta de que eles não usam armas só contra os outros países.

VIDE VERSO
Breivik pegou 21 anos de prisão, mas pode ficar o resto da vida na cadeia. O ultradireitista matou 77 pessoas em julho de 2011, no pior ataque na Noruega desde a 2ª Guerra Mundial. Aqui no Brasil é o contrário: por causa do maior escândalo da história dos governos no Brasil, o cara pega cadeia pro resto da vida e sai no mês seguinte.

ANIMAIS POLÍTICOS
Tentam acusar o Sanatório da Notícia de generalizar quando diz que o Brasil é povoado por duas espécies de bípedes: as pessoas e os políticos. Mais do que generalizar, a gente aqui radicaliza: o cara é pessoa até que se candidata. Pronto, aí já é político. E não tem cura.

Se você duvida pegue uma maça boa e coloque-a num balaio de maçãs podres. Se amanhã ou depois, todas estiverem boas, então juramos por todos os santos e uma batata frita: nunca mais vamos generalizar e muito menos radicalizar. 

Não percam tempo querendo nos acusar. Nós temos o maior orgulho de generalizar e radicalizar. Somos brasileiros, não desistimos nunca desse instinto de animal político.
LENDA DESFEITA
E então, como era previsto por Lula e o batalhão de defensores dos mensaleiros, Lewandowski contrariou Joaquim Barbosa e absolveu o exemplar deputado João Paulo Cunha.

Agora, Barbosa diz que vai contestar o voto de Lewandowski. Isso apenas desmente a lenda de que voto do Supremo é intocável. Cabe apelação, sim senhor. E então, nem tudo está perdido. Enfim, o Supremo não é tão supremo assim a ponto de tornar seus Papas infalíveis.
 
LAVAGEM
Voto de Lewandowski "lava a alma", dizem os defensores dos malfeitores de malfeitos. Uma reação mais do que normal para quem adora uma boa lavanderia.
 
O JUSTICEIRO
A propósito, o blogueiro e apresentador da Band, Ricardo Boechat lembrou que Lewandowski é o mesmo ministro que negou habeas corpus a um assaltante que, num semáforo em São Paulo, roubou o farol de milhas de uma bicicleta, avaliado em R$ 13 pela polícia que lavrou o flagrante. Agiu então com extrema justiça o magistrado, ao deixar na cadeia o larápio. Mas, pelo visto, até já esqueceu porque foi tão supremo assim com aquele pé de chinelo. Sua amnésia deve ter lá suas razões; Paulo Cunha usa sapatos finos, tem carterinha do partido e quando embolsou R$ 50 mil dos cofres públicos era presidente da Câmara.
 
QUAL O PRESIDENTE QUE MAIS FEZ PELO BRASIL?
A enquete do Portal iG, feita em tempo real com milhares de votantes, aponta neste início de fim de semana FHC com mais de 90 mil votos; Lula chegando aos 50 mil; Itamar com quase 4 mil, à frente de Dilma que tem 3.600, superando Fernandinho Beira-Collor que tem menos de 3.500, mas que ganha de Sarney que está longe de chegar aos mil votos, o que é demais por se tratar de quem se trata.
 
Mas isso é só para quem acredita em enquetes online com milhares de internautas em tempo real. Quem acha que as pesquisas científicas feitas com amostragens de 2 mil interrogados, são mais precisas, que façam bom proveito.
 
A POLARIZAÇÃO
A bem da verdade, considere-se que essa "polarização" entre FHC e Lula se dá porque os dois foram os únicos desse grupo que governaram o País por oito anos. Os demais chegaram mal e porcamente a dois anos e pouco de mandato, noves-fora Sarney que se perpetuou por cinco intermináveis anos de governicho. Mas Sarney é outra História.
 
É A LEI, BICHO
O governador do Distrito Federal, ONGgnelo Queiroz (PT), rejeitou a suspeita de que teria pago uma propina de R$ 7,5 mil ao policial militar João Dias Ferreira para que ele não revelasse um suposto esquema de desvio de recursos públicos no Ministério do Esporte, que foi propriedade do petista entre 2003 e 2006.
 
Tudo isso, só por causa da CPI do Cachoeira, onde ele foi, desmentiu um monte de coisas e deixou documentos contestatórios de tudo um pouco. Mas deixou pistas. Essa propina foi uma que os peritos da oposição descobriram. Fica a palvra de ONGnelo Queiroz contra o que está nos documentos brandidos agora pelo senador tucano Álvaro Dias. A verdade é que, nesse mundo da jogatina, impera o preceito do "vale o que está escrito". É a lei, bicho.
 
TUDO OK!
Nesta última quinta-feira, conta um texto da Agência Brasil de Notícias do governo: A Advocacia-Geral da União (AGU) firmou nesta quinta-feira (23) um acordo histórico com a equipe do empresário e ex-senador Luiz Estevão para o pagamento de R$ 468 milhões aos cofres públicos federais. Porém, à vista, o empresário se comprometeu a pagar R$ 80 milhões - o restante, R$ 338 milhões, será pago em 96 parcelas, no valor de R$ 4 milhões.
 
O acordo foi assinado entre a AGU e o Grupo OK, que pertence ao ex-senador. Trata-se do rescaldo do Caso Lalau. Luiz Estevão que paga a lavagem das camisetas do Brasiliense F.C. vai quitar sua dívida financeira com os juros das aplicações de um dinheiro que saiu da vida pública para a sua privada. E vamos que vamos, que agora está tudo OK.

23 de ago de 2012

STF, o grande ginásio coberto

Jamais vou esquecer aquele anoitecer de sábado, na concentração do time de futsal do Paulista F.C. em um hotel, na cidade de Canoas, na chamada Região Metropolitana do Rio Grande do Sul.

Faltava menos de uma hora para a nossa estreia no campeonato gaúcho da modalidade que começara na sexta-feira, com uma rodada de três jogos. Radinho Spika no ouvido, pronto para entrar no ônibus que nos levaria ao ginásio para enfrentar a seleção porto-alegrense, sintonizei um programa de esporte na emissora local.

O apresentador, em meio a um fundo musical vibrante chamou a atenção para as manchetes da primeira rodada da competição que eletrizava a cidade inteira. A primeira chamada foi ao ar com toda pompa e circunstância:

- Surpresa na rodada de ontem... Venceram todos os favoritos!

Hoje, mil anos depois, abro os jornais, escuto rádio, vejo televisão e sou supreendido com a manchete que cobre o julgamento do Mensalão:

- Surpresa! Depois de condenar miúdos, Lewandowski absolve o primeiro graúdo!

O Brasil é uma competição de grandes lances e o Supremo Tribunal Federal é o seu maior ginásio coberto.

RODAPÉ - João Paulo está comemorando, mas ainda faltam outros nove ministros. Por enquanto está 1 x 1. E no final não haverá nada para comemorar. Ele foi só absolvido por Lewandowski. Faltou prova bastante ao olhar do arguto julgador. João Paulo não foi julgado inocente; só não foi condenado.

Surpresa! Os graúdos começaram a ser absolvidos.

Surpreeesa! Os graúdos começaram a ser absolvidos! Depois de fisgar a arraia-miúda, Ricardo Lewandowski tirou as sandálias de pescador e voltou a ser o caçador de bala perdida e sem mira de um filme de ação que a gente já viu. Não apontou prova nenhuma nos autos que fizesse de João Paulo Cunha um corrupto passivo, ou autor do crime de peculato.
Então, você já sabe: qualquer um dos seus filhos - se você permitir que chegue a tanto - quando alcançar a desdita de presidir a Câmara de Deputados, pode proceder exatamente como agiu João Paulo Cunha. E então você e sua família dormirão tranquilos pelo exemplo de moral e de virtude que será o seu filho.

De nossa parte, o Sanatório da Notícia ficaria feliz e em paz porque você não é nosso pai e na lavanderia deste nosocômio ninguém é parente nem mesmo da sua lavadeira.

Caixinha de surpesas

O ministro Lewandowski apresenta daqui a pouco o seu voto sobre o mensaleiro João Paulo Cunha que, por acaso é do PT.

Prepare-se. Você pode se espantar novamente. Lewandowski deixa a nítida impressão de que tem muito mais prazer quando surpreende do que quando julga. Então se alguém espera uma nova condenação por parte do renitente e douto magistrado fique absolutamente certo de que ela virá. Ou não. O Supremo é uma caixinha de surpresas.
Excesso de criatividade
 Craque que é craque, não erra
 
 
Neymar não escorregou. Quis bater o pênalti de cabeça.
NOVIDADE
Que Marcos Valério cometeu peculato não é novidade; novidade foi Lewandowski concordar com Joaquim Barbosa.

ESPANTO
Os defensores dos malfeitores de malfeitos que constam no processo do Mensalão estão perplexos com os votos do relator Ricardo Lewandowski. No Brasil é assim, qualquer sinal de honestidade, causa espanto.

PALPITEIRO
Dirceu até saiu da toca, e trocou de assunto lá no seu esconderijo em Vilhena, onde mora. Diante da goleada de 31% a 8% na última pesquisa Datafolha, ele palpitou que HaHaHaddad precisa ir atrás do "voto popular". Quer dizer, não disse nada. Só desviou a conversa, tirou o mensalão da sala e botou a eleição na cozinha.

EFEITO FORBES
Irritada com o que chama de "abusos", Dilma Vana mandou identificar os grevistas e aplicar-lhes "punição exemplar". Falou grosso como faz bem ao fígado de um 3ª mulher mais poderosa do mundo. Essa revista Forbes está fazendo mal aos pobres trabalhadores brasileiros.

BOM SENSO
Mal a primeira-presidenta botou as manguinhas de fora e os trabalhadores já disseram que aceitam, mas com muita insatisfação, os 15,8% de aumento uno e indivisível para os último três anos de sua intensa labuta. Foi só cortar o ponto. Todo mundo, de repente, ficou sensato. O pior de tudo vai ser a volta ao trabalho: vem aí uma natural e costumeira operação tartaruga. Quem já está acostumado, não estranha.

Droga

Uma vez mais a Câmara dos Deputados está na contramão da moral e dos bens costumes. Agora quer consulta popular para descriminalizar o porte de droga. Isso lá é coisa para alguém ter dúvida?!? Pois os nobres deputados têm. Ao invés de nivelar o portador e o traficante perante a lei, eles alegam coisas tipo assim "metade dos dependentes químicos têm doenças psíquicas". Têm, não! Ficaram piscóticos pelo uso das drogas. Nesta eleição, não coloque droga nas urnas.

SOLTA
STF mandou soltar o fazendeiro que teria mandado matar a incomodativa freira Dorothy Stang: "prisão só poderia ocorrer após o fim de todos os recursos da defesa ainda pendentes". Bolas, então manda soltar o Carlinhos Cachoeira.

QUANDO?
Quando vão abrir a caixa preta do BNDES?!?

22 de ago de 2012

Barrichello não descarta F1
Reprodução
Barrichello não descarta retorno à F1. O piloto brasileiro está decepcionado com seu desempenho na Indy e deixa o futuro em aberto. Claro que Barrichello não descarta a F1. A Fórmula 1 é que descarta Barrichello.

Cristiano Ronaldo comeu a capa da revista
Reprodução

Tá na rede: Cristiano Ronaldo teria traído noiva com capa da "Playboy" portuguesa. Perto de se casar com a modelo russa Irina Shayk, astro do Real Madrid teria aprontado com a bela Rita Pereira. Pô esse cara já não está grandinho demais pra não poder ficar sozinho com uma revista no quarto que logo começa a fazer bobagem?!?

Por enquanto 6x4

Foi só o Lewandowski abrir nesta tarde de quarta-feira a sua temporada de votação, para desaparecer em seguidinha do corpo e da alma de Joaquim Barbosa todo aquele receio de que pode haver um empate de 5x5 no julgamento do Mensalão. Pelo jeito, se Cezar Peluso não votar mesmo, o placar é de Mocinhos 6x4 Malfeitores.
 

 

Republicanagens

MIGRAÇÃO
O que está acontecendo em São Paulo é que todo aquele que rejeita Zé Serra está migrando para a candidatura de Celso Russomano. Só alguns gatos pingados transferem sua intenção de voto para o postulante de Lula, o hilário Fernando HaHaHaddad.

SAIDINHA ELEITORAL
Réu no processo do Mensalão que o PT agora gosta de chamar de Ação Penal 470, o candidato à prefeitura de Osasco, João Paulo Cunha divulgou um apoio falso da primeira-presidenta Dilma Vana a sua candidatura. Usou em panfletos e outras peças de campanha, um texto de 2010 em que Dilma Vana emprestava apoio genérico a todos os candidatos aliados que entyrassem na fila. A campanha de Cunha já admitiu o erro. Mas agora é tarde, Inês é morta. Isso, vindo de quem veio, não causa nenhum espanto. É tipo assim uma saidinha de banco com formato eleitoral.

CHORO DO FELIPÃO
Desmantelado, o Palmeiras leva esta noite para o Rio de Janeiro só 16 jogadores para enfrentar o Botafogo. Choro do Felipão. Nenhum árbitro vai deixar que ele entre em campo com mais de 11 e, muito menos, que troque mais do que três titulares por três reservas ao correr do jogo.

AGORA VAI
O Santos recusou a oferta de R$ 11 milhões feita pelo São Paulo para adquirir o jogador Paulo Henrique Ganso. O Santos recusou a proposta. Desta vez vai. O Santos desta vez acaba definitivamente com a carreira do garoto. Agora vai.

ABSURDO
Greve faz Dilma trocar a Polícia Federal pelas Forças Armadas em grandes eventos. A primeira-presidenta considera absurda a forma como policiais federais têm agido na paralisação. Mas absurdo mesmo é transformar o Exército em babá de festanças.
Márcio Thomaz Bastos, defensor do vice-presidente do Banco Rural banca o adivinhão e garante que o julgamento dos mensaleiros não termina antes de outubro e, acrescenta que a publicação dos acórdãos com as penas vai ficar para o ano que vem. Só ele sabe disso. É o próprio profeta do acontecido.
VELHA CARA NOVA
E então, na falta de mais o que fazer, a partir desta quarta-feira o julgamento do Mensalão ganha cara nova: Ricardo Lewandowski, amigo do peito da famiglia Da Silva lá em São Bernardo do Campo, terra que já foi capital do ABC paulista no tempo em que o PT gostava de greve.

Lewandowski tem tudo para ser mais lento e monótono que seu vertebrado e leal opositor, Joaquim Barbosa. Nesse "tem tudo" aí, Lewandowski leva em conta o prazo que leva à aposentadoria compulsória de Cezar Peluso e, mais que isso, o tempo de validade que conduz à prescrição dos malfeitos cometidos pelos malfeitores conhecidos por Mensaleiros de Dirceu. Lewandoswski não surpreenderá ninguém.

O MEDO DE BARBOSA
Joaquim Barbosa que acha que já fez o que tinha que fazer, teme agora que o Mensalão termine empatado em 5 a 5. Sem o voto de Peluso que teria contornos de Minerva, será feita juspizza no placar.

MÁFIA É MÁFIA
Procuradora da República Léa Batista de Oliveira denunciou na CPMI que "a Máfia de Cachoeira se infiltrou no Estado". Então, é só fazer como fizeram com o Cachoeira: prendam a Máfia do Estado na Papuda. E não permitam que ela saia de lá, nem que chame o Márcio Thomaz Bastos para uma nova temporada de habeas corpus.

ONDA DE GREVES
O governo Dilma Vana cortou o ponto de 11 mil servidores. Sinal dos tempos. O PT não vê mais graça nenhuma em abrir os portões das fábricas, nem em fechar o trânsito na Esplanada dos Ministérios. Para o governo essa onda de greves não passa de mais uma marolinha.

A verdade é que a carteirinha do partido empregou tanta gente terceirizada que o pessoal efetivo e concursado, além de salários mais baixos, sofre a mais alta baixa-estima contaminada por uma forte síndrome de anemia sindical inoculada por constantes injeções de desânimo do governo na pele dos grevistas de todos os tamnhos, feitios e categorias.

CAPOTE
E segue o banho de bola de FHC em cima de Lula.

A enquete em real time promovida pelo Portal iG para saber "que presidente fez mais pelo Brasil" já teve 100 mil acessos em dois dias.
Mostra FHC com o dobro de votos, dando um "capote" em Lula; Itamar Franco, a uma distância oceânica dos dois tem mais voto que Dilma que só agora ultrapassou por meia dúzia de eleitores ao defenestrado Fernandinho Beira-Collor que não ganha de ninguém, já que está à frente apenas de Zé Sarney, o lanterninha da pesquisa feita em tempo real.

Agora você decide o que vale mais, uma pesquisa científica, sob encomenda, realizada por amostragem com duas ou três mil pessoas ou uma enquete virtual, feita em tempo real, com dezenas de milhares de votantes.

Logo você saberá que a webmedia hoje tem maior alcance, leitores e agentes dos próprios fatos que qualquer veículo ainda escravo dos conglomerados de papel.

21 de ago de 2012

É de cair as tranças:
Adriano de novo no Flamengo
Reprodução

Adriano, o Imperador da Favela, assinou com o Flamengo até o final do ano. Vai ser apresentado ao elenco nesta quarta-feira. Pronto, começam a cair as tranças de Vagner Love, único artilheiro do time.
Barracão
Reprodução

Senador do PDT de Mato Grosso tacou o dedo na cara de Collor em bate-boca na CPI do Cachoeira. Pedro Taques ficou irritado porque o senador de Alagoas não respeitou o tempo de sua fala na CPI do Cachoeira. Uma lástima que não tenham chegado às vias de fato nesse verdadeiro barracão. Um bem que poderia ter desferido uma saravaida de socos nas fuças do outro e o outro bem que poderia ter devolvido ao nobre atacante todos os que recebeu, com a mesma providencial precisão.
GRATUITO?!?
Então tá, começou o horário eleitoral gratuito de TV. Mas, por favor, não espalhe. O Sanatório da Notícia só está falando nesse início de temporada de propaganda enganosa, porque recebeu a informação do site Contas Abertas que esse monturo autoritário custou para o País, de 2002 até aqui, R$ 4 bilhões. Quer dizer, o horário é "gratuito" pra quê e pra quem?!?

Republicanagens

CORRIDA PAULISTANA
E então, nova pesquisa sob encomenda, mostra como vai a campanha para prefeito de São Paulo. Celso Russomano, o Procon Ambulante, passou à frente de Zé Serra e tem hoje 31% das intenções de voto; Zé Serra, o Estafante, caiu um ponto e HoHaHaddad, o Postulante Hilariante, desceu um degrau e tem agora 8%. Quanto aos demais são todos de menos e Vasco é Vasco e o resto é o resto. E dê-se por feliz porque você não é paulistano e não precisa votar nessa turma.

DO MESMO SACO
Nesses dados de pesquisa, o Sanatório da Notícia, nem se importa de saber o nome do instituto que faz o levantamento. Tanto faz como tanto fez. Instituto de pesquisa é como partido político, todos iguais. Assim é que Vox Populi está para Datafolha ou Ibope, como o PSDB está para o PT ou o PSB, ou... Tudo farinha do mesmo saco.

PESQUISA EM TEMPO REAL
O portal iG agora deu pra isso, toda semana realiza uma enquete com votação em tempo real que, mesmo sem ser tida pelos sabichões do assunto como "pesquisa científica", atrai milhares de eleitores virtuais num abrir e fechar de olhos. Dias atrás, o Felipão deu "capote" no Muricy que demoliu o Tite que deu de relho no Dunga que teve mais voto que o Mano Menezes que conseguiu ganhar do Vanderlei Luxemburgo. Agora, a enquete do iG está no ar e quer saber que presidente fez mais pelo Brasil. FHC está dando capote em Lula que governou oito anos e que é perseguido de perto por Itamar Franco de mandato tampão e que ultrapassa Collor que está na frente de Dilma que só ganha de Sarney que perde até pra ele mesmo. Essa pesquisa não vale. A que vale para os donos do país são as encomendas feitas ao Ibope/CNT, Vox Populi/PT, Datafolha/PSDB e coisa e tal que só acertam de verdade na boca de urna, no dia de qualquer eleição. Mas aí, já nem é mais pesquisa científica(!) é enquete em tempo real. E então, nesse caso, vale.

BENGALA NELES
Dilma Vana, uma vez mais adonou-se da vida dos aposentados com ganhos acima de salário mínimo e vetou na LDO que enviou opara o Congresso qualquer discussão ou debate sobre o fim do fator previdenciário. Quem, há dez anos ganhava 10 salários mínimos de aposentadoria, hoje não ganha nem quatro. Amanhã, não ganhará três. Outubro tem eleições. São mais de 12 milhões de eleitores escrachinados pela dupla Lula/Dilma Vana que prometeram acabar com esta herança de FHC, mas só trataram até agora de saber se estão mesmo com o pé na cova. Em outubro, basta colocar na urna uma bengala ao invés de voto.

ENGANADORES
Começou nesta terça-feira a temporada de propaganda enganosa. Você vai conhecer gente boa como nunca viu na vida; nem dentro da sua casa; gente boa como não há nas melhores famílias. E vai ser apresentado a uma cidade que você nem sabia ter nascido nela. Ao fim e ao cabo, se você abrir bem os olhos, vai ver que a sua terra natal é povoada por duas espécies de bípedes: as pessoas e os políticos.

TUCANO ABRE O BICO
Paulo Preto promete falar o que sabe na CPI. Ex-diretor da Dersa foi alvo de denúncias em 2010 por um suposto desvio de doações enviadas ao PSDB. A tropa de choque governista da CPI do Cachoeira, já está pensando duas vezes, antes de confirmar de vez a convocação de Paulo Preto. Vá que o tucano abra mesmo o bico...

DROGA DE MERCADO
O Superior Tribunal de Justiça é contra internar menores do tráfico. Súmula do STJ indica que ato infracional análogo ao tráfico de drogas não conduz à imposição de internação. E ficam nessa. Enquanto o Código Penal não estabelecer a mesma pena para traficantes e viciados, a guerra contra o tráfico não é guerra é conivência. Tudo é só uma questão dessa droga de mercado: sem consumidor não há fornecedor.

100%
Assaltos a bancos crescem 25% no País. São Paulo lidera ranking de assaltos e arrombamentos. Bahia e Mato Grosso também estão entre os mais atingidos. Está bem, isso é só para o crescimento de 25%, dos outros 75% os governantes se encarregam.

PONTO A PONTO
Agricultores, índios e MST querem usar marchas e pressionar Governo.
Movimentos sociais pretendem reunir 300 mil pessoas em um protesto, embalados pela greve de servidore. Entrementes, o ministro corta ponto de agentes da PF em greve. A gente quer ver cortar o ponto daqueles três lá de cima...

ÓTICAS
Andar é tão bom para o corpo quanto correr. Com menos risco, garantem os médicos. Já os delegados de polícia acham que correr é o único jeito de afastar o perigo.
MAIS UM NEGOCINHO
Apple supera a Microsoft e agora é a empresa mais valiosa da história, com US$ 622 bilhões. Ações da empresa atingiram recorde de US$ 664,75 bi nesta segunda-feira, só para começar a semana. Nesse ritmo, não demora nada, o Eike Batista compra essa tal de Apple.

20 de ago de 2012

Republicanagens

COLADOR
Paulinho da Força diz que Fernando HaHaHaddad copiou suas propostas. Quer dizer, o cara foi ministro da Educação de Lula e Dilma Vana durante oito anos e só o que aprendeu a fazer foi colar?!? Continua ensinando errado.

O DERROTADO
Presidente do Supremo Tribunal Federal disse e não mandou dizer para os advogados que foram no papo de Thomaz Bastos que a forma de votação do mensalão é "assunto vencido". Pronto, mais uma derrota acachapante de Thomaz Bastos. Ele adora perder. Nem sabe até agora como foi que conseguiu ganhar a carteira de habilitação do filho de Eike Batista. Está pensando em recorrer.

SABE TUDO
Marta se reúne com Lula para acertar entrada na campanha de Haddad... Lula marca cafezinho com funcionários do PT em São Paulo... Quer dizer, o Cara que não sabia de nada no Mensalão, agora que não manda mais nada, sabe tudo de eleições.

O COMEÇO
Relator do mensalão vota pela condenação de ex-diretor do BB, Valério e sócios. É só o começo. O que é de Zé Dirceu está guardado. Mas Lewandowaski é sempre o último que morre.

É ELE
Serra diz que seus adversários têm propostas "estapafúrdias". Mas nada é mais estapafúrdio que essa nova candidatura de Serra à prefeitura de São Paulo.

PÃO E ÁGUA
Vazamento de água causa transtorno na Câmara. É como se fosse quase tão incomodativo quanto o vazamento de informações para a revista Veja. Parte da Esplanada dos Ministérios ficará sem água. O circo deveria ficar também sem pão.

Morreu-se

O cineasta Tony Scott, autor de sucessos como Top Gun, morreu em Los Angeles, nos Estados Unidos, neste domingo. Scott ficou famoso porque deixou famos Tom Cruise. Ele tinha 68 anos. Morreu, não. Morreu-se. Ele se atirou da ponte Vincent Thomas, que liga San Pedro à Ilha Terminal, em Los Angeles. E não sabia nadar.



Hipocrisia nacional

O Brasil é o País da hipocrisia. O brasileiro já não se dá mais conta de que, quando o mau se finge de bom é péssimo.

Fica olhando fascinado para o julgamento de um Mensalão, transformado em maior escândalo da história de todos os governos republicanos do País, quando sequer mostra interesse ou espanto pela prática da estratégia de coalizão implantada por Lula no corpo e na alma da nação.
Reprodução
Trata-se do mais pernicioso e funesto processo de desmantelamento do caráter de um povo que do jeitinho brasileiro de ser passou a proceder como se todos fossem malfeitores contumazes de malfeitos, só para não passarem por babacas fora de moda.  

O Mensalão era e continua sendo, hoje sob outro formato, apenas um esquema de comprar partidos, corromper amigos e influenciar pessoas, ao módico preço de 30 dinheiros mensais. Um sistema singelo e fraudulento de enfiar a falcatrua num embrulho de luxo chamado Caixa-2.

A estratégia de coalização, imposta por Lula invadiu, estuprou a in/consciência coletiva nacional, usando como moeda cargos, salários, comissões, concorrências, licitações, consultorias, tráfico de influência, compra e venda de tudo um pouco - de áreas públicas a rodovias; de bens e serviços governamentais a bancas de aliados nos prédios dos três Poderes constituídos...

A estratégia de coalizão inoculada por Lula no Brasil é um sistema mafioso muito mais grave que o Mensalão, porque invadiu as entranhas do Brasil e dos brasileiros. Corre hoje nas veias do cidadão que já padece com naturalidade terminal do espírito de cidadania e se espalha pelas artérias de todo o País que perdeu a saúde cívica e atravessa a mais deplorável síndrome de imunodeficiência moral.

Se o Supremo Tribunal Federal julga hoje Zé Dirceu e seus mensaleiros por esse parquinho de diversões que é o Mensalão, deveria condenar sem qualquer contemplação o intérprete de Ali Babá que fez do País um verdadeiro circo dos horrores. É uma lástima que o Brasil tenha se rendido e esteja de joelhos diante desse monumento à hipocrisia.

Barriga de mulher e cabeça de juiz

É tempo de especulação. É que hoje, quando já não vale mais dizer que ninguém sabe o que tem em barriga de mulher e cabeça de juiz, porque qualquer exame pré-natal já mostra que filho vem por ái, não se pode ainda saber o que os ministros do Supremo estão pensando. É pois, tempo de especulação.

Reprodução
Desses 37 mensaleiros que não conseguiram escapar do julgamento como aconteceu com Ali Babá, só Delúbio e Valério - operadores do esquema - devem pegar pena pesada; quem sabe até uma cadeiazinha de meia tijela. A deputalhada e a politicalha que integram a quadrilha, devem receber no máximo a pena mínima de suspensão de direitos políticos.

Isso, nesse país de imunidade e impunidade para qualquer nulidade, já seria um alento pelo menos para o caso de Zé Dirceu que, com o nome a cara que Deus lhe deu depois de todos os codinomes e todas as plásticas, ainda pretende ser - na melhor das hipóteses - governador de Brasília e na pior de todas,  candidato a presidente da República.

Tite fala muito! Fala muuuito!

O técnico Tite, depois da derrota do Corinthians para o Santos, teve um ataque de gauchice e, condenando o cai-caismo de Neymar disse que ele é "um mau exemplo para os garotos" antes de gritar: "O mesmo sentimento que o torcedor corintiano tem, eu tenho também; eu tenho taaambééém"!

Pô, não grita que ninguém aqui é surdo. Neymar não vai mesmo dar ouvido, ao gauchão. Ele só espera que Tite não fique berrando por aí mandando a garotada seguir o bom exemplo dos corintianos que, ao invés de matar a jogada, queriam matar o jogador. Tite fala muito! Fala muuuuito! É um caçador de bruxas que achou bom seu time caçar Neymar.
De qualquer maneira, o choro é livre. Foi bonito de ser ver o Santos voltando a ser a Academia da Vila, com Neymar, Ganso, Rafael, Arouca e Léo, o veterano lateral esquerdo bom de bola.

Bonito de ver foi o jogo todo e a cara da torcida corintiana com os dois gols impedidos que levou pra casa. Um deles então foi um excesso: três impedimentos num gol só. Nada mais delicioso para quem não torce pelo Corinthians.

E melhor ainda foi ver o que jogam de bola Ganso e Neymar longe das instruções de Mano Menezes. Foi pouco, 3 a 2 foi pouco.
FOGUEIRA DAS VAIDADES
Esse pernocismo todo, essa prolixidade infinda dos encapotados ministros do Supremo Tribunal federal não teria razão alguma de ser, não fosse o tamanho do ego e as dimensões extraordinárias da vaidade dos doutos julgadores.

Há sete anos dormitando em cima dos autos desse processo que descartou Ali Babá e ficou apenas com Zé Dirceu e seus 40 mensaleiros, hoje reduzidos a 37 em virtude das baixas naturais no roteiro de filmes antigos como este, os nobilíssimos magistrados poderiam simplesmente dizer se o réu alvejado é culpado ou inocente.

Não precisaria, e nem adiantaria nada mais do que isto. As decisões do Supremo não permitem contestação do cidadão comum. Os ministros estão apenas se digladiando. Ali, um Papa quer convencer o outro de sua própria infalibilidade. O palavrório enroscado e pretensioso é apenas o combustível de alto custo para manter viva a chama de uma enorme e inextinguível fogueira de vaidades.

E OS OUTROS
Manchete de jornal: Acidente de avião mata ministro do Sudão e mais 30 pessoas. O Sudão, como o Brasil, é habitado por duas espécies distintas: os políticos e as pessoas. Veja que nessa tragédia morreram um ministro e um resto de 30 pessoas. Hoje estão todos na vala comum.

Foto/Vilmar Tavares
VOTEM CONTRA
Há 30 categorias sociais em greve no país. Os 12 milhões de aposentados com ganhos acima de um salário mínimo - que ainda votam - continuam inertes diante do achaque do fator previdenciário. FHC que inventou o torniquete, Lula que o reforçou e Dilma Vana que o mantém, tiraram dos idosos toda a sua capacidade de indignação. Não basta deixar de ir às urnas, nestas eleições de outubro; têm que ir e votar contra. Botar uma bengala na urna.

INSTRUMENTO DE VOO
Já nem se fala mais naquela meia dúzia de ministros malfeitores que foram varridos da Esplanada dos Ministérios. Muito menos se fala que suas gangues continuam nos mesmos ministérios onde praticam imunes e impunes os malfeitos de sempre. Pior que isso é a inércia dos ministros atuais que ninguém sabe para o que é mesmo que servem. A vassoura de Dilma Vana é só um instrumento de voo.

NEGÓCIO DA CHINA
Trens comprados na China já chegaram ao Rio enferrujados. Cada trem custou R$ 11 milhões. A Concessionária diz que "ferrugem é ocasional". Ocasional é mais esse negócio da China feito pelo governo carioca. Político não anda de trem. Não vai correr o risco de contrair tétano.

Reprodução

TUDO VALE A PENA
Empacado e sem conseguir emplacar a tal polaridade que Lula tinha imaginado contra Zé Serra na batalha pela Prefeitura de São Paulo, Fernando HaHaHaddad agora diz que aguarda a adesão da escorraçada Marta Suplicy a sua campanha. Lula inclusive vai se encontrar com Marta para ver o que a antiga musa canta. Só não seja ingênuo a ponto de pensar que Luiz Erário da Silva vai lá apenas para fazer as pazes. Há certos tipos de companheirismo em que tudo vale a pena quando a coisa não é pequena.

VOLTA
Essa coisa de esperar que Marta se decida a gastar sola de sapato na campanha por HaHaHaddad na Prefeitura significa mesmo o quê?!? Ele não consegue ser prefeito sem andar com as pernas de Marta? Logo Marta que numa enquete do portal iG com milhares de internautas foi considerada a pior prefeita de São Paulo? Essa campanha de HaHaHaddad cada vez mais fica com a cara do movimento majoritário "Volta Lula".

19 de ago de 2012

A arte da escolha

Ei, paulistano! Se lhe dessem o direito de escolher livremente, sem coerção e indução partidária, um candidato a prefeito de São Paulo, você escolheria algum desses? São Paulo não tem mesmo nada melhor para cuidar do seu destino?!?

Aécio - O Amarelão

Aécio Neves, O Amarelão, está mais para governador outra vez das Minas Gerais do que para vice de Eduardo Campos na corrida para o Palácio do Planalto em 2014. Candidato a presidente da República é que ele não se anima a ser.
O mundo dá cada volta... Naquele tempo, quando Zé Dirceu era chefe da Casa Civil, ele sugeriu que a então ministra de Minas e Energia, Dilma Vana, tomasse conhecimento dos negócios de Colin Foster, marido de Graça Foster, na Petrobras.

Div/PR

Porque sabia de quem se tratavam - tanto o conselheiro quanto o gracioso marido - Dilma Vana fez ouvidos moucos e cara de paisagem. A amiga Graça Foster foi nomeada dona da Petrobras, Lula deu a volta ao mundo em oito anos e Graça continua no poder. Já os amigos de Dirceu foram todos demitidos

Isso é o de menos. O demais é que a Petrobras desanda, a Graça manda e desmanda, e o marido ainda anda por aquelas bandas.

Republicanagens

JACK & ELIZE
Ministro Joaquim Barbosa venceu a quebra de braço com Lewandowski e o melífluo Marco Aurélio Mello e o julgamento dos mensaleiros será fatiado. Os ministros do STF entraram em acordo para pôr fim à briga do relator com o revisor e o agregado sobre como deve sr o julgamento dos réus do Mensalão.

Pronto, Barbosa é o Jack Estripador do Supremo. Vai adotar o método Elize Matsunaga - que cortou em picadinho o seu marido, Marcos Kitano, empresário da Yoki - e fatiar a pandilha dos propineiros. A diferença é que, em vez de escondê-los em uma mala, vai colocá-los dentro de uma Caixa-2.



SONHO E PESADELO
Ibope: Celso Russomanno venceria as eleições para prefeito paulistano no 2º turno. No primeiro turno, para que acredita em pesquisa eleitoral, ele está empatado com o tucano Zé Serra, ambos com 26%. A polarização sonhada por Lula virou pesadelo. Fernando HaHaHaddad ainda sonha com Marta Suplicy gastando sola de sapato na sua caminhada sem rumo.

VOLTA LULA
"A entrada de Lula na campanha terá o seu preço". Foi com esta ameaça simples assim que Fortunati, candidato à reeeleição em Porto Alegre, prenunciou a saída do PDT da base do governo Dilma Vana, se o Voz Rouca das Ruas se meter lá pelos Pampas.

Isso é tudo que a campanha "Volta Lula" mais deseja e quer. Não é por nada mais que a banda larga do Cara que saiu do Palácio mas não larga o osso, está usando um laranjão sem chance nenhuma de chegar ao Piratini. Quanto menos aliados Dilma Vana tiver em 2014, mais chance tem Lula de tomar o seu lugar.
O jornal Estado de S. Paulo fez o que qualquer um pode fazer com base na Lei de Acesso à Informação: pediu e levou informações sobre as andanças e contradanças da Casa Civil nos bons tempos de Zé Dirceu. E agora pode editar o que constatou: Documentos do Planalto expõem ações de Zé Dirceu no comando da Casa Civil

O então homem forte do início da gestão Lula está no olho do furacão de uma montanha de documentos que mostram a troca explícita de cargos por apoio parlamentar, intervenção para audiência com empresa privada e investigações internas de integrantes da máquina pública. Saiba mais a respeito desse desrespeito todo clicando www.estadao.com.br .
A verdade é que Dirceu sabia de tudo, só não sabia que os seus contatos de todos os graus recebiam 30 dinheiros para dar em Lula - que também não sabia de nada - uma "punhalada pelas costas".

18 de ago de 2012

Gurgel joga novo memorial nos telhados de vidro

O procurador-geral Roberto Gurgel, alvo principal das pedradas dos advogados de defesa dos mensaleiros, tirou uma carta da manga e apresentou um novo memorial que reafirma a culpa de Zé Dirceu. Os defensores dos réus batem pé e reclamam.

Reprodução

A prática não é novidade no Supremo. É até muito comum naquela corte. Os próprios advogados dos réus também podem apresentar memoriais a qualquer momento.

O pulo do gato é que esses documentos não podem trazer fatos novos; devem apenas reafirmar o que já foi sustentado ao longo do processo.

Bem feito. Os emplumados causídicos dos mensaleiros - exceção ao advogado de Jefferson, Luiz Francisco Barbosa que se apresentou como se estivesse em casa - todos se dedicaram a confessar caixa-2 ou a jogar bosta em Gurgel como se fosse a Geny do Mensalão, agora estão se dando conta de que seu telhado é de vidro.

Agora vai

Quem gasta, como Dilma Vana gastou, quase R$ 1 bilhão para ir aos Jogos de Londres aplaudir o desfile triunfal de Marina Silva, não pode atender aos ingentes e desesperados apelos salariais dessas pobres 30 categorias de trabalhadores que estão em greve no Brasil?!? Então tá. Agora vai.

Lulinha, o gênio. Pero no mucho

Você se lembra de Fábio Luís Lula da Silva, o Lulinha - aquele que ficou rico da noite pro dia e que seu pai, então e por acaso presideus da República, classificou até com certo desdém como um "gênio dos negócios virtuais"?!?

Pois ele, hoje volta à tona depois de mergulhar num cômodo ostracismo: seus negócios já não são os mesmos desde que seu pai desceu a rampa e se mudou para o apê em São Bernardo do Campo.

A menina dos seus olhos, a Gamecorp está dando os doces. Não fatura bulhufas e ainda está com dificuldades para pagar um rombo que, dizem, gira em torno de R$ 6 milhões. Uma micharia para quem foi um gênio de costas largas; uma dor de cabeça para quem não sabe o que fazer com a própria cabeça, quando as costas não estão quentes.

Se você não tá lembrado, dá licença de contar: a Gamecorp foi um grande e ruidoso empreendimento de Lulinha que no ano de 2002 era monitor do Parque Zoológico de São Paulo. Seu salário era de pouco mais de 600 reais.

No glorioso ano de 2003, pouco depois que seu pai virou presidente do Brasil, Lulinha tornou-se sócio da então denominada G4 Empreendimentos, uma empresa de Campinas, especializada em entretenimento e games. Ele virou sócio dos filhos de Jacó Bittar, um dos fundadores do PT.

Em janeiro de 2005, um ano depois da entrada de Lulinha como sócio, a empresa - já com o nome de Gamecorp - recebeu um "aporte" de 5,2 milhões de reais da Telemar, empresa de telefonia cujo negócio é concessão governamental. A grana fácil foi a título de investimento.

A transação foi amplamente divulgada na época. A sociedade entre a Telemar e a Gamecorp foi uma operação complexa, que implicou na entrada de uma terceira empresa e de uma grossa compra de debêntures que logo se converteram em ações.

Reprodução/CapaVeja
Em junho de 2006, a Gamecorp alugou seis horas de programação diária no Canal 21 em UHF-SP, da rede Bandeirantes de Televisão. Pelo contrato, esse horário passou a chamar-se "PlayTV" e exibia programas para o público "gamer" e muito videoclip.

A Telemar, logo depois, ainda em 2006, injetou outros 10 milhões de reais na Gamecorp como "compra antecipada de comerciais de TV". A genialidade comercial de Lulinha não parava.

Naqueles mesmos anos dourados, a receita da Rede Bandeirantes cresceu com o volume incessante de publicidade do governo. Segundo a imprensa a Bandeirantes dividia - por um contrato sigiloso - o faturamento da frequência UHF Canal 21 em São Paulo, com a empresa do filho do presidente, referentes a frequência UHF Canal 21 em São Paulo.

Na época, dentre o chiado da mídia, a revista Veja denunciou que a Telemar estaria ajudando o filho do presidente para ser atendida em uma alteração na Lei Geral das Telecomunicações que permitisse a sua fusão com a concorrente Brasil Telecom, isso, no entanto, era proibido. Pero no mucho.

Eis que, curiosamente, em dezembro de 2008, foi editado o decreto presidencial assinado por Lula pai e amor que permitiu a venda da Brasil Telecom para a Telemar/Oi.

Y por supuesto, Lulinha então - como se fora um Eike ou coisa parecida - se consagrou como um "gênio dos negócios virtuais". Pero no mucho.

17 de ago de 2012

Operação sem Padrão...

Em resposta à decisão da Justiça, a PF anuncia "Operação sem Padrão".
Impedido pelo STJ de realizar operações-padrão, o sindicato agora está prometendo "rigor zero" nas fiscalizações. Ah bom. Agora sim... Isso é confissão explícita de prevaricação.

A durar o mesmo tempo que a paralisação vem durando, vira prevaricação continuada. Aí, todo mundo vai pro olho da rua por justa causa. E assim, a Operação sem Padrão passa a ser conhecida por Operação sem Patrão.

E então, quando você acordar no meio desse Brasil da Silva, vai enfiar o pé no penico e fazer xixi no chinelo.