O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

31 de jul de 2012

PAGOU À VISTA
Andressa, mulher de Carlinhos Cachoeira pagou R$ 100 mil de fiança para evitar prisão. Ela é acusada de tentativa de chantagem ao juiz federal que trata do caso, para libertar o contraventor. Pagou a fiança na bucha. À vista. À vista do delegado que arregalou os olhos. Não sabia se olhava para o dinheiro ou para a dona.

MULTA DE VÉSPERA
Conselho do BC confirma multa para Banco Rural e punição a 'mensaleiros'.
O Banco Central decidiu multar banco em R$ 200 milhões. Os seus ex-executivos são acusados de simular transferências. Às véspera do Dia do Desgosto, isso poderia significar alguma coisa, mas com Toffoli na parada isso quer dizer o que parece: nada, absolutamente nada.

A ÁREA DO CRAQUE
Justiça paulista proíbe a Polícia Militar de expulsar usuários da cracolândia.
A restrição foi determinada por uma liminar obtida nesta terça pelo Ministério Público contra a operação em São Paulo. Pura perda de tempo. O Kassab já deu de mão beijada uma área pública bem melhor para o Instituto Lula, uma lavanderia privada que ninguém sabe até hoje para que fins ela foi criada. Uma bela área para um grande craque. E ninguém deu bola pra isso.
Hugo Chávez, o novo sócio do Clube
Div
Pronto, Hugo Chávez é o novo sócio do Mercosul, o clube do Cone Sul do mundo. Pela sua entrada no clube, pagou a Dilma Vana primeira-mulher-presidenta do Brasil, uma "jóia" de 20 aeronaves da Embraer. Enquanto Dilma Vana e Don Hughito brincam de aviãozinho, Cristina Kirchner e Zé Mujica ficaram a ver navios.

Thomaz Bastos abandona Cachoeira na cadeia

E então, na primeira brecha, Márcio Thomaz Bastos deu no pé. De atuação pífia até agora, para os R$ 15 ou 18 milhões que teria cobrado para defender Carlinhos Cachoeira que, desde de o primeiro dia de contrato com ele está em cana,

Thomaz Bastos não alega, mas faz crer - como é de seu feitio - que a razão do abandono da boa causa foi a suposta tentativa de suborno praticada por Andressa, a Musa do Bicho, contra o ínclito juiz que cuida do caso.

Bastos é, decerto, o advogado mais caro da União. E como você está careca de saber a União faz a...çúcar!
Se fosse um treinador de futebol, Márcio Thomaz Bastos teria que pagar a multa rescisória, como sempre faz - por um mero e vulgar exemplo - o técnico Vanderlei Luxemburgo quando não resiste ao peso de suas campanhas malsucedidas e já tem outro clube em vista.

Carlinhos Cachoeira - o único bandido de todo esse governo submerso - não tem nada a lamentar pela saída cheia de pruridos tão éticos quanto tardios de Thomaz Bastos; tem, isto sim, um vale de lágrimas a derramar pela proibição das visitas íntimas de Andressa, a sua perseguida de estimação.
TOFFOLI NO MENSALÃO
Com apoio de Lula e aval de colegas do STF, Toffoli colocará seu notório saber jurídico no julgamento do Mensalão. O presidente do Supremo diz que o ministro - que sempre foi advogado de Lula e Zé Dirceu -  deve participar do julgamento, já que anteriormente tomou decisões no processo. Novidade nenhuma. Toffoli sempre esteve com o pé que era um leque para entrar nesse julgamento. Quem entrou para o Supremo do jeito que ele entrou, não pode mesmo temer qualquer tipo de crítica quanto a sua isenção na hora de julgar velhos companheiros. Dias Toffoli é o Lula de toga.

ACAREAÇÃO ARDENTE
Delegado confirma acareação entre juiz e mulher de Carlinhos Cachoeira. Segundo a PF, Andressa Mendonça teria oferecido "vantagens" e também ameaçou juiz de publicar dossiê. Uma coisa é certa: depois de ficar frente a frente, olhos no olhos, para ver o que Andressa diz, a vida desse juiz nunca mais será a mesma.

CAUSA PRÓPRIA
Liminar da Justiça Federal veta divulgação de salários da Câmara.
Para o juiz Sá Dantas, a divulgação fere princípio de "inviolabilidade da intimidade, da honra e da vida privada das pessoas". Quer dizer, nem este Sá Dantas Dantas jamais vai divulgar o seu salário.O funcionários da Câmara são servidores públicos, o dinheiro que vai para seus bolsos sai dos cofres públicos; você é público, mas não tem direito de saber para que lugar público e para que empregado público vai o seu dinheiro; o dinheiro que sai dos quatro meses de impostos que você paga por ano com o seu trabalho para sustentar a máquina estatal. Isso, o servidor público Sá Dantas não leva em conta.  Julgou em causa própria.

GRUPOS ATIVOS
Andressa é "mensageira" do grupo de Cachoeira, diz Ministério Público Federal. Para a procuradora Léa Batista, cansada de guerra surda em Goiás, o grupo de Cachoeira "cotinua ativo". A mulher do contraventor é investigada em dois inquéritos policiais por lavagem de dinheiro e corrupção. Grandes coisas, isso do grupo de Cachoeira continuar ativo... A Esplanada dos Ministérios é inativa e olha só o que acontece por lá. E se olhar para o lado do Congresso, Léa Batista vai ver que Sarney preside e Renan Calheiros manda no Senado. Um minutinho de atenção que ela dispense para o Planalto, vai notar que Dilma Vana tem de um lado Michel Temer e do outro Gilberto Carvalho, o olheiro de Lula que anda por aí, soltinho da silva.

RECORD DORME NO PONTO
Alegria nos bastidores da Globo: o Encontro com Fátima Bernardes, uma das doses mais difíceis de engolir na programação água-com-açúcar da TV brasileira, empatou em índices de sintonia com as transmissões dos Jogos Olímpicos pela Record. A Fátima pode até nem saber fazer um programa de estúdio, mas a Record sabe menos ainda transmitir qualquer coisa em matéria de esporte. Você já viu o Romário comentando? É a cara da Record na Inglaterra. Dá sono.

30 de jul de 2012

O JEITO DE SER
A patifaria geral com o rabo preso no Mensalão agora anda aos brados ao derredor do Supremo Tribunal Federal querendo que o julgamneto seja "técnico" e não político. A banda bandalha faz ecoar a voz rouca da República dos Calamares dizendo que o Mensalão não existiu e que tudo não passou de Caixa-2. Lindo de se ver e de se ouvir. No conceito moral dessa pandilha Caixa-2 não é roubo, sonegação, nem imoralidade. É o que há de mais natural no ta "jeito de ser e de governar" que Marta Suplicy tanto faz questão de dizer que "Lula nos ensinou".

DEMITIDA TRAVEIS
Ali Babá está fora desse julgamento de Zé Dirceu e seus 40 Mensaleiros. Mas o resultado tem tudo a ver com Lulalelé da Cuca e Dilma Vana. Qunato menosm condeções houver no Mnesalão, pior para Dilma Vana e muito melhor para Lula da Silva. Sem culpados, Lula fica mais forte e Dilma Vana mais fraca. Com os mensaleiros soltos o Brasil volta a ter a cara de Lula. Será o primeiro grande sinal, depois daquele show de Lulalelé no programa do Ratinho no SBT, de que Dilma Vana está demitida da campanha pela reeleição em 2014.

R$ 100 mil de fiança para Andressa

Andressa Mendonça, a musa do Brasil do achaque e laranja madura de Carlinhos Cachoeira foi detida hoje pela Polícia Federal, em Goiânia. No início da tarde ela já estava livre, leve e solta. Pero no mucho. Ela terá três dias para pagar uma fiança de R$ 100 mil. Caso contrário, será decretada a sua prisão preventiva. A alegação é de uma suposta tentativa de chantagem contra o juiz Alderico Rocha Santos, responsável pelo caso. Andressa está agora numa sinuca de bico: se não pagar vai em cana; se pagar vai ter que dizer de onde saiu a grana. Outra coisa: ela está proibida de visitar Cachoeira na Papuda. Pô, isso já é perseguição...

Política por Esporte

Os Jogos Olímpicos de Londres estão servindo para mostrar aos brasileiros menos avisados que o esporte no Brasil é igualzinho à política, sem tirar nem pôr.

As Federações por modalidades têm o focinho e o espírito de porco dos partidos políticos. São ninhos de mafagafes cheios de mafagafinhos; nichos de comando; núcleos de proprietários indébitos das paixões nacionais; ação entre amigos ditadores que não deixam ninguém se criar; confrarias fechadas para novos valores; máfias invioláveis para qualquer renovação; gangues imunes e impunes.


Reprodução/Div
O time de Basquete da cartola Hortênsia. Por que é mesmo que ela precisa aparecer na foto?!?

Vejam que nos representa nessa Olimpíada; reparem quem são os candidatos nessas eleições. bom proveito. Só não nos peçam para torcer por uns, nem para votar em outros.

Em quatro anos nossos atletas envelheceram e nossos cartolas enriqueceram; os políticos engordaram e os eleitores emagreceram. E vice versa; ao contrário, de pernas pro ar, de cabeça pra baixo e pelo diabo a quatro.

BASQUETE FEMININO

Rússia 69 x 59 Brasil. Viva Hortênsia a dona da quadra e dos quadros brasileiros. Ela entende de tudo

VÔLEI FEMININO

Estados Unidos 3 x 1 Brasil. Aquelas imperialistas exibidas, coloridas acabaram com as nossas desvalidas musas heroínas.

O ouro de Marina Silva foi um chute olímpico

O jornalista José Cruz mostra, no seu blog publicado aí ao lado direito do Sanatório da Notícia o quanto pesou e doeu nas costas e no ego da comitiva brasileira - de Dilma Vana a ministros e agregados - a medalha de ouro conquistada por Marina Silva na abertura oficial dos Jogos Olímpicos de Londres.

Nenhum outro ouro conquistado pelo Brasil vai ter mais brilho e visibilidade do que a presença de Marina Silva - A Paladina da Amazônia e do Verde Mundial - no seleto grupo que abriu na Inglaterra mais uma edição do maior espetáculo da Terra.

E pelas reações já se viu: foi um choque. A pancada doeu, está doendo e vai doer por mais quatro anos, até que o espírito lulático de vingança se transforme num maravilhoso Carnaval, único esporte que o governo brasileiro conhece a tal ponto que possa ser usado como vingança pela ofensa que os organizadores da festa britânica mostraram para o mundo inteiro.

RODAPÉ - O efeito foi devastador. Essa raiva não passa tão cedo. Mas que os organizadores dos Jogos de Londres foram mal-educados e cruéis com a comitiva de Dilma Vana, isso foram. Foi uma grosseria esconder a participação de Marina Silva na abertura oficial dos Jogos da primeira-mulher-presidenta do País que vai sediar a próxima Olimpíada. Se soubesse Dilma Vana nem iria ao estádio. Foi um monumental, inusitado e doloridíssimo chute olímpico no traseiro.
BRASIL OLÍMPICO
E o Brasil nos Jogos de Londres; que coisa, não?!? Somos, bem contados, 200 milhões de brasileiros inertes em matéria de esporte. Se o Brasil tivesse apenas 1% da população que tem, seríamos 2 milhões de habitantes. Se apenas 10% praticassem pelo menos uma modalidade esportiva, teríamos 200 mil desportistas. Se o governo acreditasse que o esporte é a mais saudável forma de inserção social, teríamos na base dos mesmos 10% pelo menos 20 mil atletas de alto rendimento. E a nossa delegação não estaria hoje mendigando pódio na Inglaterra à cada de meia dúzia de medalhas de ouro. O descaso do governo pela saúde esportiva brasileira é um escândalo olímpico.


Reprodução/AE
A judoca Rafaela Silva foi desclassificada porque pegou a perna da adversária antes da queda. Isso não pode. Aí, chorou. Em Londres, para o Brasil, o choro é livre. E lá se foi mais uma chance de ouro. Rafaela já pode voltar pra casa.

PALAVRAS DE HONRA
Zé Dirceu, depois de um retiro espiritual na casa de mamãe no interior das Minas Gerais, volta com tudo e acusa: Jefferson inventou Mensalão. Então tá, o Mensalão nunca existiu. Palavra de Lula e Dirceu. Pode crer.

PIADA DE SALÃO
A defesa de Dirceu argumenta, em suas alegações finais do julgamento do mensalão, que começa nesta quinta-feira 2 de agosto, Dia do Desgosto que o esquema de compra de apoio político foi uma invenção do deputado cassado Bob Jeff para abafar a crise dos Correios eclodida pelas imagens do então chefe do Departamento de Compras e Contratações (Decam), Maurício Marinho, recebendo propina de R$ 3 mil. Os advogados juram que os petistas não sabiam de nada. Agora falta contar uma de índio.
ENTREMENTES
Jefferson respira sem ajuda de aparelhos. Pivô do mensalão passa bem após cirurgia para retirada de tumor no pâncreas, mas não tem previsão de alta. Trata-se de um pâncreas oportunamente providencial. Em caso de condenação - remoto a dar com pau - ele curte a pena no hospital.

TIM MAIA
Do alto do seu poder de fogo, o Palácio do Planalto vai lançar um pacote de bondades nos mêses de agosto e setembro, por acaso, tempo de julgamento do Mensalão. Dilma Vana jura de pés juntos que uma coisa não tem nada a ver com a outra. Vai ver até que nem tem nada a ver também com as eleições. É o espírito do Tim Maia redivivo: ninguém joga, ninguém fuma, ninguém bebe, mas de vez em quando, todo mundo mente.

GREVES
O Sanatório da Notícia recebe diariamente o ranking nacional das greves que correm pelo País. Hoje, há 10 greves - de universitários a caminhoneiros - em plena acontescência e neste dia 2, se não houver sinalização de aumento salarial, a Polícia Civil de Brasília vai paralisar também. Ninguém dá um pio a respeito. É como se fosse alguma coisa banal, tipo assim o fator previdenciário como achaque aos aposentados que ganham mais de um salário mínimo. Greve é acontescência, festa e festa. Fosse no tempo da tucanagem, uma greve só bastaria para o PT cair de pau em cima do governo.

29 de jul de 2012

Seleção da CBF 3 x 1 Bielorrússia

O que esse Neymar está fazendo com Mano Menezes, não se faz com o guarda da esquina quando ele está bêbado. Contra a Bielorrússia fez um golaço de falta e deu os passes para os outros dois gols - um deles, com o seu generoso calcanhar. Desse jeito, Mano não vai conseguirn acabar com a carreira dele.

Esse 3 x 1 serviu para para mandar o time da CBF para as quartas de final e para mostrar que Mano Menezes é um baita treinador. Só não enxerga esse verdade patente quem entende mesmo de futebol.
Ganhar da Bielorrúsia, seja lá pelo escore que for, é uma façanha inigualável na história dos Jogos Olímpicos de Londres ou da Conchinchina. O escândalo é levar um gol da Bielorrússia.
Aos 8 minutos o time de Mano tomou um gol de Renan Bressan, um bielobrasileiro. E foi de cabeça na frente de Thiago Silva, o melhor zagueiro do mundo.
Aos 14 minutos, Neymar serviu Pato que cantou alegremente e também de cabeça empatou o jogo. Berlusconi já não abre mão do seu passe. Mas até então a partida não só era disputada de igual para igual, como ia de mal a pior.

Vem o intervalo. Romário comentando para a TV Record é o Pelé com um sapato na boca. Se ficasse calado seria o poeta que ele diz que o Pelé encarna quando fala em futebol.

A essa altura o importante mesmo é o que diz o bispo Edir Macedo, dono das transmissões dos Jogos de Londres para o Brasil: "Na igreja Universal, como na TV Record, quem nasceu para ser Romário, jamais será um Celso Russomano".

O autoproclamado bispo já não sabe se demite Ana Paula Padrão, ou se dispensa definitivamente Romário. Os dois, Ana Paula e o Baixinho estão consagrando a Rede Globo.

Vem o segundo tempo e a gente só se dá conta disso aos 20 minutos, quando entra o Ganso em campo. No mesmo instante, em sua homenagem, Neymar mete um golaço de falta. Pronto, Mano é um baita treinador! Só não vai conseguir acabar com a carreira de Neymar.

Aos 40 minutos, não é que tenha entrado Lucas; é que saiu o Hulk! Mano é ou não é um tremendo técnico de futebol?!?

Já nos acréscimos Neymar esbanja sua generosidade que desta vez surge em forma de calcanhar: gol de Oscar. Seleção Sub-23 da CBF 3 x 1. Pronto, de novo! Mano Menezes é uma baita treinador. Mas desse jeito, ele não vai acabar comm a carreira de Neymar.
Medalha Mico de Ouro

Ana Paula Padrão Globo - mais do que nunca. O bispo Macedo virou capuchinho, só para ter um capuz onde esconder a cara.

Republicanagens

CONVITE OFICIALFoi preciso o desfile feérico de Marina Silva na abertura oficial dos Jogos Olímpicos de Londres para todas as telas do mundo, para a oposição perceber:
se quiser irritar o governo, basta convidar Marina Silva para o mesmo camarote onde a primeira-presidenta Dilma Vana estiver. Pode convidar também para um jantar, ou para subirem juntas em um desses palanques de inaugurações de pedras fundamentais de notáveis promessas.

CHUTAÇO
Tudo bem, o desfile de Marina Silva foi um arraso. Desmachou até o penteado de Dilma Vana na arquibancada VIP, com jeito de tribuna de honra, ocupada pela primeira-mulher-presidenta do país que vai sediar a próxima Olimpíada. Mas que foi uma grosseria sem tamanho, foi.
Nunca antes na história dos Jogos Olímpicos, um comitê organizador tinha colocado uma saia tão justa numa convidada de honra. Foi um chute bem mais forte do que aqueles que Jerôme Valcke está acostumado a dar nos fundilhos de Aldo Rebelo, de deputados, senadores e ministros de somenos importância aqui do Brasil. Um chutaço que só poderá ser devolvido daqui a quatro anos. E olhe lá.

MANO X BIELOS
Daqui a pouco tem seleção Sub-23 de Mano Meneses x Belarus que também atende pelo apelo de Bielorrússia, país de 9 milhões de habitantes, quase todos gigantes e jogadores de rúgbi. Há, dentre a população bielorrusa, algumas horrorosas exceções que praticam futebol.

LÁ SE VAI NEYMAR
Não duvide se, no meio do jogo, Mano substituir Neymar deixando em campo o seu super-herói, Hulk - o Peito de Ganso. É o princípio do desmanche da carreira de Neymar, previsto pelo Sanatório da Notícia há mais de dois anos. Na verdade, uma premonição que se criou desde que Mano Menezes assumiu como aprendiz de treinador na CBF. Isso é que é uma bielobosta.

PÁTRIA DE CHUTEIRAS
Olhaí só Mano Menezes ensinando a Neymar como é que se deve jogar bola. Mano já acabou com o futebol brasileiro, tirando o Brasil do grupo dos dez melhores países no ranking da Fifa e deixando-o atrás de Argh!entina e Uruguai na América Latina; já arrasou com Lucas, Pato e Ganso, deixando-os na reserva dessa baba que é o meio de campo da sua equipe Sub-23, em Londres; agora começou a desmanchar a carreira de Neymar. Sabe-se aqui no Sanatório da Notícia que até o time do Arrancatoco passaria fácil por Belarus, mas assim mesmo vamos torcer pelos gigantes bielorrussos. Somos capazes de tudo, até mesmo de secar o que seria a nossa seleção, pelo bem da nossa pátria de chuteiras.

IMPERADORES
O Brasil é o império dos treinadores bons de papo e ruins de bola. Os cartolas são os seus cônsules. Os súditos são os jogadores. A massa ignara é o torcedor.

NUNCA MAIS
Depois de passar pelas preleções de vestiário de Mano Menezes, o futebol de Neymar nunca mais foi o mesmo.

28 de jul de 2012

Ouro a perigo
Reprodução/Internet
A judoca Sarah Menezes, do Piauí, ganhou a primeira medalha de ouro do Brasil nos Jogos de Londres. Coitada, se quiser ficar com o prêmio vai ter que ficar se escondendo o tempo todo de Zé Maria Mariz lá em Londres.

JÁ COMEÇOU...
Mano já admitiu ontem a "queda de rendimento" de Neymar. Pronto, já começou - como era previsto - a acabar com a carreira do garoto. Daí para o banco de reservas ao lado de Ganso é um pulo.

Pelo menos não sentou
Reprodução/Internet

 Diego Hypólito contrariou todas as expectativas nesta edição dos Jogos Olímpicos. Ao invés de cair sentado, caiu de cara no chão. Está fora da final. Um ouro posto fora.

MARINA NELES
O Comitê Olímpico Internacional botou Marina Silva no desfile oficial de abertura dos Jogos Olímpicos em Londres. Foi lindo de ver a cara de Aldo Rebelo, seu mais ferrenho opositor em questões ambientais e a de Dilma Vana que não sabia onde se socar na arquibancada. Parecia que ambos tinham levado um chute à la Jerôme Valcke.

O TROCO
Logo depois, no dia seguinte, quando foi às compras, Dilma Vana disse com um brilho lulático no olhar que "o Brasil fará melhor na abertura de 2016". Pelo visto, vai convidar a Rainha Elizabeth e botar um poster da Princesa Diana no camarote dela.

Medalha garantida: é de bronze
Reprodução/France Press
No dia em que completou 23 anos, o judoca paulista Kitadai ganhou o bronze e perdeu um dente. Em todo caso, não corre rsico nenhum de ser assediado por Zé Maria Mariz que gosta mesmo é de medalhas de ouro.

NEM ELE
Para Fernando HaHaHaddad, o julgamento do Mensalão "não mobiliza o eleitor". Bolas, nem ele.

PRATA DE THIAGO
Thiago Pereira perdeu o ouro para um tal de nadador americano na prova dos 400m medley, por uma batida de mão. Uma batida e mais umas cinco ou seis. Preferiu ficar com a medalha de prata, deixando o bronze para Phelps. Não se tem qualquer notícia até agora de algum interesse de Zé Maria Mariz por medalhas de prata. Thiago pode ficar ficar descansado até a prova dos 200 metros.

Ana Paula Padrão Globo

A grande medalha de ouro ficou para Ana Paula Padrão, a âncora do Jornal da Record. Com toda a pompa e circunstância, Ana Paula Padrão cometeu a gafe da Inglaterra 2012. Na estréia do noticiário diretamente de Londres, ela deu a colher de chá que causou frouxos de risos em Roberto Marinho lá nas alturas aonde quer que esteja:
Reprodução/Internet
Você está assistindo ao "Jornal da Globo" de dentro do Estádio Olímpico de Londres.
Pronto! Era tudo quanto a TV Globo mais queria nesses Jogos Olímpicos. Entrar direto, ao vivo e a cores de dentro do Estádio Olímpico que foi comprado a peso de ouro pelo canal do bispo Macedo. Nunca antes na história desse país Ana Paula foi tão Padrão Globo como nestes Jogos Olímpicos de Londres.
Espírito Olímpico
Nem sempre uma Olimpíada é sisuda e tensa. A corredora australiana Michelle Jenneke é show.
O Troco do Ministro

Uma das revistas de fina estampa colocadas a soldo da politicalha, a Carta Capital - capital de quem, mesmo? - descobriu "documentos" que acusam de propineiro ao ministro Gilmar Mendes, um dos julgadores dos mensaleiros. É o mais puro e singelo "jeito PT" que Lula ensinou para desqualificar quem nâo esteja do seu lado.

O gabinete de Gilmar Mendes já deu o troco em nota oficial e o próprio ministro também já respondeu, ironizando aqueles a quem chama de detratores: "Pensei que eles iam me acusar de ter matado Celso Daniel". Isso é apenas o começo do que vai ser até o dia 2 de agosto, quando começa o julgamento do maior escândalo político da História do Brasil, marca registrada dos Anos-Lula. Durante o julgamento vai ser bem pior. Em matéria de lavagem de roupa suja, ninguém tem uma lavanderia melhor que a pandilha de Ali Babá, Dirceu e seus mnensaleiros.

Código 171

O advogado do publicitário Marcos Valério emitiu ontem mesmo uma nota à imprensa, em que seu cliente manifesta "perplexidade com o teor de matéria publicada pela revista Carta Capital". O advogado sustentou que a apuração da reportagem da revista semanal foi "baseada em documentos e informações falsas". 

Com a capa "O valerioduto abasteceu Gilmar", a revista divulgou, entre outros documentos, uma "Declaração para fins de prova judicial ou extrajudicial", que teria sido assinada no 1º Ofício de Belo Horizonte, pelo próprio Marcos Valério, na qual está a admissão de repasse de "R$ 4.500.000,00 para Dr. Eduardo Brandão de Azeredo". A verdade é que os aguapés se mexem como nunca. Com a proximidade do dia 2 de agosto, cada vez mais a cara da Açâo Penal 470 lá no Supremo ganha o perfil de Açâo 171 - o código dos larápios.

O Medo de Lulalelé

Que ninguém pense que Lula tem qualquer pingo de medo do que possa lhe acontecer durante o julgamento dos mensaleiros. Nem mesmo teme algo para depois do julgamento. Afinal, o impeachment deveria ter sido em 2005.
O que preocupa mesmo Lulalelé da Cuca é que a sua imagem de salvador da pátria, de defensor dos pobres e oprimidos, de paladino da ordem e do progresso, seja desmascarada de vez. Aí sim, sua campanha para tomar o lugar de Dilma em 2014 vai por água abaixo.  Ele vai ter que engolir Dilma Vana por mais quatro anos. A saída vai ser pegar o seu chapéu de chefe da turma que foge do Bardahl e dar adeus ao Palácio do Planalto. Bem melhor para o Brasil. Apesar dos pesares.
SORTE DE RAINHA

Na recepção coletiva que concedeu a chefes de estado de donas de casa de vários países visitantes da Inglaterra, a rainha Elizabeth, ainda erecta e forte, ao aproximar-se do aperto de mão com Dilma Vana, deixou cair um penduricalho qualquer.

Prontamente, a pequena e vestuta dama de companhia à esquerda de Dilma Vana agachou-se e pegou o objeto, coisa assim tipo caixinha de pince-nez ou coisa que o valha, poupando a já arqueada coluna real.

Sorte da rainha que se tratava de uma perfeita imitação em miniatura da Luiza Erundina. Fosse Maluf ali em seu lugar, Elizabeth saberia quanto custa uma gentileza nos países bonitos por natureza.

Republicanagem

AÇÃO PENAL O QUÊ?!?
O pavor petista é tanto pelo julgamneto do Mensalão que agora, aproveitando a brecha aberta na barreira pelo próprio Supremo, chama o processo de Ação Penal 470. O desdenhado por Dilma Vana e apagado presidente do PT, Rui Falcão, no entanto, para alegrar a vida de Lulalelé e livrar a cara de Zé Dirceu e seus mensaleiros, chama o escândalo de Cachoeira de Operação Monte Carlo. Pimenta nos olhos dos outros é colírio. Na verdade o codinome do Mensalão deveria ser Ação Penal 171. Quem é do ramo sabe que código é esse.

O DESGOSTO
Começa em 2 de agosto o Mês do Desgosto. Desgosto pra você que espera condenação para essa pandilha de sevandijas que tomou o Brasil de assalto. Vai ser a 1ª Expofeira Nacional da Bandalha Liberada. Ninguém vai preso; todos serão absolvidos; ninguém será inocentado. Tudo ficará bem pior que antes. É que a compra e venda de votos será legitimada e vai virar jurisprudência. O Supremo começa, neste dia 2 de agosto, a trabalhar pelos mensaleiros e seus correligionários.

ESPERANTO
Se você está mesmo interessado em entender o que os 11 doutos magistrados estarão dizendo frente às cameras da TV Justiça a partir de 2 de agosto, contrate um purista em esperanto, porque debaixo daquelas togas ninguém sabe o que está reservado em matéria de pernoicismo e prolixidade. Vista sua melhor fatiota e ponha-se numa posição gestosa para assistir a esse verdadeiro espetáculo de linguística. Você vai aprimorar seu grego, seu latim, seu italiano de aeroporto e talvez até um pouco do português que Lula já com sinais de Lelé da Cuca modificou quando era proprietário do Brasil sem ler uma linha sequer da reforma ortográfica que lhe caiu no colo.

SEM CONSTRANGIMENTO
Prognóstico, quase diagnóstico da Ala Politicalha do Sanatório da Notícia: Toffoli não vai declarar "suspeição" pelo fato de ter sido por anos a fio advogado de Lula e do PT; vai com tudo para o julgamento do Mensalão, que deveria atender pelo codinome de Ação Penal 171. Toffoli, único membro viril do STF que não demonstrou, nem jamais demonstrará "notório saber jurídico" não padecerá nenhum rasgo de vergonha por causa de mais esta decisão de foro íntimo. Fará, sem qualquer constrangimento, o que seu coração manda. Não tem nada a perder. Tudo a ganhar. Como de hábito, até aqui.

27 de jul de 2012

A VITÓRIA DE SERRA
Tome nota aí: a grande vitória de Zé Serra já está consumada. Ele nem precisa ser eleito prefeito de São Paulo, outra vez. Basta o que já conseguiu fazer com Lula: polarizou a eleição de outubro com Celso Russomano. Ninguém fala em HaHaHaddad. Mesmo com a garanta em pandarecos, Lula vai ter que engolir este sapo tão grande quanto a CPMF e o Mensalão que até hoje não lhe desceram goela abaixo.

DE MAL A PIOR
O futebol do Brasil vai de mal a pior nos Jogos Olímpicos de Londres. Depois de bater por 5 x 0 ao Egito, adversário mais forte do grupo de Mano Menezes, agora a seleção Sub-23 que os cartolas levaram pra lá tem pela frente Bielorrúsia e Nova Zelândia. Quer dizer, o emprego de Mano Menezes está sendo mantido e a medalha de ouro está cada vez mais perto do bolso de Zé Maria Marin. O Brasil está fuçado para a Copa do Mundo em 2014.

DESLIGA
Como a TV Record abocanhou os direitos de transmissão dos Jogos Olímpicos de Londres, a Globo criou, maquiada de SporTV, um programete noturno tipo profecia do acontecido com o nome de "Conexão Olímpica" ou coisa parecida, com a participação de Galvão Bueno. Conexão com Galvão? Bolas, bota no ar urgente o "Desliga SporTV".

Desfile chato e gol da Globo

Enquanto a TV Record transmitia de Londres a mais chata e repetitiva abertura festiva dos Jogos Olímpicos, a Globo contava pontos nas suas novelinhas água-com-açúcar de sempre. O desfile da delegação brasileira só tinha papagaio de pirata. Nunca antes na história desse país, o designer do fardamento do Brasil foi tão parecido com o uniforme da República de Camarões. Os grandes nomes do esporte nacional ficaram concentrados, prontos para dar o bote nas medalhas que levam ao pódio. Vai ser uma temporada de desencantos. Deveriam ter desfilado.

Ilustre Quem?!?

Antonio Patriota está saltitante fora do coração de Dilma Vana até agora, pelo fracasso midiático e de trabalho daquela visita aos Estados Unidos, onde e quando a primeira-mulher-presidenta do Brasil passou embrancas nuvens.

Se até aqui era assim, imagina agora o pulo que Patriota vai dar, depois que a visita de Dilma Vana a Londres não mereceu uma linha, um rodapé sequer nos jornais inglêses de todo tipo e tamanho e nenhuma mísera menção no site oficial do governo londrino. Dilma só apareceu mesmo foi para os 9% de Ibope que a TV Record, de Edir Macedo, está alcançando com suas pífias transmissões dos Jogos Olímpicos.

Dilma Vana só não é uma ilustre desconhecida fazendo turismo esportivo na Inglaterra porque todo mundo ficou sabendo que Joseph Blatter deu um puxão de orelha em uma mulher brasileira por causa da Copa do Mundo.

Patriota que já anda de asas caídas, nem sabe de que jeito vai sair voando. E Dilma Vana quando se emburra,... Sai de perto!
CASA DE TOLERÂNCIA
Intolerante, Dilma Vana então escolheu Lobão para presidir o Senado. A turma ficou ressentida e foi insensar a candidatura de Renan. Renan é aquele Calheiros que presidia a Casa quando comeu uma jornalista e vendeu um rebanho fantasma para quem, até hoje ninguém sabe. Ele, então pediu para sair porque não tinha moral suficiente para ocupar o cargo que agora é de Zé Sarney que, por cansaço, vai ter que largar o osso. Assim é que agora, Renan pode voltar a ser presidente do Senado, cheio de moral e tudo mais. Esta é, ou não é a maior casa de tolerância nacional?!?

BLINDAGEM
Com o PT no banco dos réus, o Supremo exigiu reforço na segurança. O que será que isso quer dizer mesmo? São 11 juízes e nenhum deles se chama Celso Daniel.

A BENÇÃO
Roberto Jefferson baixou ao Hospital Samaritano, do Rio. Vai operar um câncer no pâncreas. A coisa pode ficar ficar feia. É quase certo que Lula não vai aparecer por lá para a sua tradicional benção solidária.

BARDAHL DO MERCOSUL
Hugo Chávez, invadindo o Mercosul: "Bloco é o maior motor da América do Sul". Então, prepare-se para mais uma super-aventura da Turma do Bardahl. Mas, todo cuidado é pouco. Você pode ser vitima de pirataria. Essa turma do Bardahl tem até paraguaio no meio.
O CHUTE - Dilma deixou o PAC empacado e um monte de greves pra trás e foi para Londres levar um puxão de orelhas de Jeff Blatter, o poderosos chefão da Fifa. Ainda bem que ela se encontrou com Blatter, se fosse com Jerôme Valcke, Dilma voltaria para o Brasil um pouco mais dolorida. Digamos, a bem da verdade, com uma certa dificuldades de ocupar a cadeira do Palácio.

26 de jul de 2012

Mano Menezes 3x2 Tutan Camon

Que bonito de ver. Mano Menezes no banco, ao lado de Lucas, Pato e Ganso na reserva, e ostentando a cara de grande faraó para enfrentar o poderoso Egito.

Não adiantou secar. Deus já não é mais brasileiro. Fez a seleção de Mano ganhar. Logo, logo estava 3 x 0 para o time Sub-23 do Brasil.  A cara de inteligente de Mano era impagável, valia pelo menos uma imagem legítima de Cleópatra quando era menina e outra também autêntica quando ela já namorava o Marco Antônio.

Aí, acabou o primeiro tempo. Mano Menezes vai par o vestiário. Fala como se fosse um Indiana Jones sem chapéu que acabou de descobrir o mapa do tesouro.

A garotada volta. Obediente faz tudo que o faraó mandou. Seguiu à risca todas as suas instruções. E quando viu o jogo estava 3x2. Queops e Micherinos saíram das brumas e meteram duas buchas e quase empataram a partida. Para azar do futebol brasileiro foi só o susto da múmia.

Mas foi bom de se ver Mano Menezes saindo de campo com uma cara que exibia o sorriso da Esfinge, mas com as feições da raínha do Nilo.

Nem tudo está perdido. O futebol do Brasil, ainda pode acabar nestes Jogos Olímpicos, sem ser dirigido por Ramsés III: perde a medalha de ouro que Zé Maria Mariz tanto quer embolsar, mas pode até ganhar um treinador de verdade.

Tomara que Mano perca para o Egito

Não demora nada, a TV Globo continua com sua programação normal de todas as tardes, com mais que o dobro de audiência do que A TV Record e o SporTV alcançarão com a transmissão da estréia da Seleção de Mano Menezes nos Jogos Olímpicos de Londres.

Faz sentido. Essa tal de medalha de ouro tão esperada pelos cartolas e decantada pela mídia que se deixa engambelar pelo patrocínio fácil, não significa nada, absolutamente nada para o futebol brasileiro. Não quer dizer bulhufas para os campeonatos regionais, para o Brasileirão, para a Copa do Brasil, para a Sul-Americana, nem sequer para a Libertadores da América.

É um torneio da cartolagem que abocanhou o espírito olímpico e que bota um time subalterno de cada nação a correr pelos mandachuvas do esporte mundial. É um time bom de Sub-23 que permite três marmanjões brincarem com a garotada em busca da arca perdida.

Torço a favor da meninada, mas espero que o Brasil perca para o Egito, para que múmias como Mano Menezes e Zé Maria Marin que tiraram o Brasil do ranking das 10 melhores seleções do mundo e a colocaram atrás da Argh!entina e do Uruguai na América Latina, não continuem assombrando o futebol brasileiro na Copa do Mundo, em 2014.

25 de jul de 2012

Lula "ordenou" o Mensalão, diz advogado de Jefferson

Está no Portal iG:

Responsável pela defesa do ex-deputado Roberto Jefferson, autor da denúncia do mensalão e um dos 38 réus do processo, o advogado Luiz Barbosa disse nesta terça-feira (24) que seu cliente "exagerou" ao inocentar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Barbosa vai sustentar tese contrária no julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF): dirá que Lula "ordenou" o mensalão.

"O Supremo considerou plausível para iniciar o processo que três ministros - José Dirceu, Anderson Adauto e Luiz Gushiken - estariam pagando deputados federais para votarem projetos de lei de iniciativa do presidente da República. Eles [ministros] foram os auxiliares e ele [Lula] ordenou, sim, que se fizesse aquilo que diz a acusação. Se ele não tivesse ordenado, seria um pateta. É claro que os ministros não mandavam mais do que ele", sustenta o advogado.
Questionado sobre a razão de Jefferson ter dito que o então presidente da República era "inocente", o advogado respondeu: "Foi uma licença poética, por recomendação minha. Naqueles dias turbulentos ele não deveria atacar Lula e Dirceu a um só tempo. O Lula não sabia nem onde apagava a luz, o Dirceu tinha controle total do governo.

Então, o alvo foi o Dirceu. Não demorou nem dois dias e ele deixou o governo e voltou para a Câmara. Eu acho que o Roberto Jefferson exagerou dizendo que Lula era um homem inocente. De todo modo, o responsável pela defesa sou eu. Tenho total liberdade, sob pena de não patrocinar a defesa. É meu trato com ele."
Roberto Jefferson passará por uma cirurgia para retirada de um tumor no pâncreas no dia 28 de julho e não irá ao STF para o julgamento, que começa dia 2 de agosto. Barbosa afirmou que a decisão de Jefferson foi tomada antes do diagnóstico. "Não é produtivo, não ajuda o julgamento", diz.

O advogado rejeita os dois crimes atribuídos ao cliente pela Procuradoria Geral da República, de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O ex-deputado, que teve o mandato cassado em setembro de 2005, disse ter recebido R$ 4 milhões do PT para o PTB. Jefferson é presidente nacional do PTB.

"Esse processo não poderia ter existido e foi feito para silenciá-lo, porque ele seria a melhor testemunha de acusação. Ele recebeu R$ 4 milhões e deveria ter recebido R$ 20 milhões para a eleição municipal de 2004. E que lavagem de dinheiro se o PT na época era uma vestal incontestável? Ele (Jefferson) não poderia suspeitar da origem do dinheiro, nem ele nem ninguém", diz Barbosa.

Para o advogado, salvo alguns réus que respondem por evasão de divisas, o julgamento "vai ser um festival de absolvições".

RODAPÉ - Luiz Barbosa é um advogado gaúcho, de Pelotas. Já foi delegado de polícia e juiz de direito. Sabe bem do que está falando. E de tudo que disse, a grande verdade é que o Mensalão vai ser mesmo um "festival de absolvições". Sem nenhum inocente.

24 de jul de 2012

Coisas de matar...

Tá bom, essa aí do lado é uma coisa de matar. Moto mata mesmo. Mata no trânsito, mata o piloto, mata o transeunte, mata a vítima de assalto, mata o assaltante, mata a quem atropela, mata quando é atropelada. Moto mata.

Reprodução/Internet
Mas cigarro também não é mole. Mata quem fuma, mata quem pensa que não fuma. Mata o fumante ativo e mata o pobre do passivo. Cigarro mata.

Menor mata. Menor no Brasil mata gente grande, mata gente inocente, mata bandidos, mata por matar; mata por saber que morre de rir porque é mais imune que político impune. Menor mata por prazer, mata por ele mesmo, mata pelos maiores que o mandam matar. Menor mata.

Polícia mata. Polícia mata bandido, mata gente boa, mata traficante, mata motorista em barreiras da Lei seca, mata por dá cá aquela palha; polícia mata polícia. Polícia mata.

O Brasil de hoje é de matar! E se você duvida, vá passear na praça às nove da noite; naquela praça ali no centro de São Paulo, do Rio de Janeiro, de Brasília, de Goiânia, de Belo Horizonte, de Porto Alegre, Curitiba, Salvador a terra do Senhor do Bonfim que já virou premonição... Vá passear na praça em qualquer capital, ou cidade maiorzinha... Vá, mas não esqueça, o Brasil é de matar.

Pé no traseiro

Inst.Lula

Pronto, o Corinthians acaba de perder o título mundial, no fim do ano, em Tóquio! Fez a besteira que a Gaviões da Fiel e o resto da torcida corintiana mais temia: levou uma comitiva de dirigentes e o técnico Tite para visitar Luiz Erário Lula da Silva. E Lulalelé da Cuca, ao invés de ficar na dele, ainda se atreveu a pedir para Tite que ele traga o caneco para o Brasil. Quer dizer, o Coringão acaba de levar o pé-frio no traseiro. Quanto à carreira do treinador, aguarde. Você vai ver no que vai dar.

23 de jul de 2012

PAC empacou e a crise vem aí

Ao mais puro e inconsequente estilo "prendo e arrebento", Lula criou na sua desmiolada busca por uma cadeira na ONU, ou um lugar ao sol, desde que fosse à mão direita de Deus Pai Todo Poderoso, o factoidaço do PAC, Plano de Aceleração do Crescimento.

Um engodo, embrulhado no papel dos obrigatórios Programas Orçamentários da União que, sem nenhum respaldo a não ser a conivência do Congresso Nacional que, se não apressa as votações da matéria, não entra em recesso, Lula abençoou Dilma Vana como a Mãe do PAC.

Foi o primeiro grande e retumbante fracasso da primeira-mulher-presidenta da República.

Hoje, por absoluta falta de planejamento e de qualquer conhecimento de causa que não sejam as licitações fraudadas e os descomunais crescimentos de consultores mágicos, como Palocci e Dirceu, bons de negócios que botam a coisa pública na privada, há 5.400 obras paradas; atravancadas por processos de desapropriação que não têm data nem tempo para acabar.

As desapropriações de terras e imóveis engrossaram o volume de ações judiciais contra obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) nos últimos meses.

Até junho do ano passado, os processos de expropriação batiam nos 42% do total de broncas na Justiça. De lá pra cá, cresceram 20% e já significam quase dois terços das ações envolvendo empreendimentos de infraestrutura - uma das principais apostas da primeira-presidenta Dilma Vana para amenizar os impactos da crise mundial no Brasil. Besteira, já que ela mesma repete Lulalelé da Cuca e garante que "a crise daqui não é a mesma crise deles lá".

No resumo dessa ópera bufa, as 20 mil obras do PAC enfrentam 8.609 processos, sendo 5.405 referentes às desapropriações, segundo a Advocacia-Geral da União (AGU). Esta estagnada aí ao lado é a decantada obra de transposição do Rio São Francisco.Nunca antes na história desse país se viu uma inércia tão grande como esta inconsequente conversa mole pra boi dormir.

Se quiser, o Paraguai volta ao Mercosul

Então, você acha que uma parceria entre Dilma Vana e Cristina Kirchner pode dar certo em algum lugar do mundo? Não daria em uma relação bem alinhavada, imagine esta costurada em cima das coxas para a saída do Paraguai e a entrada da Venezuela no Mercosul, capital do Cone Sul do mundo.

Elas já estão se bicando e Dilma Vana já pensa em voltar atrás e reconsiderar os abraços e queijos com o Paraguai que já está de malas prontas para mercados mais rentáveis, como Estado Unidos, China e outras plagas distantes do fim do planeta Terra.

Dilma Vana já sabe que pegou mal o golpe de trazer Hugo Chavez para mandar no cabide de empregos aqui do extremo Sul, a milhares de quilômetros da Venezuela. Dia 31 tem reunião do grupelho no Rio de Janeiro. Dilma Vana, mesmo diante de Hugo Chavez, vai se sentir em casa. E nessas horas, ela não tem mãe viva: vai bater de frente com Cristina e Zé Mujica.

Pode quebrar a cara de novo. O Paraguai pode simplesmente dizer que tá nem aí para o Mercosul, Unasul e outros organismos com nome de linhas aéreas no Cone Sul do mundo.

Sapo não é bode; pode ser traíra

Quando aquele que Brizola chamava de Sapo Barbudo rouquejou no Planalto Central do Brasil que "o mensalão foi uma farsa", todos os anuros das beiradas do lago Paranoá entoaram a mesma cantilena: "o Mensalão não existe".

É o que não param de cantar, nem tão alegremente, esses anfíbios integrantes de uma saparia de pelo menos 38 anuros que saltitaram dos ramos úmidos das bromélias onde se refestelam, rumo à Praça dos Três Poderes.

Sob a batuta do mestre sapudo, com letra e música do anuro Dirceu, jias, sapos, rãs e até girinos ensaiaram o vocal e começaram a cantar gargarejantes pelos canteiros do Supremo Tribunal Federal, lugar em que não serão caçados e nem cassados a partir de 2 de agosto, o Dia do Desgosto. Do desgosto para os brasileiros de boa vontade que terão que engolir sapos e mais sapos, outra vez. Dia do Perdão para a sapatada, eis que começa o processo de absolvição da espécie que sempre escapa aos pulos.

Há quem acredite na presença de desafinados na orquestra saltitante. São os que querem saltar fora antes que sua porção feminina seja fritada e servida como petisco à milanesa. Esses sapos menores não querem servir de entrada para o banquete dos que escaparem da panelada que merecem.
Preferem que todos sejam servidos de bandeja numa tradicional e bem mexida sopa de rãs. Uma caldeirada de pelo menos 38 delas.

O que nenhum desses girinos - que nem chegam a sapo - não quer de jeito nenhum é virar bode expiatório. Para isso e, se preciso for, vira traíra. Esse espinhoso jogo de empurra-empurra pode ser a salvação do lamaçal que circunda o pântano da Esplanada dos Ministérios.

22 de jul de 2012

PÉ DIREITO
Fernandão começou de pé direito sua carreira meteórica de treinador do Inter. Meteu 4 x 1 nos goianos. Assim que perder o primeiro Gre-Nal ele dança.Pode ser chula ou vaneirão.
SKATADA
Nada mais ridículo do que candidato se metendo a fazer coisas que nunca fez e que só o povo sabe fazer. Skate é bom para descer a serra e não para Serra subir nele.

PERGUNTE
Já que eles prometem sempre a mesma coisa, pergunte sempre as mesmas coisas para eles: 1) Contra ou a favor do casamento gay? 2) A favor ou contra o aborto? 3) Igreja tem que pagar imposto? 4) Político tem que ganhar salário-mínimo? 5) O Lula malufou, ou o Maluf lulou? 6) Quanto vale o meu voto?... Nem precisa mais que essa meia dúzia. Pergunte em voz alta. Eles vão deixar você falando sozinho.

PÉ RAPADO
Uma pesquisinha rápida feita pelos cofres de conhecidos paraísos fiscais, mostra que o Brasil está no quarto lugar do ranking mundial das lavanderias de dinheiro sujo. A grana vem da corrupção, do tráfico e do Caixa-2 das empresas públicas e privadas.

O escamoteio está em torno de US$ 520 bilhões, coisa assim como mais de R$ 1 trilhão. Perto disso, os R$ 175 milhões recentemente descobertos em nome de Paulo Maluf nos bancos das Ilhas Jersey, revelam apenas que o novo sócio político de Lulalelé da Cuca é um pé rapado.

Bola fora

O domingo esportivo tem tudo para não dar certo. Obina voltando ao Palmeiras e Seedorf estreando no Botafogo. Obina já não tem com quem nem pra quê brigar no time alviverde e Seedorf é um estrangeiro que vem falar português no alvinegro carioca. Qual é a graça?!?

Bardahl neles!

Em 2005 Lula ficou com o Mensalão atravessado no gogó. Mas não foi ali que ele perdeu a fala.

Desde que teve que engolir o fim da CPMF, o imposto do achaque ao cheque, que a garganta de Lula nunca mais foi a mesma.

De lá pra cá, ele ficou malvado e vingativo. Quer de tudo um pouco para que não precise provar - como prometeu e não cumpriu - que o Mensalão foi "uma farsa".


Chegou a perder o rumo de sua própria trajetória de proprietário indébito do Brasil e, à frente do precipício, deu um passo à frente e ordenou a sua turma do Bardahl: "Vão fundo na CPI do Cachoeira, doa a quem doer". O feitiço virou contra o feiticeiro. O nó na garganta apertou.

Hoje, depois de oito anos de engodos e malfeitos, Lula tem casualmente oito ministros indicados por ele no Supremo, por acaso a corte que vai julgar Zé Dirceu e os seus mensaleiros.

Ainda assim, com dor na consciência, sem nenhuma ponta de remorso naqueles 11 caminhões de briques e braques que levou de Brasília para São Bernardo, Lula está por aqui ó...

E morre de medo que seus ministros não ignorem o fato de que a foz do caudal de malfeitos do Mensalão era na rampa do Palácio do Planalto, por estranha força do destino, sua residência naqueles bons velhos tempos de apropriação do País.

Besteira. Tudo vai dar em nada. Como naqueles áureos e bons tempos em que ele não via nada, não sabia de nada, não fazia nada.

O consolo que resta à nação republicana brasileira é que, absolvidos mesmo sem que sejam tidos inocentes, todos eles - inclusive o homem e seus cães fiéis - serão eternos reféns de Marcos Valério, o malfeitor de todos os malfeitos, escolhido há muito tempo para pagar o pato.
Viverão sob chantagem o que lhes resta de tempo para viver.

Pena que seja nadando em dinheiro e não com um salário mínimo por mês, igualzinho aos proventos dos doutos ministros da mais alta Corte de Justiça do País.
RECOMPENSA?Então, em Santo Amaro, São Paulo, aquela senhora trazia seu filho para casa. Mal estacionou o carro diante da garagem e foi abordada por dois assaltantes.

Um motoqueiro que por ali passava, não teve dúvidas: sacou o revólver e matou os dois bandidos. Matou e se mandou. Agora a polícia está reunindo testemunhas para ver se consegue chegar até o motoqueiro que mandou os ladrões pros quintos. Deve ser para lhe dar alguma recompensa pelo feito.

COMO DANTES
Dilma Vana repete Lulalelé da Cuca e libera verba "restrita" em período eleitoral. Com a maior singeleza, o governo jura que "os investimentos do PAC precisam continuar mesmo em época de campanha". Por acaso, nada mais que um puro e simples acaso, as cidades da gulosa base aliada lideram os repasses. E de ronto, lépidos e faceiros, os ministérios garantem que não há favorecimento aos seus correligionários. Ah, bom.

MENSALULÃO
A Procuradoria Geral da União deve ignorar a decisão do TCU sobre valerioduto. Diz que o contrato da DNA com o Banco do Brasil, agora dado como legal pelo tribunal, não faz parte do processo que entra em julgamento em 2 de agosto, Dia do Desgosto. Sabe essa decisão da Juíza Ana Arraes? Pois, ao que dizem as fontes do ramo, que ela foi tomada pouco depois da ameaça feita por Marcos Valério de abrir o bico e entregar a participação de Lula no esquema do Mensalão.

PROMISCUIDADE
Nestas eleições, o PSDB apoia 188 nomes do PT, que dá suporte a 155 candidatos tucanos. Quer geleia mais geral que isso? Depois ainda querem queimar os abraços e queijos de Lula com Maluf e vice-versa e bem feito pros dois. Bolas, se Lula malufou, ou se Maluf lulou, agora a tucanagem petezou e a petezada se atucanou. Dormem todos na mesma cama.

PIBINHO
Quando o PIB era pibão era gostoso; agora que o PIB e pibinho, melhor é cuidar dos baixinhos.

PROCON AMBULANTE
Essa rouquidão de Lulalelé da Cuca é um caroço bem maior atravessado na garganta HaHaHaddad do que os luláticos imaginavam. Sem a voz rouca nas ruas, o poste não sai do lugar. Está empatado com Soninha Toda Pura, em 7%. Celso Russomano encosta em Serra. O placar é de 30% x 26% para o tucano de alta plumagem diante do evangelical Procon ambulante.

INDIGNAÇÃO
E, sem mais o que fazer, me perguntei assim de repente: - Que estranha indignação é esta que me incomoda e me acomoda?!? Não dei a mínima bola para mim mesmo e continuei curtindo o fator previdenciário que em dez anos reduziu minha aposentadoria de dez para menos de quatro salários mínimos. Eu adoro FHC, o inventor da bandalheira, Lula o seu incentivador e Dilma Vana, a sua defensora intransigente. Um dia, eles ainda passam por mim na rua. E eu estarei de bengala.

IBSEN GOIANO
Depois de perder o cargo de senador republicano, Demósfones Torres voltou a trabalhar no Ministério Público. É o Ibsen Pinheiro de Goiás.

RGSUL SEM SURPRESA
No Rio Grande do Sul, as pesquisas encomendadadas, mostram que José Fortunatti tem 38% das intenções de voto contra 30% de Manuela D'Ávila. Não há qualquer surpresa: os gaúchos continuam muito mais brizolistas do que comunistas.

PORNOCHANCHADA
Essa coisa do vazamento do pornovídeo em que aparece uma dadivosa dama identificada até agora como Denise Leitão Rocha, assessora do senador Ciro Nogueira, não tem nada a ver com a CPI do Cachoeira que, por sinal, é muito mais pornográfica que o próprio vídeo.

Nada das tórridas cenas de alcova indica que tenham sido exercitadas no recinto do plenário, pelos corredores e nem sequer no gabinete do senador. Bem ao contrário das bandalheiras explícitas que são cometidas na sessões da Comissão Pra/lamentar de Inquérito que já deixou de ser mista há muito tempo para ser o que é, uma pornochanchada desvairada em que, no fim, todo mundo acaba junto.

21 de jul de 2012

O RESTO É O RESTO
Pesquisas em São Paulo mostram que Celso Russomano é o Aquiles de Zé Serra. Está nos seus calcanhares. Tem 26% das intenções de voto contra 30% do tucano. Soninha e HaHaHaddad estão empatados e empacados em 7%. O resto é o resto.

SEM CACIFE
Enquanto isso, observadores de Lulalelé da Cuca, o vaidoso inventor de mais um poste sem luz própria, garantem que os baixos índices das pesquisas têm prejudicado a arrecadação para a campanha de HaHaHaddad. O arrecadador oficial procurou cinco empresários e quatro deles empurraram a arrecadação com a barriga para o meio de agosto. Se a distância que separa HaHaHaddad da dianteira for a mesma de agora... Babau seu Nicolau; vai comer mingau. Sem cacife; sem dinheiro.

QUEM MANDA
Quem manda no Tribunal de Contas da União? Você é que não é. E quem manda em Ana Arraes, ministra do TCU? Claro que não é você. E pelo visto, ninguém. Pelo visto. O que há por trás, só quem sabe é Ana Arraes - a que foi ameaçada de despejo do apartamento funcional que ocupava irregularmente.

Ag.Câmara
No fundo, no fundo, a decisão que ela tomou julgando que as contas de publicidade da DNA, agência de Marcos Valério, eram regulares, é mais prejudicial do que parece. Mais do que aliviar a vida de Zé Dirceu no Mensalão, ela provoca um suspiro de alivio nos grandes veículos de comunicação que ficavam com a maior e melhor fatia da dinheirama que rolava e rola frouxa para seus cofres. O prejuízo é que este tipo de negócio é que bota mordaça na imprensa, cria donos de notícia e patrão no jornalismo. Bem do jeito que os governos gostam. Não importa quem manda em Ana Arraes, o que interessa é quem nos faz de bobos.

PT MALUFISTA
Jamil Chade, correspondente do jornal Estado de S. Paulo foi às Ilhas Jersey e comprovou que Paulo Maluf tinha contas no exterior. E não é pouca coisa: R$ 175 Milhões. Isso não provoca nenhuma admiração. O que causa espanto é como os petistas de carterinha saem por aí defendendo a união de Lulalelé com Maluf, em nome de HaHaHaddad. Nunca antes na história desse país, um minuto e meio de televisão custou tão caro. Nem revelou tanta verdade.
NEM UM, NEM OUTRO
Roberto Jefferson, o delator do Mensalão, vai submeter-se dia 28 a uma cirurgia para extirpar um câncer no pâncreas. Vai ser julgado no hospital. Já antecipou que não será condenado. Não disse novidade alguma. Ninguém daquele bando será condenado. Ali não há freiras, nem anjos, nem santos. Dali sairá uma pandilha de duas perigosas espécies: nenhum condenado e nenhum inocente.

PÂNCREAS
Que ninguém se engane, Roberto Jefferson está disposto a arrastar com ele, ao banco dos réus, ninguém mais nem menos do que Luiz Erário Lula da Silva. Bob Jeff, disse logo depois de ser eleito presidente do PSB uma vez mais, disse que foi "um grande equívoco" deixar Lula fora do Mensalão e alerta: "Se tentarem politizar esse julgamento, Lula vai pagar a conta. Vou à tribuna do Supremo". Já tem lulista e mensaleiro que não acaba mais torcendo contra o pâncreas de Bob Jeff.

DIGA LÁ
No que você mais acredita: Lula não sabia de nada sobre a quadrilha de mensaleiros, ou o Maluf não sabia que tinha dinheiro no exterior?
NÃO MENTIU
Maluf não mentiu quando jurou que não tinha dinheiro no exterior. Os R$ 175 milhões depositados no banco das Ilhas Jersey não são dele. São nossos.

20 de jul de 2012

Seleção de Mano 2 x 0 Grã-Bretanha

Que esporte bretão coisa nenhuma! Os caras gostam mesmo é de críquete, rúgbi e golfe. E de tal forma que nem figuram no ranking da Fifa. Em todo caso, jogaram por rapadura contra a seleção de Mano Menezes.

Levaram dois gols de bola parada. Um deles, paradíssimo: Neymar, de pênalti. O outro foi de cocoruto, Sandro cabeceou para as redes uma falta cobrada por Neymar.

Em todo caso, mister é que se diga: é duro ver Hulk de herói e Ganso cassado.

Mano prova a cada jogo que é o treinador ideal para o Brasil que tem um Zé Maria Marin de dono da CBF. Mano é o mais fracassado técnico da História do Brasil. Em dois anos, não conseguiu definir uma equipe, não tem um esquema de jogo, mas em compensação tirou o Brasil do grupo das dez melhores seleções do mundo e o colocou em terceiro ou quarto lugar no pífio ranking da América Latina, atrás de Argh!entina, Uruguai e logo ali, depois do Paraguai.

Bola que rola: Neymar trocou o topete de moicano por uma fitinha de apache. Aos seis minutos, ele mostrou que, como todo brasileiro, não quer ver Mano Menezes no banco do Brasil. Perdeu de frente um gol que, no Santos, faria de costas.

Segue o jogo: Leandro Damião é o Hulk colorado. Deixa a gente verde de raiva.

Aos 12 minutos, Sandro banca o traíra e faz de cabeça o primeiro gol do time de Mano. Pronto, Lucas, Pato e Ganso já podem voltar pra casa. Até Mano sabe que em time que está ganhando não se mexe.

Não nos chamem de secadores. Lucas, Pato e Ganso no banco, também estão secando a turma que está lá dentro das quatro linhas, inclusive a de tuche, aquela onde se cobra corner contra os guarda-valas opositores.
Aos 34 minutos, um bretão brutão esparramou Hulk na área. Mas não foi pra sempre. Apenas pênalti. Neymar cobrou e fez 2 a 0 garantindo o emprego de Mano até os Jogos Olímpicos de Londres.

Intervalo. Mano cauteloso, à imprensa: - O jogo é duro. Nós não temos o Rei Pelé e eles têm o Príncipe de Gales.

Volta tudo que a antiga musa canta. Mais de 25 minutos de jogo, o Brasil não vê a cor da bola. E Mano não vê nada disso. A gente já foi ver outras coisas. A "Sessão da Tarde", na Globo, por exemplo.

Lá pelas tantas, Mano tira Oscar, Hulk e mais um, só para colocar Lucas em campo e se meter de Pato a Ganso. Foi a coisa mais arriscada de sua vida. O time, a partir daí, teria tudo para melhorar. Demos sorte. Não melhorou.
A equipe de Mano Menezes, depois de dois anos de aprendizado e muito dinheiro jogado pro ar, é tão sem esquema de jogo que Neymar, Lucas, Pato e Ganso não jogam nada. Craque é o Hulk.

E assim vamos nós para Londres, em busca de uma medalha de ouro. Uma missão possível que tem tudo para dar em nada: Zé Maria Marin está de olho nela. Só pensa naquilo. Tão cedo essa medalha não vem para o Brasil.
DA TURMA
Toffoli julgou-se isento para julgar Ali Babá, Dirceu e os 40 mensaleiros. Não fez nada demais. Não tem como queimar-se que já entrou queimado no Supremo Tribunal Federal.

Sua falta de notório saber jurídico já não faz falta a ninguém.

É um caso típico de inabalável conhecimento de causa. No caso dos mensaleiros Toffoli pode, enfim, juntar-se com a sua turma.

VIDE OS VÍDEOS
Saiu de cena a pornoassessora Denise Rocha, do senador Ciro Nogueira do pornopartido PP do Piauí; ficaram o senador, seus pares e ímpares e todos os rufiões.

Reprodução/Net

A grande casa de tolerância nacional continua a mesma. E, ao contrário do que houve com Waldomiro Diniz, Zé Arruda, Jaqueline Roriz e outros pornopolíticos não há nenhum vídeo mostrando que ela recebeu propina pelo que fazia com todo prazer.

NÃO TEVE NADA
Fernando HaHaHaddad, mais hilário do que nunca, respondendo às bicadas de um tucano: "Quando eu estava no MEC não teve greve, companheiro".

É mesmo. Não teve greve, nem aula, nem aprendizado. O Brasil ficou sabendo que dez menos sete era igual a quatro; que estava certo quando dizia e escrevia "nós pega os peixe" e que o kit-gay foi bom pra todo mundo, inclusive para quem ganhou a licitação para editar a cartilha "por notória especialização".