O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

31 de ago de 2011

EM BUSCA DO TEXTO PEQUENO II

Carlos Eduardo Behrensdorf
IMAGEM
Com todo o respeito, revelo: todas as vezes que presencio a tomada de decisões da Câmara dos Deputados ontem, absolvendo Jaqueline Roriz, imagino uma boca-de-lobo entupida com todos os detritos trazidos pela água da chuva.

REALIDADE
O lixo comum das ruas muitas vezes pode ser reciclado. Torna-se algo útil, limpo. A reciclagem do poder legislativo. Aí então a reciclagem é (ou deveria ser) feita por meio do voto. Os responsáveis pelo processo são os eleitores. Ou não?

FRASE
É atribuída a Tancredo Neves uma frase sobre a instituição do voto secreto: “O voto secreto é um convite à traição”. Se não é assim, é quase assim. No entanto, os números dos “secretos” na maioria das vezes são o sinal de identificação entre integrantes da mesma “famiglia”.

(Carlos Eduardo Behrensdorf, Brasília)

OS PARTIDOS NÃO DEIXAM O BRASILEIRO SABER VOTAR

Desde de que Pelé, um dia - e um dia é coisa que não se pode precisar - disse que "o brasileiro não sabe votar", os canalhas se aproveitaram da técnica de comunicação do "juntar-se aos bons" e estabeleceram a opinião do rei do futebol como se fosse um preceito líquido, certo e absolutamente verdadeiro.

Pois não é. Pelé sabia de futebol. De jogar futebol. Sempre foi péssimo comentarista. Nem Galvão Bueno teve saco para dividir a cabine de narrações das Copas com ele. Na área da política, Pelé foi um atacante bisonho; basta ver o que a Lei Pelé fez com o mundo da bola e tudo quanto ele não fez quando ministeriou o Esporte para FHC que repetiu o próprio mandato, mas não deu replay para Pelé. Até Fernando Henrique achou que não valia a pena ver de novo.

Pelé, no entanto, tem que ser perdoado, entende?! O cara fez mais de mil gols; dedicou o milésimo às criancinhas e disse que a gente não sabe votar porque tinha mesmo um olho vesgo, como um dia, - olha o tempo aí de novo - o comunista João Saldanha garantiu ao torcedor brasileiro quando bancava o técnico da Seleção e contrariava Ernesto Geisel.

Então ele está perdoado. O que o brasileiro não pode perdoar é que esses políticos que se adonaram da coisa pública e estão repartindo e loteando o Brasil entre eles, continuem dizendo a mesma coisa. E com tal insistência que o próprio eleitor já acha que é essa falácia é a mais pura realidade.

O brasileiro não sabe votar, uma pinóia! O brasileiro não tem em quem e nem como votar bem. Quando viu, elegeu Zé Sarney, Renan Calheiros, Fernando Beira-Collor, Jader Barbalho, Zé Dirceu, Palocci, Marta e Eduardo Suplicy, Lula, Dilma e essa pandilha de sevandijas só para ficar com uma parte ínfima da listagem do PT. É que eles, mais que eleitos, são governo de cabo a rabo.

Da oposição, nem é bom falar: entram todos, pela inércia, incompetência, despreparo e os mesmos sentimentos corrosivos que são o pano de fundo do tecido político nacional. Salvo horrorosas exceções.

O brasileiro não vai poder, não vai saber, não vai ter como votar direito enquanto a democracia brasileira se respaldar nos partidos políticos que tem hoje. O sistema eleitoral brasileiro está subjugado, em nome da democracia, a poderosas e intocáveis facções extraídas das mais inescrupulosas camadas sociais. Os partidos são famiglias constituídas ao mais puro modelo da máfia.

Seus padrinhos manobram os cordéis de uma rede de intrigas e malfeitos de tal maneira que os partidos não são outra coisa do que senão uma espécie de conspiração contra o resto do país. A têmpera dominante é a do aproveitador de ocasiões. Não pode ver uma vitrine aberta.

Enquanto perdurar esse conluio entre os donos de partido e seus seguidores; enquanto perdurar essa estratégia de coalizão partidária que só saisfaz necessidades fisiológicas; enquanto o sistema eleitoral continuar ferindo o nosso direito de escolha fazendo do ato de votar uma obrigação punida por lei, então, o brasileiro não saberá e nem terá mesmo como votar direito.

Já está mais do que na hora de o eleitor brasileiro fazer desse jugo, dessa obrigação, um direito. Essa batalha, no entanto é para o exército de Brancaleone, ou para Dom Quixote e seus moínhos de vento.

Resta apenas a este Sanatório  parafrasear Dwight Morrow que, em 1930, editou "Campaign Speech" sacando-o da vitrine da literatura, com uma frase aqui adaptada:  Se os partidos políticos têm a petulância de se atribuírem o mérito das chuvas, o eleitor brasileiro deve ter a ousadia de, em nome da liberdade de credo, pensamento e expressão, lhes repassar toda a culpa pela tragédia das secas.
Cabral chama bondinhos do Rio de sucata
Após tragédia que matou 5 no sábado, governador do Rio rompe silêncio: "A verdade é que a frota dos bondinhos é sucateada. A verdade também é que não há controle de passageiros".
Para Serginho Cabral bondinho e bombeiro é tudo a mesma coisa. Amanhã ele se desdiz e dá dinheiro para acalmar a ira que sabe provocar como poucos no Rio de Janeiro.

ASSIM É, SE VOCÊ ACHA QUE É

Pronto, já estamos no meio da semana, indo a passos largos para mais um fim de semana de futebol. O AVC de Ricardo Gomes, o paredão dos realities shows, o frio e a chuva no Sul, a seca no Centro-Oeste e a fuga de Kadafi o irmão, amigo e líder de Lula já mandaram a memória brasileira pra lá da Missa de 7° Dia.

Você já acha normal que Dilma tenha sido obrigada pelos governantes submersos desse terceiro mandato do Seu Encarnado a trocar a vassoura por um espanador; acha que está tudo bem, pois Palocci, Jobim, Alfreo Nascimento e Wagner Rossi, já foram castigados com a perda do status de cavalgaduras dessa República que "não é a Roma Antiga". Isso basta, endireita o governo e o País.

Você já considera natural que Paulo Bernardo, Gleisi Hoffmann, Orlando Tapioca, Ideli Salvatti, Pedro Novais, Ana de Hollanda, Fernando Hadad, Paulo Sérgio Passos, Carlos Lupi, genéricos e similares continuem como clones de Incitatus representando Dilma na herança lulática que se espalaha pela Esplanada dos Ministérios, maior lixeira a céu aberto na História do Brasil.

Você acha que está tudo bem até mesmo quando Zé Dirceu, um dos únicos deputados cassados na grande casa de tolerância nacional diz, de boca cheia, que pensa em ser candidato a presidente do Brasil quando deixar de ser réu no processo em que o Ministério Público Federal o chama de "chefe do crime organizado" que se instalou no governo brasileiro.

Você é aquele brasileiro que tem pavor de ser pobre e pensa que um dia ainda vai ficar rico assim como eles. Você é o homem de bem, classe média, massa de manobra, mão de obra intermediária que faz as vontades dos seus amos e senhores podres de rico.

Você é o troco da moeda que eles usam. Você vai e eles entregam de volta um bico de luz na sua calçada; você chora e eles lhe devolvem o sorriso com uma vaga de servidor da garagem ministerial; você juntou os trocados da sua vida e quer conhecer o Caribe, eles garantem o seu check-in com passaportes diplomáticos. Claro, você viaja sem a grana que, por graça divina ou magia negra, foi parar nos fundos de campanha do seu honorável candidato.

Sem a sua pretensiosa ingenuidade, sem a sua útil singeleza, deputados, senadores, ministros, governantes, autoridades de todos os calibres e números de cuecas e colarinhos brancos, seriam pessoas e não políticos.

Para essa emergente elite dominante dona da coisa pública, proprietária do Brasil, você é a ralé da sociedade que eles compraram com o seu suor.

Você representa o lhegalhé que não é descamisado nem pé-descalço; você usa gravata de camelô em colarinho poído, ou bolsa de grife pirata e perfume francês do Paraguai. Coisas assim que o livram da miséria absoluta sem que use bolsa-família. E você faz tudo que eles querem. Afinal, eles sempre nos parecem grandes... Quando estamos ajoelhados.

HABITANTES DO BRASIL

Aí então aconteceu o que já era esperado: Jaqueline Roriz não foi cassada.

Seus colegas a absolveram porque, quando ela foi corrupta e meteu a mão escamadamente num bolo de R$ 50 mil, filmada sorrindo por uma câmera escondida, ela era "uma pessoa comum".

Agora ela é deputada. Tão honesta que não pode mais ser flagrada recebendo propina. Tanto é que de lá pra cá, ninguém mostrou mais nenhum vídeo em que ela recebe grana por fora.

Você já deveria estar acostumado. O Brasil é um país povoado por duas espécies de habitantes: pessoas e políticos.

Por tudo que fez e que admitiu ter feito - "quando fui filmada recebendo dinheiro para a campanha eu era uma cidadã comum" - Jaqueline Roriz não tem agora como, nem por quê envergonhar-se. É humanamente impossível mostrar aquilo que não se tem. Quando deixou de ser pessoa para ser deputada já não tinha vergonha nenhuma de pegar propina.

30 de ago de 2011

SE DILMA FIZESSE UM "MEA CULPA"

Dilma, a faxineira que trocou a vassoura por um espanador: - Sim, eu tenho meia culpa nessa herança maldita que Lula me deixou.

VEM AÍ O IMPOSTO DO CHEQUE

A SAÚDE PÚBLICA É A DESCULPA
Como se não bastasse tudo que gastam com corrupção,  fraude, desvios, malversação e golpes tipo cartão corporativo; depois de tudo quanto não fizeram pela saúde pública com os rios de dinheiro que arrecadavam com a CPMF, o imposto do achaque ao cheque, os aproveitadores da República, reunidos com a faxineira arrependida, querem trazer de volta mais um tributo em nome da saúde dos brasileiros. Se essa canalhice vingar é só porque o governo tirou mesmo do povo toda a sua capacidade de indignação. O imposto do achaque vem aí; pode vir desfarçado, mas vem.

O BRASIL JÁ TEM QUASE NOVE ANOS

Nada é mais humilhante e doloroso que a passividade de um povo diante do domínio exercido pelos tradicionais opressores da humanidade.

Rememorem aqueles milhares de judeus caminhando silentes e conformados em fila - como se fossem os brasileiros de hoje nos corredores do INSS - para a morte anunciada nas câmaras de gás dos campos de concentração, por uma minoria cruel e tirana;

Relembrem os milhões de africanos, submetidos à miséria, à fome, à discriminação, à morte inexorável por inanição e desprezo da minoria branca podre de rica que se adonou do território, dos diamantes, das riquezas, do povo da África do Sul;

Vejam o povo cubano, castrado, mergulhado na miséria, no medo, na opressão exercida há mais de meio século por dois pulhas chamados Castro, vestidos de verde e armados como se fossem soldados de um exército de dois únicos soldados imbatìveis;

Olhem para o próprio umbigo agora: somos mais de 190 milhões de brasileiros submetidos às vontades, aos mandos e desmandos de uma nova elite dominante que se alimenta de escândalos, que vive de corrupção, que enriquece lavando dinheiro com conversa fiada subvencionada por imaginários cachês milionários, pano de prato que lava o dinheiro mal havido e não deixa que nada seja posto em pratos limpos.

Isso aqui não é Roma Antiga. É um pouco da Alemanha de Hitler; da África do Apertheid; da Cuba dos amigos, líderes e irmãos Castro; é muito do Brasil da estratégia da coalizão lançada há oito anos para corroer as entranhas da ética, da moral, da consciência de uma nação humilhada e dolorosamente passiva e cabisbaixa diante de seus ricos e poderosos algozes.

Isso aqui não é Roma Antiga; é o Brasil que foi descoberto em 2002.

29 de ago de 2011

ELE VOLTOU!

Aleluia! Osana nas alturas! Eis que, sabe-se lá de que confins da Terra, recebo uma Garça divina que me chega em voo livre! Carlos Eduardo Behrensdorf, aquele que nasceu dos mais vastos horizontes dos Pampas para o mundo das letras e das artes. Pronto nos acode neste Sanatório, salva nosso corpo, alma, coração e vida! E chega assim no mais, como se estivesse à cata de concisão. Leiam-no, sempre vale a pena vê-lo de novo:

EM BUSCA DO TEXTO PEQUENO
Carlos Eduardo Behrensdorf
Estréia
Na década de 90 pela primeira vez visitei o Vaticano e a Basílica de São Pedro.

Sufoquei.
Há beleza, permanência, pompa e vaidade marmorizada na morgue emparedada com os papas lembrados ou não, empoeirados e incrustados nas paredes pelo trabalho dos artífices.O mármore tem movimento reproduzido em suas dobras, tal qual um lençol que se sacode antes de estendê-lo sobre a cama, num abano lento. O que fizeram aqueles pastores pelo rebanho? (Roma 2007).

Repetição
O olhar repetido para a mesma beleza imóvel das esculturas em praças e igrejas dilui o impacto da primeira vez. A familiaridade com o mármore petrifica o primeiro espanto. Obra prima tem hora. (Roma 2007)

Dúvida cruel
Essa conversa de que o tempo apaga tudo não cola. A presença dos e daquilo que gostamos está conosco, sempre, a cada momento. Será que alcancei a idiotice plena para concluir que a eternidade de cada um de nós é passageira como a vida? (Roma 2007).

Bobagem
Se o beija-flor é o helicóptero da natureza a cuíca é o Stradivarius do samba. (Roma 2008).

CONSCIÊNCIA BANDIDA

ESTREBUCHA BRASIL!


Quando você assiste a um vídeo nas TVs e aplaude o ódio de um policial cuspindo "estrebucha filho-da-puta!" para cima de um bandido que foi baleado por ele, é porque você incorporou o instinto assassino que o crime transfere para as pessoas de bem.

Essa transferência de sentimento é um do mais terríveis e piores males que uma sociedade pode sofrer. O homem de bem passa a ser mais um agente do mal. E o pior é que, pela banalização da violência, pela falta de segurança pública, todos nós já tivemos o nosso momento de cão, o nosso dia de fúria. Já fomos, pela incompetência e pelo descaso dos governos, levados a ser um pouco bandidos como todos eles.

Assim é com os escândalos que se sucedem há mais de oito anos nesse país. O germe da corrupção se espalhou pelo tecido social brasileiro. A banalização do crime e a certeza da impunidade se infiltraram nas nossas veias de tal forma que já nos sentimos bem como pessoas do mal. O regime inoculado ao correr desse tempo, gradativa e paulatinamente na consciência brasileira criou a cultura do golpe, implantou a República da Esperteza, um regime que faz do Brasil uma verdadeira "Roma Antiga".

Dilma largou a vassoura da limpeza pesada e pegou o espanador de pó para nos mostrar que somos todos iguais a paloccis, nascimentos, rossis, pedros novais, idelis, gleisis, paulos bernardos, lulas, dirceus, hadads, aninhas de hollandas, similares e genéricos como esses aproveitadores tipo marcos maias, todos Incitatus de sua temporada como a versão feminina de Calígula que a primeira-presidenta prefere ser, ao invés de interpretar a faxineira. Isso aqui é sim a "Roma Antiga".
MAIS IGUAIS
Paulo Vannuchi: "Não se pode tolerar a ideia de impunidade".
O ex-incitatus de Direitos Humanos diz que Forças Armadas não concluíram totalmente a transição para o regime democrático. Tá bom, não se pode, nem se deve tolerar mesmo. Mas e o Zé Dirceu e seus 40 mensaleiros podem ficar livres, leves e soltos por aí?!? É que sob certos olhares republicanos, uns são mais iguais do que outros perante a lei.

OPOSIÇÃO PUSILÂNIMEÉ notável a pusilanimidade da oposição no Brasil. Bastou Lula, o Nero desse Brasil que "não é Roma Antiga" e Zé Dirceu, o Brutus, mandarem Dilma trocar a vassoura da faxina pesada por um espanador de pó, para que tucanos, DEMos e similares se limitasse a um abaixo-assinado pela instalação da CPI da Corrupção, mais uma sessão de pizza com marmelada.Ninguém arregaça as mangas, nenhum deles faz o que tem que fazer, fiscalizar o governo em nome do povo. Preferem aguardar as próximas reportagens. Palocci, Nascimento, Rossi, Ideli, Orlando Tapioca, Ana de Hollanda, Pedro Novais, Paulo Bernardo, Gleisi, Paulo PassosCarlos Lupi, Fernando Hadad, penhorados agradecem.

O APROVEITADOR
Marco Maia, presidente da Câmara de Incitatus, admitiu - depois de mentir e se desmentir várias vezes - que fez quatro voos em jatinhos de amigos bons e batutas. Foi até a um encontro do PT nas asas da flauta. Acha que isso não é improbidade, nem quebra de decoro. É só mais um aproveitador.

O GASTADOR
Fernando Haddad, Incitatus do MEC gasta quase R$ 100 mil por dia com eventos. Quem dá risada são os donos da FJ Produçõesempresa responsável por organizar os fóruns e seminários do ministério é a FJ Produções, alvo de investigações do Ministério Público Federal e da Polícia do Distrito Federal por superfaturamento e corrupção. Com essa grana, o escolhido por Lula para ser prefeito de São Paulo poderia caprichar nas provas do Enem que não consegue realizar sem repeteco e revisar as cartilhas que ensinam a falar errado.

28 de ago de 2011

CARTA FORA DO BARALHO

Lula andava tiririca da vida com Dilma de vassoura na mão fazendo faxina nas cavalgaduras que ele lhe deixou de herança e trocando, um a um, por clones do Incitatus, autoridade apropriada para esse Brasil que a primeira-presidenta diz que "não é uma Roma Antiga".

Ele descansou um pouco ao convencê-la a trocar a vassoura por um inofensivo espanador de pó. Quando, porém, pensou que ia dormir descansado, eis que vem a revista Forbes e bota, em nome dos intereses globais, a nossa Mulher Maravilha como a terceira mais poderosa do mundo.

Isso não foi um coice na vaidade do Seu Encarnado. Foi uma patada no sexto sentido do político tão ambicioso quanto esperto: o rei Lula já viu que virou carta fora do baralho para os grandes interesses internacionais; que está fora do jogo para os carpeteiros do mundo, para os jogadores da ONU e organismos que dominam os lances do planeta Terra.

A carta da vez agora não é uma dama qualquer. A carta da vez atende pelo nome de Dilma, aquela que pode ser menos afeita às mancadas internacionais do valetão, seu antecessor, colega vocacionado do grande ás da República, o palhaço Tiririca. Os senhores do mundo já descartaram Lula. Dilma é curinga na manga.

VACAS MAGRAS

Folha de S. Paulo, neste domingo:
No pós-mensalão, PT estuda inchar quadro de filiados e aumentar dízimo
Em congresso, dirigentes falarão sobre finanças, combalidas após o principal escândalo da Era Lula.
Isso quer dizer então que, quando a propina corria frouxa, o PT nadava em dinheiro?!? Ah bom.

RESENHA ESPORTIVA DOMINICAL

Seja lá quem for que tenha jogado muito futebol na vida, morre de inveja vendo o Neymar em campo. Só há um jogador na face da terra capaz de fazer o que Neymar faz num jogo: Falcão. Mas, esse é do futsal. De resto, o Brasileirão foi um monte de clássicos regionais e Davi Lucca, o filho de Neymar não fez sua estréia nessa rodada. E de futebol nesse domingo, deu pra bola.

O INCITATUS QUE SONHA SER PEGASUS

Que o gaúcho Marco Maia usa e abusa do direito de ir e vir de avião de empresas que têm tudo a ver com a sua condição de presidentes da Câmara de Incitatus Federais, todo mundo já sabia.

Agora, depois que ele confessou ter andado de cima para baixo, pelo menos quatro vezes em aviões de amigos bons e batutas, sabe-se também que, além de um aproveitador, é um baita mentiroso.

Maia já teve que abortar, pouco tempo atrás, sua viagem de recreio com Romário a Espanha, para ver o Barcelona jogar.

Naquele episódio, quem levou o coice foi o filhote dessa espécie rara de animal social. Numa dessas outras revoadas, quem levou o brinde foi um encontro do PT.

Sabe-se agora mais ainda: que Marco Maia está pouco se lixando para o que é ética; que ele está pulando e andando para o decoro parlamentar; que ele é um tremendo deslumbrado e que não tem estatatura nem feitio para ser uma daquelas figuras a quem Lula da Silva, o Brutus dessa Roma Antiga, chamaria de "pessoas não-comuns".

É só mais um Incitatus nessa cavalhada com que Dilma, a Calígula desse governo, precisa contar.

As patadas distribuídas por Maia na política brasileira fogem da alçada da faxineira que já nem usa mais vassoura, mas que poderia muito bem emprestar o espanador para a tropa da comissão de ética e decoro parlamentar dar uma boa espanejada nesse Incitatus que mal pode esperar para chegar a ser Pegasus, o cavalo alado.

REPÚBLICA BRASIL-ROMA ANTIGA

MORAL DA TROPA
STF deverá impor veto a supersalários pagos pelo Senado. Ministros do Supremo se opõem a decisão que liberou pagamentos acima de R$ 26,7 mil. Depois de comprar dois fornos para o tribunal por R$ 38 mil, qual é o tamanho do moral dessa tropa de incitatus para entrar nessa batalha ético-financeira?!?

APROVEITADORES
Ideli Salvatti, hoje uma Incitatus das Relações Institucionais da República Brasil-Roma Antiga apresentou emendas para a ONG de seu assessor. A pechincha foi de R$ 148 mil. Moral da história: aproveite a ocasião.

AH BOM...
TCU vai fiscalizar convênios da Copa de 2014. Só isso?!?

NARIZ DE UM...
Gleisi Hoffmann diz que está disposta a devolver dinheiro de Itaipu. Vai de carona com o marido, Paulo Bernardo, Incitatus de Dilma nas Comunicações. Há bem pouco tempo ele devolveu - como se fosse uma Ana de Hollanda - diárias "malfeitas" para cansativos e árduos fins de semana em Curitiba, cidade onde o casal é residente e domiciliado.

DESCULPA
PPS vai questionar 'carona' de Paulo Bernardo. É impressionante como a oposição se parece com um pedido de desculpa: chega sempre depois.

SIMPLÓRIO
Governador de Mato Grosso é suspeito de compra irregular de terras. Silval Barbosa diz que foi 'vítima de fraude'. Coitado é tão ingênuoi que jamais deveria governar estado nenhum desse país.

NOSSA PIZZA ESTÁ ASSANDO

Do site Contas Abertas:

STF gasta R$ 38 mil na compra de dois fornos de cozinha

Walter Guimarães - Do Contas Abertas

O destaque do carrinho da semana fica com a compra de dois fornos “inteligentes” realizada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). O preço unitário de R$ 19 mil se deve pela especificação do produto: “forno combinado a gás para cocção por meio de ar quente, vapor ou ar quente e vapor simultaneamente, capaz de realizar a maior parte dos métodos de cocção empregues nas cozinhas industriais e dotado de sistema inteligente de reconhecimento e controle dos alimentos em cocção”. Para facilitar o entendimento, cocção significa cozimento. A empresa responsável pela entrega e instalação dos fornos é a Polux Comercial Ltda, que receberá R$ 38 mil.

RODAPÉ - Vá alguém levantar a voz contra isso. Leva um processo por cima na hora. Esses incitatus de anéis acham que podem tudo; que estão acima da lei e da ordem. O nome disso é complexo de probidade. Com R$ 38 mil se constrói uma faustosa residência do programa Minha Casa, Minha Vida.

DILMA, MULHER DE FIBRA

Dizer que "isso aqui não é Roma Antiga", não vale nada nessa República de falsidades de tudo quanto é tipo. O que aqui se diz hoje, se desdiz amanhã acolá. Então, isso aqui é Roma Antiga sim. E se Dilma é menos Julio Cesar do que Calígula - já que vive nomeando seus Incitatus para cargos públicos - ela é bem mais mulher de Cesar quando quer, mais do que ser apenas honesta, também parecer honesta.

Nessas horas Dilma parece honesta e se mostra forte; uma mulher de fibra. É que só mesmo uma mulher que tenha, como ela, uma carcaça muito grossa pode aguentar calada a humilhação de ser governanta de um governo paralelo. Nem mesmo a gratidão que possa ter pelo seu criador, dá direito a uma criatura de ser tão compassiva e servil como Dilma tem sido com a atuação descarada de lulas e zés dirceus com seus governos mais paralelos do que invisíveis.

Reprodução/Div
Governo paralelo

São eles, os dois, cada um a seu modo e feitio, que determinam em reuniões submersas as nomeações para os ministérios; são eles que decidiem quem vai ou quem fica; quem sai ou quem entra; quem faz o que não deve ser feito; quem deve ser varrido ou ficar de alma lavada; são eles que mandam e desmandam nos poderes constituídos e nos organismos de defesa da população.

Só mesmo sendo uma mulher de muita fibra e resistência para aguentar a vergonha de, ao primeiro berro da dupla, trocar a vassoura da sujeira grossa por um inofensivo espanador de pó. Dilma deveria saber que ficaria muito melhor de faxineira do que no lamentável papel de governanta desse terceiro mandato de Lula.

27 de ago de 2011

TRAGÉDIA COM BONDINHO EM SANTA TEREZA

Reprodução
Bondinho superlotado em Santa Tereza. Fato comum nos fins de semana.

Acidente com bondinho de Santa Tereza causa, nesta tarde de sábado, pelo menos cinco mortes e deixa mais de 30 passageiros feridos. As primeiras informações dão conta de que o bonde estava superlotado de turistas, fato corriqueiro nos fins de semana no Morro de Santa Tereza, no Rio de Janeiro. Segundo o Corpo de Bombeiros, o bondinho teria tombado para o lado em razão do excesso de peso.

FAÇA O QUE EU DIGO...

Lula, reunido na segunda-feira com três pré-candidatos do PT  às eleições do ano que vem: "Não é fácil ganhar as eleições em São Paulo. Não se esfaqueiem, senão a gente perde"!

Bom para o incitatus Eduardo Suplicy que não foi convidado e não teve que escutar mais uma pérola dessas.

Lula o bem remunerado presidente de honra do PT não quer que os outros se esfaqueiem, mas ele próprio está esgoelando todo mundo socando Fernando Hadad boca abaixo como candidato a prefeito. Continua o mesmo, diz uma coisa e faz outra.

QUADRILHEIROS SOLTOS

PRESCRIÇÃO PARA OS PROSCRITOS
Vai prescrever o processo de formação de quadrilha, por sentença mínima, movido contra Zé Dirceu e seus mensaleiros. E a OAB ainda abre o site "Observatório da Corrupção". Quem defende esses quadrilheiros são os seus melhores e mais bem preparados advogados. Cada proscrito solto - por prescrição e não por comprovada inocência - é uma ameaça explícita à sociedade. O direito de ampla defesa é surrupiado das pessoas de bem.

NEM NOTÍCIA, NEM NADA
Se um cachorro morde um homem, isso não é nada; mas se um homem morde um cachorro, isso é notícia. Se Sarney montasse num jegue para ir até a sua ilha, isso seria notícia; mas se o jegue montasse no Sarney, isso não seria nada.

COICE NA PLEBE
Ideli Salvatti, a Incitatus das Relações Institucionais de Dilma, apresentou emendas para ONG de seu próprio assessor. A entidade com sede em Florianópolis já recebeu R$ 148 mil de verba destinada nos orçamentos de 2008 e 2010. Como "isso aqui não é Roma Antiga" e Dilma não é Calígula, a nomeada nega irregularidades. Pronto, é só mais um coice de um patrício nos plebeus. E não se fala mais nisso.

UM PELO OUTRO
Periquito come milho e papagaio leva a fama. As Forças da Otan botaram Kadafi pra correr e os rebeldes cantam vitória.

DAVI LUCCA, FORA
Confirmado: Muricy Ramalho não vai escalar o filho de Neymar para o jogo do Santos neste fim de semana.

NÃO TEM DONO
revela que os estudantes universitários de Minas Gerais são os que mais consomem bebidas alcoólicas. O acadêmico mineiro é um porre só. Quer dizer, então que a mineirice, aquele jeitinho mineiro não tem dono.

ROMA ANTIGA É AQUI

Os incitatus do PMDB bancam os cientistas políticos e, nessa "Roma Antiga" da governanta Dilma, oferecem seus escudos para proteger o par de vasos Paulo Bernardo/Gleisi Hoffmann, os viajores desmemoriados, do que alegam ser "fogo amigo". A isso é que se pode chamar de desvio moral do foco das atenções.

Reprodução
Se a dupla, por seus "malfeitos", está sendo fiscalizada e cobrada pelos centuriões descontentes de sua própria falange, isso é o que menos importa.

Interessa mesmo é saber se eles são honestos, ou contumazes malfeitores no uso e abuso dos cargos que ocupam.

Como a arma de defesa usada pela rainha do império lulático é apenas um ridículo espanador de pó, a probabilidade de vencer os digladiantes é mínima. No máximo, será suficiente para espanejar a sujeira grossa das armaduras.

Qualquer gladiador de meia tijela vira um Spartacus nessa arena em que somos todos cristãos jogados às feras.

26 de ago de 2011

MALFEITOS

Era uma vez...
Uma faxina ética. No tempo da Roma Antiga, em que Dilma usava vassoura e não um espanador de pó, a primeira-presidenta deu-se por satisfeira por trocar meia dúzia de incitatus da sua legião de Ministérios.

Não foi suficiente. Ela varreu apenas meia dúzia de aliados flagrados no contrapé, com a boca na botija do que ela mesma chama de "malfeitos".
Reprodução
Em seguida, menos Calígula do que Poncio Pilatos, Dilma lavou as mãos. Ela limpou os "malfeitos" que lhe caíram no colo, mas o lixo continuou a céu aberto na Esplanada dos Ministérios.

Trocando em miúdos, Dilma deu vassourada num grupo de malfeitores, especialistas em "malfeitos" que constituem apenas uma facção, uma falange do batalhão que lhe foi deixado de herança pelo antigo chefe desse exército de mercenários.

RODAPÉ - Relação de craques em "malfeitos", considerando-se que o termo na acepção da palavra significa também, trocar os pés pelas mãos, bater cabeça, não ser de nada para coisas boas e malfeitor para os malfeitos: Antonio Palocci, Alfredo Nascimento, Wagner Rossi, Jobim das Selvas, Pedro Novais, Gleisi Hoffmann, Paulo Bernardo, Ana de Hollanda, Orlando Tapioca, Fernando Hadad, Carlos Lupi, Paulo Passos, Ideli Salvatti, Aloízio Mercadante, Paulo Sérgio Passos, Luiz Sérgio... Afora, seus satélites-serviçais, diretores de Dnit, Conab, Editoria do MEC, Petroisso, Petroaquilo... Para quem lidou e lida com uma equipe dessa estatura em matéria de "malfeitos"... Bem feito!

BASTA CONTINUAR PELO MESMO CAMINHO

Você conhece o Mário? Pois é aquele mesmo que saiu detrás do armário. Pois agora, cercado por todos os lados por denúncias de "malfeitos" e outras maracutaias, Seu Mário Negromonte, incitatus do Ministério das Cidades, encheu a boca e disse com todos os dentes:

 "Aqui e acolá, a gente tropeça em uma palavra ou em uma frase, mas eu jamais vou tropeçar na ética de fazer política, na seriedade, na transparência e na honestidade".

Ora, assim é fácil. Basta continuar andando pelos caminhos onde não passam a ética, a seriedade, a transparência e a honestidade.



SÓ MAIS UM APROVEITADOR

Matéria do jornal O Estado de S.Paulo:

Presidente da Câmara usou avião de plano de saúde para ir a reunião do PT
Marco Maia disse que vai pagar voo com o próprio salário porque ‘ganha bem’; em junho, deputado havia usado outro avião particular para assistir a jogo da seleção brasileira em Goiânia e depois ir a Porto Alegre, serviço que custaria até R$ 45 mil

Leandro Colon e Beto Barata

BRASÍLIA - O presidente da Câmara dos Deputados, Marco Maia (PT-RS), usou aviões particulares para viajar nos fins de semana pelo País. No sábado passado, ele embarcou em um avião e um helicóptero da Uniair, empresa de transporte aéreo da Unimed do Rio Grande do Sul - seu reduto eleitoral -, para participar de eventos partidários do PT nas cidades gaúchas de Erechim e Gramado.

Marco Maia afirmou que pagará pela viagem

Procurado pelo jornal nesta quinta-feira, 25, cinco dias após a viagem, Marco Maia admitiu que o voo não foi pago. Questionado sobre a origem do dinheiro que vai cobrir o gasto, afirmou que bancaria a viagem com o próprio salário. “Eu ganho bem”, disse.

Na entrevista gravada, Maia garantiu que o voo do fim de semana no avião da Unimed foi o primeiro fretado por ele no ano. “Foi a primeira vez que utilizei um voo particular”, disse.

Horas depois, o presidente da Câmara foi obrigado a mudar a versão após a reportagem confirmar que ele também viajara num avião particular, no dia 4 de junho, de Brasília para Goiânia para assistir ao jogo da seleção brasileira de futebol contra o time da Holanda. De lá, seguiu na mesma aeronave para Porto Alegre. “Foi um voo privado dele como cidadão”, respondeu a assessoria de imprensa do presidente.

Num primeiro momento, Maia afirmou “não se lembrar” do nome da empresa contratada nem o valor pago pelo voo do jogo da seleção. Diante da insistência da reportagem, informou que o serviço fora prestado pela Ícaro Táxi Aéreo.

Segundo a empresa, o trecho Brasília-Goiânia-Porto Alegre voado por Maia custa entre R$ 30 mil e R$ 45 mil, a depender do avião. Na declaração de bens ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de 2010, Maia disse ter um patrimônio de R$ 342 mil. Ou seja, o pagamento do frete do avião corresponderia a aproximadamente 13% de seu patrimônio.
Reprodução
RODAPÉ SANATORIAL - Não é que Maia ganhe bem. Ele se aproveita bem. E desperdiça melhor. Não é dele, pode jogar pro ar.

Essa conversa de que vai pagar, por isso ou por aquilo, não restaura a quebra de ética nem devolve para ninguém a dignidade perdida.

E esse Marco Maia - outro metalúrgico que, longe dos tornos, está se acomodando -  nem vai pagar "por isso ou por aquilo"; vai pagar porque foi prensado, foi flagrado com a boca na botija. É só mais um aproveitador da coisa pública.

E, de novo, a denúncia não foi iniciativa da oposição inerte, nem dos aliados honestos; foi mais um trabalho feito pela imprensa, porque aqueles que tinham obrigação de trabalhar, investigar, fiscalizar estavam ocupados com a implantação de uma CPI da Corrupção, outra rodada de pizza com sabor de marmelada.

Em um país que se troca uma vassoura de faxina grossa por um aspirador de tirar o pó, ninguém se espante quando um político for trocado por um cavalo. Isso aqui "não é Roma Antiga", mas o que tem de Calígula por aí, não acaba mais. Quem vai ficar indócil e indomável com isso é o Incitatus.

O ITARAMARY E KADAFI

O Incitatus de Dilma no Itamaraty disse hoje na Argentina que "O Brasil não apóia governos e sim Estados". Garantiu também que o Itamaraty não estuda nenhuma possibilidade de dar asilo ao ditador amigo de fé, irmão e líder de Lula. Com essa patriotada, fica em cima do muro e ainda aguarda que bicho vai dar nessa luta entre Kadafi e as Forças da Otan que também atendem pelo nome de Rebeldes. Vá que Muar Kadafi ressurja das cinzas...

DILMA NÃO É CESAR

Reprodução
Historiadores saem da toca e descavocam ilações para explicar o desabafo de Dilma contra a faxina, na verdade, uma desculpa para trocar a vassoura, equipamento adequado para varrer o lixo grosso, por um inofensivo espanador de pó.

Besteira levantar agora, com base na história antiga de Roma, essa teoria da traição.

Dilma não corre o menor risco. Não só ela faz parte da mesma legião de conspiradores, como está convicta de que "isso aqui não é Roma Antiga". Pronto, se o seu governo "não é Roma Antiga", ela também não é Júlio Cesar. Nem Calígula.

Quanto ao povo brasileiro, resta apenas esperar que, amanhã ou depois, nessa onda de troca-troca, ela não espane um desses seus ministros - qualquer um deles - para colocar mais um Incitatus no seu lugar.

NEM É PONCIO PILATOS...

Se Dilma não é Julio Cesar também não é Poncio Pilatos. Embora diga que vai "lavar as mãos" na briga de foice na Câmara dos Deputados pela vaga deixada pela aposentadoria de Ubiratan Aguiar, na realidade, ela foi alijada pela chantagem explícita de seus aliados que se engalfinham pela honraria de ser mais um Incitatus da República. Nem Pilatos ela pode ser. Pode sim, lavar as mãos, por razões higiênicas, mas não para olhar o povo e dizer: "Eis o homem"!

EIS OS HOMENSDilma foi defenestrada do exercício de dar o voto de Minerva, porque os candidatos são todos "aliados" do seu governo. Se apontar um deles, Dilma se queima. Eis os homens candidatos ao TCU: Aldo Rebelo (PCdoB-SP), Átila Lins (PMDB-AM), Jovair Arantes (PTB-GO) e Osmar Serraglio (PMDB-PR).

ABACAXI
Ao nomear Mendes Ribeiro seu mais novo Incitatus na Sesmaria da Agricultura do PMDB, Dilma tem um novo abacaxi para descascar: comandar a vaga de Líder do Governo no Congresso. O lugar era do PMDB, mas agora o PT também se acha filho da deusa. Dilma já torceu o nariz para a primeira indicação do partido de Michel Temer, o deputado Marcelo Castro, do Piauí. A terceira mulher mais poderosa do mundo está empurrando o lugar com a barriga.


CARTILHA DO HADAD
A prova de ensino fundamental ABC acaba de revelar que 57% das crianças não sabem matemática. Também pudera, aprenderam naquela cartilha do MEC que ensina errado. E Lula ainda quer empurrar Fernando Hadad como prefeito de São Paulo. Os paulistanos não merecem isso.

BASTA SER DILMA
Só há uma explicação para Dilma, no momento exato em que troca a vassoura por um espanador de pó, dizer com tanta convicção que "meu governo não é uma Roma Antiga": é que assim ela não precisa ser apenas honesta, mas parecer honesta como a mulher de Cesar. Se "isso aqui não é Roma", basta-lhe ser Dilma e pronto.

A UNE NAS RUAS DA CAPITAL
Você viu só aqueles estudantes protestando nas ruas da capital contra a corrupção do governo? Pois foi lá em Santiago, no Chile. E a UNE estava lá. Aqui, a UNE nem sabe mais o que é rua. Vive homiziada dentro da sede de quase R$ 40 milhões que ganhou de Lula pra aguentar calada.

25 de ago de 2011

GARANTIA DE SEGURANÇA

Para alegria de Mário Lobo Zagallo, são 13 as diretrizes do governo Dilma. Fique hoje com a 12ª. Veja se é isso mesmo, ou se alguém está brincando.

12. Garantir a segurança dos cidadãos e combater o crime organizado


O Governo Federal dará continuidade ao Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), iniciada pelo Ministério da Justiça. Consolidará a articulação entre a repressão qualificada e inteligente ao crime, integrando sistema de informação da segurança e profissionalizando a gestão com desenvolvimento de inteligência policial e alta tecnologia. Colocará em prática projetos de urbanização de áreas de maior conflito e programas sociais e de saúde para atender aos jovens usuários de drogas. Fortalecerá programas de capacitação policial como Bolsa-Formação e ampliará os Territórios de Paz e as UPPs.

O trabalho da Polícia Rodoviária Federal será reforçado. Prosseguirá com os esforços de mudar as leis processuais penais e em uma reforma profunda do sistema penitenciário. Além disso, a Polícia Federal e as Forças Armadas intensificarão o controle e defesa de nossas fronteiras para impedir o tráfico de drogas e de armas.

RODAPÉ - O que é mesmo crime organizado? Aquele do PCC, do PV, do Fernandinho Beira-Mar é desorganizado. Só é violento e fora da lei. Crime organizado mesmo é o Estatal. Bem vestido, engravatado, de colarinho branco, circulando na fronteira do uso e abuso das leis que ele mesmo edita ou das medidas provisórias que manda baixar.

OBSERVATÓRIO DA CORRUPÇÃO

A Ordem dos Advogados do Brasil está lançando o site "Observatório da Corrupção". A OAB poderia começar observando de perto, os advogados que, sob alegação de amplo direito de defesa, alimentam a boa vida dos corruptos ao mais amplo sol da liberdade. Seus recursos, suas manobras, suas protelações garantem a impunidade do pior mal que pode corroer uma nação: a canalhice blindada.

JABURU DEU DESARRANJO

Nuncanahistoriadessepaís um jantar fez tanto mal a uma comensal, como aquele lá no Palácio Jaburu com o casal Michel Temer, Zé Sarney e outros ministros tão esfaimados quanto podem permitir o PT e o PMDB. Foi só Dilma sair de lá para, no dia seguinte, trocar a vassoura que fazia tanto bem a sua faxina por um pífio espanador. Deu desarranjo.

A primeira-presidenta Dilma que se cuide, pois a revista Forbes a considerou umas das três mulheres mais poderosas do mundo, justamente pelo seu desempenho como governanta diligenta de um país que é mais conhecido pelo grau de corrupção do que pela febre de nação emergente.

O BRASIL É UM CIRCO

Dilma está se equilibrando no fio de arame de duas grandes atrações: a miséria e a riqueza. De vassoura não mão, vai buscar voto e domar simpatias com bolsas-famílias e casas de papel. Com o espanador, sai à cata de recursos para a próxima campanha amansando o bolsão de corruptos do seu governo. No centro do picadeiro, o mandato submerso de Lula já não sabe o que fazer nesse circo dos horrores. Desse jeito, Dilma acaba se reelegendo para mais um espetáculo bufo.

ESTRATÉGIA DO ESPANADOR

"Faxina no meu governo é faxina contra a pobreza”.

R. STuckert F°/PR
Dilma disse isto nesta quarta-feira (24) numa coletiva após cerimônia de lançamento do Programa Nacional de Microcrédito no Palácio do Planalto, aproveitando a ocasião para tranquilizar a turma que finge que não rouba nem deixa roubar. Foi o lançamento oficial da troca da vassoura pelo espanador.

MUNDANÇA NO PRODUTO DE LIMPEZA

Agora que já é a terceira mulher mais poderosa do mundo, graças ao ranking da revista Forbes, Dilma já pode voltar a ser a governanta desse terceiro mandato de Lula. E já deu o primeiro passo nessa direção.

Disse ontem, em tom duro e sem ternura que "o combate à corrupção não pode ser meta do governo". Pronto, acaba de trocar a vassoura pelo espanador.

24 de ago de 2011

DILMA É A 3ª MULHER MAIS PODEROSA DO MUNDO

Vejam só a sacanagem que a revista Forbes está fazendo com Lula e Michel Temer: A presidente Dilma Rousseff é a terceira mulher mais poderosa do mundo!

No ano passado ela estava em 95° lugar no ranking elaborado pela Forbes. Hoje ela só perde para a chanceler alemã Angela Merkel que está em primeiro na lista e para a secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton.

Por aqui, a coisa não faz efeito nenhum, mas lá para os norte-americanos, uma vassoura na mão é um Deus-nos-acuda!

Se Dilma continuar seguindo os conselhos de FHC e persistir com a faxina, no mês que vem ela já vai aparecer disparada na frente de Merkel e Hillary.

Se conseguir varrer a sujeira toda da Esplanada dos Ministérios, maior lixeira a céu aberto que um governante já deixou para uma governanta na História do Brasil, Dilma até o fim do ano estará, aqui no Palácio do Planalto, sentada à mão direita de Deus Pai Todo Poderoso - seu chefe de gabinete.

E, decerto, prontamente estará varrendo os corredores do Vaticano que também não têm sido lá essas coisas nos últimos oito anos.

Enfim, depois de um presideus, o Brasil terá a sua presideusa.

RODAPÉ - Lula só não foi o homem mais poderosos do mundo porque a Forbes viu que ele trocava os pés pelas mãos.

Na realidade, qualquer que seja o presidente ou a presidenta do Brasil, será - quer queira ou não a revista Forbes - o governante mais poderosos do mundo.

Presidente no Brasil não precisa do Congresso Nacional, nem do Judiciário para governar. Emite uma Medida Provisória e pronto. É como baixar um AI-5 por dia. O jeito brasileiro de consolidar o regime democrático.
Líder do PR assinou CPI contra governo


Nem bem o PR tinha acabado de ser convidado para voltar à base de sustentação da primeira-presidenta Dilma, o líder do partido na Câmara, Lincoln Portela, assinou mineiramente o pedido de criação da CPI mista da Corrupção apresentado pela teimosa oposição.
Reprodução
Com o seu chamegão, o requerimento atingiu 120 assinaturas de deputados e 20 de senadores. Para a CPI dar cria, são necessários os apoios de 171 deputados e de 27 senadores.

Isso quer dizer apenas que o PR voltou atrás uma vez mais: finge que está contra, mas na última e boa hora, apaga o que escreveu e ganha o que quer ganhar. É a estratégia da coalizão pela chantagem.

Se fosse no tempo escancarado de Lula e não nesse governo submerso de agora, o Seu Encarnado diria que, assim como é no futebol é na política: dentro de campo, quando o técnico quer apertar a marcação, grita da casamata: - Aperta que ele geme!

Pois em assuntos de governabilidade é bem assim. Quando quer levar alguma coisa, o líder do partido dá o berro: - Aperta que ela deixa!

GANDAIA GERAL

LOCOMOÇÃO ELEITORAL
Dos R$ 8 milhões que teve para a sua eleição, Gleisi Hoffmann gastou só 0,7% com voos. A hoje ministra da Casa Civil declarou notáveis R$ 56,9 mil de despesas com táxi aéreo durante a campanha. O resto é bem provável, foi usado para custear o aluguel de jegues.

BLINDAGEM
Como o PT é um partido que não rouba e não deixa roubar, resolveu blindar o ministro Paulo Bernardo, marido da ministra, de perguntas sobre aviões. Ele só sabe que entre o céu e as aeronaves de doadores de campanha, há muitos e insondáveis mistérios que a nossa vã filosofia não consegue entender. Em caso de guerra, o Brasil já perdeu: aqui, ao invés de blindar aviões, blindam ministros.

NA PRIVADA
Ministro das Cidades dá impulso ao "Pac glorense" da Bahia
Mário Negromonte é o benfeitor de Glória, pequena cidade administrada por sua mulher, Ena Vilma. Grandes coisas. Ele é marido de Ena Vilma. Gosta dela. E daí?!? Só por que são casados, não podem enfiar o que é de sua vida pública na privada?

DE JEGUE NÃO, DE DEPUTADO!

Suíte da Folha de S. Paulo:

Deputado defende Sarney e diz que ele não é '"pessoa qualquer".

O vice-líder do governo de Roseana Sarney (PMDB) na Assembleia Legislativa do Maranhão defendeu, em discurso, o uso de um helicóptero estadual pelo presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), afirmando que ele "não é uma pessoa qualquer".

"[Sarney] não é uma pessoa qualquer, não é um [ex-governador] Zé Reinaldo [Tavares] da vida, é o homem que exerce o mandato, que está dentro do parlamento", disse na segunda-feira (22) Magno Bacelar (PV), comentando a reportagem da Folha sobre o uso de uma aeronave do governo do Estado para Sarney, pai de Roseana, passear em sua ilha particular durante finais de semana.

"Queria que o presidente [do Senado] fosse andar em jumento? Queria o quê? Enfrentar um engarrafamento [?] Esse helicóptero, é claro, tem que servir os doentes, mas tem que servir as autoridades, esta é a realidade."

Segundo o deputado estadual, a "mídia nacional" está "marcando Sarney". Ele criticou os "grandes jornais sulistas", dentre eles a Folha, afirmando que eles "discriminam o Maranhão".

RODAPÉ - Não, o presidente do Senado não deve andar em jumento. Jumento não é bicho que mereça tamanha humilhação.

Sempre que quiser passar um fim-de-semana na sua ilha particular, Sarney deve montar em todo e qualquer deputado que atenda ao ouvir o palavrão Magno Bacelar, ou nos demais poltrões que pensam como ele.

CACCIOLA SAI DE BANGU E VAI PRA CASA

VAI CACCIOLA, VAI...
Faltando um mês para cumprir quatro anos de prisão, o banqueiro de saque mais rápido do planeta, Salvatore Alberto Cacciola, de 67 anos, conseguiu afinal sua liberdade condicional na Justiça do Rio. Cacciola deixa sua cela, para cumprir em casa os nove anos que restam de sua condenação de 13 por crimes de gestão fraudulenta e desvio de dinheiro público.

O big boss do Banco Marka escapou da Justiça brasileira durante os sete anos em que viveu em Roma, na Itália, onde abriu um hotel. Cacciola foi preso em setembro de 2007, quando foi visitar a namorada no Principado de Mônaco, após ser localizado pela Interpol, numa caçada orquestrada pelo maestro Tarso Genro.

Eis que, não vai demorar nada, Salvatore Caciola dá no pé, rumo à Cidade Eterna, para cumprir a pena em casa. É a hora de dar uma banana para Tarso Genro, seu persecutor e padrinho de Cesare Battisti e tempo de gozar com a cara de Lula que abençoou os dois, o seu Genro e o seu afilhado.

Aí o Itamaraty e a Justiça Brasileira vão pedir para a Justiça italiana, em nome do Direito internacional, a extradição de Salvatore Cacciola. Vão levar o troco que estão pedindo há muito tempo.

DO JABURU AOS PRATOS LIMPOS, AINDA FALTA MUITO TEMPO

Então Dilma foi ao Jaburu, atendendo a insistentes pedidos para jantar com o casal Michel Temer, tendo por testemunha ocular, o voraz Zé Sarney. Enquanto forravam o estômago da primeira-presidenta, acomodavam as melancias na carroça do PMDB. Pronto, não precisa nem mesmo faxineira. A turma da limpeza do palácio menor da República finge que se encarrega disso.
Reprodução/Div
Na hora de voltar para casa Dilma teve a nítida impressão de que agora tudo estava limpo nas hostes do seu maior partido aliado. Nítida e errônea impressão. Dilma pode se preparar para pegar de novo na vassoura. O PMDB não chegou aonde está porque não precise de higienização permanente.

O PMDB de ontem desfraldava a bandeira da democracia, hoje é só um aproveitador contumaz do regime que adotou para consumir e com enorme apetite, na sua própria mesa.

A esperança é que a banda do partidaço que ficou de fora da comilança das melhores fatias que o governo vem servindo perdulariamente, não seja um bando igual e com o mesmo apetite devorador de todos os nacos do Brasil que vem sendo fatiado pela estratégia da coalizão.

São estas migalhas que restam para que o brasileiro comum, aquele que paga esses lautos banquetes, veja saciado o seu desejo de saber que, um dia, isso tudo ainda vai ser posto em pratos limpos.
1 x 0
Dilma suspende faxina para conter aliados insatisfeitos
Por ambiente melhor no Congresso, ela avisou que não pretende trocar ministros do Turismo e das Cidades. O estranho no anúncio da primeira-presidenta foi o tom roufenho de sua voz. Parecia o Lula falando. E era. Pronto, Lula 1 x 0 FHC.

CHACRINHAS
PT e PMDB são "estabilidade" do governo. Pronto, agora você já sabe quem é que está comandando a massa e balançando a pança nessa montoeira de lixo que já não será varrida do governo Dilma.

FROUXOS DE RISO
Em evento, Sarney 'brinca' com helicóptero. Com frouxos de riso, perguntou se queriam que ele fosse passear numa de suas ilhas montado num jegue. Poderia ter pego uma carona nos seus marimbondos de fogo. Disso tudo, resta a esperança que, de tanto riso e tanta alegria, um dia o piloto tenha uma diarréia.

AMNÉSIA LEGAL
Ministro Paulo Bernardo diz 'não se lembrar' em quais aviões viajou. Ele só sabe que viajou, para onde, quando, como, com quem e pra quê... De quem eram os aviões, ele não se lembra. Também, vocês não vão querer que um ministro ocupado como ele se lembre de tudo, né não?!?

CAIU NA REDE

Kadafi convoca civis para "limpar" Trípoli
Em declaração a uma TV síria, ditador líbio pediu à população que limpe a capital dos rebeldes, chamados por ele de "ratos e traidores pagos". Paradeiro de Kadafi ainda segue desconhecido.
Ah bom, Muar Kadafi deu entrevista a uma TV Síria, então ele deve estar escondido em Bruxelas, na sede da OTAN. 

PROVA DE AMIZADE, FRATERNIDADE E LIDERANÇA
Reprodução/Div
Repare que Lula se esforça mas não consegue tirar o manto marrom de Kadafi. Isso foi o máximo que o brasileiro conseguiu fazer então pelo amigo, irmão e líder, hoje em palpos de aranha. Com esse manto por cima, é impossível Kadafi escapar dos rebeldes. Lá naqueles velhos tempos de companheiragem Lula já sabia disso muito bem. Agora é tarde.

3° MANDATO DE LULA VEM À TONA

Ao instalar "formalmente" o Instituto Lula, e ao receber ministros no já vencido Instituto Cidadania, o terceiro mandato do Seu Encarnado, o que não desencarna do poder, deixou de ser governo submerso.

Está devidamente
escancarado o governo paralelo, até então invisível e que agora vai mexer os pauzinhos para acabar de vez com as pretensões da primeira-presidenta Dilma passar a ser a primeira mulher segunda-presidenta em 2014.

O primeiro passo dessa grande caminhada de Lula é acabar com a varreção de Dilma na Esplanada dos Ministérios, o maior depósito de lixo a céu aberto no Brasil que um presidente poderia deixar de herança para um outro governante.

Nem é tanto para tentar mostrar que os seus dois primeiros mandatos não foram um mar de lama; é mais para acabar com essa troca de gentilezas entre a governanta Dilma e FHC, seu eterno inimigo público N° 1. Onde já se viu FHC dar palpite no governo paralelo de Lula?!? Desaforo!

QUE FAXINA O QUÊ?!?
Reprodução/AE
Mendes Ribeiro, o Neófito, toma posse de Dilma. Lá atrás, Michel Temer não consegue conter o olhar de "padrinho" satisfeito. Acabou de solucionar todos os "malfeitos" na Sesmaria do PMDB. Note que na foto já não aparece nenhuma vassoura.

PATRIOTADA
Reprodução/Div
Antônio Patriota tem a cara da melíflua diplomacia Lula. Espera o que vai dar na Líbia, para ficar ao lado do vencedor.

VÍRUS PERIGOSO
Marinha disse ontem que gripe foi a causa mais provável da internação hospitalar de 65 militares. Só falta agora sair o boletim médico dizendo que estavam acometidos do vírus de bruços.

ESCONDERIJO
O mundo quer saber onde se meteu Muar Kadafi. Quem sabe um pulinho em São Bernardo do Campo, lugar de irmãos e amigos de grandes líderes, não seria uma boa?!? É nessas horas que se conhece os bons companheiros. Ou os batutas.

FARO
Se tentar fugir usando aquele manto marrom que não tira do corpo há cinco meses, Muar kadafi está perdido. Aonde quer que se meta, os rebeldes o encontrarão... Pelo faro.

CORRETIVO
Gangue de crianças agressivas está na moda. Só há um jeito de aprenderem a ser gente: botar seus pais de castigo e enchê-los de palmadas até que aprendam a ser pais.

CONSULTORIA ECONÔMICA
Mais uma vez, o dólar fechou ontem na Bolsa de Valores cotado a R$ 1,60. Não se meta, pois, a fazer seu investimento na Loja 1,99 ali da esquina.

MINISTRO DO RAMO
O MST gostou e voltou a invadir uma vez mais a Fazenda Frutale. Mendes Ribeiro, o sesmeiro da Agricultura de Michel Temer, o Martim Afonso de Souza do governo Dilma, já designou uma comissão especial para saber se a invasão é feita por laranjas.

GRUPOS PERIGOSOS
Quem acha que milícias justiceiras e grupos de extermínio são perigosos é porque nunca se encontrou num desses regabofes da Corte com um grupo de ministros. Eles são muito mais numerosos.

23 de ago de 2011

AMY WINEHOUSE

A perícia não detectou drogas no corpo da superstar. Vai ver que não conseguiu distinguir uma coisa da outra.

THE GOOD AND THE BAD

Lula tem um lado bom e outro ruim. O lado bom está manobrando para tirar Marta Suplicy da luta pela prefeitura de São Paulo; o lado ruim está manobrando para fazer Fernando Hadad candidato à prefeitura de São Paulo.

MAIS HILÁRIO QUE O "CAFÉ COM ELE"

Ricardo Stuckert
Preste atenção! Este é o time de fundadores do Instituto Lula.

E a gente que pensou que, com o fim do programa "Café com o Presidente" nunca mais daria risada na vida. Ledo engano. O site do Instituto Cidadania que agora atende também pelo codinome de Instituto Lula é muito mais hilário. Mais que isso, é uma fonte inesgotável de piadas. Tem de tudo, de humor a magia negra.

O Sanatório da Notícia está inclinado a abrir uma ala só para tratar dessa moléstia que causa frouxos de riso a torto e direito em todo mundo. Inclusive naqueles que gozam das mais profunda e absoluta saúde física e mental.

Umas lá que outras só de hoje:

01. Lula diz que discutir 2014 é imbecilidade. E o que é mesmo que ele está fazendo ao dizer isso?!? Não é só porque é Lula quem discute 2014 que a coisa não seja imbecilidade. Pelo contrário.

02. Lula lê para crianças na Feira Literária de São Bernardo. Deve ter sido a cartilha do Fernando Hadad. Ensina errado.

03. Quem serve ao Brasil não pode ficar só no ar-condicionado. Quem se serve pode. Em todo caso, já se sabe que quem está falando tem ar-condicionado.
DUPLA ESCOLHA
E assim falou Cesare Battisti, longe da prisão perpétua lá na Itália, logo que obteve os documentos de permanência definitiva aqui no Brasil: "Sou quase um brasileiro". Agora só falta escolher se será um gaúcho prendado como Tarso Genro, ou um nordestino retirante como Lula da Silva.

NEO DIPLOMATA
Não tem mais jeito, a coisa está proliferando. Caiu na rede: A família Lula vai crescer. Sétimo neto do Seu Encarnado, o que não desencarna do poder, está a caminho. Vem aí mais um passaporte diplomático.

ENTRA E SAI
Governo brasileiro que se preza é assim: sai um ministro que, no mínimo, não teve competência para gerir as agroneciatagens do ministério do PMDB e entra um outro que se confessa um animal urbano que não sabe nada de agricultura, pecuária e abastecimento. Nesse entra e sai, tudo fica assim só para ver como é que fica. Estão todos livres, leves, soltos, podres de rico e prontos para despejar os lobistas e montarem consultorias de sucesso garantido.
Rombo leva governo a intervir em fundo
Valor estimado de rombo no fundo de pensão Portus, de quase 11 mil funcionários das Companhias Docas, é de R$ 1,8 bilhão. Intervenção dura 180 dias, e auditoria vai verificar contas.

ENTRELINHAS - É nas entrelinhas que está a notícia. Estão lançando âncoras perto de Michel Temer. Já começou a respingar nas docas, praia de gente boa.

REFÉNS DE HELICÓPTEROS

O honorável Zé Sarney, proprietário podre de rico do Brasil, disse que viajou a passeio no único helicóptero da Polícia Militar do governo de sua filha, Roseana, imperatriz do Maranhão, porque é "autoridade". Ele já era assim, mas ficou bem pior depois que Lula - outro burguês que ficou podre de rico - disse que ele era uma "pessoa não-comum".
Reprodução
Zé Sarney pegou a família num fim de semana e se mandou para a sua ilha de Curupu que fica a um pulinho de São Luiz, mas que para se chegar lá é preciso saber voar, ou nadar muito, se não filar um iate ou uma dessa embarcações da Marinha brasileira, sempre à disposição de republicanos de alta linhagem da politicalha nacional.

O que se tira de um barraco desses é que Sarney - apesar de todos os poderes que açambarcou, de toda fortuna que acumulou, de todos os marimbondos que escreveu - continua sendo um reles chinelão, um pé-rapado, um bagaceirão, lhegalhé, ralé, mequetrefe, um gentalha, um escória, um delinquente contumaz que, ao amparo dos grampos da lei, finge não ter condições de se locomover às próprias custas, só para valer-se da coisa pública como se fosse sua privada, como sempre foi do tamanho e feitio de sua carantonha deslavada.

Sarney é um raposão desses bem bagaceiras que, depois de se adonarem das uvas e beberem todo o seu suco levam o bagaço para o galinheiro da nação para promover a maior, a mais escrachada e impune galinhagem.

Para esse tipo de "pessoa não-comum" sempre acima da lei e da ordem, do bem e do mal, não há dinheiro, não há cargo público, não há gravata, nem colarinho branco que lhe empreste dignidade.

Esses sarnentos que tomaram conta do Brasil sempre serão uns tristes e abjetos exemplares de "autoridade" precisando de mais um helicóptero pago pelo povo. É disso que eles vivem. É só pra isso que eles servem.

RODAPÉ - O helicóptero de propriedade do Moinho São Jorge, em que viajavam o deputado Ulysses Guimarães, sua mulher Mora, o ex-senador Severo Gomes e sua mulher, Ana Maria Henriqueta, pilotado por Jorge Comeratto, caiu no mar, na tarde do dia 12 de outubro de 1992, próximo a Parati, durante uma tempestade. Todos faleceram. Os corpos encontrados apresentavam múltiplas fraturas, causadas pelo impacto do aparelho com a água. Os dois casais haviam passado o fim-de-semana prolongado na casa cedida pelo empresário Luiz Eduardo Guinle, no condomínio Portogalo, em Angra dos Reis.

MORAL DA HISTÓRIA - Como se vê, pessoas não-comuns andam de helicóptero porque, como os reles mortais, as autoridades ainda não sabem voar.

CIGARRO É JÓIA

Quem gosta de queimar dinheiro está 20% mais feliz da vida.

Grande medida do governo Brasileiro: aumentou o preço do cigarro. Quer dizer, a partir de agora, o câncer ficou 20% mais caro.

Com os novos valores do cigarro, os cofres públicos vão engordar cerca de R$ 1,5 bilhão e os fumantes vão pagar caro para emagrecer até desmilinguir.

Como medida de preservação à saúde e de desestímulo ao fumo,  a estratégia do governo com ares de benefício social é uma falácia; o que interessa mesmo nesse golpe é quanto o Estado vai embolsar nesses tempos bicudos.

Como punição aos tarados do fumacê, a providência governamental só  favorece aos debilóides. A partir de agora eles estão 20% mais felizes a cada tragada. Eles adoram queimar dinheiro.

Nenhuma carteira de cigarro poderá custar menos de R$ 3. Isso quer dizer que os ladrões já estão com o pé que é um leque para deixar de lado as vitrines das joalherias para começar a assaltar os caminhões transportadores do vício e as melhores casas do ramo, mercados, bares e restaurantes.

Cigarro agora é dinheiro na mão; cheque ao portador. Vai dar mais lucro para os receptadores do que comprar jóias e produtos de roubo nas joalherias.

22 de ago de 2011

BASTA VARRER

O par de vasos mais enfeitado do governo Dilma, Gleisi e Paulo Bernardo, admite que os dois, ele e ela, usaram jatinhos em campanha. Mas o casal de ministros nega troca de vantagens com empresários. Então tá. Eles fingem que falam sério e a gente desfarça que não acha graça.

É bom lembrar, no entanto, que esse honrável senhor é o mesmo que, há coisa de dois meses, teve que devolver diárias de weekends em Curitiba.
Reprodução
A devolução se deu na esteira do mexe-mexe protagonizado por Ana de Hollanda, irmã de Chico Buarque. A ministra da Cultura de Dilma abocanhava diárias pelos fins de semana que passava no Rio de Janeiro, onde é residente e domiciliada há mil anos.

Assim é que Paulo Bernardo, residente e domiciliado em Curitiba, não é nenhum marinheiro de primeira viagem. Vai fazer amanhã como fez ontem, devolver a grana mal havida para ficar tudo como dantes no quartel de Abrantes.

E a oposição inepta ainda quer uma CPI da Corrupção. Não precisa, basta varrer.
HORA DO ESPANTO
Aviso de Lula, o podre de rico, para Dilma: "O centro político continua vazio". Bom sinal. Isso quer dizer que ele já não manda tanto quanto vinha mandando até agora. Com a vassoura na mão e FHC a seu lado, Dilma é um espanto para a burguesia petista e um sinal da cruz para os demônios do PMDB que já ameaçam até com uma candidatura própria para 2014.

NA HORA DO PEGA
É ensurdecedor o ruído do silêncio do boquirroto Lula com relação a Muar Kadafi que no ano passado era seu "amigo, irmão e líder".

Logo agora que o companheiraço está na pior é que Lula lhe dá as costas. Nem sequer se ofereceu para ser mediador na fuga do ditador amigo de fé, camarada bom e batuta. A atitude de Lula pode ser tudo, menos objeto de espanto. O grande líder brasileiro está sendo apenas o que sempre foi: um fujão na hora do pega pra capar.

CONCEIÇÃO
Não duvidem que o desaparecimento de Kadafi seja um remake do que aconteceu com Hitler na Segunda Grande Guerra. Até hoje o tirano austríaco que usou a Alemanha para esfacelar o mundo é uma misteriosa "Conceição" de Cauby Peixoto: sumiu, ninguém sabe, ninguém viu.

OS GOLAÇOS
Dessa rodada do Brasileirão três golaços salvaram a pátria: o gol espírita de Alan Kardec para o Santos contra o Bahia; o golaço de lençol do são-paulino Dagoberto que foi dormir nas malhas de Marcão do Palmeiras; e a bicicleta ergométrica de Leandro Damião que deixou coloradas as faces rubro-negras. Um mais bonito que o outro.

DESTAQUE DA RODADA
Afinal Muricy Ramalho consegue se afastar do lugar de Mano Menezes na seleção brasileira. Ganhou uma! Nada demais, no entanto. Sempre que os baianos têm Santos pela frente, ajoelham e rezam. E mais ainda: o primeiro gol santista foi de pênalti. Claro que não foi Elano o batedor; foi Neymar que cobra tão mal quanto ele.

COMIDINHA CASEIRA
O empate do Flamengo contra o Internacional, serviu para comprovar apenas que Luxemburgo é um treinador de comidinha caseira; um técnico feijão com arroz. Não sabe, nem nunca soube, o que fazer em campo quando seu time tem a vantagem de um jogador a mais. Desse jeito, Felipão continua sendo mesmo o mais forte candidato à vaga de Mano Menezes.

MALDIÇÃO
O Vasco só deixou o Fluminense empatar porque Roberto Dinamite não admite que o time da Cruz de Malta volte a ser vice uma vez mais. Ontem, durante boa parte da jornada, o Vasco esteve na segunda colocação da tabela do Brasileirão. Deixar o Flu empatar foi a única maneira de fugir da maldição vascaína.

INJUSTIÇA
Estão pedindo a cabeça de Pedro Novais por tudo que vem acontecendo no Ministério do Tunguismo. Uma injustiça, Novais nem sabe onde fica a sede do ministério.

ISCA
Ideli Salvatti que nem sabia pescar, usava a pesca como isca para garantir apaniguados no Dnit, organismo putrefato do Ministério dos Transportes de Valores do Alfredo Nascimnento para o PR de Costa Neto.

MARIMBONDO VOADOR
O intocável presidente do Senado, Zé Sarney (PMDB-AP), tido e havido por Lula como "pessoa não comum" usou duas vezes neste ano um helicóptero da Polícia Militar do Maranhão para passear em Curupu, sua ilha particular. A aeronave de R$ 16,5 milhões adquirida para combater o crime e socorrer emergências médicas foi paga com recursos do governo estadual e do Ministério da Justiça. Numa dessas viagens de recreio, o senador podre de rico foi acompanhado de um empresário que tem contratos milionários no Maranhão que, por coincidência, é governado por sua filha Roseana Sarney. Foi por causa de uma dessas que Wagner Rossi pediu pra sair do Ministério da Agricultura. Vai ver que tem mais vergonha na cara que Sarney. O que também não quer dizer grandes coisas.

A MULHER DA VASSOURA
A inquietação, o mal-estar, a azia toda que acomete as hostes da alta burguesia petista é que a faxineira Dilma é a versão feminina e hodierna de Jânio Quadros, o Homem da Vassoura.

A cada vassourada fica mais limpa a área e mais nítida a impressão de que os governos de Lula, o podre de rico, eram um mar de lama, sujeira e corrupção. E que se dêem todos por satisfeitos, eis que de repente Dilma ainda pode querer interpretar a heroína tipo "Caçadora de Marajás".

21 de ago de 2011

FAXINA AO INVÉS DE PIZZA

Aquele deputado babalorixinha, neto do uno e indivisível ACM e o senador que lê mais jornais e revistas do mundo, o paranaense Álvaro Dias, não entenderam nada até agora. Insistem na instalação da CPI da Corrupção, como se um rodízio de pizza fosse mais importante do que a faxina que FHC está inculcando à primeira-presidenta Dilma.

FHC, na verdade, quer é ver Dilma dando vassourada a torto e direito nos herdeiros malditos que Lula deixou para a governanta do seu submerso terceiro mandato presidencial.

Lula transformou a Esplanada dos Ministérios na maior lixeira a céu aberto do Brasil.

Basta abrir a porta de qualquer um dos 40 ministérios para desabar entulho que não acaba mais. E desanda em forma de gente, com duas pernas, duas mãos no bolso e tudo mais.

E nem precisa varrer os corredores dos organismos vinculados, das estatais, das ONGs, das centrais sindicais, dos poderes constituídos infiltrados pelo crime organizado, de qualquer mecanismo de defesa da população e similares. É lixo que não tem mais fim.

O que FHC está querendo é que a faxina prossiga além do horizonte da Casa Civil que foi de Dirceu, de Erenice, de Palocci; dos Transportes de Valores do PR; da Defesa, ontem de Jobim das Selvas, hoje de Amorim; da Agricultura do Rossi, filhote de Michel Temer, padrinho de Mendes Ribeiro; da Pesca que foi de Ideli Salvatti e agora é de Luiz Sérgio; das Relações Institucionais do garçom Luiz Sérgio, no presente de Ideli; do Ministério do Tunguismo de Pedro Novais; das Cidades de Negromonte, mais que um nome, uma premonição; das Minas e da Energia de Lobão, filhote do Marimbondo de Fogo; da Educação de Fernando Hadad, o que ensina errado; do Esporte, de Orlando Tapioca; das Ciências e Tecnologia de Mercadante o inventor do IPod, do tablet ou qualquer novidade que surja no mundo cibernético; do Ministério Trabalho de Lupi, o faxineiro sem vassoura...

Dilma entendeu FHC muito melhor que os oposicionistas, leitores caroneiros de jornais e revistas de fins de semana.

Ela prefere a faxina que vai varrer o rastro de sujeira que herdou de Lula do que ter que engolir mais um rodízio de pizza com sabor de marmelada.  Dilma, aos abraços e queijos com FHC, dá azia em Lula e causa engulhos no PMDB.

Perde o apoio da base aliada, mas ganha a simpatia do povo que enfim já está cansando de ser massa de manobra por quem usou o PT para ficar podre de rico.

Dilma corre, porém, o risco de ser chamada de golpista pelos próprios donos do partido que Lula tem a honra de presidir. Honra e satisfação garantida pelos salários de marajá que recebe para não ter medo de ser feliz.

QUE FAXINA É ESSA?!?

MENDES RIBEIRO, O TITE DA AGRICULTURA


Não bastasse ser recomendado por Michel Temer, nem a declaração de que Wagner Rossi "é um exemplo a ser seguido", Mendes Ribeiro ainda chega dizendo que "faxina" não é sua responsabilidade no emporcalhado Ministério da Agricultura.

Fala no mesmo tom prolixo, pernóstico e monótono como o de seu conterrâneo, o técnico Tite, após uma derrota do Corinthians. Pelo visto a "faxina" no Ministério do PMDB não é responsabilidade nem mesmo de Dilma. Por enquanto, nada mudou lá por aquelas bandas.

Nada mudou, mas tem novidade antiga: vêm aí, para quem quiser e gostar, os ilustres conselheiros Pratini de Moraes e Francisco Turra. Pronto, Michel Temer é o Andres Sanchez de Mendes Ribeiro, o Tite da Agricultura do PMDB. Dilma não tem nada a ver com isso.

20 de ago de 2011

IDELI SALVATTI - QUEM É DO MAR NÃO ENJOA

''Onde há corrupção, somos obrigados a tomar providência'', discursou Dilma neste fim de semana em São José do Rio Preto.

Mesmo com os narizes torcidos do PT contra a '"faxina" nos ministérios e por morrer de medo que o governo Lula seja estigmatizado com o cartaz de "corrupto", a primeira-presidenta garantiu que vai continuar a combater os "malfeitos".

Agora vai ter que provar a isca de Ideli Salvatti que já mordeu os anzóis da revista IstoÉ de mais um weekend escandaloso.

Na redação da revista a rede de intrigas está abarrotada. O cardume é imenso. Só a oposição não vê que o mar está pra peixe.

Nesse caso de Ideli, a vassoura de Dilma não vale quase nada. A limpeza das entranhas vai ter que ser à unha. Determinada a limpar o lixo dos miúdos, a primeira-presidenta Dilma logo estará bem à vontade nessa tarefa, pois quem é do mar não enjoa. Nem mesmo quando ele é de pura lama.