O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

30 de abr de 2011

SANTOS 2 X 0 SÃO PAULO

O confronto que, ao natural, deveria ser a grande final do Paulistão acabou numa punitiva eliminatória entre os dois melhores times do campeonato. São Paulo e Santos transformaram um jogo de sábado à tarde, em um clássico digno dos melhores domingos do futebol brasileiro.

Só mesmo um São Paulo x Santos para disputar uma semifinal decisiva sem qualquer sinal de violência ou deslealdade. Eles mataram a saudade do torcedor que há muito tempo não via um jogo de futebol; só de futebol. Nada de pescaria e muito menos de caça predatória.

No intervalo, Muricy Ramalho botou o dedo na moleira de Paulo Cesar Carpegiani. Como tudo foi feito dentro do vestário, o técnico tricolor nem se deu conta. Quando viu, o São Paulo tinha perdido a posse de bola e tomado um gol de Elano com sabor de Ganso bem preparado.

Aí, Carpegiani trocou seis por menos de meia dúzia: tirou o menino Casemiro e botou Fernandão que mais parece aquela estátua gaúcha, O Laçador, inclusive pela sua mobilidade.

Para reforçar o desastre são-paulino Carpegiani sacou mais um menino, Marlo, e fez entrar o longevo Rivaldo. Procurou melhor qualidade no meio de campo e encontrou melhoridade.

Ganso e Neymar, dois veteranos moleques santistas, com enorme dificuldade, tabelaram lentamente - coisa de 100 km/h - e só não entraram com bola e tudo, porque tiveram humildade... Gol! Santos maravilha, nós gostamos de te ver.

Depois disso, fim de jogo, Muricy Ramalho não tinha por quê ser humilde:
- Foi por isso que não treinamos cobrança de penalti - disse com sua enorme alegria e se mandou.

RODAPÉ - Ao não caçar e nem tentar depredar Neymar durante o jogo, o time do São Paulo provou que é possível deixar o jovem craque santista jogar em pé os 90 minutos e não ser o melhor em campo.

PR (PÓS-RODAPÉ) - O Paulistinha chegou ao final com quatro grandes times. Só o Santos tem técnico paulista: Muricy Ramalho. Os demais são treinados por gaúchos: São Paulo, Carpegiani; Palmeiras, Felipão; Corinthians, Tite. Dos três o que tentava fazer a bola rolar, já foi pras cucuias: Carpegiani - que jogou mais futebol que os outros conterrâneos juntos. Ganhe quem ganhar, entre Palmeiras e Corinthians, a vida do Santos não vai ser moleza. Para verdoengos ou alvinegros, do pescoço pra baixo, tudo é canela. Neymar vai jogar na horizontal.

LULA CRIOU A DEMOCRACIA MOLE...

UM DIA, UM METALÚRGICO
AINDA SERÁ PRESIDENTE DO BRASIL

Sempre dando um jeito de ser iluminado pelos holofotes da mídia que tanta azia lhe causavam, Seu Encarnado não cansa de dizer coisas e dar palpites sobre tudo e sobre todos. Agora, aproveita o emprego de alto salário como presidente de honra do Partido dos Trabalhadores e já anuncia a vitória do PT em São Paulo e no Planalto do Planalto "diante de crise da oposição".

Seu Encarnado, o que não desencarna do poder, esbalda-se e diz que "desgaste de PSDB e DEM com criação de PSD de Kassab é janela de oportunidades".

O que ele não diz e nem o povo se dá conta é que nos seus oito anos de mandato como grande arquiteto da "estratégia de coalizão para a governabilidade", ele acabou implantando o regime do partido único. O balcão de compra e venda foi tão escancarado que ninguém mais esconde que o melhor mesmo é se juntar aos "vencedores".

Está assim estabelecido no país o sistema da democracia mole - aquela que relaxa e se deixa penetrar pela ditadura. E goza.

O metalúrgico Lula se fingiu de presidente por dois mandatos, mas na verdade foi, durante o tempo todo, o maior empresário que o Estado brasileiro já teve.

Comprou tudo, em tudo que foi canto dos poderes constituídos, do poder institucional e dos organismos de defesa do cidadão. Passou a lábia em todo mundo. Já não tem tribunais que o condenem; nem ministérios ou estatais que não lhe caiam como uma luva; muito menos partidos de todos os tamanhos, ou institutos, sindicatos e fundações que não caibam na sua enorme bolsa-famiglia.

Se a bolsa ficar escassa, a saída é usar o velho saco de gatos para guardar ali tudo quanto for da mesma raça, da mesma espécie.

É por isso que Sarney preside o Senado; Renan está na Comissão de Étiririca da Casa de tolerância; Delúbio Soares foi abençoado por ele e Zé Dirceu que mandam no PT e Rui Falcão passa a cuidar dessas águias petistas de todos os partidos, cuja revoada rumo a Passárgada é mais oportuna e lucrativa do que nuncanahistoriadessepaís. São todos amigos do rei.

Com o dinheiro das burras públicas e a perigosa e maléfica arma de sua língua afiada, Seu Encarnado foi cortando, eliminando os adversários que reduziu a inimigos indefesos, hoje já sem ter para quem, nem sequer para o quê apelar. 

Lula nunca foi presidente. Foi mercador de almas, comprador das coisas públicas, vendedor de esperanças. Chamou o constante toma-lá, dá-cá de coalizão. O Estado virou moeda de troca para a robustez, boa saúde e boa vida da base alocada.

Lula mudou o Brasil. A elite hoje é o PT e seus quadros em tudo quanto é parede estatal. Ele mesmo mudou. De pobre para rico. 

Mudou tanto que agora já não quer ser apenas um reles cabo eleitoral, nem comerciante no Palácio do Planalto. Agora, ele quer ser presidente da República. Quer, porque quer, só para ver como é mesmo que um antigo metalúrgico aposentado se sentirá quando for, de verdade, presidente do Brasil. 

Poderá conhecer o gostinho de ser mesmo, de ser realmente presidente dessa nação, assim que consolidar nas urnas a ameaça Lulalá-2014.

DILMA NÃO INAUGUROU 600 CRECHES

Se fosse só o PMDB a incomodar Dilma com essa fúria desenfreada por cargos no governo, ela talvez até tivesse jogo de cintura para driblar a gula da horda esfaimada de Michel Temer. Mas Dilma está no sufoco mesmo é com os aloprados do PT do Zé Dirceu e do Seu Encarnado - aquele que não desencarna - que não a deixam governar direito.

Eles incomodam tanto que a coitada da primeira-presidenta nem sequer pode começar a cumprir uma de suas mais simples promessas de campanha, incorporada ao seu programa de governo: construir 6 mil creches. Uma barbadinha de 1.500 unidades por ano, ou 125 por mês.

O Dia 1° de Maio, marca o pé da trabalhadora mais ilustre desse país no seu quinto mês de mandato. Por causa dessa futricação do PMDB e desse garrote do PT, Dilma já deixou de inaugurar 600 creches.

Se juntarmos a isso, as 720 UPAs que - pelas mesmas fundadas razões - não inaugurou no mesmo período, em prol da saúde dos brasileiros, todo mundo vai notar que a coisa está ficando feia. Dilma vai passar por mentirosa, ou absolutamente incapaz. Desse jeito, Lulalá-2014 tá no papo.

DILMA, RAÍNHA DA INGLATERRA

Falando sério: Dilma está, cada vez mais se percebe isso, sendo levada pelo PT à condição de Raínha da Inglaterra. Salvo horrorosas exceções, Dilma consegue mandar uma coisinha aqui, outra coisinha ali, sem o aval do partido que tem como presidente de honra Seu Encarnado, o alter ego de Lula que não desencarna nem vai desencarnar tão cedo da presidência da República.

Dilma está na prensa. O Partido dos Trabalhadores sabe bem o que é uma prensa; seu coroado presidente, então, nem se fala. E, assim é que, aos poucos, vai prensando a primeira-presidenta.

Durante todo o expediente, Dilma está sendo colocada contra a parede. É uma servidora pública de alto coturno que está sendo escanteada e pressionada pela massa trabalhadora que já virou patrão há mais de oito anos.

O espaço de trabalho de Dilma está cercado. Não sofre ataques, mas é vítima de assédio permanente de Gilberto Carvalho que, infiltrado por Lula na sede do governo, bisbilhota tudo que se passa dentro do Palácio do Planalto.

De Zé Dirceu e Berzoini, Dilma não consegue desvencilhar-se nas mínimas questões. Dentro do PT então aí mesmo é que ela vira soberana da Cornuália. Queria, por exemplo, Humberto Costa para o lugar do debilitado retirante Zé Eduardo Dutra e não levou.

Finge agora que se contenta com Rui Falcão, por quem sente incontroláveis engulhos. Nem seria preciso lembrar que Falcão, Zé Dirceu, Berzoini e o reizinho Lula são todos farinha do mesmo saco petista. E bota saco nisso. Não seria preciso, mas a turma aqui do Sanatório da Notícia  lembra.

Como se não bastasse o enjoo, a primeira-presidenta ainda tem que digerir um Antonio Palocci que, antes de ser demolido por um caseiro honesto e boquirroto pensava em candidatar-se ao lugar que hoje é dela. Palocci é o palpiteiro-mor, metido a monitor dos passos de Dilma que, toda vez que passa pelo conselheiro da República nos corredores palacianos, enxerga a sombra de Lula, o Seu Encarnado que não desencarna do poder.

Não é que Dilma não goste de ser raínha. Para quem chegou à primeira-presidência de um país como o Brasil, o próximo escalão antes de ser deusa - só para igualar o status de Lula - seria inevitavelmente a investitura de raínha.

O único problema é que pela cabeça de Dilma, durona como é de seu jeito e feitio, não passa nem de leve a idéia de ser raínha... da Inglaterra. Nem mesmo que a coroa do Reino Unido tenha, como tem, 2.800 diamantes.

29 de abr de 2011

MODELITO MIRASSOL

Aos 85 anos de idade, a rainha Elizabeth foi a figura mais nobre e simpática do casamento de William e Kate. Os especialistas da Ala Socio-Desportiva do Sanatório da Notícia  agraciaram-na, ainda na saída da abadia de Westminster, com o título de madrinha do Mirassol Futebol Clube.

Mirassol Futebol Clube, o mais nobre e simpático time do campeonato paulista deste ano. Já não pode mais ser sequer campeão do interior. O clube que ostenta na camiseta as mesmas cores predominantes na monarquia britânica, ainda não sabe da honraria que lhe foi concedida pelos internos aqui do Sanatório. Se fosse campeão, decerto, repartiria o título com a raínha da Inglaterra. 

HAPPY END NO BBE

Reprodução/Div
Happy End para William e Kate, os dois grandes finalistas do Big Brother England. Depois que ela beijou o príncipe e ele não virou sapo, com as bençãos da madrasta Camilla, duquesa daquela Cornuália toda, eles resolveram dividir o prêmio. E serão felizes para sempre.
ABADIA DE WESTMINSTER
A Sapucaí de Londres


Quesito: Alegoria


Como diria o saudoso poeta carnavalesco, Luiz Renato - O Gordo, meu irmão: - Isso é pura solidão. Essa gente toda da Cornuália não tem um amigo sequer para aconselhar que não é pra andar assim desse jeito esquisito na rua.

DIVERGÊNCIA

Dilma reduz parcela de álcool na gasolina.
Para Lula o consumo de álcool vai continuar o mesmo.

BARRADOS NAS BODAS DE OURO


O mundo está atônito e precisa explicações. Quer, porque quer saber, as razões pelas quais não convidaram O ReizinhoO Cara para a união real de William e Kate.

Assim, por baixo, a festa não ficou por menos de 50 milhões de conservadoras e saudosas libras esterlinas para a garbosa e inoperante coroa britânica.

Os dois soberanos não poderiam ser barrados no baile do único casamento no mundo que já começou com bodas de ouro.

RODAPÉ - Especialistas em futricas da realeza, classificam como grosseria imperdoável a indiferença e o desdém daquela Cornuália toda para com o Cara que continua com o rei na barriga. Dizem que a rainha do seu lar já havia revirado oito dos 11 caminhões que armazenam seu guarda-roupa, quando soube que o casal do reino unido jamais vencido do Brasil não estava entre os ungidos.

NO PT, DILMA É BRIZOLA

Dilma pode ser até a primeira-mulher-presidenta da República do Brasil, mas dentro da republiqueta paulista do PT não é nada mais, nem nada menos do que uma tardicional egressa do PDT dos tempos em que o gaúcho conterraneo da mineira Dilma, caudilho Leonel de Moura Brizola falava.

O dono do pedaço ali é Zé Dirceu, com seus alocados. Não tem Dilma, não tem Lula, não tem pra ninguém. Não tem pra ninguém - fique bem entendido - que é pra dar pra todo mundo.

Com esse respaldo, o deputado estadual Rui Falcão, chegado a uma boa organização de dossiês, acaba de assumir a direção do PT.
Dilma não queria isso para o lugar do deprimido e desgostoso Zé Eduardo Dutra - único dos tres porquinhos que não ganhou um ministério. Para ir à luta, no bom e batuta PTdoZé não tem curé-curé. Assim é que Dilma foi derrotada.

Dentro da facção, Dilma Vana já ganhou o pomposo codinome de Elizabeth. Tudo a ver com a raínha da Inglaterra, a que não manda nada.

SEM CERIMÔNIA

BINGO - Nesta manhã de sexta, antes do casamento com Lady Kate, William deixou de ser príncipe - por vontade e benemerência da Raínha da Inglaterra - e passou a ser Duque de Cambridge, ostentando assim o maior título da nobreza britânica. Depois disso, vem o terno, a barra e bingo!

COMOVENTE
Que lindinhos Elton John e o marido David Furnish cantando juntos na abadia de Westminter. E ficaram só nisso, não furnisharam nem saíram de cima.

O REINO DA TV
Foi complicado manejar o controle remoto nesta manhã de sexta-feira na TV brasileira. Depois do Globo Rural só deu Inglaterra na tela. Nada menos de doze canais se cutucavam para transmitir ao mesmo tempo o casamento real direto de Londres. Se bicavam mais que FHC e Lula. Os cinco maiores canais abertos - Globo, SBT, Band, Rede TV!, Record – deletaram suas programações. No mundo da TV a cabo GNT, GloboNews, BandNews, E!, Fox News, Record News, CNN e Globosat HD também só pensavam naquilo...

AFINAL
Após mais de quatro anos de namoro firme e muitas ficadas, William e Kate, afinal disseram o que só as tevês brasileiras pareciam não saber o que eles diriam um para o outro na abadia anglicana de Westminster: - Sim! Sim!

ENFIM...


Depois da viagem de núpcias da abadia de Westminster até o Palácio de Buckingham, William e Kate mal podem esperar para exclamar: - Enfim, juntos!
HAI-KAI REAL

Foto/Divulgação
Maior deleite...
Rima na beira da cama:
- Deite, Lady, Kate.

28 de abr de 2011

Brasil, apagão só quando houver queda de energia

Apagão no estádio Engenhão, interrompeu o jogo Fluminense x Libertad pelas oitavas de final da Libertadores da América. É o segundo apagão no estádio em uma semana, no país da primeira-presidenta Dilma que na corrida eleitoral bradou retumbante: "Brasil, apagão nunca mais!".

Na verdade esses blecautes são apenas um reles resumo dos apagões que deixaram o Norte e o Nordeste às escuras até que Edison Lobão, ministro de Dilma para energizações explicou como é que se faz quando não se enxerga um palmo adiante do nariz.

Reprodução
Os arautos de sempre já solucionaram o problema. Tranquilizaram a nação tricolor e o bando visitante de futebolistas elienígenas garantindo que "o Engenhão recebeu nos últimos seis dias, o dobro de jogos ali realizados no mesmo período do ano passado". Então, tá. Bola pra frente que atrás vem gente.

GRE-NAL NA LIBERTADORES

REABILITOU-SE Impressionante a capacidade de recuperação do treinador Renato Gaúcho.

Mal o Gremio perdeu na quarta-feira, em casa, para o Universidade Católica, do Chile, para no dia seguinte arrancar um empate do Falcão com o Penharol, em Montevidéu.

JOGOU EM CASA - Não adianta Falcão dizer que o empate de 1x 1 com o Penharol foi um bom resultado. Foi péssimo. Montevidéu é como se fosse um bairro da capital gaúcha. Até chimarrão, os caras tomam por lá.

Com esse empate no Centenário, o Internacional de Porto Alegre deixou de ganhar a primeira das duas partidas em casa. Vai ver que, em caso de necessidade, não vai nem sequer contar dobrado esse golzinho do Leandro Damião.

ALEGRE E ENRUSTIDO - Paulo Roberto Falcão ao assumir a direção técnica do Internacional disse que queria ver seu time jogando um futebol bonito e alegre. Logo começou a frescura: todo treino é escondido. Até agora o grupo não saiu do armário.

BONZINHOS - Não é que os jogadores do Penharol sejam ruins; eles são bons. Tão bons que o nome do Centenário deveria se chamar estádio Madre Tereza de Calcutá.
Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Dilma recebeu os jogadores de vôlei do SESI-SP junto com presidente da Fiesp, Paulo Skaf, e o ministro do Esporte, Orlando Silva, de mão no bolso, lá longe da presidenta, assim como se estivesse saindo para comprar tapioca. 

PENETRAS & PAPARAZZI

Quem foi que convidou a Globo e as redes televisivas brasileiras de somenos, para o casamento de William com Kate?!? Pista é que não falta. A Globo e suas redes satélites de outros selos estão espalhadas em torno do roteiro da carruagem britânica. Faz uma semana que os programas das TVs brasileiras não tratam de outra coisa. Até os canais esportivos deram pra dizer que William joga hockey e futebol. Sinceramente, o bom seria que Lula fosse até lá dar um abraço no casal

Eis a charrete-ouro da monarquia inglesa.

Apesar das pegadas e das impressões digitais, nem Sherlock Holmes decifraria esse enigma. Nos velhos tempos em que o Brasil tinha vergonha na cara, esses penetras seriam chamados de perus de banquete. Hoje são paparazzi eletrônicos.

Obra de túnel visitado por Lula desaba.

Não fique imaginando coisas. O túnel desabou hoje. A visita de Lula foi em dezembro.

Dinheiro de doação é como achar carteira na rua

Doações irregulares para as eleições de 2010 somam R$ 142 milhões. Nada menos de 3.996 das 19.658 empresas doaram irregularmente; um bloco de 1.743 doações estão sob análise.

Que prurido é esse que bota apelido nessa mixórdia de milhões de reais? Essa gandaia tem um nome no Código Penal brasileiro.

O dinheiro vai entrando assim, aos borbotões e, como os políticos não têm nada a ver com as pessoas comuns, pegam tudo que aparece e sabem muito bem o que fazer com o que chamam, sem qualquer cerimônia, de "doações".

É como se, em plena Avenida Paulista, ou nas calçadas de Copacabana, você visse a carteira cair do bolso do cidadão que caminha a sua frente e, sem perda de tempo, se adonasse dela como se fosse apenas um daqueles sujeitos bafejados pela sorte. A diferença é que você não é como eles.

Mas há exceções. Certos políticos se comportariam de maneira diferente: pegariam a carteira, olhariam o conteúdo e, se a grana fosse mixaria, bateriam nas costas do desavisado transeunte, fazendo o favor de lhe devolver o objeto perdido. Mais do que ganhar um novo brasileiro reconhecido, estariam conquistando mais um cabo eleitoral.
ENFIM, SÓS!

Nunca me senti tão importante; tão prestigiado; tão parecido com as elites, com as maiores autoridades do país. Até que enfim posso sentir o que é igualdade social.

Assim como Dilma Roussef, Antonio Patriota, Michel Temer, Palocci, Mantega, Fernandinho Beira-Collor, ministros do governo, do Supremo e de todas as cortes; FHC, Fernando Gabeira, Serra, Aécio e dissidentes ilustres em geral; bispo Macedo, donos, diretores e artistas da rede Globo e outras TVs a cabo, eu também não fui convidado para as cerimônias do casamento do príncipe William com a plebéia Kate Middleton. Nem eu, nem a Erenice Guerra, a Hebe e seu primo Zezé di Camargo, Galvão Bueno, Roberto Carlos, Pelé, Nuzman, Ricardo Teixeira, Xuxa Meneghel.

O que me chateia um pouco é que o Seu Encarnado, alter ego de Lula - o que não desencarna da presidência, também não recebeu convite. Essa informação meio que desequilibra o fiel da balança. No entanto, há controvérsias.

Arautos do Instituto Cidadania proclamam que o Cara recebeu sim o convite, mas por solidariedade às elites menosprezadas, não aceitou.

E então nessa gloriosa véspera do megabrega casório real britânico, recluso com dona Marisa Letícia na suíte ex-presidencial de seu apartamento em São Bernardo, sorveu a delícia do seu voluntário momento de isolamento e discursou:

- Enfim, sós!

RODAPÉ - Vizinhos do casal neometalúrgico garantem que ouviram ruídos estranhos. Algo, cuja onomatopéia repetitiva seria mais ou menos assim: tintim, tintim... Tintim, tintim... Tintim, tintim... - Até que, lá pelas tantas, parou - jura um sonâmbulo fofoqueiro do prédio de luxo da cidade-base.

Outra coisa: a Ana Maria Braga não teria sido convidada porque se meteu a palpitar receitas para o banquete promovido pelo rei Charles e sua Camila, duquesa da Cornuália toda.

Seja lá pelo que quer que seja, mas nuncanahistoriadessepaís eu sentira na própria pele o que é igualdade social. Seremos, eu e meus nobres companheiros de ostracismo real, eternamente gratos à monarquia britânica.

27 de abr de 2011

PEQUENO INCIDENTE NO ENSAIO REAL

O Garanhão de Pelotas  e suas três secretárias-executáveis estavam ontem em Londres. Foram lá só para assistir ao ensaio derradeiro para o casamento do príncipe William com a pebléia Kate. Já decidiram que não ficarão para a festa megabrega:

- Há fortes indícios de que será decepcionante. Vamos agora mesmo para o Caribe - disse a porta-voz morena do nobre pelotense.

A essas alturas, a loira e a ruiva já estavam fazendo malas e bagagens. O Garanhão  fechava a conta no Hotel Goring, situado a 15 minutos da Abadia de Westminster. Por sinal, a mesma luxuosa estalagem londrina onde estão hospedados os plebeus da família de Kate Middleton.

Os sinais que afugentaram o Garanhão e seu trio maravilhoso da capital da Inglaterra:

Reprodução
Primeiro foi o desfile da cavalaria. Ninguém errou nada, absolutamnete nada. Nenhum cavalo, nem qualquer cavaleiro fez cocô no passeio público. Quer dizer, treinaram para fazer absolutamente nada de inusitado, ou alegremente desagradável. Vai ser aquela sobriedade só.

Reprodução
Depois veio o ensaio com um par de clones do casal real  posudamente sentados na carruagem oficial. Um desastre. Eram dois canastrões. E o Garanhão de Pelotas não perdoa. Cai matando a pau. Vejam o que ele jura que viu e ouviu, do lugar privilegiado de onde observava todos os movimentos.

Foi assim: a dupla ia na carruagem, toda faceira, interpretando o casal real que casa na sexta. Eis que, senão quando, um dos garbosos cavalos puxadores da charrete monárquica, levanta a bem tratada cola e expele silenciosamente uma reação exotérmica cuja composição de gás era altamente variável e humanamente insuportável às narinas de qualquer vivente, de rainha a vagabundo.

O clone do príncipe William, impávido e colosso, olha então para a moçoila que desempenhava o papel de Kate Middleton. Percebe que suas faces estão coradas. O galante artista, sem perder as estribeiras, dirige-lhe a palavra principesca:

- Desculpe, minha princesa...
- Não foi nada, não. Acontece. Pensei que tinha sido o cavalo.

A cena tem pelo menos cem anos de vida. Mas, do jeito que as coisas andam, até granada cai duas vezes no mesmo lugar. O casamento do século tem tudo para ser uma chatice. O Garanhão  não vai esperar para ver. Já está chegando num desses paraísos caribenhos. Lá é que é a sua praia.

Bizarrice Monárquica

As impressões digitais da extasiante Camila Parker Bowels, duquesa da sugestiva Cornuália, estão no lápis vermelho que riscou o convite para o casamento do príncipe William com a plebéia Kate.

O traço atingiu figuras ilustres que, num dado momento da história da nobreza britânica, ficaram ao lado de Lady Di enquanto Camila ainda precisava se esconder sob os lençóis do príncipe Charles, para quem o amor é lindo!

A relação é hilária, tanto no que tange aos convidados, quanto aos que foram borrados do espetáculo megabrega do ano. Há que tenha sido cortado, por inconfidências de alcova; há os que ficaram de fora por serem republicanos mais realistas que o rei.

BIZARROS NA FESTA
David e Victoria Beckham / Elton John e o conjuge David Furnish / Guy Ritchie, diretor e ex-marido de Madonna / Rowan Atkinson, o Mr. Bean / Ian Thorpe, nadador / Joss Stone, cantora / Clive Woodward, técnico de rúgbi.

BORRADOS NO BAILE
Presidente dos EUA, Barack Obama / Presidente da França, Nicolas Sarkozy / Ex-premiê Tony Blair / Ex-premiê Gordon Brown / Daniella Helayel, estilista favorita de Kate Middleton / Annabel Goldsmith e Rosa Monckton, amigas da princesa Diana.

Débora, a promotora bipolar

Imagens e diálogos comprovam a farsa da promotora com ajuda de médico.
Vídeos em poder do Ministério Público mostram como um psiquiatra orienta Deborah Guerner, presa desde a semana passada, a simular doença mental a fim de atrapalhar as investigações que a enrolam até o pescoço no esquema de corrupção do Distrito Federal.

Então tá. Não solta essa artista, mas prende o médico também.

Reprodução
A promotora Deborah Guerner, ao lado do marido, recebe 'treinamento' do psiquiatra Luis Altenfelder Silva Filho para fingir-se bipolar. Araponga, quando quer, grava tudo. Mais até que Durval Barbosa, o delator mais premiado do Brasil. Resumo da ópera bufa: Deborah Guerner não se bipolarizou, mas agora está tripopularizada.

Reprodução
Eis Deborah ainda de cara-limpa. Tá na cara que treinar para parecer bipolar foi um exagero.

26 de abr de 2011

Sarney : “O novo corregedor será
anunciado esta semana”

Por Carlos Eduardo Behrensdorf

Ao chegar ao Senado nesta terça-feira (26), o presidente da Casa, senador José Sarney (PMDB-AP), disse que o nome do novo corregedor do Senado deve ser anunciado ainda nesta semana. De acordo com o parlamentar, a indicação, que precisa ser aprovada pelo Plenário, está em fase de negociação com as lideranças.

- Acho que nesta semana já teremos um nome. Estamos consultando as lideranças a respeito desse nome - assinalou.

Segundo Sarney, a demora na definição de um novo corregedor - cargo vago desde outubro de 2010, com a morte do senador Romeu Tuma- se deve à sobrecarga de trabalho na Casa e à demora para a indicação de nomes pelas lideranças partidárias.

- Há uma sobrecarga muito grande. Somos 81 [senadores], temos 12 comissões e 22 subcomissões, de maneira que o cargo de corregedor demanda certa dedicação, e muitos estão comprometidos - disse.

A necessidade de um corregedor foi novamente colocada em evidência após episódio envolvendo o senador Roberto Requião (PMDB-PR) e um repórter da Rádio Bandeirantes na tarde de segunda-feira (25). Na ocasião, o parlamentar paranaense tomou o gravador das mãos do jornalista, depois de demonstrar contrariedade com uma pergunta sobre a aposentadoria que recebe como ex-governador do Paraná.

O jornalista tentou registrar uma reclamação na Polícia Legislativa do Senado, mas foi informado que a competência sobre o caso é da Corregedoria da Casa, por envolver parlamentar - o que é disposto na Resolução 17/1993, que criou a Corregedoria.

Questionado pelos jornalistas, Sarney lamentou o ocorrido, mas classificou o episódio como um "atrito devido a um problema de temperamento".

- É um episódio que podia não ter acontecido, um problema de temperamento. Acho que foi um atrito, mas não tem essa conotação de uma agressão à liberdade de imprensa - afirmou.

Foto: Cebehrens

Conselho de Ética

O presidente do Senado informou que a Casa deve examinar ainda hoje a composição do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar. Os mandatos dos membros do colegiado, composto por 15 titulares e 15 suplentes, terminaram em janeiro, com o fim da 53ª legislatura e início da 54ª.

- Hoje nós já vamos votar no Plenário o Conselho de Ética. Houve demora porque as lideranças demoraram a indicar os nomes. Algumas tiveram dificuldades e ainda não indicaram por completo. Vamos ter que votar mesmo sem que estejam totalmente preenchidos os cargos - disse. (RodrigoBaptista/Agência Senado).

RODAPÉ - Leu a notícia até aqui? Então aí vai a explicação: quem adivinhar de qual porta não sairá o senador Roberto Requião, você, meu jovem repórter ou minha bela repórter preservará seu equipamento, seja ele gravador, câmera ou microfone. VOCÊ VENCEU! Se não acertar e ele sair por detrás da porta e levará tudo. VOCÊ PERDEU! (Carlos Eduardo Behrensdorf - Brasília)
ESTÁDIO OLÍMPICO
Gremio 1 x 2 Universidade Católica, do Chile. Foi a primeira grande vitória de Paulo Roberto Falcão na Libertadores da América, como treinador do Inter.

MENOS
O Grêmio jogou o tempo todo com um jogador a menos. Quando Carlos Alberto entrou, no segundo tempo, o tricolor gaúcho ficou com apenas nove em campo.

HAI-KAI
Breguice real / Casamento inglês / É medieval

DE OLHO
Dilma: "O governo está de olho na inflação". E nós de olho no cartão corporativo do governo.

Reprodução/Veja
Cuidado! Cão manso; dono raivoso. A grade faz bem para os dois.

O CENSOR
Roberto Requião tomou na mão grande o gravador do repórter da Band. Achou que quem quer saber o que ele faz com uma "aposentadoria" de R$ 24 mil mensais porque governou - e mal - o estado do Paraná, é "engraçadinho, atrevido e provocante". Prepotente, truculento, metido a mais homem, travestiu-se de censor e alterou o trabalho do dia do setorista e, sob pressão, acabou mandando o filho devolver o objeto roubado.

CHAMA O RUBENS BUENO
Se Fábio Marçal, o repórter da rádio Bandeirantes de quem Roberto Requião arrancou o gravador e a quem perguntou se ele estava "querendo apanhar" fosse vingativo, chamaria a Brasília o presidente do PPS do Paraná, Rubens Bueno. Aí, era só pedir o remake daquele encontro no aeroporto de Campo Mourão (PR). Foi no dia 5 de junho do ano passado. Requião começou a xingar Rubens Bueno ao chegar no saguão do aeroporto. Na mesma hora o heróico Requião levou um soco na cara e um tapa no pé do ouvido. Tá zunindo até hoje.

OS INOCENTES
Agora, a Abert, o Sindicato dos Jornalistas e outros organismos tão crédulos quanto ingenuos, muito mais que inocentes, querem que o censor Requião seja avaliado pelo Conselho de Étiririca do Senado, como se dele não fizesse parte, até o notável criador de gado fantasma, Renan Calheiros.

A PERGUNTA
Afinal, o tão egrégio quanto autoritário senador Roberto Requião aceita abrir mão da aposentadoria de R$ 24,1 mil reais que recebe mensalmente dos cofres públicos como ex-governador?!?

SOLUÇÃO
O rodapé de todas as notícias sobre as chuvas que alagaram o Rio de Janeiro informa com solene ar de Defesa Civil que "em 4 horas choveu o equivalente a 40 dias no Rio". Pronto, acabou o problema. Já no Rio Grande do Sul, o temporal que matou gente e desabrigou milhares, foi 40 vezes menor do que qualquer temporal do inverno passado. E ainda é outono.

CASAMENTO REAL
Essa festa rica é apenas o lado brega da sociedade medieval que vive na Inglaterra de hoje.   

TV CONTRACULTURA
A TV Cultura, do estado de São Paulo demitiu o maestro Julio Medaglia. Foram 24 anos de casa que saíram pela porta da rua. A direção da TV agora deve contratar um DJ qualquer para dar uma sacudida na programação, cuja sintonia balança em forma de traço.      
O MELHOR DE LULA ERA UM TUCANO DE FHC

Aí então, surge assim do nada, a informação de que Dilma está "irritada com atrasos em obras". Parece até que nunca foi a mãe do PAC... E aparece assim do mesmo lugar nenhum, a notícia de que Dilma está "imensamente preocupada" com a inflação. E olha que ela ganha um pouquinho mais do que um salário mínimo.

A verdade é que voltamos ao tempo e à realidade do "ninguém segura esse país". Só agora, Dilma se dá conta de que a "herança bendita" de Lula é uma farsa, um estelionato de consciências crédulas agora atormentadas pela maldição do dragão vermelho da inflação.

Só agora, Dilma se dá conta de que a solidez econômica do governo Lula tinha, na realidade, o toque sutil de Fernando Henrique Cardoso. O melhor ministro de Lula era um tucano de FHC, o homem do Banco Central, Henrique Meirelles.

Agora, o melhor ministro de Dilma. Bem, o melhor ministro de Dilma... Ainda está por surgir. Ou ressurgir.
AGENDA POSITIVA

Os governantes brasileiros têm sempre uma resposta na ponta da língua. É da boca pra fora que eles conseguem solucionar os mais graves problemas do Brasil Maravilha. Conheça as seis mais corriqueiras soluções nacionais.

Reprodução/Ag.Globo
O Rio virou mar.

ENCHENTES - Sempre chove em duas horas o que teria chovido em um mês no ano passado;

DESLIZAMENTOS - A catástrofe só é possível em consequência do boom imobiliário que fugiu do controle, tal o nível do poder de aquisição da população.

LIXÕES - Eles aumentam dia a dia, porque o brasileiro tem melhor poder aquisitivo e está se alimentando muito melhor;

SEGURANÇA - a violência aumenta em razão do alto poder de compra dos bandidos que, hoje, tem muito melhor acesso às armas de grande calibre;

NARCOTRÁFICO - O crack chegou às classes C e D porque elas estão podendo consumir muito mais em razão do que lhes sobra do Bolsa-Família;

COMBUSTÍVEL - A gasolina aumenta em razão do mercado de oferta e procura: o brasileiro tem mais veículos, viaja mais, por isso consome mais combustível.

Pés nas Nuvens

Nas nuvens entre Rio e Brasília
Carlos Eduardo Behrensdorf

Era o vôo 1937 da Gol, saindo do Rio para Brasília, domingo passado.

Como sempre ocorre nessas viagens, principalmente quando os aviões não ultrapassam o modelo 737 -700, o aperto é geral.

Habitualmente,quando o passageiro ou passageira baixa a cadeira da frente, ela quase bate no seu peito. Não é muito fácil baixar a bandeja para comer biscoitos... Pelo que tenho passado de aperto, conforto "a la Varig" só nos modelos 737 - 800 também da Gol.

Imagem/Cebehrens

A foto, embora desfocada, mostra a solução encontrada por uma passageira que, mesmo na primeira fila, janela, resolveu mostrar o trabalho de sua pedicure e colocou os pés na parede, para relaxar e exibir unhas vermelhas.

Com máquina amadora, três filas atrás e com avião sacudido, saiu isto aí... De qualquer maneira, uma cena inusitada. Detalhe: a passageira era jovem, no estilo hippie década de 60, pós Woodstok. Acho que vale o registro. (Carlos Eduardo Behrensdorf - Brasília)

25 de abr de 2011

“Mi Buenos Aires querido”...

O Nariz...
Carlos Eduardo Behrensdorf

“Le Pera era um homem muito discreto, o que acabou gerando um esquecimento sobre a importância dele na carreira de Gardel e na história do tango. Que fique claro que não é um boicote, é apenas desconhecimento.

Ele faz parte de uma geração de compositores que elevaram muito as letras do tango. Tirou o ritmo do subúrbio e levou para os grandes salões de Buenos Aires. Além de ser um dos maiores responsáveis pela divulgação do tango no mundo.

Pesquisando sobre o tango. Como produtor cultural e argentino sempre pesquisei sobre essa dança, e um dia me deparei com o nome de Alfredo Le Pera. Quando descobri tudo isso, tive a certeza de que era preciso homenageá-lo de alguma forma”.

Calma... antes que pensem que tomei o remedinho errado esclareço: os enfermeiros e as enfermeiras deste Sanatório da Notícia  são altamente competentes;

O diretor é magnânimo (este adjetivo será sucesso na internet) e me concedeu uma semana de licença-prêmio no Rio de Janeiro; e, como diriam velhos escribas, as informações virão a seguir.

Para saber o porquê desta conversa toda, procure num dicionário de Comunicação o significado de “nariz de cera”.

As declarações foram dadas ao Correio Braziliense e constam de uma ótima e detalhada entrevista dada pelo produtor cultural da Câmara de Comércio Brasil e Argentina e estudioso do tango, Ruben Ali.

Diz o entrevistado que a letra de “Mi Buenos Aires querido”, imortalizada por Carlos Gardel, foi escrita por um brasileiro: Alfredo Le Pera, nascido no Bixiga, SP, em junho de 1900. Um a zero!

Charles Romuald Gardès teve o nome castelhanizado para Carlos Gardel. Uns dizem que nasceu em Toulouse, França, outros, em Tacuarembó, Uruguai. Dois a zero!

Le Pera mudou-se para Buenos Aires com dois anos de idade, onde cresceu. Seus pais eram dois imigrantes italianos, Alfonso e Maria Sorrentino Le Pera.

Revelando o perfil verde amarelo deste Sanatório da Notícia, informo: pesquisei e afirmo que Ary Barroso nasceu em Ubá, MG, e compôs Aquarela do Brasil! Três a zero!

A entrevista completa está no site do Correio Braziliense (http://www.correiobraziliense.com.br/).
(Carlos Eduardo Behrensdorf – Brasília).

Chapa Branca

Ministério das Comunicações muda estrutura
Carlos Eduardo Behrensdorf

Para quem mexe com digitalização – no bom sentido é lógico – aqui vai uma informação interessante para quem, de um maneira ou de outra, está vinculado ao setor: desde a última quarta-feira, 20, véspera de mais um formidável feriadão, o Ministério das Comunicações tem uma nova estrutura interna, com a criação de uma secretaria que vai tratar exclusivamente do setor de inclusão digital.

As mudanças foram implementadas pelo decreto nº 7.462, assinado pela presidenta Dilma Rousseff e publicado no Diário Oficial da União.

As mudanças fazem parte do processo de fortalecimento da atuação do Ministério das Comunicações. A principal delas é tirar do papel o Programa Nacional de Banda Larga (PNBL), que pretende levar internet em alta velocidade, a preços baixos, a todo o país.

O MiniCom também passa a ser o coordenador de todas as ações de inclusão digital que vêm sendo desenvolvidas nos diversos órgãos públicos federais. Pelo menos é o que está explicitado em nota divulgada pela Assessoria de Imprensa do MiniCom.

A principal novidade é a criação da Secretaria de Inclusão Digital, que, dentro da estrutura do MiniCom, fica responsável por coordenar todos os programas de inclusão digital do Governo Federal, como Telecentros Comunitários, Territórios Digitais e Telecentros.BR, em sintonia com o Programa Nacional de Banda Larga.

A nova secretaria tem em sua estrutura dois departamentos: o de Articulação e Formação e o de Infraestrutura para Inclusão Digital. No Departamento de Infraestrutura, por exemplo, a expectativa é que seja criado um grupo de trabalho específico para traçar um projeto de expansão da internet para a zona rural.

Serão unidos três grandes setores que trabalham com a inclusão digital no governo. A nova secretaria do MiniCom integra parte da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento e também outros dois setores do Ministério das Comunicações: o agora extinto Departamento de Serviços de Inclusão Digital (DESID) e a também extinta Coordenação-Geral de Projetos Especiais (CGPE). (Carlos Eduardo Behrensdorf – Brasília)
KAKÁ, IMPERADOR FENOMENAL

Reprodução/Reuters
Kaká voltou a jogar bem e fez dois golaços contra o Valencia, neste fim de semana. Para homenagear o nascimento da filha, escondeu a bola sob a camiseta. Até agora a torcida está querendo saber se ele estava imitando Adriano Imperador ou Ronaldo Fenômeno.
BANDEIRAÇOS

Reprodução
No Rio de Janeiro, a bandeira do Brasil é hasteada, sempre que a polícia ocupa um dos morros, em sinal de vitória contra o crime.

Reprodução
Em Brasília, na Praça do Três Poderes, bem defronte ao Palácio do Planalto, a bandeira está sempre hasteada. Por que será?!?

SEMANA DA RAÇA CRIOULA

Reprodução/ Reuters
Veja que o gaúcho pampeiro monta em cavalo xucro durante a Semana da Raça Crioula. Isso foi no dia 19 de abril, em Montevidéu, no Uruguai - capital de Punta del Este, distrito do Conrad Resort & Casino. Fosse aqui no Brasil o nome da festa seria Semana da Raça Mestiça Afrodescendente.

YES, NÓS TEMOS KNOW HOW

O BRASIL TEM A SOLUÇÃO PARA O MUNDO ÁRABE

Essa revolta toda pelo Mundo Árabe é só uma "marolinha". Como diria Seu Encarnado, o quer não desencarna do poder - "a gente aqui no Brasil temos solução pra tudo". Claro, a gente só não tem solução para a guerra do trânsito, tanto urbana quanto pelas rodovias de Norte a Sul. Mas isso é outra história.

Para tomar as devidas providências, primeiro é preciso saber direitinho porque a paz e a harmonia já não colam nesa verdadeira goma arábica. Vamos por partes ao universo desses ditadores:

MAURITÂNIA - A plebe ignara que a cabneça do companheiro presidente Mohamed Abdelaziz que está no poder há dois anos apenas. A rebeldia é por conta da alta nos preços da comida e da água;

MARROCOS - Mandando e desmandando nos marroquinos desde 1999, o rei Mohamed 6° deixou proliferar o desemprego e a miséria. O povão gostou do que viu no Egito e quer fazer com ele a mesma coisa que os vizinhos fizeram com o faraó de lá;

ARGÉLIA - Inflação, corrupção, tirania, desemprego, são as principais virtudes do presidente Abdelaziz Bouteflika, desde 1999 no governo. Os argelinos já não aguentam mais;

LÍBIA - No poder desde 1969, Muamar Kadafio dispensa comentários tipo "amigo, irmão, líder". É mais que isso: tirano, desalmado, trilhardário e bandidão. Está comendo o pão que ele mesmo amassou. Vai acontecer o diabo com ele;

TUNÍSIA - Lá o presidente Zine El Abidine Ben Ali foi deposto depois de 24 anos de tirania, opressão, desemprego e miséria. A Revolução de Jasmin puxou a sua cadeira;

EGITO - Cansado de miséria, abandono, desmandos, desesperança, o povo tirou a múmia Hosni Mubarak da presidência. Ele fazia o que bem entendia com os egípcios há mais de 30 anos;

SUDÃO - Lá o povo se virou em dois e já não suporta nem olhar para a cara do presidente Omar al-Bashir. Esse cansaço vem lá de 1989 quando Bashir se adonou do país;

IÊMEN - Miséria e opressão levam o povo às ruas pedindo a queda de Ali Abdullah Salleh que pegou a presidência em 1989 e nunca mais largou o filé. O osso ele deixou para os iemenitas;

DJIBUTI - Os confrontos não param mais. A população não  suporta mais a ditadura de Ismael Omar Guellet que se diz presidente desde 1999;

BAHREIN - O rei Hamad bin isa Al Kalifah é um xeque sem fundo para os plebeus que, desde 1999, passam fome, miséria e crueldades. Os ativistas estão sendo mortos em penca por lá;

OMÃ - Em 1970 começaram as regalias do sultão Qaboos Bin Said Al Said. Para ele é claro. Para o povo sobram baixos salários, alto custo de vida, impostos, opressão e miséria. Está na marca do penalti;

IRAQUE - O país é governado desde 2006 pelo primeiro-ministro Nouri al-Maliki. Os iraquianos vivem cercados de corrupção, misérias; não têm serviços públicos como os que se tem aqui no Brasil e falta comida;

JORDÂNIA - Lá só vivem bem os que são amigos do rei Abdullah 2° que é soberano desde 1999. O primeiro Abdullah já era ruim, imagine o segundo. O povo quer reforma constitucional e comida;

SÍRIA - Alçado ao poder em 2000, o presidente Bashar al-Assad vai levando a Síria num mar de corrupção, ditadura, miséria. O povão agora garante que Bashar al-Assad vai baixar, nem que seja assado;

CISJORDÂNIA - O presidente é da Fatah: Mahmoud Abbas. Está comendo uma cuíca diante das manifestações populares de solidriedade ao Egito. Não demora dá os doces;

FAIXA DE GAZA - A Faixa é do primeiro-ministro Ismail Haniyed e ninguém tasca. Ele é do Hamas. Isso quer dizer rigorosamente nada. Quem vive lá não é feliz.

Pronto, agora já se tem um resumo dessa ópera das Arábias. Mais que isso. "A gente temos por aqui a solução para essas 'marolinhas' sem maior importância". 

Basta traçar, a partir de agora, com a maior urgência um roteiro de palestras do Seu Encarnado pelo mundo árabe e implantar o Bolsa-Família em cada um desses países. O povo vai adorar e, como já se sabe, perder todo e qualquer sinal de indignação. Yes, nós temos know how.

O BRASIL ESTÁ EM GUERRA

Aí, então, nesse fim de semana lá na guerra da Líbia, Kadafi bombardeu Misrata e matou 32 rebeldes. Nesse meio tempo, os paulistas saíram para a estrada a fim de curtir o feriadão de Páscoa. Envolveram-se em 1.542 acidentes e 41 pessoas morreram. Isso, só nas rodovias de São Paulo. As chuvas deixaram 12 mortos, milhares de desabrigados no Rio Grande do Sul e a Defesa Civil de novo com cara de idiota. A nossa guerra é bem maior que a da Líbia.
OS COELHINHOS QUE COMEM OS BRASILEIROS

Brasília ainda não acordou da letargia do feriadão da Páscoa. Hoje é só segunda-feira. Deputados, senadores ministros de todos os poderes constituídos deram um chocolate nos brasileiros e foram exercitar nas cercanias de seus currais políticos os defeitos que trazem da base eleitoral para a capital federal como se fossem virtudes.

Mike Ronchi
Brasília sem essa pandilha de sevandijas é muito mais bonita, muito mais limpa, muito menos perigosa. O trânsito é bem melhor, flui com naturalidade; nos shoppings, nos supermercados, nos clubes, nas ruas, você sabe com quem está falando.

Pena que na terça-feira, toda terça-feira, isso já começa a mudar. Maravilha que eles só ficam até quinta de manhã, quando voltam de malas e bagagens para suas cidades de origem, onde aprenderam a ser o que são.

A vida em Brasília é assim. Paz e harmonia, nos fins de semana. Ainda bem que são prolongados. Duram de sextas a terças-feiras. Melhor ainda é que o período de fertilidade política é uma permanente homenagem ao coelhinho pascal.

O ano inteiro deputados, senadores, ministros, notáveis servidores de carteirinha, aloprados são rápidos e rasteiros como os coelhinhos para passar a cenoura nos brasileiros. Em dois dias e meio de expediente semanal, eles sobem em cima do povo e ainda têm tempo para querer saber: - Vai ser bom... Não foi?!?

24 de abr de 2011

O BRASIL É UMA BOLA

Como era de se esperar... Surpesas na rodada dupla de domingo no campeonato paulista. Venceram os dois favoritos. Agora vem aí as semifinais: São Paulo x Santos e Palmeiras x Corinthians. Quaisquer que sejam os vencedores, tudo será uma enorme surpresa. Mas neste domigo de páscoa nenhum time deu chocolate.


São Paulo 2 x 0 Portuguesa
Nada demais. A Portuguesa sentiu muito a ausência de Rivaldo no São Paulo. Carpegiani escalou Rodrigo Souto, só porque ele é mais magro do que Rivaldo. Ilsinho fez o primeiro gol e, vocês nem vão acreditar: Ademir Sopa comeu mosca e Dagoberto margou o gol da vitória.


Palmeiras 2 x 1 Mirassol
Nada demais. O melhor zagueiro do Palmeiras é o Felipão, no banco. Com um jogador a menos no segundo tempo, o Mirassol se sentiu tão à vontade em campo que está pensando seriamente nunca mais jogar com 11. E mesmo com aquele golaço de fora da área, está na cara que a melhor batida de bola do Valdívia é quando ele chuta o ar.

Inter 2 x 1 Juventude
Nada demais. O Inter, para azar de Falcão, despachou o Juventude. Agora decide o título do segundo turno com o Grêmio. Os gremistas mal podem esperar para ver o Internacional trocar de treinador em plena Libertadores.


Flamengo 1 x 1 Fluminense
Nada demais. Um empate com uma chuva de gols: 1 x 1. É muito para a dupla carioca. De novidade, só o detalhe de que o Flamengo reforçou o time para o clássico. Luxemburgo não escalou Ronaldinho Gaúcho. E tem mais, aquela dupla de ataque tricolor ficava melhor Fred & Barney. Rafael Moura faz pose de He-Man, mas se parece mesmo é com o Chapolim Colorado.


Coritiba 3 x 0 Atlético-PR
Essa foi demais. Conquistar o bicampeonato paranaenses não é nada. Atingir 21 vitórias seguidas é outra coisa. Mandar o rival para a segundona, então, não tem preço. O Coritiba igualou-se ao Palmeiras em número de vitórias consecutivas. O feito palmeirense foi em 1996. De lá pra cá é isso que está aí. Agora, o Coritiba vai querer ultrapassar a marca do Palmeiras. Já acertou um jogo de casados e solteiros para esta semana. 
APARELHAMENTO
De repente, a eficácia dos Correios desandou no Brasil. Se você não sabe, há um processo de oito anos para o aparelhamento da estatal. Waldomiro Diniz não é artista de cinema. Aquele vídeo da propina era a vida como ela é. Há 20 mil carteirinhas do PT à espreita de 20 mil cargos sem concurso na ECT.

INDEFESA CIVIL
Temporal deixou 12 pessoas mortas no Rio Grande do Sul. Quase 200 mil pessoas ficaram sem energia elétrica. Tarso Genro já está desconfiado de que "Brasil, apagão nunca mais!" era mesmo só mais uma frase de efeito da primeira-presidenta. A gloriosa e imprevidente Defesa Civil, de novo, chega depois.

HUMMMM
Gerdau terá cargo no governo Dilma. O empresário que sempre recusou convites de outros governos, agora aceitou coordenar a Câmara de Gestão e Competitividade. Hummmm, amigos, amigos; negócios, negócios.

HÁ VAGA
Tudo bem, o Grêmio venceu o Cruzeiro e agora está a apenas uma vitória do título. Campeão do primeiro turno espera apenas saber quem vai lhe sobrar de rebarba. Paulo Roberto Falcão não diz nada, mas está louco para perder o jogo contra o Juventude. Só assim não joga o Gre-Nal e garante o cargo no Inter. 

APAGÕES
Apagão de combustíveis causa rombo de Us$ 18 bilhões na balança. Já está faltando combustível em algumas distribuidoras. E dinheiro no bolso dos motoristas para pagar mais de R$ 3 por litro de gasolina. Quando Dilma Vana gloriou-se gritando "Brasil, apagão nunca mais!" tinha só energia na cabeça. Hoje o Brasil está cercado de apagões. Apagão de segurança, apagão moral, apagão de aeroportos, apagão ministerial, apagão do PAC...

23 de abr de 2011

CORINTHIANS 2 a 1 OESTE

Nenhuma surpresa. O mais notável nesse jogo foi o cabelo de Roger, camisa 10 do Oeste, mistura de uma peruca de Neymar com outra de Chico César.

Houve também o golaço de William, tão bonito quanto o de Neymar contra a Ponte Preta, em outro estádio.

Mas, o melhor de tudo foi a declaração solene de Tite, o pernóstico técnico do Timão. Perguntado sobre o jogo, caprichou no latim: - Consumatum Oeste!


VASCO 1 a 0 OLARIA
O time de Dinamite está de pavio aceso. Meteu mais uma goleada. Arrasou com o Olaria. Não restou um tijolo em pé.

CRUZEIRO 8 a 1 AMÉRICA
O Cruzeiro fez misérias contra o América. Não aquele que joga de verde e preto; o América de Teófilo Otoni que, antes de virar cidade era um deputado que nunca jogou bola na vida. A goleada de 8 a 1 faz sentido: onde a bola estava o time do Cuca ia. Em todo caso, o América está levando na esportiva: o chocolate ficou por conta da Páscoa.

GREMIO 3 a 2 CRUZEIRO
O Gremio - que já ganhou o primeiro turno do campeonato gaúcho - não teve pena. Matou o Cruzeiro que vem fazendo de tudo para ressuscitar. O clube porto-alegrense nasce e vive na Colina Melancólica, onde fica o cemitério da cidade, razão do apelido do time despachado pelos tricolores de Renato Gaúcho.

NEYMAR 1 A 0 PONTE
Outra vez Neymar. Depois de escapar de todos os atentados perpetrados pelos zagueiros contra a sua integridade física, Neymar fez o golaço que acabou com a Ponte. O craque é tão perseguido que, no fim do jogo, chamou o perdedor de Ponte Afro-Descedente. Teme ser enquadrado por preconceito pelos cartolas.

MESSIAS NACIONAL

RESSURREIÇÃO PARA 2014

Estrela vermelha em chama rediviva.

"Nem só de pão vive o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus".
E disso se convenceu o presideus de honra que, de palavra em palavra, vai abocanhando cachê por cachê, até que todos se convençam que, dando tempo ao tempo, em breve ele voltará.
TIRANO UNIDO, JAMAIS SERÁ VENCIDO

O mundo árabe está em ebulição. É uma guerra intestina atrás da outra. Uma rebeldia só. O povo já não aguenta mais a tirania. Só falta agora criar a LTA - Liga dos Tiranos das Arábias. As forças aliadas combateriam em bloco os focos de rebeldes em cada país.

A Liga seria dirigida por ditadores como Ali Abdullah Saleh, Mohamoud Ahmadinejad (atendendo a insistentes pedidos), Muar Kadafi, Mohamed VI, Hosni Mumiabarak e outras múmias de lá e faraós amigos, irmãos e líderes da mesma têmpera de todos os quadrantes do planeta Terra. Tirano unido, jamais será vencido.

Não, o Cara, companheiro bom e batuta ainda não foi confirmado como presidente de honra da Liga. Ah sim, tem um bolivariano cotado para ser secretário-geral e um cubano indicado para organizar o Cartel dos Opressores Aposentados.

22 de abr de 2011

PERSISTINDO OS SINTOMAS...

Único dos "tres porquinhos de Dilma" que ainda não arrumou a boca-rica que esperava no governo, o presidente do PT, Zé Eduardo Dutra, avisou que pretende renunciar ao comando do partido para se dedicar a tratamento de saúde. Ele anda deprimido e com problemas neurológicos.

Como assim "deprimido e com problemas neurológicos"?
Ele tem Mal de Alzheimer, Mal de Parkinson, sofre derrames, tem esclerose múltipla, infecções neurológicas, epilepsia, danos cerebrais, dor de cabeça crônica?!?

Qualquer opção dessas é um mal suficiente para largar tudo e ir cuidar da saúde e da vida.

Simples assim. Pero no mucho, quando se trata de petismo. Dutra está licenciado desde de março.

Sabe o que foi que ele disse agora?  Disse que vai decidir sobre sua situação depois da Páscoa. Mas não foi só isso.

Disse mais: que a decisão final só será confirmada depois de uma conversa com a presidenta Dilma e com o ex-presideus Lula.

E sabe também o que pensa a primeira-presidenta a respeito? Pois ela já avisou que vai tentar demovê-lo da boa idéia de não voltar mais à presidência do PT. Não falou nada em lavagem, muito menos em aplicar-lhe um tratamento de choque, tipo assim uma injeção de ânimo com um bom ministério, como fez com os outros dois porquinhos, Antonio Palocci e Zé Eduardo Cardozo.

É mesmo depressão e problema neurológico? Então, como persistem os sintomas, Dutra deve procurar um médico especialista que, decerto, será melhor conselheiro. Nesses casos, mesmo não tendo carteirinha do PT, todo mundo sabe que um hospital é muito mais apropriado que um cargo no governo.

RODAPÉ - De sério nisso tudo: depois da Páscoa, Dutra pode renascer. Dilma está pensando em dar o Ministério da Micro e Pequena Empresa, criado pra isso mesmo, para o senador Antonio Carlos Valadares, de quem o terceiro "porquinho" é suplente. Dutra sentaria na cadeira de Valadares por um bom tempo. Não é um ministério, mas é uma sobrevida. Mais até, um sobrevidão. 
MANCHETE ESCONDE A NOTÍCIA

Lula diz que Dilma 'será a candidata do PT em 2014'. A manchete do jornal Folha de S. Paulo de hoje só serve para confirmar: já começou a campanha para a volta ao Palácio do Seu Encarnado, Alter Ego daquele que não desencarna do poder. Só a Folha não sabe que Lula diz uma coisa e faz outra.
DILMA, COMENDADORA

No Dia de Tiradentes, Dilma citou sua luta contra a ditadura ao ser homenageada em Minas Gerais. À sombra do tucano Anastasia, a primeira-presidenta afirmou que "quem sofreu na pele efeitos da falta de liberdade sabe dar valor à democracia".

Foto: Stuckert F°/PR

Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes virou mártir porque foi traído por Joaquim Silvério dos Reis. Dilma Vana Rousseff não chegou a tanto, porque escapou do Papagaio do Araguaia.

É bom não esquecer que a conjuração mineira foi provocada porque a população e os empresários já não aguentavam mais o peso dos impostos da Coroa Portuguesa.

A cerimônia de entrega da Medalha da Inconfidência, foi em Ouro Preto. Dilma foi agraciada com o Grande Colar, maior comenda do Estado. Virou comendadora, mas Aécio Neves nem viu nada; ele não foi à festa do interior, já que está com a carteira de habilitação vencida e não pode dirigir.
VATICANO PLAGIANDO O BRASIL

O Vaticano copiou o Brasil. O papa Bento XVI lançou nesta sexta-feira a versão televisiva do programa "Café com Sumo Pontífice". 

Plagiou Dilma que copia Lula no "Café com a Presidenta".

O chefe dos católicos respondeu perguntas de uma criança japonesa, de uma mulher muçulmana da Costa do Marfim e de uma mãe com um filho em coma.

Foi o primeiro diálogo do papa televisionado com o público. 

Como Marco Aurélio Sargento Garcia, agora promovido a cabo não fala mais nada, quem pode pedir explicações à chancelaria da Santa Sé, pela liturgia diplomática, é Antonio Patriota.

A hipótese é pouco provável e fica restrita à área das especulações de quem adora provocar azia nas hostes republicanas.