O medo

TENHA MEDO DO QUE O GOVERNO PODE FAZER COM VOCÊ. NO BRASIL GOVERNAR É SATISFAZER NECESSIDADES FISIOLÓGICAS.

31 de dez de 2010

Marilson vence a São Silvestre 2010 - Mais uma etapa do PAC

Reprodução
Só mesmo a azáfama do último dia como presidente da República poderia impedir Lula de ir a São Paulo para a cerimônia de lançamento dos louros da vitória em Marilson Gomes dos Santos, o brasileiro que pela terceira vez venceu a corrida de São Silvestre, mais uma etapa do PAC - Plano de Aceleração de Corridas.
O fanfarrão Ciro Gomes não tem noção. Anda tiririca da vida porque foi preterido em todos os termos até para cargos de baixo escalão no governo que tem tudo para começar neste 1° de janeiro de 2011.

Durante a campanha, ainda fulo pelo papel secundário que Lula lhe destinara, comprou briga feia quando disse que "Serra é mais preparado que Dilma"; depois ainda bufou que "o PMDB é um ajuntamento de assaltantes"...

Quer dizer, cutucou a leoa com vara curta e ela hoje é a primeira-presidenta; alcaguetou o partido de Michel Temer e ele agora é o vice-mais presidente da História do Brasil. Queria o quê?!? Pediu, levou. Está nocauteado. Mas pronto para apanhar de novo. É de sua natureza.

Ausência & Presença

Duas informações pra lá de confirmadas: 1) Dilma, ao contrário de Cristina Kirchner, não estará ausente na cerimônia de despedida de Lula, dia 1° na Esplanada dos Ministérios; 2) Zé Alencar não ofuscará com sua presença, a festa de Lula na hora do ato público da posse de Dilma.
Bota barba nisso... Cara de um, focinho do outro. Quem sai aos seus, não degenera. Lulinha mora de aluguel... Pago por um amigo dono de uma empresa que só fez negócios com o governo Lula. Uma bagatela mensal: R$ 12 mil. É por essas e outras que Lula não pode permitir mais do que R$ 540 de salário mínimo para as elites desse Brasil Maravilha.

Com chave de ouro

Lula está encerrando seus dois mandatos com chave de ouro. Fixou em R$ 540 o salário mínimo e não tocou nem de leve no fim do maléfico fator previdenciário que vem reduzindo os aposentados a pó e agora adotou de vez o afilhado de Tarso Genro*, o bandido italiano Cesare Battisti.

Do primeiro descalabro, nem se fala; do segundo, quem falou foi o já desempregado apóstolo de Lula no Itamaraty, Celso Amorim: "Não temos nenhuma razão para estarmos preocupados com a relação com a Itália. O Brasil tomou uma decisão soberana, dentro dos termos do tratado".

Claro que, para eles - Amorim e Lula - "não temos nenhum problema" com isso, nem com as consequências de mais essa gabolice lulática. Ambos estão de saída do governo brasileiro.

A decisão que faz bem ao ego que reina na barriga do presideus retirante é apenas mais uma das "heranças benditas" que Lula deixa para Dilma, a atônita primeira-presidenta. A Justiça italiana está tiririca da vida com os donos do Brasil.

A outra herança é a alegria dos velhinhos aposentados e pensionistas que logo estarão querendo trocar seus miseráveis benefícios previdenciários por uma cômoda bolsa-famiglia.

RODAPÉ - (*) Tarso Genro, hoje governador de novo dos gaúchos, é o mesmo que socou aqueles dois pugilistas cubanos num avião e os emparedou em Havana, embaixo das barbas de Fidel Castro. Eles eram apenas dissidentes, hoje ninguém sabe.

Lula "pessoa comum"

A partir do dia 1° o diploma de presidente está vencido e Lula não tem curso superior. Perde o foro privilegiado. Só o acervo de dossiês pode protegê-lo de seus traidores, versão natural dos amigos que manteve como reféns coalizados em oito anos de cativeiro.

Reprodução/Capa Veja
Nem levantou ainda a bunda da cadeira presidencial e os escandalos já começaram a pipocar. Aquela história do aluguel de R$ 12 mil mensais do apartamento de Lulinha deixou Lula-Pai mais engasgado do que o fim da CPMF que ele tem atravessado na garganta.

Lula, ao mandar seu mordomo predileto, Gilberto Carvalho limpar as gavetas, recolheu a coleção de dossiês que vai usar como escudo contra a trairagem geral que já se avizinha.

Dentre os perigos da grande aventura dessa nova vida de "pessoa-comum", de metalúrgico bem-sucedido e sindicalista profissional, Lula identifica Ciro Gomes - aquele de quem fez gato e sapato até o último dos dias de seus dois mandatos.

Já bateram para Lula que foi Ciro quem detonou a bomba da mais recente mordomia de Lulinha, sua versão de Erenice no seio da família Silva, genio dos negócios multinacionais à sombra do poder até aqui dominante.

Lula e os 7 Pecados Capitais

1) Nesses oito anos, pelo que foi dado observar, Lula - com tanto banquete pelo mundo afora e pelo Palácio adentro -  acabou sendo um comilão. Foi induzido a comer além do necessário e a toda hora. Não resistiu à tentação e sucumbiu ao pecado da gula;


2) Não é por nada, não... Mas Lula precisou de 11 caminhões para fazer sua mudança do Palácio da Alvorada para sua moradia em São Bernardo do Campo. Não resistiu à cobiça de bens materiais e cartões corporativos. Pecou pela avareza;

3) Lula passou o tempo todo desejando atributos, status, posse e habilidades de FHC; sua insistência em traçar comparações com ex-presidentes foi o sinal mais evidente de que se deixou dominar pelo pecadilho da inveja;

4) Lula mostrou, sempre que pode, a azia que a imprensa lhe causava. O tempo todo juntou os sentimentos de raiva, ódio, rancor - às vezes de forma incontrolável - contra a mídia desalinhada e sem patrão que o contrariava. Lula, é um cara bom, só não gosta de ser contrariado. Essa junção de emoções se chama ira.

5) Os discursos de Lula - mesmo os improvisos decorados - foram caracterizados pela falta de humildade que revelavam uma "pessoa não-comum", alguém que se achou o tempo todo mais que auto-suficiente. Lula foi tomado pela soberba;

6) Réu confesso, Lula disse à boca pequena, mas a basófia vazou, que não poderia viver sem perereca. Por sua própria língua, naquele relato de seus velhos 31 dias de cárcere, ele demonstrou apego aos prazeres carnais. Lula foi atingido pela luxúria.

7) Sem parar com a bunda na cadeira, Lula ainda assim não conseguiu ir além de "inaugurações" de lançamentos de pedra fundamentais de obras inacabadas. Nada do PAC-1 ou do PAC-2 foi entregue de verdade, conforme o prometido. Lula mandou o tempo todo; mandou bem na teoria, mas pecou na prática. Seu maior atestado de aversão a qualquer tipo de trabalho ou esforço físico foi o Bolsa-Família, verdadeira indústria nacional de ociosidade. Lula deixou-se vencer pela preguiça.

Assim é que nesse glorioso ano de 2010, Luiz Inácio Lula da Silva chega diante da luz divina, oito anos depois, ao fim de dois mandatos, como um exemplar carregador dos 7 pecados capitais.

Agora, depois de 1° de janeiro e antes de tudo, sua principal missão fora do Palácio do Planalto é conversar com Deus - saber mesmo se Ele é brasileiro - e, em assim sendo, levar ao Criador do Universo a "estratégia da coalizão" que, como Presideus do Brasil tanto deu certo que o tornou aqui na terra um ser imune, uma divindade popular acima do bem e do mal, para todo o sempre. Amém.

RODAPÉ - Diante do Grande Arquiteto do Universo - que não antende por Niemeyer - Lula está perdoado e pronto para um Feliz Ano Novo em 2015. Afinal ele não pretende ser indicado para nenhuma canonização; apenas será candidato a presidente do Brasil. Pra isso, ninguém precisa ser santo.

30 de dez de 2010

Carnaval soteropolitano

R. Stuckert/PR

“Eu venho aqui para lavar a alma... Um milhão e 3 mil casas contratadas. Nem a Odebrecht, a maior empresa de construção civil deste país, imaginava que fôssemos capaz de fazer um milhão de contratos em 2010.”

Lula, em Salvador - no meio de um carnaval soteropolitano, mentindo para os baianos, para o Brasil e pra todo mundo, ao misturar alhos com bugalhos e confundir de propósito "contratar" com "entregar" moradias populares. O governo Lula não entregou mais que 10% das unidades prometidas pelo programa Minha Casa, Minha Vida. (http://www.palavradehonravirtual.blogspot.com/)

Ufa! Alencar não vai à despedida de Lula

Zé Alencar deixou na tarde desta quinta-feira a UTI Cardiológica. Ele foi transferido para um quarto no 11º andar do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

Boletim médico sobre o estado de saúde do vice de Lula diz que o sangramento intestinal que o acometeu nos últimos dias permanece controlado e que a saúde de Alencar está estável.

O oncologista Paulo Hoff informou à imprensa curiosa que é "muito improvável" que o im/paciente viaje para Brasília para a cerimônia de posse de Dima, no sábado.

Os médicos acham que o transporte em aeronave poderia causar um novo sangramento em Alencar devido à despressurização do avião. O vice já teria sido demovido da ideia da viagem, diz a rádio corredor do hospital. Ufa! Até que enfim, Lula já não corre o perigo de não ser a maior atração da festa de despedida que, casualmente, celebra também a posse da primeira-presidenta do Brasil.
Sabe quem perguntou por Franklin Martins?... Ninguém!

Cerimônia garantida

Mike Ronchi/Vi Ver Brasília com Bons Olhos
Não se apoquente. É mais provável que não chova em Brasília no dia 1° de janeiro na hora da cerimônia pública da despedida de Lula, do que Zé Alencar saia do Sírio-Libanês para ver, ainda ao vivo, a posse de Dilma na Esplanada dos Ministérios. Lula, como criador da criatura, já entrou em contato com o Criador do universo e pediu urgentes providências no sentido de uma providencial estiagem a partir das 14h do primeiro dia de 2011. Não tem erro, o Homem vai passar mais uma vez a mão na cabeça do Cara.

Cega Paixão

Vendo-se o retorno triunfal de Antonio Palocci ao governo e a ascensão milagrosa de Dilma ao cargo de primeira-presidenta do Brasil da Silva, corre pela coluna dos brasileiros vertebrados um arrepio só em pensar que Zé Dirceu está com seus direitos políticos cassados apenas até 2015.

Então em 2018 ele também pode voltar à meridiana luz tropical, livrando-se das sombras do subterraneo do poder onde hoje perpetra suas guerrilhas petistas.

Mais tiriricas ficam ainda os vertebrados nacionais ao ouvir de Lula - o Retirante, a ameaça de que de janeiro em diante vai se dedicar a "esclarecer" o escandalo do mensalão. Isso quer dizer que ele, tirando a bunda da cadeira e mexendo os pauzinhos como gosta de mexer, pode muito bem voltar a ter em 2014 o mesmo gozo de eleger um chefe de mensaleiros, como teve o prazer em 2010 de botar um poste no Palácio do Planalto.

Essa previsão é um fruto do mar caindo de maduro, já que Lula parece bastante esperto para não cometer a burrice de sair hoje com 87% de aclamação popular e voltar daqui a quatro anos para conquistar os míseros 13% que o abominam.

Só uma coisa pode nos salvar de um Zé Dirceu amanhã ou depois: a cega paixão de Lula por Lula. Sabe como é, Narciso acha feio tudo que não é espelho.
O MOLUSCO
Essa dos bajuladores da Petrobras, donos dos maiores salários do Brasil, foi o ponto final no script de idolatria ao chefe que lhes garantiu emprego, casa e comida o tempo todo, a qualquer preço. Mudaram o nome do ponto petrolífero de Campo Tupy para Campo Lula.

Com essa cabotinice de traços nazistas, além de arrepiarem a Constituição que não permite homenagens públicas pespegadas a políticos tão espertos quanto vivos, tentaram burlar uma vez mais a lei justificando o ato de servilismo canino como "uma celebração à fauna marítima". Conseguiram apenas consagrar Lula como um molusco. Para os aduladores de Lula na Petrobras, o Cara é o bicho.

A PROVA
Ao apagar das luzes, CNI/Sensus revela que o governo Lula conta com 87% de aprovação popular no Brasil. Não é nada, não é nada, isso quer dizer que mesmo uma instituição como essa que errou todas as previsões eleitorais de outubro antes da boca de urna, pode mostrar que a mesma maneira de fazer pesquisa de opinião repetida mil vezes, vira verdade. Göebells já sabia disso na Alemanha de Hitler.

PAIXÃO DIVINA
Lula é, mais que um caso de amor próprio, uma crise febril e permanente de irrefreável paixão divina. Lula se ama sobre todas as coisas e a si mesmo como se fosse Deus.

O REI ESTÁ NU
Cabotino, como sempre, Lula aproveitou a entrega de mais uma obra que mal começou na Bahia, para desancar a imprensa:

"Alguns companheiros dos meios de comunicação disseram há algumas semanas que não íamos conseguir fazer o contrato de 1 milhão de casas. Talvez alguns estivessem acostumados com governos que ficavam sentados com a bunda na cadeira e não chamavam seus companheiros para cobrar o que tinham que cobrar".

Assim mesmo, sem papas na língua e sem medo de ser feliz mostrando a bunda de um rei que está nu e finge que não sabe, Lula vai encerrando seus oito anos de gandaia pelo Brasil e pelo mundo afora. Fez 85 viagens internacionais. Ficou mais de um ano de mandato fora do Brasil. Com a média de uma viagem por mes ao exterior, Lula não parou com a bunda na cadeira. Em compensação, a sua poltrona no Aerolula vai ter que ser trocada para maior conforto das viagens de Dilma, a primeira-presidenta. Se é que ela não vai trocar de avião.

A MISSÃO
A tropa das elites instalada no Complexo do Alemão para enfrentar o narcotráfico, logo vai se deslocar para Brasília. As Forças Aliadas vão combater essas 37 novas drogas que apareceram no ministério de Dilma, a primeira-presidenta.

29 de dez de 2010

R. Stuckert/PR
Foram precisos dois mandatos completos para o pessoal da Petrobras reconhecer que lula é um molusco.

UMA BRASA - O campo petrolífero de Tupi agora vai se chamar Campo Lula. A nova denominação obedece à reegra estabelecida de que os pontos de petróleo devem ter nomes relacionados à fauna marítima. Assim é que, sem o menor sinal de ser fruto de puxassaquismo ou gratidão servil, ficou estabelecido que o Campo Tupy deixa de ser índio para ser um molusco. A raça humana da Petrobras prefere reverenciar o animal irracional. Assim é que o Cara é o bicho, mora?!?
NOVA CALADA?!?
Lula da Silva e Guido Mantega continuam falando por Dilma. Lula, anunciou que Sérgio Gabrielli vai continuar sendo presidente da Petrobras e que o governo Dilma não vai promover mudanças na estatal petrolífera. Mantega já avisou que Dilma vai manter o salário mínimo em R$ 540 e que não haverá negociação a respeito do assunto. Estado democrático à moda calamar é assim: a maioria obedece ao governo que merece.

POR ELA
Nos seus últimos palanques de segundo mandato, Lula anda soltando o verbo por aí, em nome de dona Dilma, porque se acostumou a falar por dona Marisa Letícia - a que entrou muda e saiu calada.

ELE É DILMA
E você aí, pensando que, afinal, o Brasil vai ter uma mulher como presidenta da República. Você agora já começou a entender porque durante a campanha eleitoral Lula disse que seu nome agora seria Dilma.

LIBERDADE PERPÉTUA
Se Lula seguir o relator, não manda o serial killer Cesare Battisti para a cadeia na Itália. Lá, ele ficaria preso até o fim de seus dias, cumprindo pena pelos quatro assassinatos que cometeu.

Aqui, o apaniguado de Genro - o Tarso que não faz falta a Lula, Battisti sai da Papuda no dia seguinte à decisão do presideus retirante e vai gozar o pleno sol da liberdade perpétua.

Tomara que não seja convidado para um cargo de segundo ou terceiro escalão no governo que segue por aí.

O pior dessa história toda é que se tratou apenas de um acesso de vaidade jurídica de Genro, aquele que era o Tarso de Lula na Justiça. Houve um momento em que, o advogado sindicalista que existe dentro de Genro, aflorou em forma de jurista internacional.

Para o currículo do vocacionado defensor de sindicatos, virou ponto de honra derrubar todas as instâncias da Justiça italiana, um dos pilares do Direito que se aprende nas academias que formam advogados no Brasil, desde que o país foi descoberto em abril de 1.500, por Pedro Álvares Cabral, ancestral de Sérgio Cabral que descobriu o Complexo do Alemão, capital do Rio de Janeiro.

Presença Garantida

Confirmado: Dilma, a primeira presidenta vai estar mesmo na cerimônia de despedida de Lula, dia 1° de janeiro, na Esplanada dos Ministérios.

Poltrão também envelhece

O deputado maranhense, Pedro Novais - apadrinhado de Sarney, devolveu dinheiro do motel à Câmara. Seu chefe de gabinete disse que o vetusto deputado verificou erro "da inclusão indevida da nota fiscal e ressarciu o valor de R$ 2.156 aos cofres da Câmara". Pois bem, Pedro Novais é o ministro do Turismo escolhido por Dilma.

O que se estranha aqui, não é que tenha usado o dinheiro público para dormir em um motel - isso os políticos fazem à toda hora;

o que se estranha aqui, não é que Dilma o tenha escolhido a dedo para seu ministério - nisso, o governo Lula sempre foi pródigo, justo esperar-se o mesmo da primeira-presidenta;

o que se estranha aqui, não é que o velho Novais agora tenha devolvido a grana aos cofres da grande casa de tolerância nacional - esse tipo de sacanagem é pra lá de conhecido nas melhores casas do ramo... O que se estranha é que o membro do baixo clero federal tenha 80 anos de idade e ainda se preste a esse tipo de gandaia.

Claro que ninguém estranha que um poltrão também envelheça; mais evidente ainda é que ninguém estranhe o fato de que um biltre se disponha a pagar com moeda pública a quantia de R$ 2.156 para dormir uma noite bem dormida. Literalmente é isso: o pulha pagou caro para dormir. Quando acordou, já era tarde. Tinha passado até aquela dorzinha incomodativa nas costas, na coluna invertebrada.

Estranha-se também que até agora não tenha sido registrada a devolução de um exemplar da terceira dentição esquecido dentro de uma taça de champanhe ou coisa similar cheia de comprometedoras impressões digitais.


INVEJA
Esse atraso de fim de ano nos aeroportos brasileiros é pura inveja das nevascas nos Estados Unidos e na Europa. É que o Natal sem neve no Brasil não poderia passar em brancas nuvens.

OUTRA COISA
Cá pra nós, mas as consequências da ameaça de greve dos aeroviários brasileiros não chegaram nem aos pés do efeito que as nevascas causaram nos terminais aéreos europeus. Festa de fim-de-ano no primeiro mundo é outra coisa.


NA MANHA
Tiririca já está com pose de rico. Mal deixou de ser palhaço para ser humorista e já arrumou uma pedra na vesícula nesta virada de ano. Pronto, pegou a manha: a vesícula é uma boa pedra no controle de frequência em futuras comissões legislativas.

ANO VELHO
Para Lula, tudo velho no ano novo. É apenas o primeiro dia de sua campanha para 2014.

MORBIDADE MINEIRA
Chegam a 10 as mortes causadas pelas chuvas em Minas Gerais. Podem pensar o que quiserem, mas a natureza jamais vai alcançar o índice de mortalidade que os mineiros atingem com os acidentes em suas estradas.

ISONOMIA
As 17 favelas do Complexo do Alemão estão mais tranquilas agora que vivem sob a guarda de tanques, metralhadoras, coturnos, rifles de alta precisão... Para acabar com o tráfico e com o crime organizado de rua, só falta agora o Exército ser instalado nas outras mais de mil favelas cariocas. Isso, para o Rio de Janeiro... São Paulo a esta altura, está morrende do inveja. Logo vai querer que o governo Dilma lhe conceda isonomia em matéria de segurança pública.

CRIMES ORGANIZADOS
Maria Gabriela Pavlópoulos Spaolonzi, juíza da 13.ª Vara da Fazenda Pública de São Paulo, decretou a quebra do sigilo bancário e fiscal de Robson Marinho, nada mais nada menos do que conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Ele é suspeito de receber propinas da Alstom, uma empresa que usa o idioma francês. A decisão judicial pega no pé de outras dez pessoas físicas e de uma empresa. É disso que a gente está falando: o crime organizado de rua não chega nem perto do requinte habitual do crime organizado estatal.

DITATORIAL
Um governo que se vale do expediente coercitivo e ditatorial de uma Medida Provisória - apelido dos Atos institucionais modernos - não pode autoproclamar-se democrático.  Imagine então o que foi mesmo o governo Lula que usou e abusou de milhares dessas medidas...

O FATOR CANALHA
Uma das "heranças malditas" de FHC que Lula nunca abominou foi o canalha Fator Previdenciário. O já então aposentado Fernando Henrique alegou que o "trabalhador que se aposentava com 50 anos era um vagabundo". Dizia isso porque tinha 52 risonhas primaveras e se julgava um cidadão acima de qualquer suspeita para aplicar o golpe nos velhinhos.

Lula pode ter inventado de tudo, até um poste, mas não inventou, portanto, o delituoso e escorchante Fator Previdenciário que rouba os ganhos e os direitos de quem se tornou inativo com mais de um salário mínimo mensal. Lula apenas o aprimorou, com inacreditável requinte de maldade, marca registrada daqueles que pertencem à elite.

QUEM PODE, PODE
O Minha Casa Minha Vida está para o apartamento de Lula em São Bernardo, como o tratamento de linfoma no Sírio-Libanês está para o atendimento do SUS ao câncer do pobre trabalhador brasileiro. Elite é outra coisa.

ENTREGA
É bom lembrar a Lula e dona Marisa Letícia que os cartões corporativos são do governo. Essa outra gostosa "herança maldita" de FHC que Lula não execrou é só para quem está na ativa. Dia 1°, depois das 14h, seu uso pode virar estelionato. A devolução é obrigatória.

O Espetáculo do Sol

Nuncanahistoriadessepaís a saída de um presidente foi mais badalada do que a entrada do seu sucessor. Lula já deu jeito em tudo. Brasília está pronta para a sua despedida.

O seu ego não cabe em si de contente; seu tamanho não lhe permite o papel de um reles coadjuvante no show da rampa. Ele precisa ser protagonista. Luiz Inácio, o rei Sol vai ofuscar a estrela da festa. Mesmo que chova canivete.

O espetáculo do retirante começa às 14h do dia 1° de janeiro, hora e dia em que, por mera coincidência, se dará a posse pública de Dilma - a primeira presidenta.

28 de dez de 2010

O Discurso do Dia Seguinte


Dia 2 de janeiro Lula vai acordar, chegar na sacada do seu apartamento em São Bernardo do Campo e fazer um discurso dizendo que é muito melhor ex-presidente que Fernando Henrique Cardoso.

Maquiavel de Lula, melhor que a eminência parda de Dilma

Veja só o que nos guarda o Ano Novo. Cassado, defenestrado da Casa Civil por deduragem do ínclito alcaguete Roberto Jefferson, Zé Dirceu - pai de todos e fura-bolo no ninho de piolhos que faz a alegria da banda mensaleira - mostrou, assim mesmo, ou até por isso mesmo, que dentro ou fora da Casa Civil  sempre foi muito mais competente do que Dilma, a inteligenta primeira-presidenta.

Em compensação, Antonio Palocci - tanto na faustosa Mansão do Lobby quanto agora na preconceituada Casa Civil da Presidência que depois de pertencer ao chefe de quadrilha, assim chamado pelo Ministério Público, já foi de Dilma e de Erenice Guerra - é muito mais perspicaz, atilado, esperto e pernicioso do que Zé Dirceu.

Se Lula que é o Pai da esperteza, escapou ali-ali de ser impechado com Zé Dirceu morando na casa ao lado, imagine só agora o quê a opulenta primeira-presidenta - sabidamenta mais lenta que seu inventor - fará para se safar dessa grande aventura que é um governo que tem Palocci por conselheiro.

Em matéria de Golbery, Zé Dirceu foi um Maquiavel muito melhor para Lula do que Palocci vai ser uma eminência parda para Dilma.

O Novo Ano promete. Então, boas festas!
Boas mesmo, melhores até do que as festas do governo Lula que torrou só em regabofes mais de R$ 154 milhões em dois mandatos. Boas festas!

Retrospectiva Política 2010

JANEIRO
O Fome Zero completou sete anos e zerou. O cupom que era trocado por alimentos foi embolsado pelo Bolsa-Família, uma das "heranças malditas" de FHC. Maldita, mas bem-vinda. Virou o embrião-mor da ociosidade remunerada no Brasil.

FEVEREIRO
Teve até carnaval. Mas, a gandaia mesmo foi o lançamento do programa ideal de governo que Dilma não leu. O pau comeu. O próprio PT mandou editar um novo plano de poder mais suave. Antes que os trâmites fossem dados por findos, um terceiro papelucho definitivo surgiu. E é o que está valendo agora. Pra quem quer e gosta.

MARÇO
O tesoureiro do PT João Vaccari Neto foi alvejado pelo Caso Bancoop. O Ministério Público pediu a quebra de sigilo bancário e fiscal do petista finório por envolvimento no esquema de desvioi de muita grana da Coopperativa Habitacional dos Bancários... E Dilma ainda ficou braba. Chamou as acusações legais de "tentativa de resgatar 2005", numa clara e imoral referência ao escândalo do mensalão.

ABRIL
Zé Alencar, em nome da estratégia de coalizão, desistiu de concorrer ao Senado. Fez isso de tão boa vontade que sua saúde acabou piorando desde então. Hoje depois de 17 cirurgias contra o câncer, Zé Alencar está pronto para assistir pela TV a cerimônia de despedida de Lula que, por uma incr´vel coincidência, se dará no mesmo dia em que é celebrada a posse de Dilma, a primeira-presidenta.

MAIO
Como se não faltasse mais nada, nem mesmo um Tiririca para animar as galerias, surge em maio a palhaçada dos atos secretos no Senado. Principais protagonistas: Zé Sarney e seu rebento Fernando Sarney. O guri medonho foi indiciado pela Polícia Federal, acusado de remeter ilegalmente dinheiro para fora do País. Foi pouca coisa, evasão de divisas: uma remessa de US$ 1 milhão feita por ele a uma agência do HSBC em Qingdao, na China. Tudo deu em nada. Menos para o jornal o Estado de São Paulo que foi censurado e proibido de tocar no assunto. Como se vê o Congresso já era um circo há muito tempo; bem antes de Tiririca que não tem culpa nenhuma.

JUNHO
O deputado Michel Temer oficializou-se candidato a vice na chapa de Dilma à Presidência durante convenção nacional de seu partido. Deu uma lavada de 560 votos contra apenas 100 em Pedro Simon que lutava por uma candidatura própria do PMDB. Em São Paulo, Orestes Quércia, esperneou e apoiou os tucanos. Temer teve que ser engolido. Inclusive por Lula e por Dilma. É hoje o vice-mais presidente da história do Brasil.

JULHO
Começa oficialmente a campanha eleitoral, bem depois daquela que Lula vinha fazendo por Dilma há mais de um ano. Estoura em São Paulo a campanha de Tiririca: "Pior do que tá, não fica!". Quem riu da palhaçada se deu mal: o palhaço - que já virou humorista - meteu mais de um milhão e 300 mil votos.

AGOSTO
Dilma, candidatíssima, defende em sua campanha a tese de que para governar é preciso uma “aliança ampla” e prega a aproximação do atual governo com os ex-presidentes Zé Sarney e Fernando Beira-Collor. Assim, de cara, a coisa pareceu ofensa; depois, o brasileiro acostumou - comme d'habitude.

SETEMBRO
Orestes Quércia desistiu da candidatura ao Senado para tratar de um câncer na próstata do qual já havia tratado anos atrás, só para ser redundante. Não indicou nenhum correligionário para concorrer em seu lugar. O ex-governador, só por birra, resolveu apoiar o companheiro de chapa, o tucano Aloysio Nunes Ferreira. Orestes Quércia sabia muito bem o que fazia. Nos dois casos: o azarão Aloysio disparou nas pesquisas e chegou relaxado e gozado à frente de Marta Suplicy; o câncer na próstata era mesmo muito sério.

OUTUBRO
Foi o mês de crescimento de Marina, a que se pintou de verde. Ela forçou o segundo turno entre Dilma e o cansativo Zé Serra. Marina Silva foi a causadora do sepultamento político de Serra que já morreu e não sabe. Marina teve 19,6 milhões de votos, cerca de 20% dos votos válidos. Até Lula e Dilma, os dois que a defenestraram do Ministério da Mata Atlântica ficaram bajulando Marina até o dia da juizo final.

NOVEMBRO
É formada a equipe responsável pela transição de governo. Os primeiros nomes foram Antonio Palocci e Zé Eduardo Dutra. Michel Temer - que estava de fora - saltou fora das tamancas e ameaçou com o blocão dos descontentes. Lula e Dilma foram enquadrados. Enfim, Temer mostrava que era mesmo o vice-presidente. Foi então incluído na turma da coordenação.

DEZEMBRO
Até que enfim, o ano político está sendo empacotado. Já foi Natal e o Brasil ganhou de presente Antonio Palocci como chefe da Minha Casa Civil, Minha Vida - ponto referencial do governo petista nesses últimos oito anos.

Os 37 ministros de Dilma já estão consagrados. A grande expectativa agora é a cerimônia de Lula descendo a rampa que, por acaso, coincidirá com a celebração de Dilma como rampeira do Palácio. Quando isso acontecer, dezembro de 2010 já será janeiro de 2011.
POR FORA
Nos oito anos da era Lula, houve 61% a mais de terceirizações nos serviços públicos. É isso que facilita escândalos como o mensalão e seus genéricos. Quando são flagrados pegando dinheiro que salta das gavetas, basta mostrar que não são funcionários do governo. É gentalha que corre por fora. Lula não inventou a terceirização; apenas aprimorou.

GENTE DE CASA
Dilma nem começou e já está saindo melhor do que a encomenda: mais da metade dos cargos de terceiro escalão do seu governo serão ocupados por sindicalistas.

Uma farra com mais de 100 anos

O crime organizado de rua está boquiaberto. A nova sede do Tribunal Superior Eleitoral tem mais de 115 mil metros quadrados de área construída, refletindo em arquitetura espelhada o custo de R$ 400 milhões gastos para acolher nada mais nada menos do que sete ministros, num estafante expediente de dois dias -ops! - duas noites por semana. O crime organizado saiu das ruas.

O projeto do novo palácio monumental do TSE é do interminável Oscar Niemeyer - hoje, uma instituição nacional à moda Walt Disney que, mesmo depois de morto, continua desenhando patos Donalds e Mickeys Mouses.

Sem qualquer licitação, como é hábito do arquiteto comunista mais rico do mundo, seus rabiscos tiraram desta feita das burras públicas a bagatela de quase R$ 6 milhões. Essa farra já tem mais de um século de risonhas primaveras.
O HORIZONTE - Criada à imagem e semelhança de Lula, Dilma vai ver agora o que ontem foi bom pra tosse de FHC. Como o ilustre tucano, ao inverso de Lula, a primeira-presidenta não vai contar com a expansão da economia mundial que deixou Lula com as costas quentes. Se Dilma abrir os dois lados da janela do Palácio verá no horizonte internacional as nuvens carregadas que lhe provocarão um frio na espinha. É menos uma "herança bendita" que o criador deixa para a criatura.

LAVANDERIA ELETRÔNICA - Edyr Macedo, autoproclamado bispo universal quer bater a CBN, rede de rádios noticiosas da Globo. Está com a Record News na cabeça.

Quer comprar a cadeia Transamérica que tem emissoras em São Paulo, Brasília, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Curitiba e Rio de Janeiro. Tem coisa em trono de R$ 250 milhões para pagar na bucha. Só o Leão brasileiro não fareja que para o dono da igreja-lavanderia o dinheiro cai do céu.

EX-EX - Quem diria que, um dia, Miriam Belchior ex-mulher-viúva de Celso Daniel, andaria com quem anda agora?!?... Nada como um bom arquivo-vivo de boas e velhas amizades.

ILHA DE ELBA - Lula está a um passo da sua grande missão como o desempregado mais faceiro da República: apagar o escândalo do mensalão da sua história de metalúrgico-presidente.

Só pode se dedicar a isso hoje, porque ontem a oposição foi pândega, energúmena e inepta ao não promover o seu impeachment. Fernandinho Beira-Collor foi ilhado por uma camioneta Fiat-Elba. Nem Napoleão faria melhor.

Mera coincidência
Paulo Maluf terá algum laço de afinidade com o senhor aí debaixo?
Benito Mussolini

27 de dez de 2010

ESCAPOU
Zé Alencar é, antes de tudo, um forte. Passou incólume pela provação da visita de Zé Genoíno na UTI do Sírio-Libanês. É que, além de ter sido abençoado por Deus, Zé Alencar foi vacinado contra raiva e outros efeitos colaterais.

ESTÁVEL
Estado de saúde de José Alencar é estável, diz boletim médico. Trocando em miúdos: Zé Alencar vai assistir ao desfile solitário de Dilma num Rolls Royce, pelo aparelho de TV que o SUS manda instalar em todas as suas unidades de tratamento intensivo.

SEM JUSTA CAUSA
Dia 1º, até que enfim, Lula deixa o Palácio sem qualquer risco de demissão por justa causa. Dessa vez não é abandono de emprego.

INÍCIO DE CAMPANHA
Agora que tava ficando bom, Lula deixa o Brasil de mão beijada para Dilma. Mais que isso, deixa só heranças benditas. O que acontecer de maldito no governo da primeira-presidenta não é culpa de Lula; é pura elucubração: golpe de marketing para o retorno triunfal em 2014.
Pronto, agora vai! Está quase tudo dentro do script para o roteiro da festa do dia 1º de janeiro na Esplanada dos Ministérios, em Brasília.

Os ensaios para o primeiro dia da primeira-presidenta cuidaram de tudo um pouco. Até duas clones de Dilma no carro aberto que só sai às ruas de quatro em quatro anos foram usadas, uma com o mesmo sorriso e a outra com mesma forma de acenar para o público.

A banda dos Dragões da Independência já ensaiou o Tema da Vitória que brindava os pódios de Ayrton Senna para acompanhar a descida de Lula pela rampa do Palácio. Só não treinaram até agora, a presença de Zé Alencar no palanque, maior atração de tudo quanto foi anunciado para a cerimônia. Não, Vampeta não vai dar cambalhotas na rampa.

A cerimônia de posse está prevista para começar às 14h10, em frente a Catedral Metropolitana de Brasília. A primeira-presidenta seguirá contenta e diligenta em direção ao Congresso Nacional dentro do Rolls-Royce presidencial. Isso tudo, se não chover. Em caso de contratempo a festa vai ser tão sem graça quanto todas as demais que o Brasil já viu nas posses presidenciais que se sucederam em Brasília.

Lula - pelo que Franklin Martins ainda pode mandar dizer às redações dos veículos de comunicação, já está providenciando junto ao seu único escalão superior, mas com quem fala de igual para Igual, para que não chova na capital da República no dia 1° de janeiro desse glorioso 2011.

26 de dez de 2010

Reprodução/Site CBF
Nem é porque entenda tanto mais ou tanto menos de futebol quanto qualquer brasileiro. Mas, trabalhar com Ricardo Teixeira de chefe pega tão mal para Mano Menezes quanto pegou para Dunga.

O MAIS LIGEIRO
Está decidido: a banda dos Dragões da Independência vai tocar o "Tema da Vitória" - musiqueta que saudava as chegadas de Ayrton Senna em primeiro lugar nas corridas de Fórmula-1 - quando Lula estiver descendo a rampa do Palácio na cerimônia de passagem de faixa para Dilma, a primeira-presidenta. Faz sentido, nuncanahistoriadessepaís em matéria de esperteza um presidente foi tão ligeiro quanto Lula.

Igualdade

Olha essa manchete do jornal Folha de S.Paulo: "Lupi defende mínimo de R$ 560 no ano que vem". Brincadeira... Não é isso que o trabalhador merece. O trabalhador brasileiro quer os R$ 26 mil que deputados, senadores, ministros, Lula, Dilma e seus companheiros estão recebendo por mês. Isonomia. Nada mais que isso. E então, como reza a Constituição, seremos perante a lei todos iguais a essa gente que não faz concurso nem tem aptidão nenhuma. E nem precisa o caminhão de gordurama que o poder público carrega as nossas custas. Bastam os míseros R$ 26 mil mensais.

Tome nota

Não é nada, não é nada, o governo Dilma vai ser o caos que Lula mais queria para o Brasil nos próximos quatro anos. É a garantia de seu regresso ao Palácio do Planalto em 2014.

25 de dez de 2010

Viver perigosamente

Ataques deixam mais de 30 mortos em zona de conflito na Nigéria
Explosões foram perto de Jos, onde são frequentes disputas entre grupos cristãos e muçulmanos

Atentado suicida deixa mais de 40 mortos no Paquistão
Explosão ocorre nas proximidades de um centro de distribuição de alimentos das Nações Unidas


E aí você lê nos jornais e vê na TV que o
 Natal matou 47 pessoas na estradas brasileiras.
Foram quase 800 acidentes pelas rodovias nacionais antes da chegada do Papai Noel.
A Nigéria e o Paquistão não sabem o que é mesmo viver perigosamene.

Folhinha Vencida

Pronto, eis a primeira-folhinha do primeiro-Ministério da primeira-mulher-primeira-presidenta do Brasil. Nada menos de 37 figurinhas fáceis, conhecidas desde o outro carnaval. A maioria, apesar da pose, está com a validade vencida. Antes que as portas de 2011 se abram para a chegada de 2012, quase todos  já estarão no olho da rua, fora do calendário da República Tiririca.

24 de dez de 2010

Me engana que eu gosto

O PRIMEIRO
Em seu primeiro discurso como presidente do Brasil antes do discurso de 1° de janeiro de 2015 já como reeleito para o quarto mandato, logo após o terceiro interpretado por Dilma, Lula continuou dividindo o país em Brasil dos ricos e dos pobres. Não disse que agora, como rico, é uma barbada fingir que é pobre.

MÁXIMO DIVISOR
Lula dividiu o Brasil sempre entre o bem e o mal, o bom e o ruim. Agora divide o país em Brasil do primeiro-metalúrgico presidente e Brasil da primeira-mulher presidenta.

Tente imaginar uma Força de Paz instalada com malas e bagagens no Complexo do Alemão por ordem de FHC, ou por alguém que não seja do PT. Que regime seria esse?!? Por baixo, por baixo, Lula seria aquele herói chinês de braços abertos diante de umtanque napraça da Paz Celestial.

INDIGNAÇÃO
Deputados e senadores, uma vez mais, se deram o valor que nunca mereceram e não merecem. O povo, sem liderança natural, engole o sapo como se fosse um nectar dos deuses. No meio disso tudo, a população da pequena cidade Nova Esperança do Piriá, no Pará, demoliu a Câmara Legislativa a golpes de raiva insuportável. Pode ser um snal de ndignação bem-resolvida. Mas, a canalha já se aprestou a sufocar a voz rouca das ruas. O povo está sendo chamado de bêbado e pau-mandado - como se estas não fossem as principais virtudes desse governo que nos manda.

PELÉ E JK
Cá pra nós, mas Lula nesse estertor de mandato parece até o Romário em fim de carreira correndo atrás do seu ridículo milésimo gol. Quem nasceu para Romário, jamais será Pelé; quem nasceu para ser Lula, nunca será JK.

GUERREIRO
Orestes Quércia, natural de Pedregulho, nterior de São Paulo. Foi de tudo um pouco na politica: vereador e prefeito de Campinas, deputados estadual, federal, vice-governador, governador de São Paulo, senador, cacique do PMDB com asas de tucano. Morreu de Câncer na próstata. Pronto, agora o Sírio-Libanês sótem um guerreiro contra o câncer.

23 de dez de 2010

"Aqui no Complexo do Alemão já chegou esse novo tipo de transporte coletivo. Agora tem que chegar a saúde, a educação, a segurança, a paz, a alegria...".

Lula, o Retirante - inaugurando teleféricos tipo alvo-móvel, com sua conhecida saudade do futuro, colocando nas costas de Dilma a missão de fazer tudo que ele não fez nesses oito anos